Logotipo
Unionpédia
Comunicação
Disponível no Google Play
Novo! Faça o download do Unionpédia em seu dispositivo Android™!
Faça o download
Acesso mais rápido do que o navegador!
 

Reconquista

Índice Reconquista

Reconquista é o processo histórico em que os reinos cristãos da Península Ibérica procuraram dominar a região durante o período do Alandalus.

213 relações: Afonso I das Astúrias, Afonso I de Portugal, Afonso II de Portugal, Afonso III das Astúrias, Afonso III de Portugal, Afonso IV de Portugal, Afonso VI de Leão e Castela, Al-Andalus, Alcácer do Sal, Alcorão, Alexandre Herculano, Algarve, Almada, Almançor, Alvor, Ardil, Astúrias, África, Árabes, Évora, Évora Monte, Badajoz, Batalha de Alarcos, Batalha de Arouca, Batalha de Covadonga, Batalha de Guadalete, Batalha de Navas de Tolosa, Batalha de Ourique, Batalha de Sacavém, Batalha de Zalaca, Batalha do Monte Auseba, Batalha do Salado, Beira Alta, Beja, Berberes, Bispo, Borgonha, Cabana, Califado Almóada, Califado de Córdova, Califado Omíada, Capitulação de Granada, Castelo, Castelo de Alcácer do Sal, Castelo de Almada, Castelo de Évora, Castelo de Évora Monte, Castelo de Beja, Castelo de Leiria, Castelo de Moura, ..., Castelo de Palmela, Castelo de Santarém, Castelo de Serpa, Castelo de Tomar, Cádis, Cântabros, Círculo de Leitores, Cerco de Badajoz, Ceuta, Clero, Coimbra, Condado de Barcelona, Condado de Castela, Condado Portucalense, Conquista de Faro (1249), Covadonga, Crónica Albeldense, Crónica Sebastianense, Crise de 1383–1385 em Portugal, Cristianismo, Cronologia da Reconquista, Cruzada, Decreto de Alhambra, Deserto, Dinis I de Portugal, Douro (sub-região), Ducado da Borgonha, Ducado da Cantábria, Emir, Emirado de Córdova, Era dos Descobrimentos, Escravidão, Espanha, Estado, Estandarte, Exército Português, Faro, Fernando de Portugal, Fernando I de Leão, Fernão Peres de Trava, Feudalismo, França, Francos, Galegos, Galiza, Garcia II da Galiza, Godos, Guerra civil, Guerra de Granada, Guerra santa, Henrique de Borgonha, conde de Portucale, Hispânia, História de Espanha, História de Portugal, Hugo de Cluny, Igreja, Igreja Católica, Império Almorávida, Império Merínida, Independência de Portugal, Isabel I de Castela, Islão, José Hermano Saraiva, Língua castelhana, Leão, Leiria, Lisboa, Lista de condes da Borgonha, Lista de monarcas de Aragão, Lista de monarcas de Castela, Lista de monarcas de Portugal, Lista de reis da Galiza, Lista de reis das Astúrias, Lista de reis de Leão, Lista de reis de Navarra, Lista de reis visigodos, Mar Mediterrâneo, Marrocos, Mauritânia, Médio Oriente, Milagre, Minho (província), Moçárabes, Monarquia, Mosteiro, Moura, Mouros, Muçulmano, Mundo ocidental, Navarra, Navas de Tolosa, Norte, Norte de África, Ordem militar, Ourique, Palmela, Pamplona, Pedro I, Pelágio das Astúrias, Peleja, Península Ibérica, Pilhagem, Pireneus, Plantio, Portugal, Província, Raimundo de Borgonha, Razia, Reino da Galiza, Reino das Astúrias, Reino de Aragão, Reino de Castela, Reino de Leão, Reino de Navarra, Reino de Portugal, Reino do Algarve, Reino nasrida de Granada, Reino Visigótico, Reis Católicos, Religião, Rio Douro, Rio Guadalete, Rio Minho, Rio Mondego, Rio Tejo, Rodrigo, Sacavém, Salamanca, Sancho Garcês III de Pamplona, Sancho I de Portugal, Sancho II de Castela, Sancho II de Portugal, Santarém (Portugal), Santiago do Cacém, Santiago Maior, Sarracenos, São Jorge, Sé de Braga, Sé do Porto, Século IX, Século VIII, Século X, Síria, Serpa, Servidão, Silves (Portugal), Sintra, Soldado, Tabela cronológica dos reinos da Península Ibérica, Talavera, Tárique, Tânger, Teresa de Leão, Toledo, Tomar, Trompete, Tudela, Urraca I de Leão e Castela, Viriato, Visigodos, 1195, 1492, 981. Expandir índice (163 mais) »

Afonso I das Astúrias

Afonso I das Astúrias (693 - 757) "o Católico", filho do duque Pedro da Cantábria (m. 730) e de Gaudiosa, foi rei das Astúrias desde 739.

Novo!!: Reconquista e Afonso I das Astúrias · Veja mais »

Afonso I de Portugal

Afonso I (–), também chamado de Afonso Henriques, e apelidado de "o Conquistador", foi o primeiro Rei de Portugal de 1139 até sua morte, anteriormente servindo como Conde de Portucale de 1112 até sua independência do Reino da Galiza.

Novo!!: Reconquista e Afonso I de Portugal · Veja mais »

Afonso II de Portugal

Afonso II (Coimbra, – Coimbra), apelidado de Afonso, o Gordo, foi o Rei de Portugal de 1211 até sua morte.

Novo!!: Reconquista e Afonso II de Portugal · Veja mais »

Afonso III das Astúrias

Afonso III das Astúrias o Grande (c. 852–Zamora, 20 de Dezembro 910), foi Rei das Astúrias, filho de Ordonho I das Astúrias.

Novo!!: Reconquista e Afonso III das Astúrias · Veja mais »

Afonso III de Portugal

Afonso III (Coimbra, – Alcobaça), apelidado de "o Bolonhês" por seu casamento com Matilde II, Condessa de Bolonha, foi o Rei de Portugal de 1248 até sua morte, e também o primeiro monarca português a utilizar o título de Rei de Algarve.

Novo!!: Reconquista e Afonso III de Portugal · Veja mais »

Afonso IV de Portugal

Afonso IV (Lisboa, – Lisboa), apelidado de Afonso, o Bravo, foi o Rei de Portugal e Algarve de 1325 até sua morte.

Novo!!: Reconquista e Afonso IV de Portugal · Veja mais »

Afonso VI de Leão e Castela

Afonso VI de Leão e Castela o Bravo (1047–1 de julho de 1109) foi, até à sua morte, rei de Leão desde 27 de dezembro de 1065, rei de Castela desde 6 de outubro de 1072, rei da Galiza desde 1073, intitulado Imperator totius Hispaniæ (imperador de toda Hispânia) desde 1077 e rei de Toledo desde 1085.

Novo!!: Reconquista e Afonso VI de Leão e Castela · Veja mais »

Al-Andalus

Al-Andalus ou al-Ândalus cfr.

Novo!!: Reconquista e Al-Andalus · Veja mais »

Alcácer do Sal

Alcácer do Sal é uma cidade portuguesa pertencente ao Distrito de Setúbal, região (NUTS II) Alentejo e sub-região (NUTS III) do Alentejo Litoral, com cerca de habitantes.

Novo!!: Reconquista e Alcácer do Sal · Veja mais »

Alcorão

Alcorão ou Corão (القرآن, transl. al-Qurʾān, lit. "a recitação") é o livro sagrado do Islã.

Novo!!: Reconquista e Alcorão · Veja mais »

Alexandre Herculano

Alexandre Herculano de Carvalho e Araújo (Lisboa, 28 de Março de 1810 — Quinta de Vale de Lobos, Azoia de Baixo, Santarém, 18 de Setembro de 1877) foi um escritor, historiador, jornalista e poeta português da era do romantismo.

Novo!!: Reconquista e Alexandre Herculano · Veja mais »

Algarve

O Algarve é uma região, sub-região e província tradicional de Portugal continental, sendo a mais meridional entre todas.

Novo!!: Reconquista e Algarve · Veja mais »

Almada

Almada é uma cidade portuguesa.

Novo!!: Reconquista e Almada · Veja mais »

Almançor

Estátua de Almançor em Algeciras Abu Amir Muhammad ibn Abdullah ibn Abi Amir, al-Hajib al-Mansur (أبو عامر محمد بن عبد الله بن أبي عامر الحاجب المنصور mais conhecido como Almançor (numa família árabe da área de Algeciras —) foi o governador do al-Andalus (designação em árabe da Península Ibérica) no final do e início do. A tradução aproximada do seu nome é "Fiel Amir Muhammad, o Escravo de Deus e familiares". O seu governo marcou o auge do império omíada na Península Ibérica.

Novo!!: Reconquista e Almançor · Veja mais »

Alvor

Alvor é uma vila e freguesia portuguesa do concelho de Portimão, com 15,25 km² de área e 6 154 habitantes (2011).

Novo!!: Reconquista e Alvor · Veja mais »

Ardil

Ardil, isco ou isca é uma estratégia ou objeto utilizado para atrair uma presa ou inimigo.

Novo!!: Reconquista e Ardil · Veja mais »

Astúrias

O Principado das Astúrias, em castelhano Principado de Asturias, Principáu d'Asturies em asturiano e Principao d'Asturias em galego-asturiano, é uma comunidade autónoma definida como nação histórica e província de Espanha.

Novo!!: Reconquista e Astúrias · Veja mais »

África

A África é o terceiro continente mais extenso (depois da Ásia e da América) com cerca de 30 milhões de quilômetros quadrados, cobrindo 20,3 % da área total da terra firme do planeta.

