Logotipo
Unionpédia
Comunicação
Disponível no Google Play
Novo! Faça o download do Unionpédia em seu dispositivo Android™!
Instalar
Acesso mais rápido do que o navegador!
 

Roberto Vidal Bolaño

Índice Roberto Vidal Bolaño

Roberto Vidal Bolaño (Santiago de Compostela, 1950 — Santiago de Compostela, 11 de Setembro de 2002) foi um autor e ator de teatro galego.

37 relações: Ator, Autor, Ánxel Fole, Eduardo Blanco Amor, Expressionismo, Galiza, Ramón María del Valle-Inclán, Ramón Otero Pedrayo, Realismo, Rosalía de Castro, Santiago de Compostela, Século XX, Simbolismo, Surrealismo, Teatro, Televisión de Galicia, Televisión Española, Xosé Luís Méndez Ferrín, 11 de setembro, 1950, 1958, 1973, 1976, 1977, 1978, 1979, 1980, 1983, 1984, 1985, 1992, 1993, 1994, 1996, 1998, 2001, 2002.

Ator

Nas artes cénicas, é a pessoa que interpreta e representa uma ação dramática baseando-se em textos, estímulos visuais, sonoros e outros, previamente concebidos por um autor ou criados através de improvisações individuais ou colectivas; utiliza-se de recursos vocais, corporais e emocionais, apreendidos ou intuídos, com o objetivo de transmitir ao espectador o conjunto de ideias e ações dramáticas propostas; pode utilizar-se de recursos técnicos para manipular bonecos, títeres e congéneres; pode interpretar sobre a imagem ou a voz de outrem; ensaia procurando aliar a sua criatividade à do encenador; atua em locais onde se apresentam espetáculos de diversões públicas e/ou nos demais veículos de comunicação.

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e Ator · Veja mais »

Autor

Autor (do latim auctor, derivado do verbo augeo, 'aumentar') é aquele que cria, causa ou dá origem a alguma coisa, especialmente obra literária, artística ou científica.

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e Autor · Veja mais »

Ánxel Fole

Ánxel Fole (Lugo, - Lugo) foi um escritor em galego e castelhano que cultivou vários gêneros literários (narrativa, poesia, teatro e ensaio), embora deva seu renome aos seus livros de contos, recolhidos em quatro volumes.

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e Ánxel Fole · Veja mais »

Eduardo Blanco Amor

Eduardo Modesto Blanco Amor (Ourense, 14 de setembro de 1897 - Vigo, 1 de dezembro de 1979) foi um narrador, poeta, dramaturgo e jornalista galego, autor de duas das grandes novelas da literatura galega, Gente ao longe e A Esmorga.

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e Eduardo Blanco Amor · Veja mais »

Expressionismo

O Expressionismo foi um movimento artístico e cultural de vanguarda surgido na Alemanha no início do século XX, transversal aos campos artísticos da arquitetura, artes plásticas, literatura, música, cinema, teatro, dança e fotografia.

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e Expressionismo · Veja mais »

Galiza

A Galiza é uma nação organizada enquanto comunidade autónoma espanhola, com o estatuto de nacionalidade histórica.

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e Galiza · Veja mais »

Ramón María del Valle-Inclán

Ramón Maria del Valle-Inclán, pseudónimo de Ramón José Simón Valle y Peña (Vilanova de Arousa, 28 de Outubro de 1866 — Santiago de Compostela, 5 de Janeiro de 1936) foi um romancista, poeta, ator e dramaturgo espanhol.

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e Ramón María del Valle-Inclán · Veja mais »

Ramón Otero Pedrayo

Ramón Otero Pedrayo (Ourense, 5 de março de 1888 — Ourense, 10 de abril de 1976) foi um geógrafo, escritor e intelectual galego.

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e Ramón Otero Pedrayo · Veja mais »

Realismo

''Bonjour, Monsieur Courbet'', 1854. A pintura realista de Gustave Courbet. O realismo foi um movimento artístico e literário surgido nas últimas décadas do século XIX na Europa, mais especificamente na França, em reação ao romantismo.

