Logotipo
Unionpédia
Comunicação
Disponível no Google Play
Novo! Faça o download do Unionpédia em seu dispositivo Android™!
Livre
Acesso mais rápido do que o navegador!
 

Sá de Miranda

Índice Sá de Miranda

Francisco de Sá de Miranda (Coimbra, 28 de agosto de 1481 — Amares) foi um poeta português, introdutor do soneto e do Dolce Stil Nuovo na nossa língua.

44 relações: Amares, António Ferreira, Barcelos, Bernardim Ribeiro, Cancioneiro Geral, Casa Real, Cavaleiro, Cônego, Ciências humanas, Coimbra, Dicionário Bibliográfico Português, Diogo Bernardes, Direito, Dolce stil novo, Fernando Pessoa, Fidalgo, Francisco Manuel de Melo, Gastão Cruz, Gemieira, Gramática, Inocêncio Francisco da Silva, João II de Portugal, Jorge de Sena, Jorge Manrique, José Maria da Costa e Silva, Lisboa, Luís de Camões, Mem de Sá, Natureza, Nobreza, Pedro de Andrade Caminha, Poesia, Ponte de Lima, Portugal, Redondilha, Retórica, Ruy Belo, São Salvador do Campo, Sé Nova de Coimbra, Século XVI, Soneto, Verso decassílabo, 1481, 28 de agosto.

Amares

Amares é uma vila portuguesa pertencente ao Distrito de Braga, região do Norte e sub-região do Cávado, com cerca de 1 500 habitantes.

Novo!!: Sá de Miranda e Amares · Veja mais »

António Ferreira

Antonio Ferreira (Lisboa, 1528 - Lisboa, 29 de novembro de 1569) foi um escritor e humanista português.

Novo!!: Sá de Miranda e António Ferreira · Veja mais »

Barcelos

Barcelos é uma cidade portuguesa no Distrito de Braga, região do Norte e sub-região do Cávado, com cerca de habitantes.

Novo!!: Sá de Miranda e Barcelos · Veja mais »

Bernardim Ribeiro

Bernardim Ribeiro (Torrão, 1482? — 1552?) foi um escritor e poeta português renascentista.

Novo!!: Sá de Miranda e Bernardim Ribeiro · Veja mais »

Cancioneiro Geral

O Cancioneiro Geral, publicado juntamente em 1516, é uma compilação de poemas de poesia palaciana reunida pelo escritor eborense Garcia de Resende que inclui obras dos séculos XV e XVI.

Novo!!: Sá de Miranda e Cancioneiro Geral · Veja mais »

Casa Real

Casa Real é expressão de múltiplo sentido que tanto se refere ao local físico onde se aloja o rei, o seu palácio, como à realeza ou família real reinante de uma dinastia, a todo um conjunto de funcionários (servidores do rei e da sua família mais direta) que participavam na administração e funcionamento da referida casa.

Novo!!: Sá de Miranda e Casa Real · Veja mais »

Cavaleiro

Museu Metropolitano de Arte, Nova Iorque. Um cavaleiro pode ter vários significados quase sempre associado às características nobres do cavalo e ao facto de o montar.

Novo!!: Sá de Miranda e Cavaleiro · Veja mais »

Cônego

Modelo do brasão de armas de um Cónego Católico upright Cônego de catedral de São Bavão, em Gante - Sint-Niklaas, Flandres. (do latim canonĭcus pelo grego antigo κανονικός, de κανών, "regra") é o presbítero que vive sob uma regra que o obriga a realizar as funções litúrgicas mais solenes na igreja catedral ou colegiada.

Novo!!: Sá de Miranda e Cônego · Veja mais »

Ciências humanas

As ciências humanas ou humanidades são conhecimentos criteriosamente organizados da produção criativa humana, estudada por disciplinas como filosofia, história, direito, antropologia cultural, ciência da religião, arqueologia, teoria da arte, cinema,administração, dança, teoria musical, design, literatura, letras, filologia, entre outras.

Novo!!: Sá de Miranda e Ciências humanas · Veja mais »

Coimbra

Coimbra OTE é uma cidade portuguesa, capital do distrito de Coimbra, situada na província da Beira Litoral, região do Centro (Região das Beiras), sub-região estatística do Baixo Mondego, e comunidade intermunicipal da Região de Coimbra.

