Logotipo
Unionpédia
Comunicação
Disponível no Google Play
Novo! Faça o download do Unionpédia em seu dispositivo Android™!
Livre
Acesso mais rápido do que o navegador!
 

Sefardita

Índice Sefardita

Sefarditas (em hebraico ספרדים, sefardi; no plural, sefardim) é o termo usado para referir aos descendentes de judeus originários de Portugal e Espanha.

27 relações: Asquenazes, África, Belmonte (Portugal), Cabala, Decreto de Alhambra, Espanha, Fenícia, Guerra dos Seis Dias, Império Otomano, Império Romano, Inquisição espanhola, Israel, Judeu-espanhol, Judeus, Judeus da nação portuguesa, Leis de Valhadolid, Marrano, Norte de África, Novo Mundo, Oriente, Península Ibérica, Portugal, Reconquista, Richard Zimler, Sinagoga Kahal Zur Israel, Sinagoga Portuguesa de Amsterdão, Sionismo.

Asquenazes

Asquenazes ou asquenazim (do hebraico אַשְׁכֲּנָזִי "ashkenazi"; plural אַשְׁכֲּנָזִים ashkenazim) são os judeus provenientes da Europa Central e Europa Oriental.

Novo!!: Sefardita e Asquenazes · Veja mais »

África

A África é o terceiro continente mais extenso (depois da Ásia e da América) com cerca de 30 milhões de quilômetros quadrados, cobrindo 20,3 % da área total da terra firme do planeta.

Novo!!: Sefardita e África · Veja mais »

Belmonte (Portugal)

Belmonte é uma vila portuguesa do distrito de Castelo Branco, na província da Beira Baixa, região do Centro (Região das Beiras) e sub-região da Cova da Beira, com cerca de 3 500 habitantes.

Novo!!: Sefardita e Belmonte (Portugal) · Veja mais »

Cabala

Kabbalah—קַבָּלָה, literalmente (receber/tradição); também romanizada como Cabala, Qabbālâ, etc.; transliterações diferentes tendem a denotar tradições diferentes; é um método esotérico, disciplina e escola de pensamento que se originou no judaísmo.

Novo!!: Sefardita e Cabala · Veja mais »

Decreto de Alhambra

Cópia assinada do édito de expulsão. O Decreto de Alhambra, também conhecido como Édito de Granada e Édito de Expulsão, foi um decreto régio promulgado pelos Reis Católicos, Isabel I de Castela e Fernando II de Aragão, ordenando a expulsão ou conversão forçada da população judaica da Espanha, e levando à fuga e dispersão dos sefarditas (judeus ibéricos) pelo Magrebe, Médio Oriente e sudeste da Europa.

Novo!!: Sefardita e Decreto de Alhambra · Veja mais »

Espanha

Espanha (España), também conhecido como Reino de/da Espanha Reino de España é um país situado na Europa meridional, na Península Ibérica.

Novo!!: Sefardita e Espanha · Veja mais »

Fenícia

A Civilização Fenícia (em fenício: ��‏��‏��‏��‏, Knaˁn; Kna'an; Phoiníkē; Phœnicia; فينيقيا) foi uma civilização da Antiguidade cujo epicentro se localizava no norte da antiga Canaã, ao longo das regiões litorâneas dos atuais Líbano, Síria e norte de Israel.

Novo!!: Sefardita e Fenícia · Veja mais »

Guerra dos Seis Dias

A Guerra dos Seis Dias (em hebraico: מלחמת ששת הימים, Milhemet Sheshet Ha Yamim; em árabe: النكسة, an-Naksah, 'A Derrota' ou حرب ۱۹٦۷, Ḥarb 1967, 'Guerra de 1967), também conhecida como Guerra de Junho de 1967 ou Guerra árabo-israelense de 1967 ou ainda Terceira Guerra Árabe-Israelense, foi o conflito que envolveu Israel e os países árabes - Síria, Egito, Jordânia e Iraque apoiados pelo Kuwait, Arábia Saudita, Argélia e Sudão - entre 5 e 10 de junho de 1967, tendo sido a mais consistente resposta árabe à fundação do Estado de Israel, embora o estado sionista tenha saído como grande vencedor.

Novo!!: Sefardita e Guerra dos Seis Dias · Veja mais »

Império Otomano

Império Otomano (ou عثمانلى دولتى; Osmanlı Devleti; em turco moderno: Osmanlı Devleti ou Osmanlı İmparatorluğu) também conhecido como Império Turco"The Ottoman Empire-also known in Europe as the Turkish Empire" ou Turquia Otomana, foi um império fundado no fim do no noroeste da Anatólia na vizinhança de Bilecik e de Söğüt pelo líder tribal oguz.

