Logotipo
Unionpédia
Comunicação
Disponível no Google Play
Novo! Faça o download do Unionpédia em seu dispositivo Android™!
Livre
Acesso mais rápido do que o navegador!
 

Rodrigo da Fonseca Magalhães

Índice Rodrigo da Fonseca Magalhães

Rodrigo da Fonseca Magalhães (Condeixa-a-Nova, Condeixa-a-Nova, 24 de Julho de 1787 — Lapa (Lisboa), 11 de Maio de 1858) foi um dos mais importantes políticos liberais portugueses e primeira figura do movimento da Regeneração.

141 relações: Academia das Ciências de Lisboa, Alentejo, Algarve, António Bernardo da Costa Cabral, António José de Ávila, António Pereira dos Reis, Aurora, Batalha do Cabo de São Vicente, Batalhão Académico, Beira (Portugal), Cabralismo, Carta Constitucional portuguesa de 1826, Cartista, Cemitério dos Prazeres, Cerco do Porto, Charles Napier, Coimbra, Companhia de Jesus, Conde da Carreira, Conde de Amarante, Conde de Tomar, Conde de Vila Real, Conde do Bonfim, Condeixa-a-Nova, Condeixa-a-Nova (freguesia), Conselho de Estado, Conservatório Nacional de Lisboa, Constituição portuguesa de 1838, Desembarque do Mindelo, Duque de Loulé, Duque de Palmela, Duque de Saldanha, Emboscada (golpe), Figueira da Foz, Filosofia, Francisco da Silveira Pinto da Fonseca Teixeira, Furtado de Mendonça, Gomes Freire de Andrade, Grão-mestre, Guerra Civil Portuguesa, Guerra Peninsular, Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, Jean-Andoche Junot, Joaquim António de Aguiar, João Carlos de Saldanha Oliveira e Daun, João de Sousa Pinto de Magalhães, José da Silva Carvalho, José Ferreira Pestana, José Luís de Sousa Botelho Mourão e Vasconcelos, José Maria Latino Coelho, ..., José Travassos Valdez, Lapa (Lisboa), Latim, Liberal, Luís António de Abreu e Lima, Luís da Silva Mouzinho de Albuquerque, Luís do Rego Barreto, Maria II de Portugal, Matemática, Miguelista, Minho (província), Ministério da Administração Interna, Ministério da Fazenda, Ministério da Guerra, Ministério dos Negócios Eclesiásticos e da Justiça, Ministério dos Negócios Estrangeiros (Portugal), Monarquia absoluta, Nuno José Severo de Mendoça Rolim de Moura Barreto, Ordem da Torre e Espada, Ordem de Cristo, Par do Reino, Patuleia, Pedro de Sousa Holstein, 1.º Duque de Palmela, Pedro I do Brasil, Pedro V de Portugal, Pernambuco, Real Colégio das Artes e Humanidades, Regeneração (história), Regimento de Infantaria N.º 15, Revolução da Maria da Fonte, Revolução de Setembro, Revolução liberal do Porto, Rio Douro, Santa Sé, São Paulo (Lisboa), Setembrismo, Supremo Conselho, Teologia, Universidade de Coimbra, Viana do Castelo, Vilafrancada, Visconde da Carreira, William Carr Beresford, 10 de fevereiro, 11 de maio, 12 de agosto, 13 de janeiro, 15 de agosto, 15 de julho, 1787, 18 de abril, 18 de novembro, 1807, 1808, 1817, 1821, 1822, 1824, 1825, 1828, 1832, 1833, 1834, 1835, 1836, 1839, 1840, 1841, 1842, 1846, 1847, 1848, 1851, 1856, 1858, 1859, 2 de agosto, 2 de dezembro, 22 de março, 22 de outubro, 23 de junho, 24 de julho, 26 de agosto, 26 de novembro, 26 de outubro, 27 de maio, 5 de novembro, 6 de junho, 7 de fevereiro, 7 de julho, 9 de junho. Expandir índice (91 mais) »

Academia das Ciências de Lisboa

A Academia das Ciências de Lisboa GCSE é uma instituição científica portuguesa.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Academia das Ciências de Lisboa · Veja mais »

Alentejo

O NUT II do Alentejo é uma região do centro-sul de Portugal.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Alentejo · Veja mais »

Algarve

O Algarve é uma região, sub-região e província tradicional de Portugal continental, sendo a mais meridional entre todas.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Algarve · Veja mais »

António Bernardo da Costa Cabral

António Bernardo da Costa Cabral ComNSC (Fornos de Algodres, Algodres, 9 de Maio de 1803 — Porto, 1 de Setembro de 1889), o 1.º conde e 1.º marquês de Tomar, mais conhecido simplesmente por Costa Cabral, foi um político português que, entre outros cargos e funções, foi deputado, par do Reino, conselheiro de Estado efectivo, ministro da Justiça e Negócios Eclesiásticos, ministro do Reino e presidente do Conselho de Ministros.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e António Bernardo da Costa Cabral · Veja mais »

