Logotipo
Unionpédia
Comunicação
Disponível no Google Play
Novo! Faça o download do Unionpédia em seu dispositivo Android™!
Livre
Acesso mais rápido do que o navegador!
 

RMC 136a1

Índice RMC 136a1

RMC 136a1 ou R136a1 é uma estrela Wolf-Rayet no centro do aglomerado estelar RCM 136, na Nebulosa da Tarântula.

110 relações: A1 (estrela), Acreção (astrofísica), Aglomerado estelar, Aglomerado estelar aberto, Anã branca, Ano-luz, Atmosfera estelar, Atmosfera terrestre, Azoto, Ångström, Binária eclipsante, Buraco negro, Carbono, Céu noturno, Chile, Ciclo CNO, Convecção, Corpo negro, Correção bolométrica, Deserto de Atacama, Diagrama de Hertzsprung-Russell, Distância, Dorado, Efeito Doppler, Equilíbrio hidrostático, Erupção de raios gama, Espectro de emissão, Espectro visível, Espectroscopia astronômica, Estrela, Estrela binária, Estrela circumpolar, Estrela da Pistola, Estrela de classe O da sequência principal, Estrela de nêutrons, Estrela Wolf-Rayet, Eta Carinae, Extinção (astronomia), Formação estelar, Fotosfera, Fusão nuclear, Gigante vermelha, Grande Nuvem de Magalhães, Hélio, Hipernova, Horizonte, Inclinação, Interferometria, Ionização, Kelvin, ..., Largura à meia altura, Lei de Planck, Limite de Chandrasekhar, Limite de Eddington, Lista das estrelas mais luminosas, Lista das estrelas mais massivas, Luminosidade, Magnitude absoluta, Massa solar, Meio interestelar, Metalicidade, Metro cúbico, Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, Nanómetro, Nebulosa da Tarântula, Nuvem molecular, Observatório de raios-X Chandra, Observatório espacial, Observatório Europeu do Sul, Observatório Radcliffe, Opacidade, Oxigénio, Paralelo 20 N, Paralelo 20 S, Parsec, Pretória, Produção de par, Proxima Centauri, Quilograma, R136, Radiação eletromagnética, Radiação gama, Radiação ultravioleta, Raio solar, Raios X, Região H II, Rotação estelar, Série de Lyman, Segundo de arco, Sequência principal, Silício, SIMBAD, Sistema CGS de unidades, Sistema fotométrico, Sistema Solar, Supernova, Supernova tipo Ib e Ic, Telescópio de 3,6 metros do ESO, Telescópio espacial Hubble, Temperatura efetiva, Teorema do virial, Terra, Unidade astronômica, Variável luminosa azul, Vénus (planeta), Velocidade radial, Vento estelar, Very Large Telescope, Volume, Zona de convecção. Expandir índice (60 mais) »

A1 (estrela)

A1 é um massivo sistema estelar binário em NGC 3603, a aproximadamente 20.000 anos-luz da Terra.

Novo!!: RMC 136a1 e A1 (estrela) · Veja mais »

Acreção (astrofísica)

Acreção é uma acumulação de matéria na superfície de um astro, proveniente do meio circundante.

Novo!!: RMC 136a1 e Acreção (astrofísica) · Veja mais »

Aglomerado estelar

constelação de Hércules. Aglomerados estelares ou nuvens estelares são grupos de estrelas, dos quais se definem dois tipos: aglomerados globulares são grupos concentrados de centenas ou milhares de estrelas muito velhas que são gravitacionalmente ligadas, enquanto aglomerados abertos são grupos mais dispersos de estrelas, geralmente contendo menos que algumas centenas de membros, normalmente muito jovens.

Novo!!: RMC 136a1 e Aglomerado estelar · Veja mais »

Aglomerado estelar aberto

Os aglomerados estelares abertos são grupos de estrelas formados a partir de uma mesma nuvem molecular, sem estrutura e em geral de forma irregular e englobam centenas de estrelas.

Novo!!: RMC 136a1 e Aglomerado estelar aberto · Veja mais »

Anã branca

Em astronomia, anã branca é o objeto celeste resultante do processo evolutivo de estrelas de até 10 MSol, o que significa dizer que cerca de 98% de todas as estrelas evoluirão até a fase de anã branca.