Novo!!: Sá de Miranda e Coimbra · Veja mais »

Dicionário Bibliográfico Português

O Dicionário Bibliográfico Português, da autoria de Inocêncio Francisco da Silva mas continuado por Brito Aranha, seu testamentário, que lhe acrescentou vários volumes, é uma obra de referência sobre as obras publicadas em Portugal até finais do século XIX e os seus autores.

Novo!!: Sá de Miranda e Dicionário Bibliográfico Português · Veja mais »

Diogo Bernardes

Diogo Bernardes (Ponte da Barca ca 1530 − ? ca 1605), foi um poeta português.

Novo!!: Sá de Miranda e Diogo Bernardes · Veja mais »

Direito

A palavra direito possui mais de um significado correlato.

Novo!!: Sá de Miranda e Direito · Veja mais »

Dolce stil novo

Com a expressão toscana Dolce stil novo ou Dolce stil nuovo ("Doce estilo novo”), Francesco de Sanctis denominou no um grupo de poetas italianos da segunda metade do, integrado por Guido Guinizelli, Guido Cavalcanti, Dante Alighieri, Lapo Gianni, Cino da Pistoia, Guianni Alfani e Dino Frescobaldi.

Novo!!: Sá de Miranda e Dolce stil novo · Veja mais »

Fernando Pessoa

Fernando António Nogueira Pessoa (Lisboa, — Lisboa) foi um poeta, filósofo, dramaturgo, ensaísta, tradutor, publicitário, astrólogo, inventor, empresário, correspondente comercial, crítico literário e comentarista político português.

Novo!!: Sá de Miranda e Fernando Pessoa · Veja mais »

Fidalgo

A palavra fidalgo, usada em Portugal (em Espanha "hidalgo"), surge da aglutinação de filho-de-algo.

Novo!!: Sá de Miranda e Fidalgo · Veja mais »

Francisco Manuel de Melo

Francisco Manuel de Melo (Lisboa, 23 de Novembro de 1608 – Lisboa, Alcântara, 24 de Agosto ou 13 de Outubro de 1666) foi um escritor, político e militar português, ainda que pertença, de igual modo, à história literária, política e militar da Espanha.

Novo!!: Sá de Miranda e Francisco Manuel de Melo · Veja mais »

Gastão Cruz

Gastão Santana Franco da Cruz (Faro, 20 de Julho de 1941) é um poeta, crítico literário e encenador português.

Novo!!: Sá de Miranda e Gastão Cruz · Veja mais »

Gemieira

Gemieira é uma freguesia portuguesa do concelho de Ponte de Lima, com 4,40 km² de área e 598 habitantes (2011).

Novo!!: Sá de Miranda e Gemieira · Veja mais »

Gramática

Gramática (do grego: γραμματική, transl. grammatiké, feminino substantivado de grammatikós) designa um conjunto de regras que regem o uso de uma língua, especialmente o modo como as unidades desta se combinam entre si para formar unidades maiores.

Novo!!: Sá de Miranda e Gramática · Veja mais »

Inocêncio Francisco da Silva

Inocêncio Francisco da Silva (São Mamede (Lisboa), 1810 – São Mamede (Lisboa), 27 de junho de 1876), muitas vezes referido apenas por Innocencio (como era escrito na época), foi o mais destacado bibliógrafo lusófono, reunindo toda a informação disponível sobre autores de língua portuguesa até meados do século XIX.

Novo!!: Sá de Miranda e Inocêncio Francisco da Silva · Veja mais »

João II de Portugal

João II (Lisboa, – Alvor), apelidado de "o Príncipe Perfeito", foi o Rei de Portugal e dos Algarves em dois períodos diferentes, primeiro durante quatro dias em novembro de 1477 e depois de 1481 até sua morte.

Novo!!: Sá de Miranda e João II de Portugal · Veja mais »

Jorge de Sena

Jorge Cândido de Sena GCSE (Lisboa, 2 de Novembro de 1919 — Santa Barbara, Califórnia, 4 de Junho de 1978) foi poeta, crítico, ensaísta, ficcionista, dramaturgo, tradutor e professor universitário português.