António José de Ávila

António José de Ávila GCNSC • ComNSC (Horta, Ilha do Faial, Açores, 8 de março de 1807 — Lisboa, 3 de maio de 1881), 1º conde e marquês de Ávila e 1º duque de Ávila e Bolama, foi um político conservador do tempo da Monarquia Constitucional em Portugal.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e António José de Ávila · Veja mais »

António Pereira dos Reis

António Pereira dos Reis (Ourém, 19 de Maio de 1804 — Lisboa, 19 de Abril de 1850) foi um alto funcionário público e político que se destacou como deputado e presidente da Câmara dos Deputados nas Cortes.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e António Pereira dos Reis · Veja mais »

Aurora

* Aurora (mitologia) — deusa do alvorecer na mitologia romana, identificada com Eos.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Aurora · Veja mais »

Batalha do Cabo de São Vicente

A Batalha do Cabo de São Vicente pode referir-se a várias batalhas navais ocorridas na região do Cabo de São Vicente, entre a costa sul de Portugal e o Estreito de Gibraltar.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Batalha do Cabo de São Vicente · Veja mais »

Batalhão Académico

A expressão designa, na História de Portugal e na História do Brasil uma unidade militar formada por estudantes.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Batalhão Académico · Veja mais »

Beira (Portugal)

A Beira foi uma das seis divisões - comarcas, depois províncias - em que se dividia, Portugal, até ao século XIX.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Beira (Portugal) · Veja mais »

Cabralismo

Cabralismo é a designação pela qual ficou conhecido o período, de 1842 a 1846, em que António Bernardo da Costa Cabral dominou a política portuguesa.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Cabralismo · Veja mais »

Carta Constitucional portuguesa de 1826

A Carta Constitucional da Monarquia Portuguesa de 1826 foi a segunda Constituição Portuguesa.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Carta Constitucional portuguesa de 1826 · Veja mais »

Cartista

Cartista ou Cartismo é a designação que se deu em Portugal à tendência mais conservadora do liberalismo surgido após a revolução de 1820, centrada em torno da Carta Constitucional de 1826, outorgada por D. Pedro IV numa tentativa de reduzir os conflitos abertos pela revolução, dado o seu carácter menos radicalizante do que a Constituição Política da Monarquia Portuguesa de 1822.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Cartista · Veja mais »

Cemitério dos Prazeres

Entrada do cemitério O Cemitério dos Prazeres é um cemitério situado na parte ocidental de Lisboa.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Cemitério dos Prazeres · Veja mais »

Cerco do Porto

Dá-se o nome de Cerco do Porto ao período, que durou mais de um ano — de Julho de 1832 a Agosto de 1833 —, no qual as tropas liberais de D. Pedro estiveram sitiadas pelas forças realistas fiéis a D. Miguel.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Cerco do Porto · Veja mais »

Charles Napier

Charles L. Napier (Scottsville, 12 de abril de 1936 — Bakersfield, 5 de outubro de 2011) foi um ator estadunidense.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Charles Napier · Veja mais »

Coimbra

Coimbra OTE é uma cidade portuguesa, capital do distrito de Coimbra, situada na província da Beira Litoral, região do Centro (Região das Beiras), sub-região estatística do Baixo Mondego, e comunidade intermunicipal da Região de Coimbra.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Coimbra · Veja mais »

Companhia de Jesus

A Companhia de Jesus (Societas Iesu, S. J.), cujos membros são conhecidos como jesuítas, é uma ordem religiosa fundada em 1534 por um grupo de estudantes da Universidade de Paris, liderados pelo basco Íñigo López de Loyola, conhecido posteriormente como Inácio de Loyola.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Companhia de Jesus · Veja mais »

Conde da Carreira

Conde da Carreira foi um título criado por decreto de 1862, do rei D. Luís I de Portugal, a favor do político liberal Luís António de Abreu e Lima, 1.º visconde da Carreira.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Conde da Carreira · Veja mais »

Conde de Amarante

Conde de Amarante foi um título criado por decreto de 13 de Maio de 1811, e confirmado por carta régia de 28 de Junho daquele mesmo ano, da rainha D. Maria I de Portugal, a favor do general Francisco da Silveira Pinto da Fonseca Teixeira.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Conde de Amarante · Veja mais »

Conde de Tomar

Conde de Tomar foi um título criado por decreto de 8 de Setembro de 1845, da rainha D. Maria II, a favor de António Bernardo da Costa Cabral, à altura na presidência do ministério e o mais importante político cartista do período.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Conde de Tomar · Veja mais »

Conde de Vila Real

O título de Conde de Vila Real foi um título nobiliárquico de Portugal.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Conde de Vila Real · Veja mais »