Novo!!: RMC 136a1 e Anã branca · Veja mais »

Ano-luz

Ano-luz (símbolo: ly, do inglês light-year) é a distância que a luz atravessa no vácuo em um Ano juliano.

Novo!!: RMC 136a1 e Ano-luz · Veja mais »

Atmosfera estelar

A atmosfera estelar é a região exterior do volume de uma estrela,encontrando-se por cima do núcleo estelar, zona de radiação e convecção zona.

Novo!!: RMC 136a1 e Atmosfera estelar · Veja mais »

Atmosfera terrestre

A atmosfera terrestre é uma camada de gases que envolve a Terra e é retida pela força da gravidade.

Novo!!: RMC 136a1 e Atmosfera terrestre · Veja mais »

Azoto

O é um elemento químico com símbolo N, número atómico 7 e de massa atómica 14,00674 u (7 protões e 7 neutrões), representado no grupo (ou família) 15 (antigo VA) da tabela periódica.

Novo!!: RMC 136a1 e Azoto · Veja mais »

Ångström

O ångström (Å) é uma unidade de medida de comprimento que se relaciona com o metro através da relação: É a unidade de medida comumente utilizada na Física para lidar com grandezas da ordem do átomo ou dos espaçamentos entre dois planos cristalinos.

Novo!!: RMC 136a1 e Ångström · Veja mais »

Binária eclipsante

400px Uma estrela binária eclipsante, ou algólida, é uma estrela binária em que o plano de órbita das duas estrelas se aproxima de tal forma da linha de visão do observador que as componentes passam por eclipses mútuos.

Novo!!: RMC 136a1 e Binária eclipsante · Veja mais »

Buraco negro

para Um desenho artístico de um disco de acreção de plasma quente orbitando um buraco negro (fonte: NASA). De acordo com a Teoria da Relatividade Geral, um buraco negro é uma região do espaço da qual nada, nem mesmo partículas que se movem na velocidade da luz, podem escapar.

Novo!!: RMC 136a1 e Buraco negro · Veja mais »

Carbono

O carbono (do latim carbo, carvão) é um elemento químico, símbolo C, número atômico 6 (6 prótons e 6 elétrons), massa atómica 12 u, sólido à temperatura ambiente.

Novo!!: RMC 136a1 e Carbono · Veja mais »

Céu noturno

A Lua é o objeto mais comum observado no céu noturno. Gravura de Flammarion, Paris, 1888. refere-se ao céu visto à noite.

Novo!!: RMC 136a1 e Céu noturno · Veja mais »

Chile

Chile, oficialmente República do Chile (em castelhano), é um país da América do Sul, que ocupa uma longa e estreita faixa costeira encravada entre a cordilheira dos Andes e o oceano Pacífico.

Novo!!: RMC 136a1 e Chile · Veja mais »

Ciclo CNO

O ciclo CNO (carbono-nitrogênio-oxigênio) é uma das reações de fusão pelas quais as estrelas convertem hidrogênio em hélio, sendo a outra a cadeia próton-próton.

Novo!!: RMC 136a1 e Ciclo CNO · Veja mais »

Convecção

Convecção térmica. Modelagem para convecção térmica no manto da Terra. Cores próximas ao vermelhos representam áreas quentes e cores próximas ao azul representam áreas frias. Nesse modelo, a camada inferior, quente e menos densa, libera correntes de material ascendente. Correntes de material mais frio, descendentes, são também identificáveis, em azul escuro. Convecção é o movimento ascendente ou descendente de matéria em um fluido (i.e. líquidos, gases e rheids).

Novo!!: RMC 136a1 e Convecção · Veja mais »

Corpo negro

À medida que a temperatura diminui, o pico da curva da radiação de um corpo negro se desloca para menores intensidades e maiores comprimentos de onda. O gráfico de emissão de radiação de um corpo negro também é comparado com o modelo clássico de Rayleigh e Jeans. Na Física, um corpo negro é um objeto hipotético que absorve toda a radiação eletromagnética que nele incide: nenhuma luz o atravessa e nem é refletida.