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e Realismo · Veja mais »

Rosalía de Castro

Rosalía de Castro (Santiago de Compostela, — Padrón) foi uma escritora e poetisa galega.

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e Rosalía de Castro · Veja mais »

Santiago de Compostela

Santiago de Compostela é uma cidade e município (concello em) no noroeste de Espanha.

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e Santiago de Compostela · Veja mais »

Século XX

O Século XX iniciou em 1° de janeiro de 1901 e terminou em 31 de dezembro de 2000.

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e Século XX · Veja mais »

Simbolismo

''A morte do coveiro'' de Carlos Schwabe forma um compêndio visual dos temas fundamentais do simbolismo. Morte, anjos, neve e as poses vexatórias e dramáticas dos personagens. Simbolismo é um movimento literário da poesia e das outras artes que surgiu na França, no final do, como oposição ao realismo, ao naturalismo e ao positivismo da época.

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e Simbolismo · Veja mais »

Surrealismo

O surrealismo foi um movimento artístico e literário nascido em Paris na década de 1920, inserido no contexto das vanguardas que viriam a definir o modernismo no período entre as duas Grandes Guerras Mundiais.

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e Surrealismo · Veja mais »

Teatro

Teatro, do grego θέατρον (théatron), é uma forma de arte em que um ator ou conjunto de atores, interpreta uma história ou atividades para o público em um determinado lugar.

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e Teatro · Veja mais »

Televisión de Galicia

A Televisión de Galicia, em português, Televisão da Galiza, também conhecida como A Galega, é um canal de televisão galego que forma parte da Corporação de Radiotelevisão da Galiza (CRTVG), junto com a Rádio Galega.

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e Televisión de Galicia · Veja mais »

Televisión Española

Televisión Española (TVE) é a empresa gestora da televisão pública espanhola.

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e Televisión Española · Veja mais »

Xosé Luís Méndez Ferrín

Xosé Luís Méndez Ferrín (Ourense, 7 de Agosto de 1938) é um político e escritor galego, um dos mais representativos da literatura galega contemporânea.

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e Xosé Luís Méndez Ferrín · Veja mais »

11 de setembro

Sem descrição

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e 11 de setembro · Veja mais »

1950

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi A (52 semanas), teve início a um domingo e terminou também a um domingo.

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e 1950 · Veja mais »

1958

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi E, teve 52 semanas, início a uma quarta-feira, terminou também a uma quarta-feira.

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e 1958 · Veja mais »

1973

Sem descrição

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e 1973 · Veja mais »

1976

Sem descrição

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e 1976 · Veja mais »

1977

Sem descrição

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e 1977 · Veja mais »

1978

Foi declarado pela ONU como o "Ano Internacional Antiapartheid" e corresponde, no ciclo de doze anos que forma o calendário chinês a um ano do signo "Cavalo".

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e 1978 · Veja mais »

1979

Foi declarado pela ONU como o "Ano Internacional da Criança e Ano Internacional de Solidariedade com o Povo da Namíbia" e corresponde, no ciclo de doze anos que forma o calendário chinês a um ano do signo "Cabra".

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e 1979 · Veja mais »

1980

Foi declarado pela ONU como o "Ano Internacional da Ecologia" e corresponde, no ciclo de doze anos que forma o calendário chinês a um ano do signo "Macaco".

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e 1980 · Veja mais »

1983

Sem descrição

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e 1983 · Veja mais »

1984

Sem descrição

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e 1984 · Veja mais »

1985

Sem descrição

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e 1985 · Veja mais »

1992

Sem descrição

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e 1992 · Veja mais »

1993

Sem descrição

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e 1993 · Veja mais »

1994

Sem descrição

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e 1994 · Veja mais »

1996

Sem descrição

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e 1996 · Veja mais »

1998

Sem descrição

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e 1998 · Veja mais »

2001

Foi designado como.

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e 2001 · Veja mais »

2002

Foi designado como.

Novo!!: Roberto Vidal Bolaño e 2002 · Veja mais »

Redireciona aqui:

R.Vidal Bolaño, R.vidal bolaño, Vidal Bolaño.

CessanteEntrada
Ei! Agora estamos em Facebook! »