Conde do Bonfim

Conde do Bonfim é um título nobiliárquico criado por D. Maria II de Portugal, por Decreto de 4 de Abril de 1838, em favor de José Lúcio Travassos Valdez, antes 1.º Barão do Bonfim.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Conde do Bonfim · Veja mais »

Condeixa-a-Nova

Condeixa-a-Nova (por vezes dita pela forma sincopada de Condeixa) é uma vila portuguesa do distrito de Coimbra, situada na província da Beira Litoral, região do Centro (Região das Beiras) e sub-região do Baixo Mondego, com cerca de habitantes.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Condeixa-a-Nova · Veja mais »

Condeixa-a-Nova (freguesia)

Condeixa-a-Nova foi uma freguesia portuguesa do concelho de Condeixa-a-Nova, com 3,47 km² de área e 5 136 habitantes (2011).

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Condeixa-a-Nova (freguesia) · Veja mais »

Conselho de Estado

O Conselho de Estado é um órgão de governo em muitos estados.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Conselho de Estado · Veja mais »

Conservatório Nacional de Lisboa

O Conservatório Nacional constituía um estabelecimento público para ensino das artes, criado em Lisboa em 1836.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Conservatório Nacional de Lisboa · Veja mais »

Constituição portuguesa de 1838

A Constituição Política da Monarquia Portuguesa de 1838 foi o terceiro texto constitucional português.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Constituição portuguesa de 1838 · Veja mais »

Desembarque do Mindelo

Desembarque do Mindelo é a designação dada ao desembarque das tropas liberais a norte do Porto em 8 de Julho de 1832, durante as Guerras Liberais, nome pela qual ficou conhecida a Guerra Civil Portuguesa (1828-1834).

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Desembarque do Mindelo · Veja mais »

Duque de Loulé

Duque de Loulé é um título nobiliárquico português.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Duque de Loulé · Veja mais »

Duque de Palmela

O ducado de Palmela foi instituído por decreto de D. Maria II de Portugal, por intermédio de D. Pedro IV enquanto Regente do Reino, de 13 de Junho de 1833 (primeiramente em vida, depois concedido de juro e herdade em 18 de Outubro de 1850) em benefício de D. Pedro de Sousa Holstein, diplomata e herói das Guerras Liberais, que fora, sucessivamente, primeiro conde (decreto de D. Maria I de 11 de Abril de 1812) e marquês de Palmela (decreto de D. João VI de 3 de Julho de 1823).

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Duque de Palmela · Veja mais »

Duque de Saldanha

Duque de Saldanha foi um título nobiliárquico de juro e herdade criado pela Rainha D. Maria II de Portugal, por decreto de 4 de novembro de 1846, a favor do marechal D. João Carlos Gregório Domingos Vicente Francisco de Saldanha Oliveira e Daun, 1.º conde e marquês de Saldanha.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Duque de Saldanha · Veja mais »

Emboscada (golpe)

Retrato de Pedro de Sousa Holstein. A forma como ele foi demitido motivou o nome de Emboscada para o golpe palaciano. Emboscada é o nome pelo qual ficou conhecido o golpe palaciano de 6 de Outubro de 1846 pelo qual a rainha dona Maria II de Portugal depôs o governo presidido por Pedro de Sousa Holstein, o 1.º duque de Palmela, que havia sido instalado a 20 de Maio daquele ano, na sequência da Revolução da Maria da Fonte.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Emboscada (golpe) · Veja mais »

Figueira da Foz

A Figueira da Foz MHIH • ComB • GOIP é uma cidade portuguesa do distrito de Coimbra, situada na província da Beira Litoral, região do Centro (Região das Beiras) e sub-região do Baixo Mondego, e situada na foz do rio Mondego com o Oceano Atlântico.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Figueira da Foz · Veja mais »

Filosofia

Filosofia (do grego Φιλοσοφία, philosophia, literalmente «amor pela sabedoria») é o estudo das questões gerais e fundamentais relacionadas com a natureza da existência humana; do conhecimento; da verdade; dos valores morais e estéticos; da mente; da linguagem, bem como do universo em sua totalidade.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Filosofia · Veja mais »

Francisco da Silveira Pinto da Fonseca Teixeira

Francisco da Silveira Pinto da Fonseca Teixeira (Canelas (Peso da Régua), 1 de Setembro de 1763 — Vila Real, 27 de Maio de 1821), 1.º conde de Amarante, mais conhecido por General Silveira, foi um oficial general do Exército Português e político, que se destacou durante a Guerra Peninsular.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Francisco da Silveira Pinto da Fonseca Teixeira · Veja mais »

Furtado de Mendonça

Por Furtado de Mendonça ou Mendonça Furtado, sobrenome importante na história luso-brasileira, pode estar à procura de.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Furtado de Mendonça · Veja mais »

