Logotipo
Unionpédia
Comunicação
Disponível no Google Play
Novo! Faça o download do Unionpédia em seu dispositivo Android™!
Livre
Acesso mais rápido do que o navegador!
 

Dinastia de Avis

Índice Dinastia de Avis

A Dinastia de Avis, ou Dinastia Joanina, foi a segunda dinastia a reinar em Portugal.

250 relações: Afonso de Bragança, Marquês de Valença, Afonso de Portugal (1509–1540), Afonso I, Duque de Bragança, Afonso IV de Portugal, Afonso V de Portugal, Afonso, Conde de Faro, Afonso, Príncipe de Portugal (1475–1491), Agosto, Alcácer-Ceguer, Alentejo, Alexandre Farnésio de Parma e Placência, Alfange, Alto Alentejo, Amor, Ana de Mendonça, António Borges Coelho, António Caetano de Sousa, António de Portugal, Prior do Crato, Aragão, Arquidiocese de Évora, Arquivo Nacional da Torre do Tombo, Asti, Atouguia da Baleia, África, Ávila, Batalha de Alcácer-Quibir, Batalha de Aljubarrota, Batalha dos Atoleiros, Beatriz de Portugal, Beatriz de Portugal, Duquesa de Saboia, Beatriz de Portugal, Duquesa de Viseu, Beatriz Pereira de Alvim, Beatriz, Condessa de Arundel, Belas (Portugal), Burguesia, Carlos I de Espanha, Carlos III, Duque de Saboia, Casamento, Catarina de Áustria, Catarina de Portugal (1436–1463), Catarina de Portugal, Duquesa de Bragança, Ceuta, Colares (Sintra), Conde de Arraiolos, Conde de Faro, Conde de Loulé, Conde de Marialva, Conde de Neiva, Conde de Odemira, Conde de Ourém, ..., Conde de Valença, Conde de Viana (da Foz do Lima), Conde de Viana do Alentejo, Condestável de Portugal, Conquista de Ceuta, Coroa de Castela, Cortes de Coimbra de 1385, Covilhã, Crónica, Crónica de el-rei D. João I, Crise de 1383–1385 em Portugal, Crise de sucessão de 1580, Damião de Góis, Dinastia de Borgonha, Dinastia de Bragança, Dinastia filipina, Dinis de Portugal, Senhor de Cifuentes, Diocese da Guarda, Diocese de Viseu, Duarte de Meneses, Conde de Viana, Duarte de Portugal, Duarte de Portugal, 4.º Duque de Guimarães, Duarte de Portugal, 5.º Duque de Guimarães, Duarte I de Portugal, Ducado da Borgonha, Ducado de Parma e Placência, Ducado de Saboia, Duque da Guarda, Duque de Aveiro, Duque de Barcelos, Duque de Beja, Duque de Bragança, Duque de Coimbra, Duque de Guimarães, Duque de Viseu, Emília de Nassau, Espanha, Família, Fernando de Portugal, Duque da Guarda, Fernando de Portugal, Duque de Viseu, Fernando I de Portugal, Fernando I, Duque de Bragança, Fernando II, Duque de Bragança, Fernando, o Infante Santo, Fernão Lopes, Filipa de Lencastre, Filipa, infanta de Portugal, Filipe II de Espanha, Filipe III de Borgonha, Frederico III do Sacro Império Romano-Germânico, Freira, General, Guarda, Guiné, Guiomar Coutinho, Duquesa da Guarda, Henrique de Meneses, 4.º Conde de Viana (do Alentejo), Henrique I de Portugal, Henrique IV de Castela, Henrique, Duque de Viseu, História de Portugal, Historiador, Historiografia, Império Português, Inês de Castro, Inês Pires, Inglaterra, Irmão, Isabel de Avis, Rainha de Portugal, Isabel de Barcelos, Isabel de Bragança, Isabel de Portugal, Duquesa da Borgonha, Isabel de Portugal, Imperatriz Romano-Germânica, Isabel de Portugal, Rainha de Castela, Isabel I de Castela, Isabel, Rainha de Portugal, Jaime Cortesão, Jaime de Portugal, Jaime I, Duque de Bragança, Joana de Castro, Joana de Portugal, Rainha de Castela, Joana de Trastâmara, Joana, Princesa de Portugal, João de Castro, Senhor do Cadaval, João de Coimbra, Príncipe de Antioquia, João de Lencastre, Duque de Aveiro, João Fernandes Andeiro, João I de Castela, João I de Portugal, João I, Duque de Bragança, João II de Castela, João II de Portugal, João III de Portugal, João IV de Portugal, João Manuel, Príncipe de Portugal, João, Condestável de Portugal, João, Marquês de Montemor-o-Novo, João, Príncipe de Portugal, Jorge de Lancastre, Juan de Mariana, Leonor da Áustria, Rainha de Portugal e de França, Leonor de Aragão, Rainha de Portugal, Leonor de Avis, Rainha de Portugal, Leonor de Portugal, Imperatriz Romano-Germânica, Leonor Teles, Lisboa, Lista de monarcas de Espanha, Lista de monarcas de Portugal, Lista de rainhas da Germânia e imperatrizes do Sacro Império Romano-Germânico, Lista de rainhas de Castela, Lorvão, Luís de Meneses, 3.º Conde da Ericeira, Luís de Portugal, Duque de Beja, Madrid, Manuel I de Portugal, Manuel, Príncipe de Portugal (1568-1638), Maria de Aragão e Castela, Rainha de Portugal, Maria de Portugal, Duquesa de Parma e Placência, Maria de Portugal, Duquesa de Viseu, Maria Manuela de Portugal, Marquês de Torres Novas, Marquês de Valença, Marquês de Vila Viçosa, Mãe, Miguel da Paz, Príncipe de Portugal e das Astúrias, Mitologia, Monge, Mosteiro da Batalha, Moura, Nobreza, Norte de África, Nuno Álvares Pereira, Ordem de Cristo, Ordem de Santiago, Ordem de São Bento de Avis, Ordem Soberana e Militar de Malta, Oriente, Pai, Parentesco, Paris, Patriarcado de Lisboa, Pedro de Coimbra, Condestável de Portugal, Pedro de Meneses, 1.º Conde de Vila Real, Pedro de Portugal, 1.º Duque de Coimbra, Pedro I de Portugal, Portugal, Príncipe herdeiro de Portugal, Principado de Antioquia, Prior do Crato, Regente, Região histórica de Castela, Reguengos de Monsaraz, Rei, Reino da Galiza, Reino do Algarve, Reino do Chipre, Religião, Salvaterra de Magos (freguesia), Sebastião I de Portugal, Teodósio I, Duque de Bragança, Teodósio II, Duque de Bragança, Teresa Lourenço, Thomas FitzAlan, 12.° Conde de Arundel, Tordesilhas, Trancoso, Tratado de Salvaterra de Magos, União Ibérica, Universidade de São Paulo, Varão, Viúva, Vitorino Magalhães Godinho, 1355, 1367, 1383, 1384, 1385, 1411, 1433, 1438, 1443, 1460, 1481, 1495, 1521, 1557, 1578, 1580, 1581, 1595, 1679, 1736, 1749, 1794, 1930, 2009, 2010, 2012, 2014, 24 de junho, 31 de janeiro, 6 de abril. Expandir índice (200 mais) »

Afonso de Bragança, Marquês de Valença

Afonso de Portugal, depois Afonso de Bragança, o primeiro do apelido de Portugal (Lisboa, 1400 - 9 de agosto de 1460 na vila de Tomar), era filho primogénito de Afonso I de Bragança e, por via materna (Beatriz Pereira de Alvim, Condessa de Ourém).

Novo!!: Dinastia de Avis e Afonso de Bragança, Marquês de Valença · Veja mais »

Afonso de Portugal (1509–1540)

Afonso de Portugal ou Afonso de Avis e Trastâmara (Évora, 23 de Abril de 1509 – Lisboa, 21 de Abril de 1540) foi o sexto filho do rei Manuel I de Portugal e de sua segunda esposa Maria de Aragão, sendo o quarto filho varão do casal após o príncipe D. João (futuro D. João III), o infante D. Luís, Duque de Beja, e o infante D. Fernando, Duque da Guarda; por esse motivo, foi desde cedo destinado por seu pai para a vida religiosa, tendo sido cumulado de benefícios eclesiásticos, tendo sido sucessivamente feito (mesmo não tendo ainda a idade legal para o exercício dessas dignidades) bispo da Guarda, cardeal-infante, bispo de Viseu, bispo de Évora e, por fim, arcebispo de Lisboa.

Novo!!: Dinastia de Avis e Afonso de Portugal (1509–1540) · Veja mais »

Afonso I, Duque de Bragança

Afonso de Portugal, depois Afonso I de Bragança (Veiros - Estremoz, 10 de agosto de 1377 - Chaves, 15 de dezembro de 1461) foi o 8º conde de Barcelos, 2º conde de Neiva e o 1º Duque de Bragança.

Novo!!: Dinastia de Avis e Afonso I, Duque de Bragança · Veja mais »

Afonso IV de Portugal

Afonso IV (Lisboa, – Lisboa), apelidado de Afonso, o Bravo, foi o Rei de Portugal e Algarve de 1325 até sua morte.

Novo!!: Dinastia de Avis e Afonso IV de Portugal · Veja mais »

Afonso V de Portugal

Afonso V (Sintra, – Lisboa), apelidado de "o Africano" por suas conquistas na África, foi o Rei de Portugal e Algarves de 1438 até sua morte.

Novo!!: Dinastia de Avis e Afonso V de Portugal · Veja mais »

Afonso, Conde de Faro

D.

Novo!!: Dinastia de Avis e Afonso, Conde de Faro · Veja mais »

Afonso, Príncipe de Portugal (1475–1491)

Afonso de Portugal (Lisboa, 18 de maio de 1475 — Santarém, 13 de julho de 1491) era o único filho e herdeiro de D. João II e de D. Leonor, reis de Portugal.

Novo!!: Dinastia de Avis e Afonso, Príncipe de Portugal (1475–1491) · Veja mais »

Agosto

Agosto, do latim augustus, é o oitavo mês do calendário gregoriano.

Novo!!: Dinastia de Avis e Agosto · Veja mais »

Alcácer-Ceguer

Alcácer-Ceguer ("castelo pequeno"), cujo nome oficial em grafia latina é Ksar es-Seghir ou Ksar Sghir, é uma vila costeira do norte de Marrocos, que faz parte da província de Fahs-Anjra e da região de Tânger-Tetuão.

Novo!!: Dinastia de Avis e Alcácer-Ceguer · Veja mais »

Alentejo

O NUT II do Alentejo é uma região do centro-sul de Portugal.

Novo!!: Dinastia de Avis e Alentejo · Veja mais »

Alexandre Farnésio de Parma e Placência

Alexandre Farnésio (Alessandro Farnese), foi o terceiro Duque de Parma e Placência (27 de agosto de 1545 em Roma – 3 de dezembro de 1592 em Arras).

Novo!!: Dinastia de Avis e Alexandre Farnésio de Parma e Placência · Veja mais »

Alfange

*Bairro da cidade de Santarém, Portugal.

Novo!!: Dinastia de Avis e Alfange · Veja mais »

Alto Alentejo

* Alto Alentejo (sub-região) — sub-região estatística portuguesa.

Novo!!: Dinastia de Avis e Alto Alentejo · Veja mais »

Amor

miniaturadaimagem Amor (do latim amore) é uma emoção ou sentimento que leva uma pessoa a desejar o bem a outra pessoa ou a uma coisa.

Novo!!: Dinastia de Avis e Amor · Veja mais »

Ana de Mendonça

Ana de Mendonça (Moita, Alhos Vedros - 1545) foi uma nobre portuguesa.