Novo!!: Reconquista e África · Veja mais »

Árabes

Os árabes são um grupo étnico nativo que habita principalmente o Oriente Médio e a África setentrional, originário da península Arábica, a qual é constituída majoritariamente por regiões desérticas.

Novo!!: Reconquista e Árabes · Veja mais »

Évora

Évora OTE é uma cidade portuguesa, capital do Distrito de Évora, na região do Alentejo e sub-região do Alentejo Central, com 49 252 habitantes, em 2011.

Novo!!: Reconquista e Évora · Veja mais »

Évora Monte

Evoramonte é uma freguesia portuguesa do concelho de Estremoz, na região do Alentejo, com de área e 569 habitantes (2011).

Novo!!: Reconquista e Évora Monte · Veja mais »

Badajoz

Praça Alta Badajoz é uma cidade e município raiano da Espanha na província homónima, da qual é capital. Faz parte da comunidade autónoma da Estremadura e da comarca da Terra de Badajoz. Tem de área e em tinha habitantes, que representa aproximadamente 20% da população da província e 7% da Estremadura. Batizada pelos seus fundadores muçulmanos Batalyaws (ﺑﻂﻠﻴﻮﺱ), a sua designação em português vernáculo era Badalhouce até ao período da dinastia filipina, um termo que persiste ainda hoje em galego. Além de ser a maior cidade da Estremadura, é também o principal centro económico da região. Situa-se a um par de quilómetros da fronteira com a cidade portuguesa de Elvas, à beira do rio Guadiana, um dos rios mais importantes da Península Ibérica, que atravessa a cidade de leste para oeste, virando em seguida para sul. Apesar da dimensão do município ser bastante menor do que no passado, Badajoz é o terceiro maior município de Espanha em área, a seguir a Cáceres e Lorca. Tem 10 núcleos populacionais, dentre os quais se destacam, além da cidade, Gévora, Valdebótoa e Villafranco del Guadiana, todos com mais de mil habitantes. A cidade foi fundada em 892 por Ibne Maruane, durante a ocupação muçulmana da Península Ibérica, num local habitado desde os tempos pré-históricos mais remotos e sobre um povoado visigodo já então desaparecido ou pelo menos muito degradado, no cimo de uma das duas colinas que dominam a cidade: o Cabeço da Muela ou o Cabeço do Montúrio. Em frente, na margem direita do Guadiana, situam-se as Cuestas (encostas) de Orinaza ou Cerro de San Cristóbal, também conhecidas antigamente como Baxernal ou Baxarnal. A fundação da cidade é comemorada pelos seus habitantes, denominados pacenses, na festa Almossasa Batalyaws, realizada em finais de setembro. A parte mais antiga da cidade é chamada Casco Antigo ou bairro histórico. Aí se encontram vários edifícios classificados como "Bem de Interesse Cultural", nomeadamente a catedral, a alcáçova, as muralhas de estilo Vauban, a Igreja de São Domingos e o Real Mosteiro de Santa Ana. Na década de 2000, a Praça Alta (Plaza Alta) e a Praça de Espanha, dois dos locais mais emblemáticos de Badajoz, foram restauradas em larga escala. A última é onde se encontra o ayuntamiento, a catedral, o Arquivo Histórico Municipal, o Museu Catedralício, a Casa del Cordón e a Casa Buiza. Outra praça importante em termos de património é a da Soledad, onde se encontram edifícios como a La Giralda, Las Tres Campnas e o Conservatório de Música. A quarta praça monumental da cidade é a de San Andrés, onde se situam a igreja homónima, o Hotel Cervantes a Casa Regionalista e a Casa Puebla. A cidade dispõe de vários parques e jardins.

Novo!!: Reconquista e Badajoz · Veja mais »

Batalha de Alarcos

A Batalha de Alarcos 18 de Julho de 1195, foi travada entre uma aliança de almóadas, liderados pelo califa Abu Yusuf Ya'qub al-Mansur, alguma cavalaria castelhana liderada por Pedro Fernandes de Castro contra o rei Afonso VIII de Castela.

Novo!!: Reconquista e Batalha de Alarcos · Veja mais »

Batalha de Arouca

A Batalha de Arouca travou-se nos campos de Santa Eulália em 1102.

Novo!!: Reconquista e Batalha de Arouca · Veja mais »

Batalha de Covadonga

A Batalha de Covadonga foi a primeira grande vitória das forças militares Cristãs na Hispânia a seguir à invasão árabe de 711.

Novo!!: Reconquista e Batalha de Covadonga · Veja mais »

Batalha de Guadalete

A Batalha de Guadalete ou Guadibeca foi uma batalha travada em 31 de Julho de 711 às margens do rio Guadalete, na atual província de Cádiz, na Andaluzia, no sul da actual Espanha, entre árabes e visigodos.

Novo!!: Reconquista e Batalha de Guadalete · Veja mais »

Batalha de Navas de Tolosa

A Batalha das Navas de Tolosa (em árabe Al - Uqab, معركة العقاب), conhecida simplesmente como "A Batalha" nas crónicas da época, foi travada em 16 de Julho de 1212, perto de Navas de Tolosa, na actual Espanha.

Novo!!: Reconquista e Batalha de Navas de Tolosa · Veja mais »

Batalha de Ourique

A Batalha de Ourique desenrolou-se muito provavelmente nos campos de Ourique, no actual Baixo Alentejo (sul de Portugal) em 25 de Julho de 1139 — significativamente, de acordo com a tradição, no dia do provável aniversário D. Afonso Henriques e de São Tiago, que a lenda popular tinha tornado patrono da luta contra os mouros; um dos nomes populares do santo, era precisamente "Matamouros".

Novo!!: Reconquista e Batalha de Ourique · Veja mais »

Batalha de Sacavém

A mítica batalha de Sacavém terá sido um recontro travado entre o primeiro rei português, D. Afonso Henriques, e os mouros, no início do cerco de Lisboa, em Julho de 1147, às margens do Trancão, junto da antiga ponte romana que cruzava o rio.

Novo!!: Reconquista e Batalha de Sacavém · Veja mais »

Batalha de Zalaca

Batalha de Zalaca travou-se em 23 de outubro de 1086 em Sagrajas, próximo a Badajoz, Espanha, confrontando os reinos cristãos da Península Ibérica e os Almorávidas da Mauritânia, que vieram em auxílio dos reis de Badajoz, Granada e de Sevilha.

Novo!!: Reconquista e Batalha de Zalaca · Veja mais »

Batalha do Monte Auseba

A Batalha de Auseba foi uma das primeiras batalhas da reconquista cristã da Península Ibérica, tendo precedido a famosa batalha de Covadonga, a qual marca o início da Reconquista propriamente dita.

Novo!!: Reconquista e Batalha do Monte Auseba · Veja mais »

Batalha do Salado

A Batalha do Salado foi travada a 30 de outubro de 1340, entre cristãos e mouros, junto da ribeira do Salado, na província de Cádis (sul de Espanha).

Novo!!: Reconquista e Batalha do Salado · Veja mais »

Beira Alta

A Província da Beira Alta foi criada, em 1832, por subdivisão da antiga província da Beira, passando a ser constituída pelas comarcas de Viseu, Lamego e Trancoso.

Novo!!: Reconquista e Beira Alta · Veja mais »

Beja

Beja é uma cidade portuguesa pertencente à região do Alentejo e sub-região do Baixo Alentejo, capital do Distrito de Beja e Capital do Baixo Alentejo com cerca de habitantes no seu perímetro urbano, sendo a capital do Distrito de Beja e sede da Diocese de Beja.

Novo!!: Reconquista e Beja · Veja mais »

Berberes

Mapa dos grupos berberes Os berberes (que chamam a si próprios Imazighen, ou seja, "homens livres"; singular Amazigh) referem-se ao conjunto de povos do Norte de África que falam línguas berberes, da família de línguas afro-asiáticas.

Novo!!: Reconquista e Berberes · Veja mais »

Bispo

Um bispo (do grego antigo επίσκοπος ou episcopos; e do latim episcopus: "inspetor", "diretor", "superintendente" ou, literalmente, "supervisor", de epi, fim/extremidade + skopos, vista, ou seja, "aquele que vê por cima, pelo alto, que supervisiona") é um título religioso presente em diversas confissões cristãs, tendo cada uma o seu conceito e suas tradições específicas.

Novo!!: Reconquista e Bispo · Veja mais »

Borgonha

A Borgonha Bourgogne foi uma região administrativa da França entre 1986 e 2015, integrando hoje a região Borgonha-Franco-Condado.

Novo!!: Reconquista e Borgonha · Veja mais »

Cabana

indígenas brasileiros por Jean-Baptiste Debret. Cabana, mucambo, mocambo, palhoça, palhota, tejupar, cubata ou choupana são denominações dadas a moradias construídas artesanalmente, muitas vezes de frágil constituição.

Novo!!: Reconquista e Cabana · Veja mais »

Califado Almóada

O Califado Almóada (ou Almôada, ou Almôade) foi uma potência religiosa berbere governada pela quinta dinastia moura, tendo se destacado do até meados do.

Novo!!: Reconquista e Califado Almóada · Veja mais »

Califado de Córdova

O Califado de Córdova (929 – 1031) foi a forma de governo islâmico que dominou a maior parte da Península Ibérica e do Norte de África com capital em Córdova.

Novo!!: Reconquista e Califado de Córdova · Veja mais »

Califado Omíada

O Califado Omíada (Umawiyy; Omaviyân; Emevi) foi o segundo dos quatro principais califados islâmicos estabelecidos após a morte de Maomé.