Novo!!: Sefardita e Império Otomano · Veja mais »

Império Romano

O Império Romano (Imperium Romanum) foi o período pós-republicano da antiga civilização romana, caracterizado por uma forma de governo autocrática liderada por um imperador e por extensas possessões territoriais em volta do mar Mediterrâneo na Europa, África e Ásia.

Novo!!: Sefardita e Império Romano · Veja mais »

Inquisição espanhola

A Inquisição espanhola ou Tribunal do Santo Ofício da Inquisição foi uma instituição fundada em 1478 por Fernando II de Aragão e Isabel de Castela para manter a ortodoxia católica em seus reinos que atuou de 1478 até 1834.

Novo!!: Sefardita e Inquisição espanhola · Veja mais »

Israel

Israel (יִשְׂרָאֵל,; إِسْرَائِيلُ), oficialmente Estado de Israel (מדינת ישראל, transl Medīnát Isra'él,; دولة إسرائيل), é uma democracia parlamentar localizada no Oriente Médio, ao longo da costa oriental do Mar Mediterrâneo.

Novo!!: Sefardita e Israel · Veja mais »

Judeu-espanhol

O judeu-espanhol ou ladino (em ladino, El Djudeo-Espanyol) é uma língua semelhante ao castelhano.

Novo!!: Sefardita e Judeu-espanhol · Veja mais »

Judeus

Um judeu (em hebraico: יְהוּדִי, transl. Yehudi, no singular; יְהוּדִים, Yehudim, no plural; ladino: ג׳ודיו, Djudio, sing.; ג׳ודיוס, Djudios, pl.; iídiche: ייִד, Yid, sing.; ייִדן, Yidn, pl.) é um membro do grupo étnico e religioso originado nas Tribos de Israel ou hebreus do Antigo Oriente.

Novo!!: Sefardita e Judeus · Veja mais »

Judeus da nação portuguesa

Judeus da nação portuguesa são um subgrupo étnico-religioso dos judeus sefarditas.

Novo!!: Sefardita e Judeus da nação portuguesa · Veja mais »

Leis de Valhadolid

As leis de Valhadolid de 1412 foram um conjunto de decretos emitidos no reino de Leão e Castela durante o reinado de João II de Castela as quais restringiam os direitos dos judeus.

Novo!!: Sefardita e Leis de Valhadolid · Veja mais »

Marrano

''Marranos''. Pintura de Moshe Maimon (1893) retrata o Sêder de Pessach realizado secretamente em Espanha, à época da Inquisição. B'nei anussim (em português, "filhos dos forçados") que designa os descendentes de judeus convertidos à força (anusim) ou Marrano é uma expressão hebraica genérica e conceito historiográfico que se refere aos judeus convertidos ao cristianismo dos reinos cristãos da Península Ibérica que "judaizavam", ou seja, que continuavam a observar clandestinamente seus antigos costumes e sua religião anterior.

Novo!!: Sefardita e Marrano · Veja mais »

Norte de África

O Norte de África (Norte da África, Norte d'África, África do Norte, África setentrional ou África branca (por oposição à África Negra)) compreende os países localizados no norte do continente africano, junto ao Mediterrâneo, nomeadamente Marrocos, Tunísia, Argélia, Líbia e Egito.

Novo!!: Sefardita e Norte de África · Veja mais »

Novo Mundo

Um mapa da América do século XVIII Novo Mundo é um dos nomes dados ao hemisfério ocidental, mais especificamente ao continente americano.

Novo!!: Sefardita e Novo Mundo · Veja mais »

Oriente

c. 1876 Oriente (do latim oriente) significa "o lado do sol nascente", "o leste", "o levante".

Novo!!: Sefardita e Oriente · Veja mais »

Península Ibérica

A Península Ibérica está situada no sudoeste da Europa.