Gomes Freire de Andrade

Gomes Freire de Andrade e Castro, Gomes Freire de Andrade ou, simplesmente, Gomes Freire (Viena, 27 de janeiro de 1757 — Oeiras, Oeiras e São Julião da Barra, Forte de São Julião da Barra, 18 de outubro de 1817), foi um general português.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Gomes Freire de Andrade · Veja mais »

Grão-mestre

O Imperador Fernando I da Áustria na sua qualidade de Grão-Mestre da Ordem do Tosão de Ouro Título de Grão-mestre ou Grande Mestre é o mais alto grau em ordens honoríficas ou de mérito, isto é, título dada a máxima autoridade de uma ordem, tem poder quase absoluto, geralmente limitado no tempo por uma eleição entre os membros da ordem a que pertence.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Grão-mestre · Veja mais »

Guerra Civil Portuguesa

A Guerra Civil Portuguesa, também conhecida como Guerras Liberais, Guerra Miguelista ou Guerra dos Dois Irmãos, foi a guerra civil travada em Portugal entre liberais constitucionalistas e absolutistas sobre a sucessão real, que durou de 1828 a 1834.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Guerra Civil Portuguesa · Veja mais »

Guerra Peninsular

A Guerra Peninsular (1807–1814) foi um conflito militar entre o Primeiro Império Francês e os seus aliados do Império Espanhol, contra a aliança do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda e do Reino de Portugal e Algarves pelo domínio da Península Ibérica durante as Guerras Napoleónicas.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Guerra Peninsular · Veja mais »

Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro

O Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (IHGB) GCSE • MHSE • MHIH • GCIP é a mais antiga e tradicional entidade de fomento da pesquisa e preservação histórico-geográfica, cultural e de ciências sociais do Brasil, fundado em 21 de outubro de 1838.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro · Veja mais »

Jean-Andoche Junot

Jean-Andoche Junot, 1.° Duque de Abrantes (Bussy-le-Grand, — Montbard), chamado de "a Tempestade", foi um militar francês, coronel-general dos Hussardos.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Jean-Andoche Junot · Veja mais »

Joaquim António de Aguiar

Joaquim António de Aguiar (Coimbra, — Barreiro, Lavradio) foi um político e maçon português do tempo da Monarquia Constitucional e um importante líder dos cartistas e mais tarde do Partido Regenerador.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Joaquim António de Aguiar · Veja mais »

João Carlos de Saldanha Oliveira e Daun

João Carlos Gregório Domingos Vicente Francisco de Saldanha Oliveira e Daun GCTE • GCC • GCSE • GCNSC (Lisboa, — Londres), 1.º conde, 1.º marquês e 1.º duque de Saldanha, também conhecido por Marechal Saldanha, foi um oficial do Exército Português, no qual atingiu o posto de marechal, diplomata e um dos políticos dominantes do século XIX em Portugal, com uma carreira política que se iniciou na Guerra Civil Portuguesa (1828-1834) e só terminou com a sua morte em 1876.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e João Carlos de Saldanha Oliveira e Daun · Veja mais »

João de Sousa Pinto de Magalhães

João de Sousa Pinto de Magalhães (Porto, 8 de Janeiro de 1790 — Lisboa, 1 de Maio de 1865) foi um político português.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e João de Sousa Pinto de Magalhães · Veja mais »

José da Silva Carvalho

Silva Carvalho em 1822; Gravura da época. José da Silva Carvalho GCSE (Santa Comba Dão, São João de Areias, Vila Dianteira, 19 de Dezembro de 1782 — Lisboa, Santa Isabel, 5 de Setembro de 1856), advogado e magistrado foi um dos obreiros da Revolução de 1820, ministro de D. João VI, D. Pedro IV, D. Maria II e o primeiro Presidente do Supremo Tribunal de Justiça.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e José da Silva Carvalho · Veja mais »

José Ferreira Pestana

José Ferreira Pestana (São Pedro, Funchal, 26 de Março de 1795 — Lisboa, 12 de Junho de 1885) foi um militar, político e administrador colonial madeirense, professor da Universidade de Coimbra.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e José Ferreira Pestana · Veja mais »

José Luís de Sousa Botelho Mourão e Vasconcelos

D.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e José Luís de Sousa Botelho Mourão e Vasconcelos · Veja mais »

José Maria Latino Coelho

José Maria Latino Coelho (Lisboa, 29 de Novembro de 1825 — Sintra, 29 de Agosto de 1891), mais conhecido por Latino Coelho, militar, escritor, jornalista e político português, formado em Engenharia Militar.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e José Maria Latino Coelho · Veja mais »

José Travassos Valdez

José Lúcio Travassos Valdez (Elvas, — Lisboa), primeiro barão (1835) e desde 1838 primeiro conde do Bonfim, foi um estadista e político português no tempo da monarquia.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e José Travassos Valdez · Veja mais »

Lapa (Lisboa)

Lapa é uma antiga freguesia portuguesa do concelho de Lisboa, com 0,74 km² de área e 8 000 habitantes (2011).