Novo!!: Reconquista e Califado Omíada · Veja mais »

Capitulação de Granada

Situada na região da Andaluzia, Espanha, a cidade de Granada, fundada em 756 pelos árabes, é desde o século XIII a capital do reino muçulmano de Granada.

Novo!!: Reconquista e Capitulação de Granada · Veja mais »

Castelo

O Alcázar de Segóvia, localizado na Espanha, com vista para a cidade homônima O Castelo de Bodiam, cercado por um fosso preenchido por água XV Castelo (castellum) é um tipo de estrutura fortificada, construída na Europa e Oriente Médio durante a Idade Média pelos nobres europeus.

Novo!!: Reconquista e Castelo · Veja mais »

Castelo de Alcácer do Sal

O Castelo de Alcácer do Sal, no Alentejo, localiza-se na cidade e concelho de Alcácer do Sal, distrito de Setúbal, em Portugal.

Novo!!: Reconquista e Castelo de Alcácer do Sal · Veja mais »

Castelo de Almada

O Castelo de Almada localiza-se na freguesia e cidade de Almada, no distrito de Setúbal, em Portugal.

Novo!!: Reconquista e Castelo de Almada · Veja mais »

Castelo de Évora

O Castelo de Évora, no Alentejo, localiza-se na cidade e Distrito de mesmo nome, em Portugal.

Novo!!: Reconquista e Castelo de Évora · Veja mais »

Castelo de Évora Monte

O Castelo de Évora Monte, também conhecido como Castelo de Evoramonte, localiza-se na freguesia de Evoramonte, concelho de Estremoz, distrito de Évora, no Alentejo, em Portugal.

Novo!!: Reconquista e Castelo de Évora Monte · Veja mais »

Castelo de Beja

O Castelo de Beja, no Alentejo, ergue-se na cidade, concelho e distrito de Beja, em Portugal.

Novo!!: Reconquista e Castelo de Beja · Veja mais »

Castelo de Leiria

O Castelo de Leiria localiza-se na cidade, freguesia, concelho e distrito de Leiria, em Portugal.

Novo!!: Reconquista e Castelo de Leiria · Veja mais »

Castelo de Moura

O Castelo de Moura, no Alentejo, localiza-se na freguesia de São João Baptista, concelho de Moura, distrito de Beja, em Portugal.

Novo!!: Reconquista e Castelo de Moura · Veja mais »

Castelo de Palmela

O Castelo de Palmela localiza-se na vila, freguesia e concelho de mesmo nome, distrito de Setúbal, em Portugal.

Novo!!: Reconquista e Castelo de Palmela · Veja mais »

Castelo de Santarém

Estátua de D. Afonso Henriques, Porta do Sol. Castelo de Santarém: aspeto das muralhas da Porta do Sol. Castelo de Santarém: Porta do Sol. O Castelo de Santarém, no Ribatejo localiza-se na freguesia de Marvila, cidade de Santarém, concelho e distrito de mesmo nome, em Portugal.

Novo!!: Reconquista e Castelo de Santarém · Veja mais »

Castelo de Serpa

O Castelo de Serpa, no Baixo Alentejo, localiza-se na freguesia de Salvador, povoação e concelho de Serpa, no distrito de Beja, em Portugal.

Novo!!: Reconquista e Castelo de Serpa · Veja mais »

Castelo de Tomar

O Castelo de Tomar, no Ribatejo, localiza-se na freguesia de São João Baptista, na cidade e concelho de Tomar, distrito de Santarém, em Portugal.

Novo!!: Reconquista e Castelo de Tomar · Veja mais »

Cádis

O palácio de Cádis Cádis Cádiz é uma cidade no sul de Espanha, banhada pelo Oceano Atlântico.

Novo!!: Reconquista e Cádis · Veja mais »

Cântabros

O povo cântabro (em latim, cantăber) foi um antigo povo pré-romano que habitava o norte da Península Ibérica, na atual Espanha, numa zona mais extensa que a atual comunidade de Cantábria, cuja capital se encontrava em Amaya, atualmente na província de Burgos.

Novo!!: Reconquista e Cântabros · Veja mais »

Círculo de Leitores

O Círculo de Leitores é o único Clube do Livro em Portugal, com uma rede de assistentes espalhada por todo o país.

Novo!!: Reconquista e Círculo de Leitores · Veja mais »

Cerco de Badajoz

O Cerco de Badajoz ocorreu em Maio de 1169.

Novo!!: Reconquista e Cerco de Badajoz · Veja mais »

Ceuta

Mapa de Ceuta Ceuta é uma cidade autónoma de Espanha situada na margem africana da desembocadura oriental do estreito de Gibraltar, na pequena península de Almina, em frente a Algeciras e ao território britânico de Gibraltar, situadas no lado oposto do estreito.

Novo!!: Reconquista e Ceuta · Veja mais »

Clero

Clero (do grego κληρος, transl. klêros), designa o conjunto de sacerdotes (ou clérigos ou ainda ministros sagrados) responsáveis por um culto religioso.

Novo!!: Reconquista e Clero · Veja mais »

Coimbra

Coimbra OTE é uma cidade portuguesa, capital do distrito de Coimbra, situada na província da Beira Litoral, região do Centro (Região das Beiras), sub-região estatística do Baixo Mondego, e comunidade intermunicipal da Região de Coimbra.

Novo!!: Reconquista e Coimbra · Veja mais »

Condado de Barcelona

O Condado de Barcelona corresponde ao território governado pelos Condes de Barcelona entre o século IX e o século XVIII, como uma entidade política na Catalunha, A partir do, em alguns contextos, a Catalunha passa a ser denominada "Principado da Catalunha", onde se inclui a Condado de Barcelona, sendo esta denominação explícita nos Decretos do Novo Plano ("Nueva Planta de la Real Audiencia del Principado de Cataluña").

Novo!!: Reconquista e Condado de Barcelona · Veja mais »

Condado de Castela

Castela foi, até à data da sua independência em 932, um condado que formava parte do Reino de Leão e que um século mais tarde se viria a tornar no Reino de Castela.

Novo!!: Reconquista e Condado de Castela · Veja mais »

Condado Portucalense

O Condado Portucalense (868 - 1139) foi um condado que surge ao longo do processo de reconquista da península ibérica pelos cristãos.

Novo!!: Reconquista e Condado Portucalense · Veja mais »

Conquista de Faro (1249)

A Conquista de Faro refere-se ao evento da conquista daquela cidade ao Califado Almóada por D. Afonso III de Portugal e Algarve, ocorrido em 1249.

Novo!!: Reconquista e Conquista de Faro (1249) · Veja mais »

Covadonga

Santuário de Covadonga Covadonga (em asturiano: Cuadonga) é uma vila no noroeste de Espanha, perto da montanha dos Picos de Europa, onde os cristãos da Hispânia venceram uma batalha contra os mouros, cerca de 718 e 725.

Novo!!: Reconquista e Covadonga · Veja mais »

Crónica Albeldense

O Codex Vigilanus (Albeldensis) ou Códice Albeldense (Vigilano), abreviação do nome completo latim Codex Conciliorum Albeldensis seu Vigilanus, é uma compilação em iluminuras de vários documentos históricos do período visigótico na Península Ibérica que se tornou fundamental para o estudo do Reino das Astúrias e do período da Reconquista.

Novo!!: Reconquista e Crónica Albeldense · Veja mais »

Crónica Sebastianense

Uma as versões existentes da Crónica de Afonso III é a Crónica Sebastianense, Ovetense ou Erudita.

Novo!!: Reconquista e Crónica Sebastianense · Veja mais »

Crise de 1383–1385 em Portugal

A Crise de 1383–1385 foi um período de guerra civil e na História de Portugal, também conhecido como Interregno, uma vez que não existia rei no poder.

Novo!!: Reconquista e Crise de 1383–1385 em Portugal · Veja mais »

Cristianismo

Cristianismo (do grego Xριστός, "Christós", messias, ungido, do heb. משיח "Mashiach") é uma religião abraâmica monoteístaO status do cristianismo como religião monoteísta é confirmado, entre outras fontes, na Catholic Encyclopedia (artigo ""); William F. Albright, From the Stone Age to Christianity; H. Richard Niebuhr; About.com,; Kirsch, God Against the Gods; Woodhead, An Introduction to Christianity; The Columbia Electronic Encyclopedia; The New Dictionary of Cultural Literacy,; New Dictionary of Theology,, pp.

Novo!!: Reconquista e Cristianismo · Veja mais »

Cronologia da Reconquista

A seguinte tabela descreve os acontecimentos da Reconquista, por ordem cronológica.

Novo!!: Reconquista e Cronologia da Reconquista · Veja mais »

Cruzada

Cruzada é um termo utilizado para designar qualquer dos movimentos militares de inspiração cristã que partiram da Europa Ocidental em direção à Terra Santa e à cidade de Jerusalém com o intuito de conquistá-las, ocupá-las e mantê-las sob domínio cristão.

Novo!!: Reconquista e Cruzada · Veja mais »

Decreto de Alhambra

Cópia assinada do édito de expulsão. O Decreto de Alhambra, também conhecido como Édito de Granada e Édito de Expulsão, foi um decreto régio promulgado pelos Reis Católicos, Isabel I de Castela e Fernando II de Aragão, ordenando a expulsão ou conversão forçada da população judaica da Espanha, e levando à fuga e dispersão dos sefarditas (judeus ibéricos) pelo Magrebe, Médio Oriente e sudeste da Europa.

Novo!!: Reconquista e Decreto de Alhambra · Veja mais »

Deserto

inglês). Áreas desérticas pelo mundo. Deserto, em geografia, é uma região que recebe pouca precipitação pluviométrica.