Novo!!: RMC 136a1 e Corpo negro · Veja mais »

Correção bolométrica

Em astronomia, correção bolométrica é a correção feita na magnitude absoluta de um objeto, de modo a converter a sua magnitude aparente em magnitude bolométrica.

Novo!!: RMC 136a1 e Correção bolométrica · Veja mais »

Deserto de Atacama

Deserto de Atacama está localizado na região norte do Chile até a fronteira com o Peru.

Novo!!: RMC 136a1 e Deserto de Atacama · Veja mais »

Diagrama de Hertzsprung-Russell

Em astronomia, o diagrama de Hertzsprung-Russell é um gráfico de distribuição que mostra a relação entre a magnitude absoluta ou luminosidade versus o tipo espectral ou classificação estelar e a temperatura efetiva.

Novo!!: RMC 136a1 e Diagrama de Hertzsprung-Russell · Veja mais »

Distância

Na linguagem corrente, distância é a medida da separação de dois pontos.

Novo!!: RMC 136a1 e Distância · Veja mais »

Dorado

Dorado (Dor), o dourado, é uma constelação do hemisfério celestial sul.

Novo!!: RMC 136a1 e Dorado · Veja mais »

Efeito Doppler

Animação que ilustra o efeito Doppler percebido no som produzido por um carro. Quando o carro se move, um observador à esquerda percebe uma frequência maior, enquanto que um observador à direita percebe uma frequência menor. Efeito Doppler é um fenômeno físico observado nas ondas quando emitidas ou refletidas por um objeto que está em movimento com relação ao observador.

Novo!!: RMC 136a1 e Efeito Doppler · Veja mais »

Equilíbrio hidrostático

O equilíbrio hidrostático é um conceito da mecânica dos fluidos significando um balanço entre o campo gravitacional e o gradiente de pressão.

Novo!!: RMC 136a1 e Equilíbrio hidrostático · Veja mais »

Erupção de raios gama

As erupções de raios gama (GRB Gamma Ray Burst em inglês) são os fenómenos mais luminosos que se conhecem no universo.

Novo!!: RMC 136a1 e Erupção de raios gama · Veja mais »

Espectro de emissão

Os Espectros de Emissão Atômicos se baseiam na quantização da energia, consequência imediata da resolução da Equação de Schrödinger.

Novo!!: RMC 136a1 e Espectro de emissão · Veja mais »

Espectro visível

Espectro visível (ou espectro óptico) é a porção do espectro eletromagnético cuja radiação é composta por fótons capazes de sensibilizar o olho humano de uma pessoa normal.

Novo!!: RMC 136a1 e Espectro visível · Veja mais »

Espectroscopia astronômica

Espectroscopia astronômica é a técnica de espectroscopia usada na astronomia.

Novo!!: RMC 136a1 e Espectroscopia astronômica · Veja mais »

Estrela

Uma estrela é uma grande e luminosa esfera de plasma, mantida íntegra pela gravidade e pela pressão de radiação.

Novo!!: RMC 136a1 e Estrela · Veja mais »

Estrela binária

Imagem do telescópio espacial Hubble do sistema binário Sirius, no qual Sirius B (abaixo à esquerda) pode ser vista claramente. Uma estrela binária é um sistema estelar que consiste de duas estrelas orbitando um baricentro (centro de massas) comum.

Novo!!: RMC 136a1 e Estrela binária · Veja mais »

Estrela circumpolar

Uma estrela circumpolar é uma estrela que, vista de determinada latitude da Terra, nunca se põe, isto é, nunca desaparece abaixo do horizonte devido à sua proximidade a um dos polos celestes.

Novo!!: RMC 136a1 e Estrela circumpolar · Veja mais »

Estrela da Pistola

Estrela da Pistola, originalmente Pistol Star, é uma hipergigante azul e uma das estrelas mais massivas conhecidas.

Novo!!: RMC 136a1 e Estrela da Pistola · Veja mais »

Estrela de classe O da sequência principal

Uma estrela de classe O da sequência principal (estrela O V) é uma estrela da sequência principal (classe de luminosidade V) da classe espectral O. Essas estrelas têm entre 15 e 90 vezes a massa solar e temperaturas efetivas entre 30 000 e 52 000 K, o que lhes dá uma coloração azulada.

