Logotipo
Unionpédia
Comunicação
Disponível no Google Play
Novo! Faça o download do Unionpédia em seu dispositivo Android™!
Livre
Acesso mais rápido do que o navegador!
 

Mark 4

Índice Mark 4

Mark 4 foi uma linha de bombas de fissão dos Estados Unidos da América, como que na Segunda Guerra Mundial o Fat Man foi a bomba com maior poder, os projetos seguintes como este a W5 e a Mark 6, foram todos projetos semelhantes ao Fat Man, alguns variantes destes projetos eram tão parecidos com ele que foram considerados replicas quase perfeitas do Fat.

11 relações: Desenho de arma nuclear, Fat Man, Fosso (arma nuclear), Lista de armas nucleares, Lista de combinações de dois caracteres, Mark 12, Mark 13, Mark 18, Mark 6, Mark 7, Mark 8 (bomba nuclear).

Desenho de arma nuclear

Trinity. Desenhos de armas nucleares são arranjos ou combinações de natureza física, química e de engenharia que permitem que o pacote físico de uma arma nuclear exploda.

Novo!!: Mark 4 e Desenho de arma nuclear · Veja mais »

Fat Man

esquema da estrutura interna do Fat Man, mostrando os explosivos rápidos (1); explosivos lentos (2); o impulsor, parte oca entre os explosivos e o plutônio (3); o núcleo de plutônio (5); e a área de iniciação por nêutrons (4). Fat Man (em português, "Homem Gordo") é código da bomba atómica lançada sobre Nagasaki, Japão, pelos Estados Unidos, em 9 de agosto de 1945.

Novo!!: Mark 4 e Fat Man · Veja mais »

Fosso (arma nuclear)

Poço ou fosso é o núcleo de uma arma nuclear de fissão de design de implosão e o refletor de nêutrons ligado a ele.

Novo!!: Mark 4 e Fosso (arma nuclear) · Veja mais »

Lista de armas nucleares

Essa é uma lista de armas nucleares, organizadas por país (por ordem cronológica em que adquiriram armas nucleares) e depois por tipo dentro dos estados.

Novo!!: Mark 4 e Lista de armas nucleares · Veja mais »

Lista de combinações de dois caracteres

Esta página serve para desambiguação de significados de combinações de duas letras ou algarismos — por exemplo, a hiperligação a partir de «DB» liga aos possíveis significados de «DB», «db», «Db» e «dB».

Novo!!: Mark 4 e Lista de combinações de dois caracteres · Veja mais »

Mark 12

Mark 12 foi uma linha de bombas de fissão dos Estados Unidos da América produzida em 1954, por razões desconhecidas o projeto foi apelidado de brok, ele foi um salto pois apresentava o seu peso a altura do tamanho, diferente de bombas anteriores como Little Boy, Fat Man, Mark 5 e Mark 6 por exemplo.

Novo!!: Mark 4 e Mark 12 · Veja mais »

Mark 13

O Mark 13 e suas variantes com a ogiva nuclear W13, foram bombas nucleares experimentais, desenvolvidas pelos Estados Unidos de 1951 a 1954.

Novo!!: Mark 4 e Mark 13 · Veja mais »

Mark 18

Mark 18 foi uma bomba nuclear dos Estados Unidos, também conhecido como SOB ou Super Oralloy Bomb, foi uma bomba de fissão pura de alto rendimento sendo oficialmente a bomba atômica de maior rendimento do mundo.

Novo!!: Mark 4 e Mark 18 · Veja mais »

Mark 6

O Mark 6 foi uma inha de bombas nucleares dos Estados Unidos da América baseado na anterior Mark 4 bomba nuclear e seu antecessor, o Mark 3 (Fat Man) bomba nuclear design.

Novo!!: Mark 4 e Mark 6 · Veja mais »

Mark 7

Mark 7 foi uma linha de bombas nucleares de fissão dos Estados Unidos da América, foi a primeira arma nuclear de uso tático e a primeira bomba atômica a ser lançada a partir de um avião de combate, foi provavelmente uma arma com projeto de implosão, seu rendimento era variável de 8 a 61 quilotons, estima-se que tenham sido construídos de 1.700 - 1.800 projeteis Mark 7, eles estiveram em serviço de 1952 - 1968, ele foi usado tanto pelos Estados Unidos quanto pelo Reino Unido em um acordo entre os dois, a parte interna desse projeto era chamado de W7(ogiva 7).

Novo!!: Mark 4 e Mark 7 · Veja mais »

Mark 8 (bomba nuclear)

O Mark 8. Mark 8 foi uma linha de torpedos nucleares dos Estados Unidos da América, ele foi projetado entre o final dos anos 1940 e começo dos anos 1950.

Novo!!: Mark 4 e Mark 8 (bomba nuclear) · Veja mais »

Redireciona aqui:

W4.

CessanteEntrada
Ei! Agora estamos em Facebook! »