Novo!!: Reconquista e Deserto · Veja mais »

Dinis I de Portugal

Dinis I, O Lavrador ou O Poeta nasceu em Lisboa no dia e morreu em Santarém no dia), foi Rei de Portugal e do Algarve de 1279 até sua morte. Era o filho mais velho do rei Afonso III e sua segunda esposa Beatriz de Castela. Em 1282 desposou Isabel de Aragão, que ficaria conhecida como Rainha Santa. Ao longo de 46 anos de reinado, foi um dos principais responsáveis pela criação da identidade nacional e o alvor da consciência de Portugal enquanto estado-nação: em 1297, após a conclusão da Reconquista pelo seu pai, definiu as fronteiras de Portugal no Tratado de Alcanizes, prosseguiu relevantes reformas judiciais, instituiu a língua portuguesa como língua oficial da corte, criou a primeira Universidade portuguesa, libertou as Ordens Militares no território nacional de influências estrangeiras e prosseguiu um sistemático acréscimo do centralismo régio. A sua política centralizadora foi articulada com importantes acções de fomento económico - como a criação de inúmeros concelhos e feiras. D. Dinis ordenou a exploração de minas de cobre, prata, estanho e ferro e organizou a exportação da produção excedente para outros países europeus. Em 1308 assinou o primeiro acordo comercial português com a Inglaterra. Em 1312 fundou a marinha Portuguesa, nomeando 1º Almirante de Portugal, o genovês Manuel Pessanha, e ordenando a construção de várias docas. Foi grande amante das artes e letras. Tendo sido um famoso trovador, cultivou as Cantigas de Amigo, de Amor e a sátira, contribuindo para o desenvolvimento da poesia trovadoresca na Península Ibérica. Pensa-se ter sido o primeiro monarca português verdadeiramente alfabetizado, tendo assinado sempre com o nome completo. Foi o responsável pela criação da primeira Universidade portuguesa, inicialmente instalada em Lisboa e depois para Coimbra. Entre 1320 e 1324 houve uma guerra civil que opôs o rei ao futuro Afonso IV. Este julgava que o pai pretendia dar o trono a Afonso Sanches. Nesta guerra, o rei contou com pouco apoio popular, pois nos últimos anos de reinado deu grandes privilégios aos nobres. O infante contou com o apoio dos concelhos. Apesar dos motivos da revolta, esta guerra foi no fundo um conflito entre grandes e pequenos. Após a sua morte, em 1325 foi sucedido pelo seu filho legítimo, Afonso IV de Portugal, apesar da oposição do seu favorito, filho natural Afonso Sanches.

Novo!!: Reconquista e Dinis I de Portugal · Veja mais »

Douro (sub-região)

O Douro é uma sub-região estatística portuguesa, parte da Região Norte, integrando partes do Distrito de Bragança, Distrito de Vila Real, Distrito de Viseu e Distrito da Guarda e abrangida pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte.

Novo!!: Reconquista e Douro (sub-região) · Veja mais »

Ducado da Borgonha

O Ducado da Borgonha foi um dos estados mais importantes da Europa medieval, independente entre 880 e 1482.

Novo!!: Reconquista e Ducado da Borgonha · Veja mais »

Ducado da Cantábria

Mapa dos limites do Ducado da Cantábria. O Ducado da Cantábria (en cántabro Ducau de Cantabria) foi criado durante o reinado do rei visigodo Ervígio (680-687 d.C.), na tentativa de conseguir alguma autonomia e paz no norte da Península Ibérica.

Novo!!: Reconquista e Ducado da Cantábria · Veja mais »

Emir

Emir ou amir (termo que, em língua árabe, significa "comandante") é um título de nobreza, equivalente no Ocidente a príncipe, sendo historicamente usado nas nações islâmicas do Médio Oriente e Norte de África.

Novo!!: Reconquista e Emir · Veja mais »

Emirado de Córdova

O Emirado de Córdova (.

Novo!!: Reconquista e Emirado de Córdova · Veja mais »

Era dos Descobrimentos

Era dos descobrimentos (ou das Grandes Navegações) é a designação dada ao período da história que decorreu entre o e o início do, durante o qual, inicialmente, portugueses, depois espanhóis e, posteriormente, alguns países europeus exploraram intensivamente o globo terrestre em busca de novas rotas de comércio.

Novo!!: Reconquista e Era dos Descobrimentos · Veja mais »

Escravidão

francês Jean-Léon Gérôme Fotografia de um menino escravo em Zanzibar, em 1890 A escravidão (denominada também de escravismo, escravagismo ou escravatura) é a prática social em que um ser humano assume direitos de propriedade sobre outro designado por escravo, imposta por meio da força.

Novo!!: Reconquista e Escravidão · Veja mais »

Espanha

Espanha (España), também conhecido como Reino de/da Espanha Reino de España é um país situado na Europa meridional, na Península Ibérica.

Novo!!: Reconquista e Espanha · Veja mais »

Estado

Leviatã'', de Thomas Hobbes. A obra defende um estado com um governo forte, que impeça a anarquia. O termo Estado (do latim status: modo de estar, situação, condição) data do século XIII e se refere a qualquer país soberano, com estrutura própria e politicamente organizado, bem como designa o conjunto das instituições que controlam e administram uma nação.

Novo!!: Reconquista e Estado · Veja mais »

Estandarte

Estandarte Nacional de Portugal Estandarte Real de Portugal. Estandarte Municipal de Lisboa. Um estandarte é um tipo de bandeira ricamente bordada, às vezes em fios de ouro, e que não se prestam a ser hasteadas e sim levadas pela tropa, como "guias", utilizada por diversas instituições.

Novo!!: Reconquista e Estandarte · Veja mais »

Exército Português

O Exército Português é o ramo terrestre das Forças Armadas Portuguesas, encarregado - em conjunto com os outros ramos - da defesa militar da Nação.

Novo!!: Reconquista e Exército Português · Veja mais »

Faro

Faro é uma cidade portuguesa com cerca de habitantes, capital do Distrito de Faro, da região, sub-região e ainda da antiga província do Algarve.

Novo!!: Reconquista e Faro · Veja mais »

Fernando de Portugal

* Fernando I de Portugal — rei de Portugal (século XIV).

Novo!!: Reconquista e Fernando de Portugal · Veja mais »

Fernando I de Leão

Fernando I de Leão (1016 — 27 de dezembro de 1065), cognominado o Grande ou o Magno, Rei de Leão (1037-1065), Conde de Castela (1035-1065), conquistou Viseu e Coimbra em 1064. Era filho de Sancho Garcês III de Pamplona e da Rainha Munia Mayor de Castela. De sua mãe herdou o condado de Castela, e conquistou pela força das armas o reino de Leão, coroa da qual se tornou rei consorte pelo casamento com a irmã do rei Bermudo III de Leão, a rainha Sancha I de Leão. Em 20 de janeiro de 1064 parte para Santiago de Compostela, em peregrinação para pedir a intercessão de Santiago, para o cerco que iria a efectuar em Coimbra. Nesta viagem, parte com a sua esposa Sancha, os bispos de Santiago, Lugo, Mondonhedo e Sesnando, este último do Porto, para além dos abades de Celanova e Guimarães, para além de outras personagens notáveis. Depois de um cerco de seis meses, rendidos pela fome, as tropas de Almançor rendem-se a 9 de julho de 1064. Depois desta vitória, Fernando Magno parte juntamente com Sesnando para Santiago de Compostela, para agradecer o feito, tornando-se na primeira peregrinação a partir de terras portuguesas, que se tenha conhecimento por documentação histórica. Tal como fez seu pai, também dividiu o seu reino à hora da morte; assim, o seu primogénito, Sancho, herdou o reino principal, Castela; o resto dos seus domínios foi repartido por Afonso (Leão), Garcia (Galiza), e ainda Elvira e Urraca (a quem deixou a posse de dois mosteiros). Fernando acabou por falecer na Festa de São João Batista, a 27 de dezembro de 1065.

Novo!!: Reconquista e Fernando I de Leão · Veja mais »

Fernão Peres de Trava

Fernão Peres de Trava (Fernando Pérez de Traba; c. 1100 - Santiago de Compostela, 1 de novembro de 1155) foi um nobre galego, conde de Trava e Trastâmara, amante de Teresa de Leão, condessa de Portugal e mãe do rei Afonso I Henriques.

Novo!!: Reconquista e Fernão Peres de Trava · Veja mais »

Feudalismo

Rolando jura lealdade a Carlos Magno, a partir de um manuscrito do século XIV(?) O feudalismo foi um modo de organização social e político baseado nas relações servo-contratuais (servis).

Novo!!: Reconquista e Feudalismo · Veja mais »

França

França (France; 10px ouça), oficialmente República Francesa (République française) é um país, ou, mais especificamente, um Estado unitário desconcentrado, localizado na Europa Ocidental, com várias ilhas e territórios ultramarinos noutros continentes.

Novo!!: Reconquista e França · Veja mais »

Francos

Reconstituição de um antigo guerreiro franco Os francos formavam uma das tribos germânicas que adentraram o espaço do Império Romano a partir da Frísia como federados e estabeleceram um reino duradouro na área que cobre a maior parte da França dos dias de hoje e na região da Francônia na Alemanha, formando a semente histórica de ambos esses países modernos.

Novo!!: Reconquista e Francos · Veja mais »

Galegos

Os galegos são um grupo étnico ou nacional cuja pátria é a Galiza, uma região histórica (antigamente reino) no sudoeste da Europa, que desde 1833 faz parte do reino de Espanha.