Novo!!: Dinastia de Avis e Ana de Mendonça · Veja mais »

António Borges Coelho

António Borges Coelho (Murça, 1928) é um historiador, poeta e teatrólogo português.

Novo!!: Dinastia de Avis e António Borges Coelho · Veja mais »

António Caetano de Sousa

António Caetano de Sousa (Lisboa, 30 de Maio de 1674 — Lisboa, 5 de Julho de 1759) foi um escritor, bibliógrafo e genealogista português que pertenceu ao grupo inicial de académicos da Academia Real de História Portuguesa.

Novo!!: Dinastia de Avis e António Caetano de Sousa · Veja mais »

António de Portugal, Prior do Crato

D.

Novo!!: Dinastia de Avis e António de Portugal, Prior do Crato · Veja mais »

Aragão

Aragão é uma comunidade autónoma espanhola resultante do reino histórico homónimo situada no nordeste da Península Ibérica. Geograficamente compreende o médio vale do Rio Ebro, os Pirenéus centrais e as Serras Ibéricas. Limita a norte a região francesa da Occitânia, a oeste com Castela e Leão, Castela-Mancha, Rioja e Navarra, e a este com a Catalunha e a Comunidade Valenciana. O seu Estatuto de Autonomia outorga-lhe o caráter de nacionalidade histórica. O Reino de Aragão, juntamente com o Principado da Catalunha, os reinos de Valência e Maiorca e outros territórios franceses, italianos e gregos formaram, durante séculos, a histórica Coroa de Aragão. Nela, o reino manteve a sua independência, instituições, foros e direitos até ao advento da Guerra da Sucessão Espanhola do século XVIII. Organizada como comunidade autónoma desde 1978, está dividida em três províncias, Osca, Teruel e Saragoça (onde se localiza a capital homónima) e 33 comarcas.

Novo!!: Dinastia de Avis e Aragão · Veja mais »

Arquidiocese de Évora

A história da Diocese de Évora é bastante antiga.

Novo!!: Dinastia de Avis e Arquidiocese de Évora · Veja mais »

Arquivo Nacional da Torre do Tombo

Torre do Tombo, Lisboa, Portugal. O Arquivo Nacional Torre do Tombo (ANTT), o Arquivo Nacional antigamente designado por Arquivo Geral do Reino, popularmente referido apenas como Torre do Tombo, é uma unidade orgânica nuclear da Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas que se constitui como arquivo central do Estado Português desde a Idade Média, tendo os seus primeiros Guardas-Mores sido, também, Cronistas-Mores do Reino.

Novo!!: Dinastia de Avis e Arquivo Nacional da Torre do Tombo · Veja mais »

Asti

Asti é uma comuna italiana da região do Piemonte, província de Asti, com cerca de 70.598 habitantes.

Novo!!: Dinastia de Avis e Asti · Veja mais »

Atouguia da Baleia

Atouguia da Baleia é uma freguesia portuguesa do concelho de Peniche, distrito de Leiria, com 46,04 km² de área e 8954 habitantes (2011).

Novo!!: Dinastia de Avis e Atouguia da Baleia · Veja mais »

África

A África é o terceiro continente mais extenso (depois da Ásia e da América) com cerca de 30 milhões de quilômetros quadrados, cobrindo 20,3 % da área total da terra firme do planeta.

Novo!!: Dinastia de Avis e África · Veja mais »

Ávila

Ávila é um município da Espanha na província de Ávila, comunidade autónoma de Castela e Leão.

Novo!!: Dinastia de Avis e Ávila · Veja mais »

Batalha de Alcácer-Quibir

A Batalha de Alcácer-Quibir também grafado Alcácer-Quivir, al Quasr al-kibr, Alcazarquivir ou Alcassar, significando "grande fortaleza" (معركة القصر الكبير), conhecida em Marrocos como Batalha dos Três Reis n ou Batalha de Oued al-Makhazin n, foi uma batalha travada no norte de Marrocos perto da cidade de Alcácer-Quibir, entre Tânger e Fez, em 4 de Agosto de 1578.

Novo!!: Dinastia de Avis e Batalha de Alcácer-Quibir · Veja mais »

Batalha de Aljubarrota

A Batalha de Aljubarrota decorreu no final da tarde de 14 de agosto de 1385 entre tropas portuguesas com aliados ingleses, comandadas por D. João I de Portugal e o seu condestável D. Nuno Álvares Pereira, e o exército castelhano e seus aliados liderados por D. João I de Castela.

Novo!!: Dinastia de Avis e Batalha de Aljubarrota · Veja mais »

Batalha dos Atoleiros

A Batalha dos Atoleiros ocorreu a 6 de Abril de 1384, no actual município português de Fronteira, distrito de Portalegre e a cerca de 60 km da fronteira com Castela, entre as forças portuguesas, comandadas por Nuno Álvares Pereira, e uma expedição punitiva castelhana, enviada por João I de Castela, junto da povoação do mesmo nome, no Alentejo.

Novo!!: Dinastia de Avis e Batalha dos Atoleiros · Veja mais »

Beatriz de Portugal

D. Beatriz de Portugal (ou D. Brites de Portugal, Coimbra, Fevereiro de 1373 — Toro, após Junho de 1412), que veio a ser rainha consorte de Castela, foi filha do Rei D. Fernando I de Portugal e de sua mulher, a rainha D. Leonor Teles.

Novo!!: Dinastia de Avis e Beatriz de Portugal · Veja mais »

Beatriz de Portugal, Duquesa de Saboia

Beatriz de Portugal (Lisboa, 31 de dezembro de 1504 — Nice, 8 de janeiro de 1538) foi uma Infanta de Portugal por nascimento, e duquesa de Saboia pelo seu casamento com Carlos III, Duque de Saboia.

Novo!!: Dinastia de Avis e Beatriz de Portugal, Duquesa de Saboia · Veja mais »

Beatriz de Portugal, Duquesa de Viseu

Beatriz de Portugal (—), foi a filha do infante João, Condestável de Portugal (quarto filho do rei João I e de Filipa de Lencastre), e da sua esposa Isabel de Barcelos, filha de Afonso I, Duque de Bragança.

Novo!!: Dinastia de Avis e Beatriz de Portugal, Duquesa de Viseu · Veja mais »

Beatriz Pereira de Alvim

D.

Novo!!: Dinastia de Avis e Beatriz Pereira de Alvim · Veja mais »

Beatriz, Condessa de Arundel

Beatriz de Portugal (Veiros - Estremoz, 1386 - Bordéus, 25 de outubro de 1447) era filha natural de João I de Portugal e Inês Pires.

Novo!!: Dinastia de Avis e Beatriz, Condessa de Arundel · Veja mais »

Belas (Portugal)

Belas é uma vila e antiga freguesia portuguesa do concelho de Sintra, com de área e habitantes (2011). O território onde se encontra a vila de Belas apresenta características que determinaram, sem dúvida, o seu povoamento, a sua organização e desenvolvimento.

Novo!!: Dinastia de Avis e Belas (Portugal) · Veja mais »

Burguesia

O estereótipo do burguês no Monsieur Jourdain, personagem principal da comédia ''Le Bourgeois gentilhomme'', de Molière Burguesia é um termo com vários significados históricos, sociais e culturais.

Novo!!: Dinastia de Avis e Burguesia · Veja mais »

Carlos I de Espanha

Carlos V & I (Gante, – Cuacos de Yuste) foi o Imperador Romano-Germânico como Carlos V a partir de 1519 e Rei da Espanha como Carlos I de 1516 até sua abdicação em favor de seu irmão mais novo Fernando I no império e seu filho Filipe II na Espanha.

Novo!!: Dinastia de Avis e Carlos I de Espanha · Veja mais »

Carlos III, Duque de Saboia

Carlos III (Chazey-sur-Ain, – Vercelli), apelidado de "o Bom", foi o Duque de Saboia de 1504 até sua morte.

Novo!!: Dinastia de Avis e Carlos III, Duque de Saboia · Veja mais »

Casamento

Casamento ou é um vínculo estabelecido entre duas pessoas, mediante o reconhecimento governamental, cultural, religioso (vide casamento religioso) ou social e que pressupõe uma relação interpessoal de intimidade, cuja representação arquetípica é a coabitação, embora possa ser visto por muitos como um contrato.

Novo!!: Dinastia de Avis e Casamento · Veja mais »

Catarina de Áustria

Catarina de Áustria, Catarina de Habsburgo ou, mais raramente, Catarina de Espanha (Catalina de Austria; Torquemada, 14 de janeiro de 1507 - Lisboa, 6 de fevereiro de 1578) foi arquiduquesa da Áustria, infanta de Espanha e rainha de Portugal como esposa de D. João III.

Novo!!: Dinastia de Avis e Catarina de Áustria · Veja mais »

Catarina de Portugal (1436–1463)

Catarina de Portugal (Lisboa, — Lisboa), infanta e religiosa de Portugal, era filha do Rei de Portugal, D. Duarte I (1391-1438) e de sua esposa D. Leonor de Aragão (1402-1445).

Novo!!: Dinastia de Avis e Catarina de Portugal (1436–1463) · Veja mais »

Catarina de Portugal, Duquesa de Bragança

D.

Novo!!: Dinastia de Avis e Catarina de Portugal, Duquesa de Bragança · Veja mais »

Ceuta

Mapa de Ceuta Ceuta é uma cidade autónoma de Espanha situada na margem africana da desembocadura oriental do estreito de Gibraltar, na pequena península de Almina, em frente a Algeciras e ao território britânico de Gibraltar, situadas no lado oposto do estreito.

Novo!!: Dinastia de Avis e Ceuta · Veja mais »

Colares (Sintra)

Colares é uma freguesia portuguesa do concelho de Sintra, com 33,07 km² de área e 7628 habitantes (2011).

Novo!!: Dinastia de Avis e Colares (Sintra) · Veja mais »

Conde de Arraiolos

O título de conde de Arraiolos foi originalmente instituído em favor de Álvaro Pires de Castro (irmão de Inês de Castro), por carta do rei D. Fernando I de Portugal de 1371, o qual foi mais tarde feito Conde de Viana (da Foz do Lima) e ainda 1.º Condestável de Portugal.

Novo!!: Dinastia de Avis e Conde de Arraiolos · Veja mais »

Conde de Faro

Título criado por D. Afonso V, Rei de Portugal, pela carta de 22 de maio de 1469, a favor de D. Afonso.

Novo!!: Dinastia de Avis e Conde de Faro · Veja mais »

Conde de Loulé

Conde de Loulé foi um título nobiliárquico atribuído a D. Henrique de Meneses por carta de D. Afonso V de Portugal datada de 12 Novembro de 1471.

Novo!!: Dinastia de Avis e Conde de Loulé · Veja mais »

Conde de Marialva

O título de Conde de Marialva foi um título nobiliárquico de Portugal.

Novo!!: Dinastia de Avis e Conde de Marialva · Veja mais »

Conde de Neiva

Conde de Neiva é um título nobiliárquico criado por D. Fernando I de Portugal em 1373, a favor de D. Gonçalo Teles de Meneses, Senhor de Cantanhede.

Novo!!: Dinastia de Avis e Conde de Neiva · Veja mais »

Conde de Odemira

O título de Conde de Odemira foi um título nobiliárquico de Portugal.

Novo!!: Dinastia de Avis e Conde de Odemira · Veja mais »

Conde de Ourém

Armas de D. Nuno Álvares Pereira, 3º conde de Ourém. Armas de D. Afonso, 4.º conde de Ourém. Armas de D. Pedro de Menezes, 7º conde de Ourém Armas de D. Jaime I de Bragança, 8º conde de Ourém. Principe D. Teodósio, 13º conde de Ourém Conde de Ourém é um título de nobreza de Portugal.