Novo!!: RMC 136a1 e Estrela de classe O da sequência principal · Veja mais »

Estrela de nêutrons

Estrela é o núcleo colapsado de uma grande estrela que, antes do colapso, teria tido um total de entre 10 e 29 massas solares.

Novo!!: RMC 136a1 e Estrela de nêutrons · Veja mais »

Estrela Wolf-Rayet

Estrelas Wolf-Rayet, frequentemente abreviadas como estrelas WR, são um tipo heterogêneo de estrelas com espectros anormais apresentando linhas de emissão intensas e largas de hélio e nitrogênio (subtipo WN) ou hélio, carbono e oxigênio (subtipos WC e WO), no lugar das linhas de absorção típicas de estrelas normais.

Novo!!: RMC 136a1 e Estrela Wolf-Rayet · Veja mais »

Eta Carinae

Eta Carinae é uma estrela da constelação da Quilha, ou "Carina", em latim, que dista 7500 anos-luz da Terra.

Novo!!: RMC 136a1 e Eta Carinae · Veja mais »

Extinção (astronomia)

Extinção é um termo usado em astronomia para descrever a absorção e espalhamento da radiação eletromagnética emitida por objeto astronômicos pela matéria (poeira e gas) entre o objeto que emite a radiação e o observador.

Novo!!: RMC 136a1 e Extinção (astronomia) · Veja mais »

Formação estelar

Formação estelar é o nome dado ao processo de formação de uma estrela.

Novo!!: RMC 136a1 e Formação estelar · Veja mais »

Fotosfera

A fotosfera de um objeto astronômico é a região onde um corpo ou matéria deixa de ser transparente, isto é, opaca à luz - a superfície visível de um dado objeto astronômico, geralmente, corpos gasosos.

Novo!!: RMC 136a1 e Fotosfera · Veja mais »

Fusão nuclear

Fusão nuclear é o processo no qual dois ou mais núcleos atômicos se juntam e formam um outro núcleo de maior número atômico.

Novo!!: RMC 136a1 e Fusão nuclear · Veja mais »

Gigante vermelha

Uma gigante vermelha é uma estrela gigante luminosa de massa pequena ou intermediária (entre 0,5 e 10 massas solares), numa fase avançada da evolução estelar.

Novo!!: RMC 136a1 e Gigante vermelha · Veja mais »

Grande Nuvem de Magalhães

Grande Nuvem de Magalhães (comumente abreviada como LMC, do inglês Large Magellanic Cloud) é uma galáxia anã satélite que orbita em torno da Via LácteaCruz, G..

Novo!!: RMC 136a1 e Grande Nuvem de Magalhães · Veja mais »

Hélio

O hélio (lit.) é um elemento químico de símbolo He e que possui massa atómica igual a 4 u, apresentando número atômico 2 (2 prótons e 2 elétrons).

Novo!!: RMC 136a1 e Hélio · Veja mais »

Hipernova

Uma hipernova é um tipo teórico de supernova produzido quando as estrelas excepcionalmente grandes colapsam no fim do seu ciclo de vida.

Novo!!: RMC 136a1 e Hipernova · Veja mais »

Horizonte

O horizonte (do grego antigo ὁρίζων -οντος, de ὁρίζω "limitar") é definido como a linha aparente ao longo da qual, em lugares abertos e planos, observamos que o céu parece tocar a terra ou o mar.

Novo!!: RMC 136a1 e Horizonte · Veja mais »

Inclinação

Diagrama com vários parâmetros orbitais, entre eles a inclinação '''''i''''' em verde. A inclinação é um dos seis parâmetros orbitais que descrevem a forma e orientação da órbita de um corpo celeste em relação a outro corpo, normalmente de maior massa.

Novo!!: RMC 136a1 e Inclinação · Veja mais »

Interferometria

Esquema do interferómetro de Michelson A Interferometria é a ciência e técnica da sobreposição de duas ou mais ondas (de entrada), o que cria como resultado uma nova e diferente onda que pode ser usada para explorar as diferenças entre as ondas de entrada.