Novo!!: Reconquista e Galegos · Veja mais »

Galiza

A Galiza é uma nação organizada enquanto comunidade autónoma espanhola, com o estatuto de nacionalidade histórica.

Novo!!: Reconquista e Galiza · Veja mais »

Garcia II da Galiza

Garcia II da Galiza (— 1090) foi um dos três filhos e herdeiros de Fernando Magno de Leão e Castela.

Novo!!: Reconquista e Garcia II da Galiza · Veja mais »

Godos

Godos Os godos (em gótico Gut-þiuda; em nórdico antigo Gutar/Gotar) eram um povo germânico originário, segundo Jordanes, das regiões meridionais da Escandinávia.

Novo!!: Reconquista e Godos · Veja mais »

Guerra civil

Uma guerra civil é uma guerra entre grupos organizados dentro do mesmo estado-nação ou república,James Fearon, in Foreign Affairs, março/abril de 2007.

Novo!!: Reconquista e Guerra civil · Veja mais »

Guerra de Granada

Guerra de Granada é o nome pelo qual se conhece o conjunto de campanhas militares que decorreram entre 1482 e 1492, durante o reinado dos Reis Católicos, no interior do reino de Granada. Culminou com a rendição negociada mediante capitulação do rei Boabdil, que ao longo da guerra tinha oscilado entre a aliança, o jogo duplo, o apaziguamento e o confronto aberto com ambos os lados. Os dez anos de guerra não foram um esforço contínuo: houve um ritmo sazonal de campanhas iniciadas na primavera e terminadas no inverno. Além disso, o conflito esteve sujeito a numerosas vicissitudes bélicas e civis: notáveis foram os confrontos internos dentro da parte muçulmana; enquanto que no lado cristão foi decisiva a capacidade de integração numa missão comum das cidades, a nobreza castelhana e o imprescindível impulso do baixo clero, e a autoridade da emergente Monarquia Católica. A participação da Coroa de Aragão (cujos reinos estavam muito menos sujeitos ao autoritarismo real) foi de menor importância: além da presença do próprio rei Fernando, consistiu na colaboração naval, na contribuição de experientes artilheiros, e algum empréstimo financeiro. Era evidente a natureza da empresa, claramente castelhana, e a integração na Coroa de Castela do reino conquistado. Os diplomatas entregaram as chaves da cidade, e a fortaleza-palácio do Alhambra, no dia 2 de Janeiro de 1492, data comemorada anualmente com uma ostentação de bandeiras no Município de Granada.

Novo!!: Reconquista e Guerra de Granada · Veja mais »

Guerra santa

Guerra santa é uma guerra causada por diferenças entre as religiões.

Novo!!: Reconquista e Guerra santa · Veja mais »

Henrique de Borgonha, conde de Portucale

Henrique de Borgonha conhecido em Portugal por Conde D. Henrique (Dijon, 1066 — Astorga, 12 de maio de 1112) foi conde de Portucale desde 1093 até à sua morte.

Novo!!: Reconquista e Henrique de Borgonha, conde de Portucale · Veja mais »

Hispânia

Hispânia (em latim Hispania), foi o nome dado pelos romanos à Península Ibérica (atuais Portugal, Espanha, Andorra, Gibraltar e uma pequena parte a sul da França).

Novo!!: Reconquista e Hispânia · Veja mais »

História de Espanha

O nome "Espanha", evolução da designação do Império Romano "Hispânia", era, até ao, apenas descritivo da Península Ibérica, não se referindo a um país ou Estado específico, mas ao conjunto de todo o território ibérico e dos países que nele se incluíam.

Novo!!: Reconquista e História de Espanha · Veja mais »

História de Portugal

A história de Portugal como nação europeia remonta à Baixa Idade Média, quando o condado Portucalense se tornou autónomo do reino de Leão.

Novo!!: Reconquista e História de Portugal · Veja mais »

Hugo de Cluny

Hugo de Cluny, dito o Grande, foi o sexto abade de Cluny desde 1049 até à sua morte. Foi uma das figuras mais marcantes do seu tempo, vindo a ser canonizado pela Igreja Católica. Terá sido recebido nessa abadia por Santo Odilon aos 16 anos e sucedeu-lhe no ofício de abade superior aos 25 anos, que governou por 62 anos. Serviu a nove Papas, foi conselheiro de imperadores, reis, bispos e superiores religiosos. Era descendente da família dos duques da Borgonha, e parente próximo do conde D. Henrique de Portucale.

Novo!!: Reconquista e Hugo de Cluny · Veja mais »

Igreja

Catedral de Notre-Dame, em Paris, na França. Igreja (do grego εκκλησία através do latim ecclesia) é uma instituição religiosa cristã separada do Estado, ou uma comunidade de fiéis ligados pela mesma fé e submetidos aos mesmos chefes espirituais.

Novo!!: Reconquista e Igreja · Veja mais »

Igreja Católica

A Igreja Católica (o termo "católico", derivado da palavra grega: καθολικός (katholikos), significa "universal", "geral" ou "referente à totalidade"), chamada também de Igreja Católica Romana e Igreja Católica Apostólica Romana, é uma Igreja cristã com aproximadamente dois mil anos, colocada sob a autoridade suprema visível do Papa, Bispo de Roma e sucessor do apóstolo Pedro.

Novo!!: Reconquista e Igreja Católica · Veja mais »

Império Almorávida

Almorávidas (al-Murābiṭūn, sing. مرابط, Murābiṭ, "marabuto", espécie de ermitão muçulmano) foram originariamente uns monges-soldados saídos de grupos nómadas provenientes do Saara.

Novo!!: Reconquista e Império Almorávida · Veja mais »

Império Merínida

Os Merínidas ou Banu Marin (em português arcaico: Benamerim; Imrinen) foram uma dinastia berbere que reinou em Marrocos, no chamado Reino de Fez, após a queda do Califado Almóada entre os séculos XIII e XV.

Novo!!: Reconquista e Império Merínida · Veja mais »

Independência de Portugal

Em terras de Portugal habitavam em tempos remotos diversos povos: celtas, iberos, lusitanos (autóctones), romanos e árabes (invasores).

Novo!!: Reconquista e Independência de Portugal · Veja mais »

Isabel I de Castela

Isabel I (Madrigal de las Altas Torres, – Medina del Campo), apelidada de "a Católica", foi a Rainha de Castela e Leão de 1474 até sua morte, além de Rainha Consorte de Aragão a partir de 1479 e Imperatriz titular do Império Bizantino de 1502 até sua morte.

Novo!!: Reconquista e Isabel I de Castela · Veja mais »

Islão

Islamismo, (Islām), é uma religião abraâmica monoteísta articulada pelo Alcorão, um texto considerado pelos seus seguidores como a palavra literal de Deus (Alá, Allāh), e pelos ensinamentos e exemplos normativos (a chamada suna, parte do hádice) de Maomé, considerado pelos fiéis como o último profeta de Deus.

Novo!!: Reconquista e Islão · Veja mais »

José Hermano Saraiva

José Hermano Baptista Saraiva GCIH • GCIP • ComNSC (Leiria, 3 de outubro de 1919 — Palmela, 20 de julho de 2012) foi um advogado, historiador, professor liceal, político, diplomata, divulgador e comunicador televisivo português.

Novo!!: Reconquista e José Hermano Saraiva · Veja mais »

Língua castelhana

O castelhano (castellano) ou espanhol (español) é uma língua românica ocidental do grupo ibero-românico que evoluiu a partir de vários dialetos do latim falados no centro-norte da Península Ibérica por volta do século IX.

Novo!!: Reconquista e Língua castelhana · Veja mais »

Leão

O leão (nome científico: Panthera leo) é uma espécie de mamífero carnívoro do gênero Panthera e da família Felidae.

Novo!!: Reconquista e Leão · Veja mais »

Leiria

Leiria é uma cidade portuguesa, capital do distrito de Leiria, situada na província da Beira Litoral, região do Centro (Região das Beiras) e sub-região do Pinhal Litoral, com cerca de 63000 habitantes no seu perímetro urbano.os habitantes desta cidade chamam-se leirienses ou coliponenses É sede de um município com de área e habitantes (2011) subdividido em 18 freguesias, o que faz dele o segundo concelho mais populoso das Beiras, só superado por Coimbra.

Novo!!: Reconquista e Leiria · Veja mais »

Lisboa

Lisboa GCTE é a capital de Portugal e a cidade mais populosa do país.

Novo!!: Reconquista e Lisboa · Veja mais »

Lista de condes da Borgonha

right O Condado da Borgonha ou Franco Condado era uma casa feudal da Europa medieval, tradicionalmente vassala do Sacro Império Romano-Germânico.

Novo!!: Reconquista e Lista de condes da Borgonha · Veja mais »

Lista de monarcas de Aragão

Brasão do Reino de Aragão Abaixo consta a relação inicialmente dos condes do Condado de Aragão e depois dos reis do Reino de Aragão, constituído na sua sequência e alargamento territorial.

Novo!!: Reconquista e Lista de monarcas de Aragão · Veja mais »

Lista de monarcas de Castela

Embaixo encontra-se uma Lista de Monarcas de Castela, desde a fundação deste reino (como condado) até à unificação de Espanha em 1516.

Novo!!: Reconquista e Lista de monarcas de Castela · Veja mais »

Lista de monarcas de Portugal

Bandeira dos Reis de Portugal (séculos XVIII–XX) Esta é uma lista de Reis de Portugal desde a independência do Condado Portucalense em relação ao reino de Leão, em 1139, sob a chefia de Dom Afonso Henriques, então conde de Portucale, e primeiro rei de Portugal como, até à Implantação da República Portuguesa, em 5 de outubro de 1910, que depôs o último rei português, Dom Manuel II.