Novo!!: Dinastia de Avis e Conde de Ourém · Veja mais »

Conde de Valença

O título de Conde de Valença foi um título nobiliárquico de Portugal, atribuído por duas vezes no século XV, em 1464 e novamente em 1499.

Novo!!: Dinastia de Avis e Conde de Valença · Veja mais »

Conde de Viana (da Foz do Lima)

Conde de Viana (da Foz do Lima) (hoje conhecida por Viana do Castelo) foi um título nobiliárquico atribuído a Álvaro Pires de Castro, irmão de D. Inês de Castro, por carta de D. Fernando I datada de 1 de Junho de 1371.

Novo!!: Dinastia de Avis e Conde de Viana (da Foz do Lima) · Veja mais »

Conde de Viana do Alentejo

Conde de Viana (do Alentejo) foi um título nobiliárquico atribuído a D. João Afonso Telo de Meneses, filho do 1º Conde de Ourém e primo direito da rainha Leonor Teles de Meneses, por carta de D. Fernando I datada de 19 de Março de 1373.

Novo!!: Dinastia de Avis e Conde de Viana do Alentejo · Veja mais »

Condestável de Portugal

Condestável de Portugal ou Condestável do Reino foi um cargo criado pelo rei Fernando I de Portugal em 1382, para assumir as funções militares do anterior cargo Alferes-Mor do Reino.

Novo!!: Dinastia de Avis e Condestável de Portugal · Veja mais »

Conquista de Ceuta

A Conquista de Ceuta, cidade islâmica no Norte de África, por tropas portuguesas sob o comando de João I de Portugal, deu-se a 21 de Agosto de 1415.

Novo!!: Dinastia de Avis e Conquista de Ceuta · Veja mais »

Coroa de Castela

A Coroa de Castela em 1400 A Coroa de Castela existiu na Península Ibérica como uma entidade separada na Idade Média e Moderna.

Novo!!: Dinastia de Avis e Coroa de Castela · Veja mais »

Cortes de Coimbra de 1385

De acordo com a decisão tomada pelo Mestre de Avis, pelos nobres e representantes do povo reunidos no mosteiro de São Domingos de Lisboa e a conselho de D. Nuno Álvares Pereira, convocou o primeiro, na qualidade de Defensor do Reino, as cortes de Coimbra nos Paços de El-Rei naquela cidade, para 6 de abril de 1385, com a seguinte ordem de trabalhos.

Novo!!: Dinastia de Avis e Cortes de Coimbra de 1385 · Veja mais »

Covilhã

A Covilhã DmC • GCMAI é uma cidade portuguesa pertencente ao distrito de Castelo Branco, na província da Beira Baixa, região estatística do Centro e sub-região das Beiras e Serra da Estrela.

Novo!!: Dinastia de Avis e Covilhã · Veja mais »

Crónica

ou cronista pode referir-se a.

Novo!!: Dinastia de Avis e Crónica · Veja mais »

Crónica de el-rei D. João I

A Crónica d’El Rei D. João I, foi escrita em 1443 pelo cronista Fernão Lopes, por incumbência do Rei D. Duarte.

Novo!!: Dinastia de Avis e Crónica de el-rei D. João I · Veja mais »

Crise de 1383–1385 em Portugal

A Crise de 1383–1385 foi um período de guerra civil e na História de Portugal, também conhecido como Interregno, uma vez que não existia rei no poder.

Novo!!: Dinastia de Avis e Crise de 1383–1385 em Portugal · Veja mais »

Crise de sucessão de 1580

A morte do jovem rei de Portugal D. Sebastião na Batalha de Alcácer-Quibir levou a uma crise de sucessão já que D. Sebastião não teria deixado descendência pela sua tenra idade.

Novo!!: Dinastia de Avis e Crise de sucessão de 1580 · Veja mais »

Damião de Góis

Página de rosto da obra ''Urbis Olisiponis descriptio'' (1554). Damião de Góis (Alenquer, — Alenquer), historiador e humanista, epistológrafo, viajante, diplomata e alto funcionário régio, foi figura ímpar e uma das personalidades mais relevantes do Renascimento em Portugal.

Novo!!: Dinastia de Avis e Damião de Góis · Veja mais »

Dinastia de Borgonha

A designação Dinastia de Borgonha aplica-se às casas reais de Portugal, Galiza, Leão e Castela, e que governaram estes países, respectivamente, entre 1096 e 1383, 1126 e 1230 e 1126 e 1368, ainda que não tenham uma origem comum.

Novo!!: Dinastia de Avis e Dinastia de Borgonha · Veja mais »

Dinastia de Bragança

A Dinastia de Bragança (ou Brigantina) foi a quarta e última dinastia de reis e rainhas portugueses, que reinou em Portugal entre 1640 e 1910, sendo denominado por dinastia de Bragança o período em que a Casa de Bragança e, depois, a Casa de Bragança-Saxe-Coburgo-Gota se tornaram na Casa Real portuguesa, e, portanto, soberana do reino de Portugal e do império ultramarino português.

Novo!!: Dinastia de Avis e Dinastia de Bragança · Veja mais »

Dinastia filipina

A dinastia filipina ou dinastia de Habsburgo (igualmente conhecida por terceira dinastia, dinastia dos Áustrias, dinastia de Espanha, dinastia dos Filipes ou União Ibérica) foi a dinastia real que reinou em Portugal durante o período de união pessoal entre este país e a Espanha, isto é, em que o Rei de Espanha era simultaneamente o Rei de Portugal.

Novo!!: Dinastia de Avis e Dinastia filipina · Veja mais »

Dinis de Portugal, Senhor de Cifuentes

O Infante D. Dinis (— depois de) foi filho de D. Pedro e de Inês de Castro.

Novo!!: Dinastia de Avis e Dinis de Portugal, Senhor de Cifuentes · Veja mais »

Diocese da Guarda

A diocese da Guarda foi fundada originalmente na cidade romana da Egitânia (actual Idanha-a-Velha); face ao declínio acentuado desta última, sobretudo após o domínio muçulmano, o rei Sancho I de Portugal fundou, em 1199, mais a Norte, uma nova cidade (a Guarda), provendo-a com o bispo de Idanha, funcionando desde então aí a sede da diocese que, em latim, retém o velho nome de Dioecesis Ægitaniensis.

Novo!!: Dinastia de Avis e Diocese da Guarda · Veja mais »

Diocese de Viseu

A Diocese de Viseu é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica em Portugal.

Novo!!: Dinastia de Avis e Diocese de Viseu · Veja mais »

Duarte de Meneses, Conde de Viana

D. Duarte de Menezes Brasão de Duarte de Meneses, 3.º Conde de Viana (do Alentejo) e 2.º Conde de Viana (da Foz do Lima). D. Duarte de Meneses (Lisboa, 1414 – Serra de Benacofu, Marrocos, 1464) foi um militar e nobre português, filho natural de Pedro de Menezes, 1.º Conde de Vila Real.

Novo!!: Dinastia de Avis e Duarte de Meneses, Conde de Viana · Veja mais »

Duarte de Portugal

* Duarte I de Portugal (1391-1438) — rei de Portugal.

Novo!!: Dinastia de Avis e Duarte de Portugal · Veja mais »

Duarte de Portugal, 4.º Duque de Guimarães

Duarte de Portugal (Lisboa, 7 de outubro de 1515 — Lisboa, 20 de setembro de 1540), Infante de Portugal, foi filho do rei Manuel I e Maria de Aragão.

Novo!!: Dinastia de Avis e Duarte de Portugal, 4.º Duque de Guimarães · Veja mais »

Duarte de Portugal, 5.º Duque de Guimarães

O infante Duarte de Portugal, também conhecido como Duarte II, 5º Duque de Guimarães (Pronunciação) (Almeirim, Março de 1541 - Évora, 28 Novembro de 1576), foi um Infante de Portugal, filho do Infante Dom Duarte I, 4º duque de Guimarães e de sua esposa, Dona Isabel de Bragança.

Novo!!: Dinastia de Avis e Duarte de Portugal, 5.º Duque de Guimarães · Veja mais »

Duarte I de Portugal

Duarte I (Viseu, – Tomar), apelidado de "o Eloquente" e "o Rei-Filósofo", foi o Rei de Portugal e Algarve de 1433 até à sua morte.

Novo!!: Dinastia de Avis e Duarte I de Portugal · Veja mais »

Ducado da Borgonha

O Ducado da Borgonha foi um dos estados mais importantes da Europa medieval, independente entre 880 e 1482.

Novo!!: Dinastia de Avis e Ducado da Borgonha · Veja mais »

Ducado de Parma e Placência

O Ducado de Parma e Placência (em italiano Ducato di Parma e Piacenza) foi um Estado que existiu na península Itálica, de 1545 a 1859.

Novo!!: Dinastia de Avis e Ducado de Parma e Placência · Veja mais »

Ducado de Saboia

O Ducado de Saboia (em francês Savoie; em italiano Savoia) foi um antigo Estado cujo território compreendia os atuais territórios franceses de Saboia, Alta Saboia e arredores da cidade de Nice, bem como partes da atual região italiana do Piemonte.

Novo!!: Dinastia de Avis e Ducado de Saboia · Veja mais »

Duque da Guarda

Brasão de Armas do Infante D. Fernando, Duque da Guarda. O título de Duque da Guarda foi concedida por um Decreto Real datado de 5 de outubro de 1530, pelo Rei João III de Portugal a seu irmão mais novo, o Infante Dom Fernando.

Novo!!: Dinastia de Avis e Duque da Guarda · Veja mais »

Duque de Aveiro

Duque de Aveiro foi um título nobiliárquico criado por D. João III, em 1547, a D. João de Lencastre, filho sucessor do 2.º Duque de Coimbra, D. Jorge de Lencastre, este, por sua vez, filho bastardo de D. João II.

Novo!!: Dinastia de Avis e Duque de Aveiro · Veja mais »

Duque de Barcelos

O título de Duque de Barcelos foi criado pelo Rei D. Sebastião de Portugal, por carta de 5 de Agosto de 1562 a favor de D. João de Bragança, futuro 6.º Duque de Bragança.

Novo!!: Dinastia de Avis e Duque de Barcelos · Veja mais »

Duque de Beja

O título Duque de Beja foi criado pelo rei D. Afonso V de Portugal em 1453 a favor do seu irmão, o Infante D. Fernando e Condestável de Portugal.

Novo!!: Dinastia de Avis e Duque de Beja · Veja mais »

Duque de Bragança

O título de duque de Bragança é um dos mais importantes de Portugal.

Novo!!: Dinastia de Avis e Duque de Bragança · Veja mais »

Duque de Coimbra

O título Duque de Coimbra foi criado pelo rei D. João I de Portugal em 1415, na sequência da conquista de Ceuta, nesse ano, a favor do seu segundo filho D. Pedro, Infante de Portugal.

Novo!!: Dinastia de Avis e Duque de Coimbra · Veja mais »

Duque de Guimarães

Duque de Guimarães foi um título criado pelo rei D. Afonso V, em 1475 a favor de D. Fernando II, 3.º Duque de Bragança.

Novo!!: Dinastia de Avis e Duque de Guimarães · Veja mais »

Duque de Viseu

O título de Duque de Viseu foi criado pelo rei D. João I de Portugal em 1415, a favor do seu terceiro filho, o Infante D. Henrique, na sequência da conquista de Ceuta, naquele ano.

Novo!!: Dinastia de Avis e Duque de Viseu · Veja mais »

Emília de Nassau

Emília de Nassau (Colônia, 10 de abril de 1569 - Genebra, 16 de março de 1629) foi a filha mais nova de Guilherme, o Taciturno, e da sua segunda esposa, a duquesa Ana da Saxónia.