Novo!!: Sá de Miranda e Jorge de Sena · Veja mais »

Jorge Manrique

Jorge Manrique, Señor de Belmontejo, comendador de Montizón, Trece de Santiago, duque de Montalvo (Paredes de Nava, Palencia, 1440 ? – † Santa María del Campo, Cuenca, 24 de Abril de 1479), foi um nobre, militar e poeta espanhol.

Novo!!: Sá de Miranda e Jorge Manrique · Veja mais »

José Maria da Costa e Silva

José Maria da Costa e Silva (Lisboa, 15 de Agosto de 1788 — 25 de Abril de 1854) foi um poeta português, escritor teatral, crítico e historiador da literatura.

Novo!!: Sá de Miranda e José Maria da Costa e Silva · Veja mais »

Lisboa

Lisboa GCTE é a capital de Portugal e a cidade mais populosa do país.

Novo!!: Sá de Miranda e Lisboa · Veja mais »

Luís de Camões

Luís Vaz de Camões (Lisboa,, — Lisboa, ou 1580) foi um poeta nacional de Portugal, considerado uma das maiores figuras da literatura lusófona e um dos grandes poetas da tradição ocidental.

Novo!!: Sá de Miranda e Luís de Camões · Veja mais »

Mem de Sá

Mem de Sá (Coimbra, — Salvador) foi um fidalgo e administrador colonial português.

Novo!!: Sá de Miranda e Mem de Sá · Veja mais »

Natureza

A natureza, em seu sentido mais amplo, é equivalente ao "mundo natural" ou "universo físico".

Novo!!: Sá de Miranda e Natureza · Veja mais »

Nobreza

Nobreza é um conceito de grande antiguidade, cujos significado e atributos variaram muito ao longo do tempo e nas diferentes regiões do mundo.

Novo!!: Sá de Miranda e Nobreza · Veja mais »

Pedro de Andrade Caminha

Pedro de Andrade Caminha (Porto, c. 152? – Vila Viçosa, 9 de Setembro de 1589) foi um fidalgo e poeta português.

Novo!!: Sá de Miranda e Pedro de Andrade Caminha · Veja mais »

Poesia

A poesia, ou texto lírico, é uma das sete artes tradicionais, pela qual a linguagem humana é utilizada com fins estéticos ou críticos, ou seja, ela retrata algo em que tudo pode acontecer dependendo da imaginação do autor como a do leitor.

Novo!!: Sá de Miranda e Poesia · Veja mais »

Ponte de Lima

Ponte de Lima é uma vila portuguesa no Distrito de Viana do Castelo, região do Norte e sub-região do Minho-Lima, com cerca de 5125 habitantes.

Novo!!: Sá de Miranda e Ponte de Lima · Veja mais »

Portugal

Portugal, oficialmente República Portuguesa, é um país soberano unitário localizado no sudoeste da Europa, cujo território se situa na zona ocidental da Península Ibérica e em arquipélagos no Atlântico Norte. O território português tem uma área total de, sendo delimitado a norte e leste por Espanha e a sul e oeste pelo oceano Atlântico, compreendendo uma parte continental e duas regiões autónomas: os arquipélagos dos Açores e da Madeira. Portugal é a nação mais a ocidente do continente europeu. O nome do país provém da sua segunda maior cidade, Porto, cujo nome latino-celta era Portus Cale. O território dentro das fronteiras atuais da República Portuguesa tem sido continuamente povoado desde os tempos pré-históricos: ocupado por celtas, como os galaicos e os lusitanos, foi integrado na República Romana e mais tarde colonizado por povos germânicos, como os suevos e os visigodos. No século VIII, as terras foram conquistadas pelos mouros. Durante a Reconquista cristã foi formado o Condado Portucalense,  estabelecido no século XI por Vímara Peres, um vassalo do rei das Astúrias. O condado tornou-se parte do Reino de León em 1097, e os condes de Portugal estabeleceram-se como governantes independentes do reino no século XII, após a batalha de São Mamede. Com o estabelecimento do Reino de Portugal em 1139, cuja independência foi reconhecida em 1143. Em 1297 foram definidas as fronteiras no tratado de Alcanizes, tornando Portugal no mais antigo Estado-nação da Europa. Nos séculos XV e XVI, como resultado de pioneirismo na Era dos Descobrimentos (ver: descobrimentos portugueses), Portugal expandiu a influência ocidental e estabeleceu um império que incluía possessões na África, Ásia, Oceânia e América do Sul, tornando-se a potência económica, política e militar mais importante de todo o mundo. O Império Português foi o primeiro império global da História e também o mais duradouro dos impérios coloniais europeus, abrangendo quase 600 anos de existência, desde a conquista de Ceuta em 1415, até à transferência de soberania de Macau para a China em 1999. No entanto, a importância internacional do país foi bastante reduzida durante o século XIX, especialmente após a independência do Brasil, a sua maior colónia. Com a Revolução de 1910, a monarquia terminou, tendo desde 1139 até 1910, 34 monarcas. A Primeira República Portuguesa foi muito instável, devido ao elevado parlamentarismo. O regime deu lugar à ditadura militar devido a um levantamento em 28 de maio de 1926. Em 1933, um novo regime autoritário, o Estado Novo, presidido por Salazar até 1968, geriu o país até 25 de abril de 1974. A democracia representativa foi instaurada após a Revolução dos Cravos, em 1974, que terminou a Guerra Colonial Portuguesa. As províncias ultramarinas de Portugal tornaram-se independentes, sendo as mais proeminentes Angola e Moçambique. Portugal é um país desenvolvido, com um Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) considerado como muito elevado. O país foi classificado na 19.ª posição em qualidade de vida (em 2005), tem um dos melhores sistemas de saúde do planeta e é, também, uma das nações mais globalizadas e pacíficas do mundo. É membro da Organização das Nações Unidas (ONU), da União Europeia (incluindo a Zona Euro e o Espaço Schengen), da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) e da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Portugal também participa em diversas missões de manutenção de paz das Nações Unidas.