Novo!!: Reconquista e Lista de monarcas de Portugal · Veja mais »

Lista de reis da Galiza

O reino da Galiza, ou unidade administrativa da Galiza, de jure dependente do reino das Astúrias (até depois do séxulo X) ou de Leão OLIVEIRA MARQUES, A. H. de.

Novo!!: Reconquista e Lista de reis da Galiza · Veja mais »

Lista de reis das Astúrias

ImageSize.

Novo!!: Reconquista e Lista de reis das Astúrias · Veja mais »

Lista de reis de Leão

O reino medieval de Leão teve a sua origem na transferência da capital do reino das Astúrias de Oviedo para a cidade de Leão, nos tempos de Afonso III das Astúrias.

Novo!!: Reconquista e Lista de reis de Leão · Veja mais »

Lista de reis de Navarra

Escudo do Reino de Navarra Esta é uma lista de reis de Pamplona e Navarra, desde a fundação do reino no até ao.

Novo!!: Reconquista e Lista de reis de Navarra · Veja mais »

Lista de reis visigodos

Lista de reis godos, segundo Nicolas Lenglet-DufresnoyNicolas Lenglet-Dufresnoy, Tablettes chronologiques de l'histoire universelle sacrée et profane, ecclésiastique et civile, depuis la création du monde, jusqu'à l'an 1743..., Histoire d'Espagne, Rois goths, p. 406 (anos 369-567), p. 412 (anos 568-642).

Novo!!: Reconquista e Lista de reis visigodos · Veja mais »

Mar Mediterrâneo

O mar Mediterrâneo é um mar entre a Europa e a África, tendo abertura e comunicação direta com o Atlântico através do estreito de Gibraltar e o Oriente Médio como limite oriental.

Novo!!: Reconquista e Mar Mediterrâneo · Veja mais »

Marrocos

Marrocos (al-Maġrib; Amerruk / Murakuc; Maroc), oficialmente Reino de Marrocos (al-Mamlakah al-Maġribiyya; Tageldit n Umerruk; Royaume du Maroc) é um país soberano localizado na região do Magrebe, no norte da África.

Novo!!: Reconquista e Marrocos · Veja mais »

Mauritânia

A Mauritânia (موريتانيا; transl. Mūrītānyā; em berber: Muritanya ou Agawej; em uólofe: Gànnaar; em soninquês: Murutaane; em pulaar: Moritani; Mauritanie), oficialmente República Islâmica da Mauritânia (em árabe: الجمهورية الإسلامية الموريتانية, translit.: al-Jumhūriyyah al-ʾIslāmiyyah al-Mūrītāniyyah) é um país situado no noroeste da África.

Novo!!: Reconquista e Mauritânia · Veja mais »

Médio Oriente

Oriente Médio Oriente médio O (em árabe الشرق الأوسط, ash-sharq-al-awsat) é um termo que se refere a uma área geográfica à volta das partes leste e sul do mar Mediterrâneo.

Novo!!: Reconquista e Médio Oriente · Veja mais »

Milagre

céticos Cater, Rita; et alii - O Livro do Cérebro - Tradução de Francis Jones - Rio de Janeiro - Agir - 2012 - ISBN 978-85-220-1361-6. Em acepção geralmente empregada, milagre ou miráculo(do latim miraculum, do verbo mirare, "maravilhar-se") é um acontecimento dito extraordinário que, à luz dos sentidos e conhecimentos até então disponíveis, não possuindo explicação científica ainda conhecida, dá-se de forma a sugerir uma violação das leis naturais que regem os fenômenos ordinários.

Novo!!: Reconquista e Milagre · Veja mais »

Minho (província)

Província tradicional do Minho O Minho é uma província tradicional portuguesa, no Norte de Portugal, que estava inserida na antiga região Entre Douro e Minho e que foi formalmente confirmada por uma reforma administrativa havida em 1936.

Novo!!: Reconquista e Minho (província) · Veja mais »

Moçárabes

Os moçárabes (do árabe مستعرب musta'rib, "arabizado") eram cristãos ibéricos que viviam sob o governo muçulmano no Alandalus.

Novo!!: Reconquista e Moçárabes · Veja mais »

Monarquia

Monarquia é a mais antiga forma de governo ainda em vigor.

Novo!!: Reconquista e Monarquia · Veja mais »

Mosteiro

Santa Maria del Parral, em Segóvia, Espanha Um mosteiro é um edifício de habitação, oração e trabalho de uma comunidade de monges e freiras, e que é construído fora da malha urbana de uma cidade.

Novo!!: Reconquista e Mosteiro · Veja mais »

Moura

Moura é uma cidade raiana portuguesa pertencente ao Distrito de Beja, região do Alentejo e sub-região do Baixo Alentejo, com cerca de 11.000 habitantes É sede de um município com de área e habitantes (2011), subdividido em 5 freguesias.

Novo!!: Reconquista e Moura · Veja mais »

Mouros

"Mouriscos do Reino de Granada, passeando pelo campo com mulher e criança". Desenho de Christoph Weiditz (1529) Mouros, mauritanos, mauros ou sarracenos são considerados, originalmente, os povos oriundos do Norte de África, praticantes do Islão, nomeadamente Marrocos, Argélia, Mauritânia e Saara Ocidental, invasores da região da Península Ibérica, Sicília, Malta e parte de França, durante a Idade Média.

Novo!!: Reconquista e Mouros · Veja mais »

Muçulmano

Muçulmanos na Mesquita Azul, em Istambul, Turquia. Muçulmanos Muçulmano é todo o indivíduo que adere ao Islã, uma religião monoteísta centrada na vida e nos ensinamentos de profeta Maomé, que teria recebido revelações do Arcanjo Gabriel.

Novo!!: Reconquista e Muçulmano · Veja mais »

Mundo ocidental

imigração e colonização europeia Samuel Huntington em seu livro ''Choque de civilizações'' (1996). Mundo ocidental, civilização ocidental ou simplesmente Ocidente (occidens - "pôr do sol, oeste", como distinto de Oriente), é um termo que se refere a diferentes nações, dependendo do contexto.

Novo!!: Reconquista e Mundo ocidental · Veja mais »

Navarra

Navarra (em basco, Nafarroa), oficialmente denominada Comunidade Foral de Navarra (em castelhano: Comunidad Foral de Navarra; em basco: Nafarroako Foru Erkidegoa) é uma comunidade autónoma da Espanha, cujo território equivale ao da província do mesmo nome e, historicamente, corresponde ao antigo Reino de Navarra.

Novo!!: Reconquista e Navarra · Veja mais »

Navas de Tolosa

Imaculada (século XVIII) Batalha de Navas de Tolosa (1212) Navas de Tolosa, localidade espanhola pertencente a La Carolina, junto à Serra Morena.

Novo!!: Reconquista e Navas de Tolosa · Veja mais »

Norte

Norte, conhecido também por setentrião, setentrional ou boreal, geográfica ou astronomicamente, é uma direcção/direção fundamentada no sentido de rotação do planeta e o ponto zero dos quatro pontos cardeais.

Novo!!: Reconquista e Norte · Veja mais »

Norte de África

O Norte de África (Norte da África, Norte d'África, África do Norte, África setentrional ou África branca (por oposição à África Negra)) compreende os países localizados no norte do continente africano, junto ao Mediterrâneo, nomeadamente Marrocos, Tunísia, Argélia, Líbia e Egito.

Novo!!: Reconquista e Norte de África · Veja mais »

Ordem militar

As Ordens militares (e religiosas) nasceram oficialmente por motivos da necessidade de proteger os ''peregrinos'' cristãos nas suas movimentações em algumas regiões, em especial a Terra Santa, o que naturalmente envolveu combates com os muçulmanos.

Novo!!: Reconquista e Ordem militar · Veja mais »

Ourique

Ourique é uma vila portuguesa pertencente ao Distrito de Beja, região do Alentejo e sub-região do Baixo Alentejo, com menos de habitantes.

Novo!!: Reconquista e Ourique · Veja mais »

Palmela

Palmela é uma vila portuguesa pertencente ao Distrito de Setúbal, região de Lisboa e sub-região da Península de Setúbal, com cerca de habitantes.

Novo!!: Reconquista e Palmela · Veja mais »

Pamplona

Pamplona (em e co-oficialmente Iruña ou Iruñea) é um município e cidade da Espanha, capital da província e comunidade foral (autónoma) de Navarra.

Novo!!: Reconquista e Pamplona · Veja mais »

Pedro I

*São Pedro — ou papa Pedro I.

Novo!!: Reconquista e Pedro I · Veja mais »

Pelágio das Astúrias

Pelágio (Pelagius; galego Paio e castelhano Pelayo) foi um nobre, fundador e o primeiro monarca do Reino das Astúrias, governando em Cangas de Onís, Astúrias, de 718 a 737, data de sua morte.

Novo!!: Reconquista e Pelágio das Astúrias · Veja mais »

Peleja

Peleja é um gênero poético popular dialogado, em que dois poetas compõem versos de improviso um contra o outro, caracterizando uma disputa verbal.

Novo!!: Reconquista e Peleja · Veja mais »

Península Ibérica

A Península Ibérica está situada no sudoeste da Europa.

Novo!!: Reconquista e Península Ibérica · Veja mais »

Pilhagem

São Francisco, Estados Unidos A pilhagem, também chamada de saque, é o furto ou roubo indiscriminado de bens alheios como parte de uma vitória política ou militar, ou no decorrer de uma catástrofe ou tumulto, como numa guerra ou num desastre natural.