Novo!!: Dinastia de Avis e Emília de Nassau · Veja mais »

Espanha

Espanha (España), também conhecido como Reino de/da Espanha Reino de España é um país situado na Europa meridional, na Península Ibérica.

Novo!!: Dinastia de Avis e Espanha · Veja mais »

Família

A família (do termo latino familia) é um agrupamento humano formado por indivíduos com ancestrais em comum e/ou ligados por laços afetivos e que, geralmente, vivem numa mesma casa.

Novo!!: Dinastia de Avis e Família · Veja mais »

Fernando de Portugal, Duque da Guarda

Fernando, Infante de Portugal, 1º Duque da Guarda e 1º Senhor de Trancoso (Abrantes, 5 de junho de 1507 – Abrantes, 7 de novembro de 1534) foi um Infante de Portugal, filho do Rei Manuel I e da sua segunda esposa, a Rainha Maria de Aragão e Castela.

Novo!!: Dinastia de Avis e Fernando de Portugal, Duque da Guarda · Veja mais »

Fernando de Portugal, Duque de Viseu

Fernando, Infante de Portugal (Almeirim, — Setúbal), Infante de Portugal, 1.º Duque de Beja, 2.º Duque de Viseu, 2.º Senhor da Covilhã, 1.º Senhor de Serpa e Moura, 6.º Condestável de Portugal, 12º Mestre da Ordem de Santiago e 10º Mestre da Ordem de Cristo.

Novo!!: Dinastia de Avis e Fernando de Portugal, Duque de Viseu · Veja mais »

Fernando I de Portugal

Fernando I (Coimbra, – Lisboa), apelidado de "o Formoso", "o Belo" e "o Inconstante", foi o Rei de Portugal e Algarve de 1367 até sua morte, o último monarca português da Casa de Borgonha.

Novo!!: Dinastia de Avis e Fernando I de Portugal · Veja mais »

Fernando I, Duque de Bragança

Fernando de Portugal, depois Fernando I de Bragança (— Vila Viçosa) foi o 2º Duque de Bragança, filho segundo do 1º duque D. Afonso I. Sucedeu no ducado por morte de seu pai, em 1461.

Novo!!: Dinastia de Avis e Fernando I, Duque de Bragança · Veja mais »

Fernando II, Duque de Bragança

Fernando II, Duque de Bragança (— Évora) foi o 3º Duque de Bragança, filho mais velho de Fernando I, Duque de Bragança e sua esposa Joana de Castro.

Novo!!: Dinastia de Avis e Fernando II, Duque de Bragança · Veja mais »

Fernando, o Infante Santo

O Beato Fernando de Portugal, dito o Infante Santo (Santarém, 29 de setembro de 1402 – Fez, 5 de junho de 1443) era o oitavo filho do rei João I de Portugal e de sua mulher Filipa de Lencastre, o mais novo dos membros da Ínclita Geração.

Novo!!: Dinastia de Avis e Fernando, o Infante Santo · Veja mais »

Fernão Lopes

Fernão Lopes (fl. 1418–1459) foi escrivão e cronista oficial do reino de Portugal e o 4.° guarda-mor da Torre do Tombo.

Novo!!: Dinastia de Avis e Fernão Lopes · Veja mais »

Filipa de Lencastre

Filipa de Lencastre (em inglês: Philippa of Lancaster; Leicester, de 1360 — Lisboa, 19 de julho de 1415) foi uma princesa inglesa da Casa de Lencastre, filha de João de Gante, 1.º Duque de Lencastre, com sua mulher Branca de Lencastre.

Novo!!: Dinastia de Avis e Filipa de Lencastre · Veja mais »

Filipa, infanta de Portugal

D.

Novo!!: Dinastia de Avis e Filipa, infanta de Portugal · Veja mais »

Filipe II de Espanha

Filipe II (Felipe II; Valladolid, 21 de maio de 1527 – Escorial, 13 de setembro de 1598) foi Rei da Espanha de 1556 até sua morte e também Rei de Portugal e Algarves como Filipe I a partir de 1581.

Novo!!: Dinastia de Avis e Filipe II de Espanha · Veja mais »

Filipe III de Borgonha

Filipe III de Borgonha, dito Filipe, o Bom (Dijon, 31 de julho de 1396 — Bruges, 15 de junho de 1467) foi um príncipe francês da terceira ramificação borgonhesa da Dinastia Capetiana, duque de Borgonha, de Brabante e dos Dezessete Províncias de 1419 a 1467, dentre outros títulos.

Novo!!: Dinastia de Avis e Filipe III de Borgonha · Veja mais »

Frederico III do Sacro Império Romano-Germânico

Frederico III (Innsbruck, – Linz), apelidado de "o Pacífico" e "Lábio Grosso", foi o Imperador Romano-Germânico de 1452 até sua morte, além de Rei dos Romanos a partir de 1440 e Arquiduque da Áustria começando em 1457.

Novo!!: Dinastia de Avis e Frederico III do Sacro Império Romano-Germânico · Veja mais »

Freira

Freira é a designação dada na Igreja Católica a uma mulher que renunciou a vida comum em sociedade e optou recolher-se em um convento ou mosteiro, passando a ter uma vida – seja em regime de clausura monástica ou não – inteiramente dedicada aos serviços religiosos.

Novo!!: Dinastia de Avis e Freira · Veja mais »

General

General é a designação geral de um oficial do círculo dos Oficiais Generais nas forças armadas da maioria dos países.

Novo!!: Dinastia de Avis e General · Veja mais »

Guarda

A Guarda é a mais alta cidade portuguesa (1056m de altitude), com 26 565 habitantes no seu perímetro urbano, capital do distrito da Guarda, situada na região estatística do Centro e sub-região das Beiras e Serra da Estrela. É sede de um município com 712,1 km² de área e 42 541 habitantes (censos de 2011), subdividido desde a reorganização administrativa de 2012/2013 em 43 freguesias.Diário da República,, Lei n.º 11-A/2013, de 28 de janeiro, Anexo I. O município é limitado a nordeste pelo município de Pinhel, a leste por Almeida, a sudeste pelo Sabugal, a sul por Belmonte e pela Covilhã, a oeste por Manteigas e por Gouveia e a noroeste por Celorico da Beira. O seu distrito tem uma população residente de 173 831 habitantes. Situada no último contraforte Nordeste da Serra da Estrela, a 1056 metros de altitude, sendo a cidade mais alta de Portugal. Possui acessos rodoviários importantes, como a A25, que a liga a Aveiro e ao Porto, bem como à fronteira, dando ligação direta a Madrid; a A23, que liga a Guarda a Lisboa e ao Sul de Portugal, bem como o IP2, que liga a Guarda a Trás-os-Montes e Alto Douro, nomeadamente a Bragança. A nível ferroviário, a cidade da Guarda possui a linha da Beira Baixa (encerrada para obras de modernização com abertura prevista para o ano 2020) e a linha da Beira Alta, que se encontra completamente eletrificada, permitindo a circulação de comboios regionais, nacionais e internacionais, constituindo "o principal eixo ferroviário para o transporte de passageiros e mercadorias para o centro da Europa", com ligação a Hendaye (França, via Salamanca-Valladolid-Burgos). O ar, historicamente reconhecido pela salubridade e pureza, foi distinguido pela Federação Europeia de Bioclimatismo em 2002, que atribuiu à Guarda o título de primeira "Cidade Bioclimática Ibérica". Além de ser uma cidade histórica e a mais alta de Portugal, a Guarda foi também pioneira na rádio local, sendo mesmo a Rádio Altitude considerada a primeira rádio local de Portugal. As suas origens prendem-se com a existência de um sanatório dedicado à cura da tuberculose. Toda a região é marcada pelo granito, pelo clima contrastado de montanha e pelo seu ar puro e frio que permite a cura e manufatura de fumeiro e queijaria de altíssima qualidade. É também a partir desta região que vertem as linhas de água subsidiarias das maiores bacias hidrográficas que abastecem as três maiores cidades de Portugal: para a bacia do Tejo que abastece Lisboa, para a Bacia do Mondego que abastece Coimbra e para a bacia do Douro que abastece o Porto. Existe mesmo na localidade de Vale de Estrela (a 6 km da cidade da Guarda) um padrão que marca o ponto triplo onde as três bacias hidrográficas se encontram.

Novo!!: Dinastia de Avis e Guarda · Veja mais »

Guiné

A Guiné (Guinée, em fula Gine), oficialmente República da Guiné (também chamada Guiné-Conacri para a distinguir da vizinha Guiné-Bissau), é um país da África Ocidental limitado a norte pela Guiné-Bissau e pelo Senegal, a norte e leste pelo Mali, a leste pela Costa do Marfim, a sul pela Libéria e pela Serra Leoa e a oeste pelo oceano Atlântico.

Novo!!: Dinastia de Avis e Guiné · Veja mais »

Guiomar Coutinho, Duquesa da Guarda

Guiomar Coutinho, 5.ª condessa de Marialva e 3.ª condessa de Loulé que, pelo seu casamento, foi também Infanta e duquesa da Guarda.

Novo!!: Dinastia de Avis e Guiomar Coutinho, Duquesa da Guarda · Veja mais »

Henrique de Meneses, 4.º Conde de Viana (do Alentejo)

Dom Henrique de Meneses, (c. 1450 – 1480, em data anterior a 17 de Fevereiro) foi um militar e nobre português, primogénito do segundo casamento de D. Duarte de Meneses, Conde de Viana e, por isso, neto de D. Pedro de Meneses, fundador da Casa de Vila Real.

Novo!!: Dinastia de Avis e Henrique de Meneses, 4.º Conde de Viana (do Alentejo) · Veja mais »

Henrique I de Portugal

Henrique I (Lisboa, – Almeirim), apelidado de "o Casto" e "o Cardeal-Rei", foi o Rei de Portugal e Algarves de 1578 até sua morte, além de cardeal da Igreja católica desde 1545.

Novo!!: Dinastia de Avis e Henrique I de Portugal · Veja mais »

Henrique IV de Castela

Henrique IV (Valladolid, 6 de janeiro de 1425Livraria Portugal. Serviços Bibliográficos. Serviços Bibliográficos da Livraria Portugal, Edições 542-577. Serviços Bibliográficos da Livraria Portugal, 1988. pp. 119. — Madrid, 12 de dezembro de 1474Memorias de la Real Academia de la Historia - Tomo II. pp. 460.), chamado o Impotente,Chacon, Vamireh.

Novo!!: Dinastia de Avis e Henrique IV de Castela · Veja mais »

Henrique, Duque de Viseu

Painel Infante D Henrique. O Infante Dom Henrique de Avis, 1.º duque de Viseu e 1.º senhor da Covilhã (Porto, – Sagres), foi um infante português e a mais importante figura do início da era das descobertas, popularmente conhecido como Infante de Sagres ou O Navegador.

Novo!!: Dinastia de Avis e Henrique, Duque de Viseu · Veja mais »

História de Portugal

A história de Portugal como nação europeia remonta à Baixa Idade Média, quando o condado Portucalense se tornou autónomo do reino de Leão.

Novo!!: Dinastia de Avis e História de Portugal · Veja mais »

Historiador

Um historiador é um indivíduo que estuda e escreve sobre a história e é considerado uma autoridade neste campo.

Novo!!: Dinastia de Avis e Historiador · Veja mais »

Historiografia

Historiografia (de "historiógrafo", do grego Ιστοριογράφος, de Ιστορία, "História" e -γράφος, da raiz de γράφειν, "escrever": "o que escreve, ou descreve, a História") é uma palavra polissémica e designa não apenas o registro escrito da História, a memória estabelecida pela própria humanidade através da escrita do seu próprio passado, mas também a ciência da História.