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Lapa (Lisboa) · Veja mais »

Latim

A língua latina ou latim é uma antiga língua indo-europeia do ramo itálico originalmente falada no Lácio, a região do entorno da cidade de Roma.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Latim · Veja mais »

Liberal

* Liberalismo — filosofia política ou ideologia fundada sobre ideais que pretendem ser da liberdade individual e do igualitarismo.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Liberal · Veja mais »

Luís António de Abreu e Lima

Luís António de Abreu e Lima (Viana do Castelo, 18 de Outubro de 1787 — Lisboa, 18 de Fevereiro de 1871), 1.º visconde e depois 1.º conde da Carreira, foi um político liberal e diplomata que se notabilizou pela sua ação junto dos governos europeus durante a Guerra Civil Portuguesa e na primeira fase do regime da Monarquia Constitucional Portuguesa.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Luís António de Abreu e Lima · Veja mais »

Luís da Silva Mouzinho de Albuquerque

Retrato de Luís da Silva Mouzinho de Albuquerque. Luís da Silva Mouzinho de Albuquerque CvHDM • ComTE • GCA • GCNSC (Lisboa, São Vicente de Fora, 16 de Junho de 1792 — Torres Vedras, 27 de Dezembro de 1846) foi um militar, engenheiro, poeta, cientista e político português que se distinguiu nas lutas liberais e nos conflitos que marcaram a sociedade portuguesa na primeira metade do século XIX.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Luís da Silva Mouzinho de Albuquerque · Veja mais »

Luís do Rego Barreto

Luís do Rego Barreto (Viana do Castelo, 28 de outubro de 1777 — 7 de setembro de 1840), 1.º visconde de Geraz do Lima e mais conhecido por General Luís do Rego, foi um militar e administrador colonial português que se distinguiu no combate às invasões napoleônicas e à Revolução Pernambucana.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Luís do Rego Barreto · Veja mais »

Maria II de Portugal

Maria II (Rio de Janeiro, – Lisboa), apelidada de "a Educadora" e "a Boa Mãe", foi a Rainha de Portugal e Algarves em dois períodos diferentes, primeiro de 1826 até ser deposta em 1828 por seu tio Miguel, e depois de 1834 até sua morte.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Maria II de Portugal · Veja mais »

Matemática

grego, representado por Rafael em A Escola de Atenas. A matemática (dos termos gregos μάθημα, transliterado máthēma, 'ciência', conhecimento' ou 'aprendizagem'; e μαθηματικός, transliterado mathēmatikós, 'inclinado a aprender') é a ciência do raciocínio lógico e abstrato, que estuda quantidades, medidas, espaços, estruturas, variações e estatísticas.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Matemática · Veja mais »

Miguelista

Miguelista é o nome dado na historiografia portuguesa aos apoiantes do chamado Miguelismo, nomeadamente os que lutaram pela legitimidade permanente do ex-infante D. Miguel de Bragança na linha de sucessão ao trono português e que vieram depois a fundar o Partido Legitimista e o Partido Realista que nele se integrou.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Miguelista · Veja mais »

Minho (província)

Província tradicional do Minho O Minho é uma província tradicional portuguesa, no Norte de Portugal, que estava inserida na antiga região Entre Douro e Minho e que foi formalmente confirmada por uma reforma administrativa havida em 1936.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Minho (província) · Veja mais »

Ministério da Administração Interna

O Ministério da Administração Interna (MAI), designado entre 1910 e 1974 por Ministério do Interior é o departamento do Governo de Portugal responsável pela execução das políticas de segurança pública, de proteção e socorro, de imigração e asilo, de prevenção e segurança rodoviária e pela administração dos assuntos eleitorais.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Ministério da Administração Interna · Veja mais »

Ministério da Fazenda

* Ministro da Fazenda.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Ministério da Fazenda · Veja mais »

Ministério da Guerra

*Ministério da Guerra (Brasil) — antigo ministério brasileiro.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Ministério da Guerra · Veja mais »

Ministério dos Negócios Eclesiásticos e da Justiça

Ministério dos Negócios Eclesiásticos e da Justiça (MNEJ) foi a designação dada em Portugal ao departamento governamental que antecedeu o actual Ministério da Justiça.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Ministério dos Negócios Eclesiásticos e da Justiça · Veja mais »

Ministério dos Negócios Estrangeiros (Portugal)

O Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) é, em Portugal, o departamento governamental responsável pela formulação, coordenação e execução da política externa.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Ministério dos Negócios Estrangeiros (Portugal) · Veja mais »