Novo!!: Reconquista e Pilhagem · Veja mais »

Pireneus

Os são uma cordilheira no sudoeste da Europa cujos montes formam uma fronteira natural entre a França e a Espanha.

Novo!!: Reconquista e Pireneus · Veja mais »

Plantio

A sementeira está diretamente ligado à ação de semear, lançar na terra a semente para que a planta germine, cresça e dê fruto.

Novo!!: Reconquista e Plantio · Veja mais »

Portugal

Portugal, oficialmente República Portuguesa, é um país soberano unitário localizado no sudoeste da Europa, cujo território se situa na zona ocidental da Península Ibérica e em arquipélagos no Atlântico Norte. O território português tem uma área total de, sendo delimitado a norte e leste por Espanha e a sul e oeste pelo oceano Atlântico, compreendendo uma parte continental e duas regiões autónomas: os arquipélagos dos Açores e da Madeira. Portugal é a nação mais a ocidente do continente europeu. O nome do país provém da sua segunda maior cidade, Porto, cujo nome latino-celta era Portus Cale. O território dentro das fronteiras atuais da República Portuguesa tem sido continuamente povoado desde os tempos pré-históricos: ocupado por celtas, como os galaicos e os lusitanos, foi integrado na República Romana e mais tarde colonizado por povos germânicos, como os suevos e os visigodos. No século VIII, as terras foram conquistadas pelos mouros. Durante a Reconquista cristã foi formado o Condado Portucalense,  estabelecido no século XI por Vímara Peres, um vassalo do rei das Astúrias. O condado tornou-se parte do Reino de León em 1097, e os condes de Portugal estabeleceram-se como governantes independentes do reino no século XII, após a batalha de São Mamede. Com o estabelecimento do Reino de Portugal em 1139, cuja independência foi reconhecida em 1143. Em 1297 foram definidas as fronteiras no tratado de Alcanizes, tornando Portugal no mais antigo Estado-nação da Europa. Nos séculos XV e XVI, como resultado de pioneirismo na Era dos Descobrimentos (ver: descobrimentos portugueses), Portugal expandiu a influência ocidental e estabeleceu um império que incluía possessões na África, Ásia, Oceânia e América do Sul, tornando-se a potência económica, política e militar mais importante de todo o mundo. O Império Português foi o primeiro império global da História e também o mais duradouro dos impérios coloniais europeus, abrangendo quase 600 anos de existência, desde a conquista de Ceuta em 1415, até à transferência de soberania de Macau para a China em 1999. No entanto, a importância internacional do país foi bastante reduzida durante o século XIX, especialmente após a independência do Brasil, a sua maior colónia. Com a Revolução de 1910, a monarquia terminou, tendo desde 1139 até 1910, 34 monarcas. A Primeira República Portuguesa foi muito instável, devido ao elevado parlamentarismo. O regime deu lugar à ditadura militar devido a um levantamento em 28 de maio de 1926. Em 1933, um novo regime autoritário, o Estado Novo, presidido por Salazar até 1968, geriu o país até 25 de abril de 1974. A democracia representativa foi instaurada após a Revolução dos Cravos, em 1974, que terminou a Guerra Colonial Portuguesa. As províncias ultramarinas de Portugal tornaram-se independentes, sendo as mais proeminentes Angola e Moçambique. Portugal é um país desenvolvido, com um Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) considerado como muito elevado. O país foi classificado na 19.ª posição em qualidade de vida (em 2005), tem um dos melhores sistemas de saúde do planeta e é, também, uma das nações mais globalizadas e pacíficas do mundo. É membro da Organização das Nações Unidas (ONU), da União Europeia (incluindo a Zona Euro e o Espaço Schengen), da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) e da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Portugal também participa em diversas missões de manutenção de paz das Nações Unidas.

Novo!!: Reconquista e Portugal · Veja mais »

Província

Província é a divisão territorial de nível superior utilizada em muitos países.

Novo!!: Reconquista e Província · Veja mais »

Raimundo de Borgonha

Raimundo de Borgonha Raimundo de Borgonha (Besançon, — Grajal de Campos) foi o quarto filho de "o Grande", conde de Borgonha, e tinha como apanágio o pequeno condado de Amous.

Novo!!: Reconquista e Raimundo de Borgonha · Veja mais »

Razia

Razia (do razzier, rezzou, por sua vez do غز; ghazw ou ghazah, "batalha"), na literatura europeia ocidental, é um termo que designa a invasão de território inimigo ou estrangeiro, numa incursão rápida visando o saque (de rebanhos, alimentos, pessoas).

Novo!!: Reconquista e Razia · Veja mais »

Reino da Galiza

O Reino da Galiza (Reino de Galicia ou Reino de Galiza; Galliciense Regnum; - 1833) foi uma entidade política surgida no noroeste da Península Ibérica no territorio da provincia romana da Gallaecia.

Novo!!: Reconquista e Reino da Galiza · Veja mais »

Reino das Astúrias

O Reino das Astúrias foi a primeira região da Península Ibérica que se libertou do domínio dos mouros quando da invasão por estes da Península Ibérica.

Novo!!: Reconquista e Reino das Astúrias · Veja mais »

Reino de Aragão

O Reino de Aragão (em aragonês: Reino d'Aragón) foi um dos reinos cristãos que nasceram na Península Ibérica durante a Reconquista.

Novo!!: Reconquista e Reino de Aragão · Veja mais »

Reino de Castela

O Reino de Castela foi um dos antigos reinos da Península Ibérica formados durante a Reconquista.

Novo!!: Reconquista e Reino de Castela · Veja mais »

Reino de Leão

O Reino de Leão foi um dos antigos reinos ibéricos surgidos no período da reconquista cristã sendo independente durante três períodos: de 910 a 1037 (sob domínio da casa Leonesa), de 1065 a 1072 (sob o domínio da casa de Navarra) e de 1157 a 1230 (sob o domínio da casa da Borgonha).

Novo!!: Reconquista e Reino de Leão · Veja mais »

Reino de Navarra

O Reino de Navarra foi um dos reinos medievais da Europa, com território no norte da Península Ibérica e nos Pirenéus ocidentais.

Novo!!: Reconquista e Reino de Navarra · Veja mais »

Reino de Portugal

O Reino de Portugal era a denominação de Portugal sob a governação de um regime monárquico, e no início ainda sem o reino dos Algarves.

Novo!!: Reconquista e Reino de Portugal · Veja mais »

Reino do Algarve

Arco do Repouso nas Muralhas de Faro, onde terá repousado (de acordo com uma lenda) D. Afonso III no "fim" da Reconquista. O Reino do Algarve foi um antigo reino que existiu na região do Algarve, em Portugal.

Novo!!: Reconquista e Reino do Algarve · Veja mais »

Reino nasrida de Granada

A Alhambra, centro do poder do Reino de Granada O Reino ou Emirado nasrida de Granada (إمارة غرناطة, Imarat Gharnāṭah) foi uma unidade política que existiu na Península Ibérica entre 1238 e 1492.

Novo!!: Reconquista e Reino nasrida de Granada · Veja mais »

Reino Visigótico

O Reino Visigótico foi um Estado germânico fundado pelos visigodos que ocupou o sudoeste da Gália (atual França) e a Península Ibérica dos séculos V-VIII.

Novo!!: Reconquista e Reino Visigótico · Veja mais »

Reis Católicos

O título de Reis Católicos é o nome pelo qual ficou conhecido o casal composto pela Rainha Dona Isabel de Castela e o Rei Dom Fernando II de Aragão.

Novo!!: Reconquista e Reis Católicos · Veja mais »

Religião

Religião (do latim religio, -onis) é um conjunto de sistemas culturais e de crenças, além de visões de mundo, que estabelece os símbolos que relacionam a humanidade com a espiritualidade e seus próprios valores morais.

Novo!!: Reconquista e Religião · Veja mais »

Rio Douro

O rio Douro (Duero) é um rio que nasce em Espanha na província de Sória, nos picos da Serra de Urbião, GPS (42.007121, -2.879944), (Sierra de Urbión), a 2160 metros de altitude e atravessa o norte de Portugal.

Novo!!: Reconquista e Rio Douro · Veja mais »

Rio Guadalete

O rio Guadalete é um rio localizado na província espanhola de Cádis, nascendo nas montanhas de Grazalema numa elevação de aproximadamente 1000 m, e fluindo por mais de 172 km até a baía de Cádis em El Puerto de Santa María, a sul da cidade de Cádis.

Novo!!: Reconquista e Rio Guadalete · Veja mais »

Rio Minho

O Minho (em espanhol e em galego Miño) é um rio internacional que nasce a uma altitude de 750 m na serra de Meira, na Comunidade Autónoma da Galiza e percorre cerca de 340 quilómetros até desaguar no oceano Atlântico a sul da localidade da Guarda e a norte de Caminha.

Novo!!: Reconquista e Rio Minho · Veja mais »

Rio Mondego

O rio Mondego é o quinto maior rio português e o primeiro de todos os que têm o seu curso inteiramente em Portugal.

Novo!!: Reconquista e Rio Mondego · Veja mais »

Rio Tejo

O rio Tejo (em espanhol: Tajo) é o rio mais extenso da Península Ibérica.

Novo!!: Reconquista e Rio Tejo · Veja mais »

Rodrigo

Rodrigo (Ruderic, Roderic, Roderik, Roderich ou Roderick nas línguas germânicas; Ludharīq لذريق‎ em árabe) (? — 714) foi rei visigodo da Hispânia de 710 a 711.

Novo!!: Reconquista e Rodrigo · Veja mais »

Sacavém

Sacavém (AFI) é uma pequena cidade portuguesa do concelho de Loures, poucos quilómetros a Nordeste da capital do País, Lisboa, com 4,08 km² de área e 18 469 habitantes (2011).