Novo!!: Sá de Miranda e Portugal · Veja mais »

Redondilha

Redondilha é o nome dado, a partir do século XVI, aos versos de cinco ou sete sílabas — a chamada medida velha.

Novo!!: Sá de Miranda e Redondilha · Veja mais »

Retórica

Retórica (do latim rhetorica, originado no grego ῥητορικὴ τέχνη, literalmente a arte/técnica de bem falar, do substantivo rhêtôr, «orador») é a arte de usar uma linguagem para comunicar de forma eficaz e persuasiva.

Novo!!: Sá de Miranda e Retórica · Veja mais »

Ruy Belo

Rui de Moura Belo (São João da Ribeira, Rio Maior, 27 de Fevereiro de 1933 - Queluz, Sintra, 8 de agosto de 1978) foi um poeta e ensaísta português.

Novo!!: Sá de Miranda e Ruy Belo · Veja mais »

São Salvador do Campo

São Salvador do Campo é uma antiga freguesia portuguesa do concelho de Santo Tirso, com 1,56 km² de área e 1 194 habitantes (2011).

Novo!!: Sá de Miranda e São Salvador do Campo · Veja mais »

Sé Nova de Coimbra

A Sé Nova de Coimbra é um templo católico localizado no Largo da Feira na extinta freguesia da Sé Nova, cidade e concelho de Coimbra, em Portugal.

Novo!!: Sá de Miranda e Sé Nova de Coimbra · Veja mais »

Século XVI

O Século XVI começou no calendário Juliano no ano 1501 e terminou no calendário Juliano e Gregoriano no ano 1600.

Novo!!: Sá de Miranda e Século XVI · Veja mais »

Soneto

O soneto (do italiano sonetto, pequena canção ou, literalmente, pequeno som) é um poema de forma fixa, composto por quatro estrofes, sendo que as duas primeiras se constituem de quatro versos, cada uma, os quartetos, e as duas últimas de três versos, cada uma, os tercetos.

Novo!!: Sá de Miranda e Soneto · Veja mais »

Verso decassílabo

Chama-se decassílabo o verso com dez sílabas poéticas (sílabas métricas).

Novo!!: Sá de Miranda e Verso decassílabo · Veja mais »

1481

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XV do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi G (52 semanas), teve início numa segunda-feira e terminou também numa segunda-feira.

Novo!!: Sá de Miranda e 1481 · Veja mais »

28 de agosto

Sem descrição

Novo!!: Sá de Miranda e 28 de agosto · Veja mais »

Redireciona aqui:

Francisco Sá de Miranda, Francisco de Sá de Miranda, Francisco sá de miranda, Sá de Miranda (Francisco de), Sá de miranda.

CessanteEntrada
Ei! Agora estamos em Facebook! »