Monarquia absoluta

Monarquia absoluta ou absolutista, que se opõe à monarquia tradicional e à monarquia constitucional, é segundo a definição clássica a forma de governo monárquico ou monarquia na qual o monarca ou rei exerce o poder absoluto, isto é, independente e superior ao poder de outros órgãos do Estado.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Monarquia absoluta · Veja mais »

Nuno José Severo de Mendoça Rolim de Moura Barreto

Nuno José Severo de Mendoça Rolim de Moura Barreto, 9º conde de Vale de Reis, segundo marquês de Loulé e primeiro duque de Loulé, (Lisboa, 6 de Novembro de 1804 — Lisboa, 23 de Maio de 1875) foi um importante nobre e político português no tempo da monarquia Constitucional.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Nuno José Severo de Mendoça Rolim de Moura Barreto · Veja mais »

Ordem da Torre e Espada

A Ordem da Torre e Espada ou simplesmente Ordem da Espada (posteriormente chamada Antiga e Muito Nobre Ordem da Torre e Espada) foi uma ordem militar portuguesa fundada por D. Afonso V de Portugal em 1459, constituindo, desde o seu início, a mais alta Ordem de Cavalaria do Reino de Portugal.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Ordem da Torre e Espada · Veja mais »

Ordem de Cristo

A Ordem de Nosso Senhor Jesus Cristo originalmente era uma ordem religiosa e militar, criada a 14 de março de 1319 pela bula pontifícia Ad ea ex-quibus do Papa João XXII, que, deste modo, atendia aos pedidos do rei Dom Dinis.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Ordem de Cristo · Veja mais »

Par do Reino

Um Par do Reino é um membro do Pariato, um sistema de honras ou de nobreza em vários países.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Par do Reino · Veja mais »

Patuleia

Tropas aplicam vergastadas a um popular durante a ''Patuleia''. Patuleia ou Guerra da Patuleia, é o nome dado à guerra civil entre Cartistas e Setembristas na sequência da Revolução da Maria da Fonte.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Patuleia · Veja mais »

Pedro de Sousa Holstein, 1.º Duque de Palmela

D. Pedro de Sousa Holstein, 1.º Duque de Palmela, (Turim, Reino da Sardenha, 8 de Maio de 1781 — São Mamede, Lisboa, 12 de Outubro de 1850) foi um político e militar português do tempo da monarquia.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Pedro de Sousa Holstein, 1.º Duque de Palmela · Veja mais »

Pedro I do Brasil

Pedro I & IV (Queluz, – Queluz), apelidado de "o Libertador" e "o Rei Soldado", foi o primeiro Imperador do Brasil como Pedro I de 1822 até sua abdicação em 1831, e também Rei de Portugal e Algarves como Pedro IV entre março e maio de 1826.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Pedro I do Brasil · Veja mais »

Pedro V de Portugal

Pedro V (Lisboa, – Lisboa), apelidado de "o Esperançoso" e "o Muito Amado", foi o Rei de Portugal e Algarves de 1853 até sua morte.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Pedro V de Portugal · Veja mais »

Pernambuco

Pernambuco é uma das 27 unidades federativas do Brasil.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Pernambuco · Veja mais »

Real Colégio das Artes e Humanidades

O Real Colégio das Artes e Humanidades ou simplesmente Colégio das Artes (1542-1837) foi uma instituição de ensino portuguesa, sedeada em Coimbra, onde eram realizados estudos de artes liberais e de humanidades.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Real Colégio das Artes e Humanidades · Veja mais »

Regeneração (história)

Regeneração é a designação dada ao período da Monarquia Constitucional portuguesa que se seguiu à insurreição militar de 1 de Maio de 1851 que levou à queda de Costa Cabral e dos governos de inspiração setembrista.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Regeneração (história) · Veja mais »

Regimento de Infantaria N.º 15

O Regimento de Infantaria N.º 15 (RI15) MHC • MHA é uma unidade da Estrutura Base do Exército, aquartelada em Tomar, actualmente com o encargo operacional de organizar, treinar e manter o 1.º Batalhão de Infantaria Paraquedista (1.º BIPara) da Brigada de Reacção Rápida.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Regimento de Infantaria N.º 15 · Veja mais »

Revolução da Maria da Fonte

Maria da Fonte, ou Revolta do Minho, é o nome dado a uma revolta popular ocorrida na primavera de 1846 contra o governo cartista presidido por António Bernardo da Costa Cabral.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Revolução da Maria da Fonte · Veja mais »

Revolução de Setembro

Revolução de Setembro é a designação dada ao golpe de estado ocorrido em Portugal a 9 de Setembro de 1836 que pôs termo ao Devorismo e levou à promulgação da Constituição Portuguesa de 1838.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Revolução de Setembro · Veja mais »