Novo!!: Dinastia de Avis e Historiografia · Veja mais »

Império Português

O Império Português ou Império Colonial Português foi o primeiro império global da história, sendo considerado o mais antigo dos impérios coloniais europeus modernos, abrangendo quase seis séculos de existência, a partir da Conquista de Ceuta, em 1415, até a devolução da soberania sobre Macau à China.

Novo!!: Dinastia de Avis e Império Português · Veja mais »

Inês de Castro

Inês de CastroNa grafia da época, ainda que não fosse normalizada, o seu nome surge como "Enes de Crasto", por exemplo, no.

Novo!!: Dinastia de Avis e Inês de Castro · Veja mais »

Inês Pires

Inês Peres (por vezes erradamente chamada Inês Peres Esteves) (Borba, Matriz) foi amante do Mestre da Ordem de Avis e futuro Rei D. João I de Portugal.

Novo!!: Dinastia de Avis e Inês Pires · Veja mais »

Inglaterra

Inglaterra (England) é uma das nações constituintes do Reino Unido.

Novo!!: Dinastia de Avis e Inglaterra · Veja mais »

Irmão

Irmão ou irmã (do latim germanum) aquele que é filho do mesmo pai e da mesma mãe, biológica ou adotiva.

Novo!!: Dinastia de Avis e Irmão · Veja mais »

Isabel de Avis, Rainha de Portugal

Isabel, Rainha de Portugal, também chamada D. Isabel de Portugal, D. Isabel de Lancastre, D. Isabel de Avis ou mais modernamente, no estrangeiro, D. Isabel de Coimbra; (1 de março de 1432 - 2 de dezembro de 1455) foi rainha de Portugal, filha do Infante-Regente D. Pedro de Portugal, 1.º Duque de Coimbra e de sua mulher Isabel de Urgel, filha do conde Jaime II de Urgel.

Novo!!: Dinastia de Avis e Isabel de Avis, Rainha de Portugal · Veja mais »

Isabel de Barcelos

Isabel de Bragança e Pereira ou Isabel de Bragança, também conhecida como Isabel de Barcelos (Barcelos, — Arévalo), foi uma nobre portuguesa, filha de Afonso I, Duque de Bragança e 8.º conde de Barcelos e de Beatriz Pereira de Alvim, além de ser neta de Nuno Álvares Pereira, condestável do reino.

Novo!!: Dinastia de Avis e Isabel de Barcelos · Veja mais »

Isabel de Bragança

D.

Novo!!: Dinastia de Avis e Isabel de Bragança · Veja mais »

Isabel de Portugal, Duquesa da Borgonha

Isabel de Portugal (Évora, — Dijon) foi uma princesa portuguesa da dinastia de Avis, única filha do rei João I de Portugal e de sua mulher, Filipa de Lencastre.

Novo!!: Dinastia de Avis e Isabel de Portugal, Duquesa da Borgonha · Veja mais »

Isabel de Portugal, Imperatriz Romano-Germânica

Isabel de Portugal (Lisboa, – Toledo) foi a esposa de Carlos V & I e Rainha Consorte da Espanha de 1526 até sua morte, e também Imperatriz Consorte do Sacro Império Romano-Germânico a partir de 1530.

Novo!!: Dinastia de Avis e Isabel de Portugal, Imperatriz Romano-Germânica · Veja mais »

Isabel de Portugal, Rainha de Castela

Isabel de Portugal, ou Isabel de Avis (1428 — Arévalo, 15 de agosto de 1496), foi infanta de Portugal e rainha de Castela e Leão como a segunda esposa de João II de Castela.

Novo!!: Dinastia de Avis e Isabel de Portugal, Rainha de Castela · Veja mais »

Isabel I de Castela

Isabel I (Madrigal de las Altas Torres, – Medina del Campo), apelidada de "a Católica", foi a Rainha de Castela e Leão de 1474 até sua morte, além de Rainha Consorte de Aragão a partir de 1479 e Imperatriz titular do Império Bizantino de 1502 até sua morte.

Novo!!: Dinastia de Avis e Isabel I de Castela · Veja mais »

Isabel, Rainha de Portugal

Isabel de Portugal (Isabel de Aragón; Dueñas, 2 de outubro de 1470 — Saragoça, 28 de agosto de 1498) foi filha de Fernando II de Aragão e de Isabel I de Castela, princesa consorte de Portugal pelo casamento com o príncipe D. Afonso e rainha consorte do mesmo reino pelo casamento com Manuel I de Portugal.

Novo!!: Dinastia de Avis e Isabel, Rainha de Portugal · Veja mais »

Jaime Cortesão

Túmulo de Jaime Cortesão no Cemitério dos Prazeres, em Lisboa. Jaime Zuzarte Cortesão OSE • GCIH • GOL (Ançã, Cantanhede, 29 de Abril de 1884 — Lisboa, 14 de Agosto de 1960) foi um médico, político, escritor e historiador português.

Novo!!: Dinastia de Avis e Jaime Cortesão · Veja mais »

Jaime de Portugal

Tumba Jaime de Portugal (17 de Setembro de 1433 – Florença, 27 de Agosto de 1459) era filho do Infante D. Pedro, duque de Coimbra, e de sua esposa Isabel de Urgel, sendo, como tal, neto de D. João I. Foi arcebispo de Lisboa e de Arras e cardeal-infante.

Novo!!: Dinastia de Avis e Jaime de Portugal · Veja mais »

Jaime I, Duque de Bragança

Jaime I de Bragança (—) foi o quarto Duque de Bragança.

Novo!!: Dinastia de Avis e Jaime I, Duque de Bragança · Veja mais »

Joana de Castro

D.

Novo!!: Dinastia de Avis e Joana de Castro · Veja mais »

Joana de Portugal, Rainha de Castela

Joana de Avis (Quinta do Monte Olivete, 20 de março de 1439 — Madrid, 13 de junho de 1475) foi infanta de Portugal e rainha de Castela, de 1455 até sua morte.

Novo!!: Dinastia de Avis e Joana de Portugal, Rainha de Castela · Veja mais »

Joana de Trastâmara

Joana de Trastâmara ou, pejorativamente, Joana a Beltraneja (Juana de Castilla; Castela, 28 de fevereiro de 1462 - Lisboa, 12 de abril de 1530) foi primeiro rainha reinante e depois de jure de Castela, e rainha consorte de Portugal.

Novo!!: Dinastia de Avis e Joana de Trastâmara · Veja mais »

Joana, Princesa de Portugal

Joana de Portugal, O.P. (também chamada Santa Joana Princesa embora oficialmente apenas seja reconhecida pela Igreja Católica como Santa) (Lisboa, 6 de fevereiro de 1452 — Aveiro, 12 de maio de 1490) foi uma princesa portuguesa da Casa de Avis, filha do rei D. Afonso V e de sua primeira mulher, a rainha D. Isabel.

Novo!!: Dinastia de Avis e Joana, Princesa de Portugal · Veja mais »

João de Castro, Senhor do Cadaval

D.

Novo!!: Dinastia de Avis e João de Castro, Senhor do Cadaval · Veja mais »

João de Coimbra, Príncipe de Antioquia

O Infante D. João de Coimbra (1431-1457), também conhecido simplesmente por João de Coimbra ou João de Portugal, era o segundo filho varão do infante D. Pedro, Duque de Coimbra, e de Isabel de Urgel.

Novo!!: Dinastia de Avis e João de Coimbra, Príncipe de Antioquia · Veja mais »

João de Lencastre, Duque de Aveiro

D.

Novo!!: Dinastia de Avis e João de Lencastre, Duque de Aveiro · Veja mais »

João Fernandes Andeiro

Morte do Conde Andeiro, Museu Nacional de Soares dos Reis, Porto João Fernandes (de) Andeiro: (c. 1320 - Lisboa, 6 de Dezembro de 1383, 2.º Conde de Ourém, foi um fidalgo galego natural da vila da Corunha (Andeiro-Cambre), no Reino da Galiza, donde veio para o Reino de Portugal com o intento de vingar o fratricídio que el-rei D. Henrique II de Castela fez a el-rei D. Pedro I, o Cruel, do mesmo Reino, e que teve um papel de muito relevo nos acontecimentos políticos portugueses no último quartel do século XIV e ficou conhecido por Conde (de) Andeiro.

Novo!!: Dinastia de Avis e João Fernandes Andeiro · Veja mais »

João I de Castela

João I de Castela (— Alcalá de Henares) foi Rei de Castela e Leão entre 1379 e 1390, sendo o segundo rei da dinastia de Trastâmara.

Novo!!: Dinastia de Avis e João I de Castela · Veja mais »

João I de Portugal

João I de Portugal (Lisboa, – Lisboa), conhecido como o Mestre de Avis e apelidado de "o de Boa Memória", foi o rei de Portugal e dos Algarves de 1385 até sua morte, sendo o primeiro monarca português da Casa de Avis.

Novo!!: Dinastia de Avis e João I de Portugal · Veja mais »

João I, Duque de Bragança

João I de Bragança, 6.º Duque de Bragança, nasceu em 1543, morreu em Vila Viçosa em 22 de Fevereiro de 1583.

Novo!!: Dinastia de Avis e João I, Duque de Bragança · Veja mais »

João II de Castela

João II (Toro, 6 de março de 1405 — Valladolid, 20 de julho de 1454) foi rei de Castela e de Leão de 1406 até sua morte em 1454.

Novo!!: Dinastia de Avis e João II de Castela · Veja mais »

João II de Portugal

João II (Lisboa, – Alvor), apelidado de "o Príncipe Perfeito", foi o Rei de Portugal e dos Algarves em dois períodos diferentes, primeiro durante quatro dias em novembro de 1477 e depois de 1481 até sua morte.

Novo!!: Dinastia de Avis e João II de Portugal · Veja mais »

João III de Portugal

João III (Lisboa, – Lisboa), apelidado de "o Piedoso" e "o Colonizador", foi o Rei de Portugal e Algarves de 1521 até sua morte.

Novo!!: Dinastia de Avis e João III de Portugal · Veja mais »

João IV de Portugal

João IV (Vila Viçosa, – Lisboa), apelidado de João, o Restaurador, foi o Rei de Portugal e Algarves de 1640 até à sua morte, e Duque de Bragança entre 1630 e 1645.

Novo!!: Dinastia de Avis e João IV de Portugal · Veja mais »

João Manuel, Príncipe de Portugal

João Manuel, príncipe herdeiro de Portugal, (Évora, http://www.mosteirobatalha.pt/pt/index.php?s.

Novo!!: Dinastia de Avis e João Manuel, Príncipe de Portugal · Veja mais »

João, Condestável de Portugal

João de Portugal (Santarém, 13 de Janeiro de 1400 – Alcácer do Sal, 18 de Outubro de 1442) foi um infante de Portugal da dinastia de Avis, filho do rei D. João I e de sua mulher, a rainha Filipa de Lencastre.

Novo!!: Dinastia de Avis e João, Condestável de Portugal · Veja mais »

João, Marquês de Montemor-o-Novo

D.

Novo!!: Dinastia de Avis e João, Marquês de Montemor-o-Novo · Veja mais »

João, Príncipe de Portugal

João, Príncipe de Portugal (29 de Janeiro de 1451 - 1451) foi o primeiro filho do rei Afonso V e da sua primeira mulher, a rainha Isabel.

Novo!!: Dinastia de Avis e João, Príncipe de Portugal · Veja mais »

Jorge de Lancastre

Jorge de Lencastre (Abrantes, 11 de novembro de 1481 - Setúbal, 22 de julho de 1550) foi filho bastardo do rei João II de Portugal com Ana de Mendonça, foi 2.º Duque de Coimbra desde 1509, Grão-Almirante de Portugal, 13.º Mestre da Ordem de Santiago e 9.º Administrador da Ordem de Avis.