Novo!!: Sefardita e Península Ibérica · Veja mais »

Portugal

Portugal, oficialmente República Portuguesa, é um país soberano unitário localizado no sudoeste da Europa, cujo território se situa na zona ocidental da Península Ibérica e em arquipélagos no Atlântico Norte. O território português tem uma área total de, sendo delimitado a norte e leste por Espanha e a sul e oeste pelo oceano Atlântico, compreendendo uma parte continental e duas regiões autónomas: os arquipélagos dos Açores e da Madeira. Portugal é a nação mais a ocidente do continente europeu. O nome do país provém da sua segunda maior cidade, Porto, cujo nome latino-celta era Portus Cale. O território dentro das fronteiras atuais da República Portuguesa tem sido continuamente povoado desde os tempos pré-históricos: ocupado por celtas, como os galaicos e os lusitanos, foi integrado na República Romana e mais tarde colonizado por povos germânicos, como os suevos e os visigodos. No século VIII, as terras foram conquistadas pelos mouros. Durante a Reconquista cristã foi formado o Condado Portucalense,  estabelecido no século XI por Vímara Peres, um vassalo do rei das Astúrias. O condado tornou-se parte do Reino de León em 1097, e os condes de Portugal estabeleceram-se como governantes independentes do reino no século XII, após a batalha de São Mamede. Com o estabelecimento do Reino de Portugal em 1139, cuja independência foi reconhecida em 1143. Em 1297 foram definidas as fronteiras no tratado de Alcanizes, tornando Portugal no mais antigo Estado-nação da Europa. Nos séculos XV e XVI, como resultado de pioneirismo na Era dos Descobrimentos (ver: descobrimentos portugueses), Portugal expandiu a influência ocidental e estabeleceu um império que incluía possessões na África, Ásia, Oceânia e América do Sul, tornando-se a potência económica, política e militar mais importante de todo o mundo. O Império Português foi o primeiro império global da História e também o mais duradouro dos impérios coloniais europeus, abrangendo quase 600 anos de existência, desde a conquista de Ceuta em 1415, até à transferência de soberania de Macau para a China em 1999. No entanto, a importância internacional do país foi bastante reduzida durante o século XIX, especialmente após a independência do Brasil, a sua maior colónia. Com a Revolução de 1910, a monarquia terminou, tendo desde 1139 até 1910, 34 monarcas. A Primeira República Portuguesa foi muito instável, devido ao elevado parlamentarismo. O regime deu lugar à ditadura militar devido a um levantamento em 28 de maio de 1926. Em 1933, um novo regime autoritário, o Estado Novo, presidido por Salazar até 1968, geriu o país até 25 de abril de 1974. A democracia representativa foi instaurada após a Revolução dos Cravos, em 1974, que terminou a Guerra Colonial Portuguesa. As províncias ultramarinas de Portugal tornaram-se independentes, sendo as mais proeminentes Angola e Moçambique. Portugal é um país desenvolvido, com um Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) considerado como muito elevado. O país foi classificado na 19.ª posição em qualidade de vida (em 2005), tem um dos melhores sistemas de saúde do planeta e é, também, uma das nações mais globalizadas e pacíficas do mundo. É membro da Organização das Nações Unidas (ONU), da União Europeia (incluindo a Zona Euro e o Espaço Schengen), da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) e da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Portugal também participa em diversas missões de manutenção de paz das Nações Unidas.

Novo!!: Sefardita e Portugal · Veja mais »

Reconquista

Reconquista é o processo histórico em que os reinos cristãos da Península Ibérica procuraram dominar a região durante o período do Alandalus.

Novo!!: Sefardita e Reconquista · Veja mais »

Richard Zimler

Richard Zimler (Roslyn Heights, Nova Iorque, 1 de Janeiro de 1956) é um jornalista, escritor e professor norte-americano naturalizado português.

Novo!!: Sefardita e Richard Zimler · Veja mais »

Sinagoga Kahal Zur Israel

A Sinagoga Kahal Zur Israel (קהל צור ישראל, "Rocha de Israel") localiza-se na cidade do Recife, no estado de Pernambuco, no Brasil.

Novo!!: Sefardita e Sinagoga Kahal Zur Israel · Veja mais »

Sinagoga Portuguesa de Amsterdão

A Sinagoga Portuguesa de Amesterdão, denominada de "Esnoga", é uma sinagoga dos Países Baixos, situada numa rua (Visserplein) próxima do centro histórico de Amesterdão, em frente ao Museu da História Judaica de Amsterdão.

Novo!!: Sefardita e Sinagoga Portuguesa de Amsterdão · Veja mais »

Sionismo

O sionismo (ציונות. Tsiyonut) é um movimento político que defende o direito à autodeterminação do povo judeu e à existência de um Estado nacional judaico independente e soberano no território onde historicamente existiu o antigo Reino de Israel (Eretz Israel).

Novo!!: Sefardita e Sionismo · Veja mais »

Redireciona aqui:

Judeus sefarditas, Sefaradi, Sefaradim, Sefaradita, Sefaraditas, Sefard, Sefardi, Sefardim, Sefarditas, Sefardí.

CessanteEntrada
Ei! Agora estamos em Facebook! »