Revolução liberal do Porto

A Revolução do Porto, também referida como Revolução Liberal do Porto, foi um movimento de cunho liberal que ocorreu em 1820 e teve repercussões tanto na História de Portugal quanto na História do Brasil.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Revolução liberal do Porto · Veja mais »

Rio Douro

O rio Douro (Duero) é um rio que nasce em Espanha na província de Sória, nos picos da Serra de Urbião, GPS (42.007121, -2.879944), (Sierra de Urbión), a 2160 metros de altitude e atravessa o norte de Portugal.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Rio Douro · Veja mais »

Santa Sé

A Santa Sé (em latim: Sancta Sedes, oficialmente Sancta Sedes Apostolica, e em português: "Santa Sé Apostólica"), também chamada de Sé Apostólica, do ponto de vista legal, é distinta do Vaticano, ou mais precisamente do Estado da Cidade do Vaticano.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Santa Sé · Veja mais »

São Paulo (Lisboa)

São Paulo é uma antiga freguesia portuguesa do concelho de Lisboa, com 0,44 km² de área e 2 728 habitantes (2011).

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e São Paulo (Lisboa) · Veja mais »

Setembrismo

Setembrismo é a designação dada à corrente mais à esquerda do movimento liberal.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Setembrismo · Veja mais »

Supremo Conselho

Supremo Conselho é uma Instituição maçônica autônoma que congrega Lojas Maçônicas dos chamados Graus Filosóficos do Rito Escocês Antigo e Aceito, ou seja, dos Graus 4 ao 33.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Supremo Conselho · Veja mais »

Teologia

Teologia é o estudo crítico da natureza do divino, seus atributos e sua relação com os homens.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Teologia · Veja mais »

Universidade de Coimbra

A Universidade de Coimbra (UC) GCSE é uma universidade pública localizada na cidade de Coimbra, em Portugal.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Universidade de Coimbra · Veja mais »

Viana do Castelo

Viana do Castelo é uma cidade portuguesa - com 38 045 habitantes - situada no Distrito de Viana do Castelo, na Região Norte, e integrada na sub-região NUT III do Minho-Lima.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Viana do Castelo · Veja mais »

Vilafrancada

Vilafrancada é o nome dado à insurreição liderada pelo Infante D. Miguel de Portugal em Vila Franca de Xira a 27 de Maio de 1823.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Vilafrancada · Veja mais »

Visconde da Carreira

Visconde da Carreira foi um título criado por decreto de 1 de Dezembro de 1834, e confirmado por carta de 10 de Fevereiro de 1835, da rainha D. Maria II de Portugal, a favor do político liberal Luís António de Abreu e Lima, que depois seria elevado a 1.º conde da Carreira.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e Visconde da Carreira · Veja mais »

William Carr Beresford

William Carr Beresford (2 de outubro de 1768 – 8 de janeiro de 1854), 1.º visconde Beresford (1st Viscount Beresford) barão e visconde de Albuera e Dungarvan, conde de Trancoso, 1.º marquês de Campo Maior e duque de Elvas, foi um militar e político anglo-irlandês que serviu como general no Exército Britânico e marechal do Exército Português, tendo lutado ao lado de Arthur Wellesley, 1.º Duque de Wellington na Guerra Peninsular.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e William Carr Beresford · Veja mais »

10 de fevereiro

Sem descrição

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 10 de fevereiro · Veja mais »

11 de maio

USS ''Bunker Hill'' após ataque de dois aviões ''kamikazes''.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 11 de maio · Veja mais »

12 de agosto

Sem descrição

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 12 de agosto · Veja mais »

13 de janeiro

Sem descrição

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 13 de janeiro · Veja mais »

15 de agosto

Sem descrição

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 15 de agosto · Veja mais »

15 de julho

Sem descrição

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 15 de julho · Veja mais »

1787

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XVIII do Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi G (52 semanas), teve início numa segunda-feira e terminou também numa segunda-feira.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 1787 · Veja mais »

18 de abril

Sem descrição

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 18 de abril · Veja mais »

18 de novembro

Sem descrição

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 18 de novembro · Veja mais »

1807

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XIX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi D (53 semanas), teve início a uma quinta-feira e terminou também a uma quinta-feira.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 1807 · Veja mais »

1808

---- (na numeração romana) foi um ano bissexto do século XIX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e as suas letras dominicais foram C e B (52 semanas), teve início a uma sexta-feira e terminou a um sábado.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 1808 · Veja mais »

1817

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XIX do actual Calendário Gregoriano, da Era Cristã, e a sua letra dominical foi E (52 semanas), teve início a uma quarta-feira e terminou também a uma quarta-feira.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 1817 · Veja mais »

1821

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XIX do Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi G (52 semanas), teve início numa segunda-feira e terminou também numa segunda-feira.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 1821 · Veja mais »