Novo!!: Dinastia de Avis e Jorge de Lancastre · Veja mais »

Juan de Mariana

O padre Juan de Mariana (1536 — 1624) foi um religioso, ensaísta e historiador espanhol.

Novo!!: Dinastia de Avis e Juan de Mariana · Veja mais »

Leonor da Áustria, Rainha de Portugal e de França

Leonor de Áustria ou Leonor de Espanha (Leonor de Austria; Lovaina, 15 de novembro de 1498 — Talavera la Real, 25 de fevereiro de 1558), foi sucessivamente arquiduquesa da Áustria, princesa de Espanha e rainha de Portugal e da França.

Novo!!: Dinastia de Avis e Leonor da Áustria, Rainha de Portugal e de França · Veja mais »

Leonor de Aragão, Rainha de Portugal

Leonor de Aragão (Elionor d'Aragó;2 de maio de 1402 — Toledo, 19 de fevereiro de 1445), foi uma infanta aragonesa que viria a ser rainha de Portugal por casamento com o rei D. Duarte, e regente durante a menoridade do seu filho D. Afonso V.

Novo!!: Dinastia de Avis e Leonor de Aragão, Rainha de Portugal · Veja mais »

Leonor de Avis, Rainha de Portugal

Leonor de Avis ou Leonor de Portugal ou Leonor de Lencastre ou Infanta Leonor, e mais recentemente, no estrangeiro, "Leonor de Viseu", do nome do título secundário de seu pai o infante Fernando de Portugal, Duque de Viseu (Beja, — Paço de Xabregas, Lisboa), foi uma princesa portuguesa da Casa de Avis, e rainha de Portugal a partir de 1481, pelo casamento com seu primo João II de Portugal, o Príncipe Perfeito.

Novo!!: Dinastia de Avis e Leonor de Avis, Rainha de Portugal · Veja mais »

Leonor de Portugal, Imperatriz Romano-Germânica

Leonor de Portugal (em português antigo: Lyanor ou Lianor; Torres Vedras, 18 de setembro de 1434 - Wiener Neustadt, 3 de setembro de 1467) foi uma infanta portuguesa da Dinastia de Avis filha do rei Duarte I de Portugal e da sua esposa Leonor de Aragão.

Novo!!: Dinastia de Avis e Leonor de Portugal, Imperatriz Romano-Germânica · Veja mais »

Leonor Teles

Leonor Teles, cognominada a Aleivosa (Trás-os-Montes e Alto Douro, — Tordesilhas, 27 de abril de 1386), foi rainha de Portugal entre 1371 e 1383, pelo seu casamento com.

Novo!!: Dinastia de Avis e Leonor Teles · Veja mais »

Lisboa

Lisboa GCTE é a capital de Portugal e a cidade mais populosa do país.

Novo!!: Dinastia de Avis e Lisboa · Veja mais »

Lista de monarcas de Espanha

A lista de monarcas da Espanha começa, por tradição, com os Reis Católicos, Fernando II e Isabel I, reis de Aragão e Castela respectivamente.

Novo!!: Dinastia de Avis e Lista de monarcas de Espanha · Veja mais »

Lista de monarcas de Portugal

Bandeira dos Reis de Portugal (séculos XVIII–XX) Esta é uma lista de Reis de Portugal desde a independência do Condado Portucalense em relação ao reino de Leão, em 1139, sob a chefia de Dom Afonso Henriques, então conde de Portucale, e primeiro rei de Portugal como, até à Implantação da República Portuguesa, em 5 de outubro de 1910, que depôs o último rei português, Dom Manuel II.

Novo!!: Dinastia de Avis e Lista de monarcas de Portugal · Veja mais »

Lista de rainhas da Germânia e imperatrizes do Sacro Império Romano-Germânico

Frederico II Imperatriz do Sacro Império Romano é o título dado à consorte do imperador do Sacro Império Romano-Germânico.

Novo!!: Dinastia de Avis e Lista de rainhas da Germânia e imperatrizes do Sacro Império Romano-Germânico · Veja mais »

Lista de rainhas de Castela

Esta é uma lista de rainhas de Castela; quase todas foram meras consortes de seus maridos, mas aquelas que governaram de facto vão indicadas a cheio.

Novo!!: Dinastia de Avis e Lista de rainhas de Castela · Veja mais »

Lorvão

Lorvão é uma vila portuguesa do concelho de Penacova, sede de freguesia com 25,77 km² de área e 3 898 habitantes (2011).

Novo!!: Dinastia de Avis e Lorvão · Veja mais »

Luís de Meneses, 3.º Conde da Ericeira

Retrato de D. Luís de Meneses, 3.° Conde da Ericeira, 1673-5, por Feliciano de Almeida (Galleria degli Uffizi, Florença) Luís de Meneses, 3.° Conde da Ericeira (Lisboa, 22 de julho de 1632 — 26 de maio de 1690) foi um nobre, militar, político, vedor da Fazenda e historiador português do século XVII.

Novo!!: Dinastia de Avis e Luís de Meneses, 3.º Conde da Ericeira · Veja mais »

Luís de Portugal, Duque de Beja

Luís de Portugal (Abrantes, — Lisboa). Filho do rei Manuel I de Portugal e da infanta espanhola Maria de Aragão, foi 5.º Duque de Beja, 5.º Senhor de Moura, 9.º Condestável de Portugal e Prior da Ordem Militar de S. João de Jerusalém, com sede portuguesa no Crato.

Novo!!: Dinastia de Avis e Luís de Portugal, Duque de Beja · Veja mais »

Madrid

Madrid ou Madri (apenas em português brasileiro) (Madrid) é a capital e a maior cidade da Espanha.

Novo!!: Dinastia de Avis e Madrid · Veja mais »

Manuel I de Portugal

Manuel I (Alcochete, – Lisboa), apelidado de "o Afortunado","O Venturoso" e "o Bem-Aventurado", foi o Rei de Portugal e Algarves de 1495 até à sua morte.

Novo!!: Dinastia de Avis e Manuel I de Portugal · Veja mais »

Manuel, Príncipe de Portugal (1568-1638)

Manuel de Portugal, (Tânger, 22 de junho de 1568 - Bruxelas, 1638) filho de António I de Portugal e de Ana Barbosa.

Novo!!: Dinastia de Avis e Manuel, Príncipe de Portugal (1568-1638) · Veja mais »

Maria de Aragão e Castela, Rainha de Portugal

Maria de Aragão e Castela (Maria de Aragón y Castilla; Córdova, Reino de Córdova, Coroa de Castela, 29 de junho de 1482 – Lisboa, 7 de março de 1517) foi uma infanta aragonesa, segunda esposa de Manuel I de Portugal, a qual viria a ser rainha de Portugal desde 1501 até à sua morte.

Novo!!: Dinastia de Avis e Maria de Aragão e Castela, Rainha de Portugal · Veja mais »

Maria de Portugal, Duquesa de Parma e Placência

Maria de Portugal ou Maria de Guimarães (Paço da Ribeira, 12 de agosto de 1538 — Parma, 7 de setembro de 1577) foi infanta de Portugal e duquesa-consorte de Parma e Placência, era filha do infante D. Duarte I, 4.º Duque de Guimarães e de sua esposa, Isabel de Bragança, sendo por via paterna neta do rei Manuel I de Portugal.

Novo!!: Dinastia de Avis e Maria de Portugal, Duquesa de Parma e Placência · Veja mais »

Maria de Portugal, Duquesa de Viseu

Maria, Infanta de Portugal (Lisboa, 18 de junho de 1521 - Lisboa, 10 de outubro de 1577), 6.ª Duquesa de Viseu, filha de D. Manuel I e da sua terceira esposa, Leonor da Áustria.

Novo!!: Dinastia de Avis e Maria de Portugal, Duquesa de Viseu · Veja mais »

Maria Manuela de Portugal

Maria Manuela de Portugal (Coimbra, 15 de outubro de 1527 – Valladolid, 12 de agosto de 1545), foi uma infanta portuguesa.

Novo!!: Dinastia de Avis e Maria Manuela de Portugal · Veja mais »

Marquês de Torres Novas

O título de Marquês de Torres Novas foi criado em 1520, a favor de D. João de Lencastre (1501-1571), que depois viria a ser o 1.º Duque de Aveiro.

Novo!!: Dinastia de Avis e Marquês de Torres Novas · Veja mais »

Marquês de Valença

Marquês de Valença é um título nobiliárquico português de juro e herdade criado por D. Afonso V de Portugal, por carta de 11 de Outubro de 1451, em favor a D. Afonso de Portugal, 4.º conde de Ourém, filho primogénito de D. Afonso, 1º duque de Bragança, e neto primogénito do Condestável e 3º Conde de Ourém D. Nuno Álvares Pereira.

Novo!!: Dinastia de Avis e Marquês de Valença · Veja mais »

Marquês de Vila Viçosa

O título de Marquês de Vila Viçosa foi originalmente instituído em favor de D. Fernando, Conde de Arraiolos, filho de D. Afonso, Duque de Bragança, como recompensa pelos serviços prestados à Coroa, por carta de 25 de Maio de 1455.

Novo!!: Dinastia de Avis e Marquês de Vila Viçosa · Veja mais »

Mãe

bolsa. Mãe (também chamada de progenitora ou genitora) é o ser do sexo feminino que gera uma vida em seu útero como consequência de fertilização ou que adota uma criança ou filhote, que por alguma razão não pôde ficar com seus pais.

Novo!!: Dinastia de Avis e Mãe · Veja mais »

Miguel da Paz, Príncipe de Portugal e das Astúrias

Miguel da Paz (Saragoça, 24 de agosto de 1498 - Granada, 29 de julho de 1500) foi um infante de Portugal, Castela e Aragão, filho do primeiro casamento do rei Manuel I com a infanta Isabel de Aragão.

Novo!!: Dinastia de Avis e Miguel da Paz, Príncipe de Portugal e das Astúrias · Veja mais »

Mitologia

''Prometeu'' (1868) por Gustave Moreau. O termo mitologia pode referir-se tanto ao estudo de mitos ou a um conjunto de mitos Por exemplo, mitologia comparada é o estudo das conexões entre os mitos de diferentes culturas,Littleton, p. 32 ao passo que mitologia grega é o conjunto de mitos originários da Grécia Antiga.

Novo!!: Dinastia de Avis e Mitologia · Veja mais »

Monge

Monge (feminino: monja) é uma pessoa devotada à vida monástica e clausural.

Novo!!: Dinastia de Avis e Monge · Veja mais »

Mosteiro da Batalha

O Mosteiro de Santa Maria da Vitória (mais conhecido como Mosteiro da Batalha) é um mosteiro situado na vila de Batalha, na região do Centro (Região das Beiras), em Portugal, que foi mandado edificar em 1386 pelo rei D. João I de Portugal como agradecimento à Virgem Maria pela vitória contra os castelhanos na batalha de Aljubarrota.

Novo!!: Dinastia de Avis e Mosteiro da Batalha · Veja mais »

Moura

Moura é uma cidade raiana portuguesa pertencente ao Distrito de Beja, região do Alentejo e sub-região do Baixo Alentejo, com cerca de 11.000 habitantes É sede de um município com de área e habitantes (2011), subdividido em 5 freguesias.

Novo!!: Dinastia de Avis e Moura · Veja mais »

Nobreza

Nobreza é um conceito de grande antiguidade, cujos significado e atributos variaram muito ao longo do tempo e nas diferentes regiões do mundo.