Novo!!: Reconquista e Sacavém · Veja mais »

Salamanca

Salamanca é um município da província homônima, na comunidade autónoma de Castela e Leão, na Espanha.

Novo!!: Reconquista e Salamanca · Veja mais »

Sancho Garcês III de Pamplona

''Arrano beltza'', símbolo de Navarra durante os tempos de Sancho "O Maior" Sancho Garcês III de Pamplona, "o Grande" (— 18 de Outubro 1035), foi rei de Pamplona, conde consorte de Castela de 1029 a 1035 por casamento, e ainda Conde de Aragão de 1004 a 1035.

Novo!!: Reconquista e Sancho Garcês III de Pamplona · Veja mais »

Sancho I de Portugal

Sancho I (Coimbra, – Santarém), apelidado de Sancho, o Povoador, foi o Rei de Portugal de 1185 até sua morte.

Novo!!: Reconquista e Sancho I de Portugal · Veja mais »

Sancho II de Castela

Sancho II de Castela, cognominado O Forte (— Zamora, 7 de Outubro de 1072), foi o primeiro rei de Castela, entre 1065 e à data da sua morte.

Novo!!: Reconquista e Sancho II de Castela · Veja mais »

Sancho II de Portugal

Sancho II (Coimbra, – Toledo), apelidado de "o Capelo" e "o Piedoso", foi o Rei de Portugal de 1223 até à sua morte, em 1248.

Novo!!: Reconquista e Sancho II de Portugal · Veja mais »

Santarém (Portugal)

Santarém OTE • MHL é uma cidade portuguesa, capital do Distrito de Santarém, situada na província do Ribatejo e na região do Alentejo, com 29 929 habitantes no seu perímetro urbano (2012).

Novo!!: Reconquista e Santarém (Portugal) · Veja mais »

Santiago do Cacém

Santiago do Cacém é uma cidade portuguesa no Distrito de Setúbal, região do Alentejo e sub-região do Alentejo Litoral, com uma população residente de 6 403 habitantes (2015 INE).

Novo!!: Reconquista e Santiago do Cacém · Veja mais »

Santiago Maior

Santiago Maior, também chamado de São Tiago Maior, Santiago Filho do Trovão (Boanerge), Tiago, filho de Zebedeu e Santiago Apóstolo o Maior, martirizado em 44 da nossa era, foi um dos doze apóstolos de Jesus Cristo.

Novo!!: Reconquista e Santiago Maior · Veja mais »

Sarracenos

Uma ilustração de "sarracenos" numa ilustração do ''Peregrinatio in terram sanctam'', de Bernardo de Breidenbach, de 1486 Sarracenos (do) era uma das formas usada pelos cristãos da Idade Média para designarem genericamente os árabes ou os muçulmanos.

Novo!!: Reconquista e Sarracenos · Veja mais »

São Jorge

São Jorge (Grego: Γεώργιος Geṓrgios; Latim: Georgius) (entre 275 e 280 - 23 de abril de 303) foi, conforme a tradição, um soldado romano no exército do imperador Diocleciano, venerado como mártir cristão.

Novo!!: Reconquista e São Jorge · Veja mais »

Sé de Braga

Interior da Sé de Braga. A Sé de Braga localiza-se na freguesia da Sé, cidade e concelho de Braga, distrito de mesmo nome, em Portugal.

Novo!!: Reconquista e Sé de Braga · Veja mais »

Sé do Porto

A Sé / Catedral da cidade do Porto, situada no coração do centro histórico da cidade do Porto, é um dos principais e mais antigos monumentos de Portugal.

Novo!!: Reconquista e Sé do Porto · Veja mais »

Século IX

Sem descrição

Novo!!: Reconquista e Século IX · Veja mais »

Século VIII

O século VIII começou em 1 de Janeiro de 701 e terminou em 31 de Dezembro de 800.

Novo!!: Reconquista e Século VIII · Veja mais »

Século X

O século X começou em 1 de Janeiro de 901 e terminou em 31 de Dezembro de 1000.

Novo!!: Reconquista e Século X · Veja mais »

Síria

Síria (sūriyyaħ; ou سوريا; transl.), oficialmente República Árabe Síria (al-jumhūriyyaħ al-ʕarabiyyaħ as-sūriyyaħ) é um país localizado na Ásia Ocidental.

Novo!!: Reconquista e Síria · Veja mais »

Serpa

Serpa é uma cidade raiana portuguesa pertencente ao Distrito de Beja, região do Alentejo e sub-região do Baixo Alentejo, com cerca de habitantes.

Novo!!: Reconquista e Serpa · Veja mais »

Servidão

A servidão é a relação de sujeição de membros de um grupo social aos de outro, envolvendo determinadas obrigações.

Novo!!: Reconquista e Servidão · Veja mais »

Silves (Portugal)

Silves é uma cidade portuguesa no Distrito de Faro, região e sub-região do Algarve, com cerca de habitantes.

Novo!!: Reconquista e Silves (Portugal) · Veja mais »

Sintra

Sintra é uma vila portuguesa no distrito, região, e Área Metropolitana de Lisboa, integrando a sua parte norte (Grande Lisboa).

Novo!!: Reconquista e Sintra · Veja mais »

Soldado

Um soldado, e/ou militar (Brasil) em sentido genérico, é uma pessoa que trabalha, voluntariamente ou em consequência de serviço militar obrigatório, nas forças armadas ou forças militarizadas de um país soberano, recebendo treino e equipamento para defender o referido país e os seus interesses.

Novo!!: Reconquista e Soldado · Veja mais »

Tabela cronológica dos reinos da Península Ibérica

Esta tabela cronológica dos reinos da Península Ibérica é meramente orientativa.

Novo!!: Reconquista e Tabela cronológica dos reinos da Península Ibérica · Veja mais »

Talavera

Talavera é um município da Espanha na província de Lérida, comunidade autónoma da Catalunha, de área 30,1 km² com população de 303 habitantes (2006) e densidade populacional de 9,47 hab/km².

Novo!!: Reconquista e Talavera · Veja mais »

Tárique

Al-Andalus em 910 Tárique ibne Ziade (Tārik ibn Ziyād; ca. —) foi um estratega e general do exército omíada.

Novo!!: Reconquista e Tárique · Veja mais »

Tânger

Vista noturna da cidade a partir da zona hoteleira no lado oriental da praia, com o porto e a parte antiga ao fundo Tânger (Tangier; em e: Tingis) é uma cidade do norte de Marrocos, capital da prefeitura de Tânger-Arzila e da região de Tânger-Tetuão.

Novo!!: Reconquista e Tânger · Veja mais »

Teresa de Leão

Teresa de Leão, condessa de Portugal (em galaico-português: Tarasia ou Tareja de Portugal, mais conhecida em Portugal apenas por Dona Teresa; — Póvoa de Lanhoso ou Mosteiro de Montederramo, 11 de novembro de 1130) foi condessa de Portugal de 1112 a 1128.

Novo!!: Reconquista e Teresa de Leão · Veja mais »

Toledo

Toledo (Toletum) é um município da Espanha na província de Toledo, comunidade autónoma de Castela-Mancha.

Novo!!: Reconquista e Toledo · Veja mais »

Tomar

Tomar é uma cidade portuguesa pertencente ao distrito de Santarém, na província da região do Centro (Região das Beiras) e sub-região do Médio Tejo. Em 2018 o município tem habitantes, dos quais 18 654 na cidade (1991). A cidade tem diversos monumentos históricos, dos quais se destacam o Convento de Cristo, declarado Património Mundial, e a Igreja de São João Batista.

Novo!!: Reconquista e Tomar · Veja mais »

Trompete

O trompete é um instrumento musical de sopro, da família dos metais (o trompete é o que produz o som mais agudo da família), Trompete.

Novo!!: Reconquista e Trompete · Veja mais »

Tudela

Tudela é um município da Espanha na província e comunidade autónoma de Navarra.

Novo!!: Reconquista e Tudela · Veja mais »

Urraca I de Leão e Castela

Urraca I de Leão e Castela, chamada de Urraca, A Temerária (Leão, – Saldaña), foi rainha de Castela e Leão e da Galiza, aclamada suo jure como Imperatriz de Todas as Espanhas, título que equivaleria ao de Rainha da Espanha.

Novo!!: Reconquista e Urraca I de Leão e Castela · Veja mais »

Viriato

Viriato (–, Lusitânia, Portugal) foi um dos líderes da tribo lusitana que confrontou os romanos na Península Ibérica.

Novo!!: Reconquista e Viriato · Veja mais »

Visigodos

Os visigodos foram um de dois ramos em que se dividiram os godos, um povo germânico originário do leste europeu, sendo o outro os ostrogodos.

Novo!!: Reconquista e Visigodos · Veja mais »

1195

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XII do Calendário Juliano, da Era de Cristo, a sua letra dominical foi A (52 semanas), teve início a um domingo e terminou também a um domingo.

Novo!!: Reconquista e 1195 · Veja mais »

1492

---- (na numeração romana) foi um ano bissexto do século XV do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e as suas letras dominicais foram A e G (52 semanas), teve início a um domingo e terminou a uma segunda-feira.

Novo!!: Reconquista e 1492 · Veja mais »

981

Sem descrição

Novo!!: Reconquista e 981 · Veja mais »

Redireciona aqui:

A Reconquista Cristã, Guerra de Reconquista, Guerra de reconquista, Reconquista Cristã, Reconquista cristã, Reconsquista cristã.

CessanteEntrada
Ei! Agora estamos em Facebook! »