1822

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XIX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, a sua letra dominical foi F (52 semanas), teve início a uma terça-feira e terminou também a uma terça-feira.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 1822 · Veja mais »

1824

---- (na numeração romana) foi um ano bissexto do século XIX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e as suas letras dominicais foram D e C (53 semanas), teve início a uma quinta-feira e terminou a uma sexta-feira.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 1824 · Veja mais »

1825

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XIX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi B (52 semanas), teve início a um sábado e terminou também a um sábado.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 1825 · Veja mais »

1828

---- (na numeração romana) foi um ano bissexto do século XIX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e as suas letras dominicais foram F e E (52 semanas), teve início a uma terça-feira e terminou a uma quinta feira.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 1828 · Veja mais »

1832

---- 1832 (na numeração romana) foi um ano bissexto do século XIX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e as suas letras dominicais foram A e G (52 semanas), teve início a um domingo e terminou a uma segunda-feira.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 1832 · Veja mais »

1833

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XIX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, a sua letra dominical foi F (52 semanas), teve início a uma terça-feira e terminou também a uma terça-feira.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 1833 · Veja mais »

1834

---- 1834 (na numeração romana) foi um ano comum do do calendário gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi E (52 semanas), teve início a uma quarta-feira e terminou também a uma quarta-feira.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 1834 · Veja mais »

1835

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XIX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi D (53 semanas), teve início a uma quinta-feira e terminou também a uma quinta-feira.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 1835 · Veja mais »

1836

---- (na numeração romana) foi um ano bissexto do século XIX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e as suas letras dominicais foram C e B (52 semanas), teve início a uma sexta-feira e terminou a um sábado.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 1836 · Veja mais »

1839

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XIX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, a sua letra dominical foi F (52 semanas), teve início a uma terça-feira e terminou também a uma terça-feira.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 1839 · Veja mais »

1840

---- 1840 (na numeração romana) foi um ano bissexto, de 366 dias, do Calendário Gregoriano, as suas letras dominicais foram E e D, teve 53 semanas, teve início a uma quarta-feira, e terminou a uma quinta-feira.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 1840 · Veja mais »

1841

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XIX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi C, teve 52 semanas, início a uma sexta-feira e terminou também a uma sexta-feira.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 1841 · Veja mais »

1842

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XIX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi B (52 semanas), teve início a um sábado e terminou também a um sábado.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 1842 · Veja mais »

1846

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XIX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi D (53 semanas), teve início a uma quinta-feira e terminou também a uma quinta-feira.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 1846 · Veja mais »

1847

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XIX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi C, teve 52 semanas, início a uma sexta-feira e terminou também a uma sexta-feira.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 1847 · Veja mais »

1848

---- (na numeração romana) foi um ano bissexto do século XIX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e as suas letras dominicais foram B e A (52 semanas), teve início a um sábado e terminou a um domingo.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 1848 · Veja mais »

1851

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XIX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi E (52 semanas), teve início a uma quarta-feira e terminou também a uma quarta-feira.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 1851 · Veja mais »

1856

---- (na numeração romana) foi um ano bissexto do século XIX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e as suas letras dominicais foram F e E (52 semanas), teve início a uma terça-feira e terminou a uma quarta-feira.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 1856 · Veja mais »

1858

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XIX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi C, teve 52 semanas, início a uma sexta-feira e terminou também a uma sexta-feira.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 1858 · Veja mais »

1859

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XIX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi B (52 semanas), teve início a um sábado e terminou também a um sábado.

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 1859 · Veja mais »

2 de agosto

Sem descrição

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 2 de agosto · Veja mais »

2 de dezembro

Sem descrição

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 2 de dezembro · Veja mais »

22 de março

Sem descrição

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 22 de março · Veja mais »

22 de outubro

Sem descrição

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 22 de outubro · Veja mais »

23 de junho

Sem descrição

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 23 de junho · Veja mais »

24 de julho

Sem descrição

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 24 de julho · Veja mais »

26 de agosto

Sem descrição

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 26 de agosto · Veja mais »

26 de novembro

Sem descrição

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 26 de novembro · Veja mais »

26 de outubro

Sem descrição

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 26 de outubro · Veja mais »

27 de maio

Sem descrição

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 27 de maio · Veja mais »

5 de novembro

Sem descrição

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 5 de novembro · Veja mais »

6 de junho

Sem descrição

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 6 de junho · Veja mais »

7 de fevereiro

Sem descrição

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 7 de fevereiro · Veja mais »

7 de julho

Sem descrição

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 7 de julho · Veja mais »

9 de junho

Sem descrição

Novo!!: Rodrigo da Fonseca Magalhães e 9 de junho · Veja mais »

Redireciona aqui:

Rodrigo da Fonseca, Rodrigo da fonseca, Rodrigo da fonseca magalhães.

CessanteEntrada
Ei! Agora estamos em Facebook! »