Novo!!: Dinastia de Avis e Nobreza · Veja mais »

Norte de África

O Norte de África (Norte da África, Norte d'África, África do Norte, África setentrional ou África branca (por oposição à África Negra)) compreende os países localizados no norte do continente africano, junto ao Mediterrâneo, nomeadamente Marrocos, Tunísia, Argélia, Líbia e Egito.

Novo!!: Dinastia de Avis e Norte de África · Veja mais »

Nuno Álvares Pereira

Nuno Álvares Pereira (O.Carm.), também conhecido como o Santo Condestável, formalmente São Nuno de Santa Maria ou simplesmente Nun' Álvares (Paço do Bonjardim ou Flor da Rosa, Rau, Virgínia. Estudos de história medieval. Editorial Presença, 1986. Pág. 55. – Lisboa), foi um nobre e general português do século XIV.

Novo!!: Dinastia de Avis e Nuno Álvares Pereira · Veja mais »

Ordem de Cristo

A Ordem de Nosso Senhor Jesus Cristo originalmente era uma ordem religiosa e militar, criada a 14 de março de 1319 pela bula pontifícia Ad ea ex-quibus do Papa João XXII, que, deste modo, atendia aos pedidos do rei Dom Dinis.

Novo!!: Dinastia de Avis e Ordem de Cristo · Veja mais »

Ordem de Santiago

A Ordem Militar de Santiago é uma ordem religiosa-militar de origem castelhano-leonesa, atualmente Ibérica, instituída por Afonso VIII de Castela e aprovada pelo Papa Alexandre III, mediante bula papal outorgada em 5 de Julho de 1175.

Novo!!: Dinastia de Avis e Ordem de Santiago · Veja mais »

Ordem de São Bento de Avis

A Ordem de São Bento de Avis (inicialmente chamada de Milícia de Évora ou Freires de Évora) é uma Ordem religiosa militar de cavaleiros portugueses que foi criada em Portugal, no século XII, para defender a cidade de Évora dos Mouros.

Novo!!: Dinastia de Avis e Ordem de São Bento de Avis · Veja mais »

Ordem Soberana e Militar de Malta

A Ordem de MaltaTambém conhecida por Ordem do Hospital, Ordem de São João de Jerusalém ou Ordem de São João de Rodes ou Cavaleiros Hospitalários (oficialmente Ordem Soberana e Militar Hospitalária de São João de Jerusalém, de Rodes e de Malta) Em francês Ordre Hospitalier de Saint-Jean de Jérusalem, em latim Ordo Hospitalis sancti Johannis Ierosolimitani, em italiano Cavalieri dell'Ordine dell'Ospedale di San Giovanni di Gerusalemme é uma organização internacional católica que começou como uma ordem beneditina fundada no século XI na Palestina, durante as Cruzadas, mas que rapidamente se tornaria numa ordem militar cristã, numa congregação de regra própria, encarregada de assistir e proteger os peregrinos àquela terra e de exercer a Caridade.

Novo!!: Dinastia de Avis e Ordem Soberana e Militar de Malta · Veja mais »

Oriente

c. 1876 Oriente (do latim oriente) significa "o lado do sol nascente", "o leste", "o levante".

Novo!!: Dinastia de Avis e Oriente · Veja mais »

Pai

Pai (do latim patre; também chamado de genitor, progenitor, ou ainda gerador) é a figura masculina de uma família que tenha um ou mais filhos e assume o primeiro grau de uma linha ascendente de parentesco.

Novo!!: Dinastia de Avis e Pai · Veja mais »

Parentesco

Parentesco é a relação que une duas ou mais pessoas por vínculos genéticos (descendência/ascendência) ou sociais (sobretudo pelo casamento ou adoção).

Novo!!: Dinastia de Avis e Parentesco · Veja mais »

Paris

Paris é a capital e a mais populosa cidade da França, bem como a capital da região administrativa de Ilha de França.

Novo!!: Dinastia de Avis e Paris · Veja mais »

Patriarcado de Lisboa

O Patriarcado de Lisboa é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica em Lisboa.

Novo!!: Dinastia de Avis e Patriarcado de Lisboa · Veja mais »

Pedro de Coimbra, Condestável de Portugal

Pedro de Coimbra, também chamado D. Pedro de Portugal ou D. Pedro de Avis (— Granollers), filho de D. Pedro, Infante de Portugal e Duque de Coimbra, e de sua mulher Isabel de Urgel.

Novo!!: Dinastia de Avis e Pedro de Coimbra, Condestável de Portugal · Veja mais »

Pedro de Meneses, 1.º Conde de Vila Real

Dom Pedro de Meneses foi 3º Senhor e 1º Conde de Vila Real e 2º Conde de Viana do Alentejo (c. 1370 – Ceuta, 22 de Setembro de 1437) foi um militar e nobre português, filho de D. João Afonso Telo de Meneses, 1º conde de Viana do Alentejo, e de sua mulher Maior Portocarrero, 2ª Senhora de Vila Real, e neto de D. João Afonso Telo de Meneses, Conde de Ourém.

Novo!!: Dinastia de Avis e Pedro de Meneses, 1.º Conde de Vila Real · Veja mais »

Pedro de Portugal, 1.º Duque de Coimbra

Pedro, infante de Portugal, 1º Duque de Coimbra, (* 9 de dezembro de 1392 – † 20 de maio de 1449) foi um príncipe da dinastia de Avis, filho do rei João I e de Filipa de Lencastre.

Novo!!: Dinastia de Avis e Pedro de Portugal, 1.º Duque de Coimbra · Veja mais »

Pedro I de Portugal

Pedro I (Coimbra, – Estremoz), apelidado de "o Justo" e "o Cruel", foi o Rei de Portugal e Algarve de 1357 até sua morte.

Novo!!: Dinastia de Avis e Pedro I de Portugal · Veja mais »

Portugal

Portugal, oficialmente República Portuguesa, é um país soberano unitário localizado no sudoeste da Europa, cujo território se situa na zona ocidental da Península Ibérica e em arquipélagos no Atlântico Norte. O território português tem uma área total de, sendo delimitado a norte e leste por Espanha e a sul e oeste pelo oceano Atlântico, compreendendo uma parte continental e duas regiões autónomas: os arquipélagos dos Açores e da Madeira. Portugal é a nação mais a ocidente do continente europeu. O nome do país provém da sua segunda maior cidade, Porto, cujo nome latino-celta era Portus Cale. O território dentro das fronteiras atuais da República Portuguesa tem sido continuamente povoado desde os tempos pré-históricos: ocupado por celtas, como os galaicos e os lusitanos, foi integrado na República Romana e mais tarde colonizado por povos germânicos, como os suevos e os visigodos. No século VIII, as terras foram conquistadas pelos mouros. Durante a Reconquista cristã foi formado o Condado Portucalense,  estabelecido no século XI por Vímara Peres, um vassalo do rei das Astúrias. O condado tornou-se parte do Reino de León em 1097, e os condes de Portugal estabeleceram-se como governantes independentes do reino no século XII, após a batalha de São Mamede. Com o estabelecimento do Reino de Portugal em 1139, cuja independência foi reconhecida em 1143. Em 1297 foram definidas as fronteiras no tratado de Alcanizes, tornando Portugal no mais antigo Estado-nação da Europa. Nos séculos XV e XVI, como resultado de pioneirismo na Era dos Descobrimentos (ver: descobrimentos portugueses), Portugal expandiu a influência ocidental e estabeleceu um império que incluía possessões na África, Ásia, Oceânia e América do Sul, tornando-se a potência económica, política e militar mais importante de todo o mundo. O Império Português foi o primeiro império global da História e também o mais duradouro dos impérios coloniais europeus, abrangendo quase 600 anos de existência, desde a conquista de Ceuta em 1415, até à transferência de soberania de Macau para a China em 1999. No entanto, a importância internacional do país foi bastante reduzida durante o século XIX, especialmente após a independência do Brasil, a sua maior colónia. Com a Revolução de 1910, a monarquia terminou, tendo desde 1139 até 1910, 34 monarcas. A Primeira República Portuguesa foi muito instável, devido ao elevado parlamentarismo. O regime deu lugar à ditadura militar devido a um levantamento em 28 de maio de 1926. Em 1933, um novo regime autoritário, o Estado Novo, presidido por Salazar até 1968, geriu o país até 25 de abril de 1974. A democracia representativa foi instaurada após a Revolução dos Cravos, em 1974, que terminou a Guerra Colonial Portuguesa. As províncias ultramarinas de Portugal tornaram-se independentes, sendo as mais proeminentes Angola e Moçambique. Portugal é um país desenvolvido, com um Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) considerado como muito elevado. O país foi classificado na 19.ª posição em qualidade de vida (em 2005), tem um dos melhores sistemas de saúde do planeta e é, também, uma das nações mais globalizadas e pacíficas do mundo. É membro da Organização das Nações Unidas (ONU), da União Europeia (incluindo a Zona Euro e o Espaço Schengen), da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) e da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Portugal também participa em diversas missões de manutenção de paz das Nações Unidas.

Novo!!: Dinastia de Avis e Portugal · Veja mais »

Príncipe herdeiro de Portugal

Desde o reinado de D. Duarte (1433-1438), o herdeiro presuntivo da coroa de Portugal, normalmente o filho varão mais velho do rei, passou a ter o título de Príncipe, distinguindo-se assim dos seus irmãos, que tinham o título de Infante.

Novo!!: Dinastia de Avis e Príncipe herdeiro de Portugal · Veja mais »

Principado de Antioquia

O Principado de Antioquia, cujo território incluía partes dos actuais estados da Turquia e da Síria, foi um dos estados latinos do Oriente criados durante a Primeira Cruzada.

Novo!!: Dinastia de Avis e Principado de Antioquia · Veja mais »

Prior do Crato

O título de Prior do Crato, atribuído ao superior da Ordem dos Hospitalários em Portugal, deve-se aos extensos domínios do Crato, doados por D. Sancho II à Ordem, em 1232.

Novo!!: Dinastia de Avis e Prior do Crato · Veja mais »

Regente

* Regência (governo) - forma de governo em que um regente atua provisoriamente em nome do soberano.

Novo!!: Dinastia de Avis e Regente · Veja mais »

Região histórica de Castela

Influência histórica de Castela no século XIX Castela é o nome de uma região histórica espanhola com origem no Condado de Castela, no século IX, durante a sua evolução teve sob influência territórios diferentes, e nos dias de hoje se encontra plasmada nos Estatutos das Autonomias de Castela e Leão, Castela-Mancha, e Comunidade de Madrid.

Novo!!: Dinastia de Avis e Região histórica de Castela · Veja mais »

Reguengos de Monsaraz

Reguengos de Monsaraz é, desde 2004, uma cidade portuguesa, no Distrito de Évora, na região do Alentejo e na sub-região do Alentejo Central, com 7 261 habitantes (2012).

Novo!!: Dinastia de Avis e Reguengos de Monsaraz · Veja mais »

Rei

Um rei (no feminino: rainha) é um chefe de Estado ocupante de um trono real ou um súdito de um imperador por exemplo ou de outra espécie de soberano; ou um ex-soberano que virou escravo de um dominador.

Novo!!: Dinastia de Avis e Rei · Veja mais »

Reino da Galiza

O Reino da Galiza (Reino de Galicia ou Reino de Galiza; Galliciense Regnum; - 1833) foi uma entidade política surgida no noroeste da Península Ibérica no territorio da provincia romana da Gallaecia.

Novo!!: Dinastia de Avis e Reino da Galiza · Veja mais »

Reino do Algarve

Arco do Repouso nas Muralhas de Faro, onde terá repousado (de acordo com uma lenda) D. Afonso III no "fim" da Reconquista. O Reino do Algarve foi um antigo reino que existiu na região do Algarve, em Portugal.

Novo!!: Dinastia de Avis e Reino do Algarve · Veja mais »

Reino do Chipre

O Reino do Chipre foi um estado cruzado, um reino cristão formado por cruzados na Ilha de Chipre e que, oficialmente, se manteve desde a baixa à tardia Idade Média.

Novo!!: Dinastia de Avis e Reino do Chipre · Veja mais »

Religião

Religião (do latim religio, -onis) é um conjunto de sistemas culturais e de crenças, além de visões de mundo, que estabelece os símbolos que relacionam a humanidade com a espiritualidade e seus próprios valores morais.

Novo!!: Dinastia de Avis e Religião · Veja mais »

Salvaterra de Magos (freguesia)

Salvaterra de Magos é uma antiga freguesia portuguesa, agora integrada na União de Freguesias de Salvaterra de Magos e Foros de Salvaterra, do concelho de Salvaterra de Magos, do qual é a sede, com 34,98 km² de área e 5526 habitantes (2011).

Novo!!: Dinastia de Avis e Salvaterra de Magos (freguesia) · Veja mais »

Sebastião I de Portugal

Sebastião (Lisboa, – Alcácer-Quibir), apelidado de "o Desejado" e "o Adormecido", foi o Rei de Portugal e Algarves de 1557 até sua morte.

Novo!!: Dinastia de Avis e Sebastião I de Portugal · Veja mais »

Teodósio I, Duque de Bragança

Teodósio I de Bragança (—) foi o quinto Duque de Bragança.

Novo!!: Dinastia de Avis e Teodósio I, Duque de Bragança · Veja mais »

Teodósio II, Duque de Bragança

Teodósio II de Bragança (Vila Viçosa, 28 de Abril de 1568 — Vila Viçosa, 29 de Novembro de 1630) foi o 7° Duque de Bragança.

Novo!!: Dinastia de Avis e Teodósio II, Duque de Bragança · Veja mais »

Teresa Lourenço

Teresa Lourenço (Lisboa, — ?), mãe de D. João I de Portugal filho de D. Pedro I, segundo uns que seria filha do mercador lisboeta Lourenço Martins, o da Praça e segundo outros seria uma dama galega que estava integrada no séquito de D. Inês de Castro.

Novo!!: Dinastia de Avis e Teresa Lourenço · Veja mais »

Thomas FitzAlan, 12.° Conde de Arundel

Thomas FitzAlan, 12.° Conde de Arundel e 10.° Conde de Surrey KG (13 de outubro de 1381 – 13 de outubro de 1415) foi um nobre inglês, um dos principais responsáveis pela deposição de Ricardo II, e uma figura importante durante o reinado de Henrique IV.

Novo!!: Dinastia de Avis e Thomas FitzAlan, 12.° Conde de Arundel · Veja mais »

Tordesilhas

Tordesilhas (em castelhano: Tordesillas) é um município da Espanha na província de Valladolid, comunidade autónoma de Castela e Leão, de área 141,95 km² com população de 8708 habitantes (2007) e densidade populacional de 57,89 hab/km².

Novo!!: Dinastia de Avis e Tordesilhas · Veja mais »

Trancoso

Trancoso é uma cidade portuguesa pertencente ao distrito da Guarda, na província da Beira Alta, região do Centro (Região das Beiras) e sub-região da Beira Interior Norte, com cerca de habitantes (2011), situada num planalto em que o ponto mais alto tem de altitude.

Novo!!: Dinastia de Avis e Trancoso · Veja mais »

Tratado de Salvaterra de Magos

O Tratado de Salvaterra de Magos foi um acordo celebrado a 2 de Abril de 1383 entre as coroas de Portugal e de Castela para tentar consolidar a paz entre os dois reinos após as três guerras fernandinas.

Novo!!: Dinastia de Avis e Tratado de Salvaterra de Magos · Veja mais »

União Ibérica

União ibérica foi a unidade política que regeu a Península Ibérica de 1580 a 1640, resultado da união dinástica entre as monarquias de Portugal e da Espanha após a Guerra da Sucessão Portuguesa.

Novo!!: Dinastia de Avis e União Ibérica · Veja mais »

Universidade de São Paulo

A Universidade de São Paulo (USP) é uma das quatro universidades públicas mantidas pelo governo do estado brasileiro de São Paulo, junto com a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Universidade Estadual Paulista (UNESP) e a Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp).

Novo!!: Dinastia de Avis e Universidade de São Paulo · Veja mais »

Varão

É chamado filho varão ao filho homem.

Novo!!: Dinastia de Avis e Varão · Veja mais »

Viúva

*Viúva é uma mulher cujo marido faleceu e não se casou novamente.

Novo!!: Dinastia de Avis e Viúva · Veja mais »

Vitorino Magalhães Godinho

Vitorino Barbosa de Magalhães Godinho (Lisboa, 9 de Junho de 1918 — Lisboa, 26 de Abril de 2011) foi um professor universitário, historiador e cientista social português, considerado um dos mais notáveis académicos portugueses, sendo um dos nomes da corrente historiográfica que se começou a desenvolver em torno da "Revue des Annales" - Annales d'histoire économique et sociale (em português, Anais de História Econômica e Social), fomentada pelos historiadores franceses Marc Bloch e Lucien Febvre, então da Universidade de Estrasburgo.

Novo!!: Dinastia de Avis e Vitorino Magalhães Godinho · Veja mais »

1355

---- 1355 (na numeração romana) foi um ano comum do século XIV do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi D (53 semanas), teve início a uma quinta-feira e terminou também a uma quinta-feira.

Novo!!: Dinastia de Avis e 1355 · Veja mais »

1367

---- 1367 (na numeração romana) foi um ano comum do século XIV do Calendário Juliano, da Era de Cristo, a sua letra dominical foi C (52 semanas), teve início a uma sexta-feira e terminou também a uma sexta-feira.

Novo!!: Dinastia de Avis e 1367 · Veja mais »

1383

---- 1383 (na numeração romana) foi um ano comum do século XIV do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi D (53 semanas), teve início a uma quinta-feira e terminou também a uma quinta-feira.

Novo!!: Dinastia de Avis e 1383 · Veja mais »

1384

---- 1384 (na numeração romana) foi um ano bissexto do século XIV do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e as suas letras dominicais foram C e B (52 semanas), teve início a uma sexta-feira e terminou a um sábado.

Novo!!: Dinastia de Avis e 1384 · Veja mais »

1385

---- 1385 (na numeração romana) foi um ano comum do século XIV do Calendário Juliano, da Era de Cristo, a sua letra dominical foi A (52 semanas), teve início a um domingo e terminou também a um domingo.

Novo!!: Dinastia de Avis e 1385 · Veja mais »

1411

---- 1411 (na numeração romana) foi um ano comum do século XV do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi D (53 semanas), teve início a uma quinta-feira e terminou também a uma quinta-feira.

Novo!!: Dinastia de Avis e 1411 · Veja mais »

1433

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XV do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi D (53 semanas), teve início a uma quinta-feira e terminou também a uma quinta-feira.

Novo!!: Dinastia de Avis e 1433 · Veja mais »

1438

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XV do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi E (52 semanas), teve início a uma quarta-feira, terminou também a uma quarta-feira.

Novo!!: Dinastia de Avis e 1438 · Veja mais »

1443

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XV do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi F (52 semanas), teve início a uma terça-feira e terminou também a uma terça-feira.

Novo!!: Dinastia de Avis e 1443 · Veja mais »

1460

---- (na numeração romana) foi um ano bissexto do século XV do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e as suas letras dominicais foram F e E (52 semanas), teve início a uma terça-feira e terminou a uma quarta-feira.

Novo!!: Dinastia de Avis e 1460 · Veja mais »

1481

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XV do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi G (52 semanas), teve início numa segunda-feira e terminou também numa segunda-feira.

Novo!!: Dinastia de Avis e 1481 · Veja mais »

1495

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XV do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi D (53 semanas), teve início a uma quinta-feira e terminou também a uma quinta-feira.

Novo!!: Dinastia de Avis e 1495 · Veja mais »

1521

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XVI do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi F (52 semanas), teve início a uma terça-feira e terminou também a uma terça-feira.

Novo!!: Dinastia de Avis e 1521 · Veja mais »

1557

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XVI do Calendário Juliano, da Era de Cristo, a sua letra dominical foi C (52 semanas), teve início a uma sexta-feira e terminou também a uma sexta-feira.

Novo!!: Dinastia de Avis e 1557 · Veja mais »

1578

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XVI do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi E (52 semanas), teve início a uma quarta-feira, terminou também a uma quarta-feira.

Novo!!: Dinastia de Avis e 1578 · Veja mais »

1580

---- (na numeração romana) foi um ano bissexto do século XVI do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e as suas letras dominicais foram C e B (52 semanas), teve início a uma sexta-feira e terminou a um sábado.

Novo!!: Dinastia de Avis e 1580 · Veja mais »

1581

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XVI do Calendário Juliano, da Era de Cristo, a sua letra dominical foi A (52 semanas), teve início a um domingo e terminou também a um domingo.

Novo!!: Dinastia de Avis e 1581 · Veja mais »

1595

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XVI do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi A (52 semanas), teve início a um domingo e terminou também a um domingo.

Novo!!: Dinastia de Avis e 1595 · Veja mais »

1679

---- 1679 (na numeração romana) foi um ano comum do século XVII do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi A (52 semanas), teve início a um domingo e terminou também a um domingo.

Novo!!: Dinastia de Avis e 1679 · Veja mais »

1736

---- (na numeração romana) foi um ano bissexto do século XVIII do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e as suas letras dominicais foram A e G (52 semanas), teve início a um domingo e terminou a uma segunda-feira.

Novo!!: Dinastia de Avis e 1736 · Veja mais »

1749

---- 1749 (na numeração romana) foi um ano comum do século XVIII do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi E (52 semanas), teve início a uma quarta-feira e terminou também a uma quarta-feira.

Novo!!: Dinastia de Avis e 1749 · Veja mais »

1794

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XVIII do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi E (52 semanas), teve início a uma quarta-feira e terminou também a uma quarta-feira.

Novo!!: Dinastia de Avis e 1794 · Veja mais »

1930

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi E (52 semanas), teve início a uma quarta-feira e terminou também a uma quarta-feira.

Novo!!: Dinastia de Avis e 1930 · Veja mais »

2009

Segundo o horóscopo chinês, este foi o ano do boi.

Novo!!: Dinastia de Avis e 2009 · Veja mais »

2010

O ano de 2010 foi designado como.

Novo!!: Dinastia de Avis e 2010 · Veja mais »

2012

As Nações Unidas designam 2012 como o Ano Internacional da Energia Sustentável para todos.

Novo!!: Dinastia de Avis e 2012 · Veja mais »

2014

Neste ano foi realizada a XX Copa do Mundo FIFA, sediada no Brasil, e a XXII edição dos Jogos Olímpicos de Inverno, em Sóchi, Rússia.

Novo!!: Dinastia de Avis e 2014 · Veja mais »

24 de junho

Sem descrição

Novo!!: Dinastia de Avis e 24 de junho · Veja mais »

31 de janeiro

1542: Descoberta das Cataratas do Iguaçu pelo espanhol Dom Álvar Núñez Cabeza de Vaca.

Novo!!: Dinastia de Avis e 31 de janeiro · Veja mais »

6 de abril

Sem descrição

Novo!!: Dinastia de Avis e 6 de abril · Veja mais »

Redireciona aqui:

Casa de Avis, Casa de Aviz, Casa de avis, Casa de aviz, Dinastia de Aviz, Dinastia de avis, Dinastia de aviz, Segunda Dinastia, Segunda dinastia.

CessanteEntrada
Ei! Agora estamos em Facebook! »