Novo!!: RMC 136a1 e Interferometria · Veja mais »

Ionização

Ionização é um processo químico mediante ao qual se produzem íons, espécies químicas eletricamente carregadas, pela perda ou ganho de elétrons a partir de átomos ou moléculas neutras.

Novo!!: RMC 136a1 e Ionização · Veja mais »

Kelvin

Um termômetro calibrado na escala Celsius (esquerda) e Kelvin (direita). O kelvin (símbolo: K) é o nome da unidade de base do Sistema Internacional de Unidades (SI) para a grandeza temperatura termodinâmica.

Novo!!: RMC 136a1 e Kelvin · Veja mais »

Largura à meia altura

Largura à meia altura, algumas vezes referida como FWHM (do inglês full width at half maximum) é um parâmetro de uma curva ou função referente ao seu "abaulamento"; tal largura é dada pela diferença entre dois valores extremos de uma variável independente no qual ela, a função, atinge metade de seu valor máximo.

Novo!!: RMC 136a1 e Largura à meia altura · Veja mais »

Lei de Planck

A Lei de Planck para radiação de corpo negro exprime a radiância espectral em função do comprimento de onda e da temperatura do corpo negro.

Novo!!: RMC 136a1 e Lei de Planck · Veja mais »

Limite de Chandrasekhar

O Limite de Chandrasekhar representa a máxima massa possível para uma estrela do tipo anã branca (um dos estágios finais das estrelas que consumiram toda a sua energia) suportada pela pressão da degeneração de electrões, e é aproximadamente 3·1030 kg, cerca de 1,44 vezes a massa do Sol.

Novo!!: RMC 136a1 e Limite de Chandrasekhar · Veja mais »

Limite de Eddington

O Limite de Eddington representa a maior luminosidade que uma estrela com certa massa pode ter e ainda estar em equilíbrio hidrostático.

Novo!!: RMC 136a1 e Limite de Eddington · Veja mais »

Lista das estrelas mais luminosas

Sem descrição

Novo!!: RMC 136a1 e Lista das estrelas mais luminosas · Veja mais »

Lista das estrelas mais massivas

Na lista abaixo, estão as estrelas mais massivas que se conhecem, ordenadas de acordo com sua massa, expressada em massas solares.

Novo!!: RMC 136a1 e Lista das estrelas mais massivas · Veja mais »

Luminosidade

Em astronomia, luminosidade é a quantidade de energia que um corpo irradia em uma unidade de tempo.

Novo!!: RMC 136a1 e Luminosidade · Veja mais »

Magnitude absoluta

Magnitude absoluta é a medida do brilho intrínseco de um objeto celeste.

Novo!!: RMC 136a1 e Magnitude absoluta · Veja mais »

Massa solar

Massa solar é uma unidade de medida de massa, igual à massa do Sol, usada em Astronomia para representar a massa de estrelas, galáxias e corpos de grandes dimensões.

Novo!!: RMC 136a1 e Massa solar · Veja mais »

Meio interestelar

Em Astronomia, o meio interestelar (ou MI) refere-se ao material que preenche o espaço entre as estrelas.

Novo!!: RMC 136a1 e Meio interestelar · Veja mais »

Metalicidade

M80. As estrelas em aglomerados globulares são principalmente membros antigos, pobres em metal, da População II. Em astronomia e cosmologia física, a metalicidade (também chamada Z) de um objeto é a proporção da sua matéria constituída de elementos químicos diferentes do hidrogênio e hélio.

Novo!!: RMC 136a1 e Metalicidade · Veja mais »

Metro cúbico

O metro cúbico (símbolo: m³) é uma unidade de medida de volume equivalente a mil litros.

Novo!!: RMC 136a1 e Metro cúbico · Veja mais »

Monthly Notices of the Royal Astronomical Society

Monthly Notices of the Royal Astronomical Society é uma revista científica sobre astronomia e astrofísica, criada em 1827.

Novo!!: RMC 136a1 e Monthly Notices of the Royal Astronomical Society · Veja mais »

Nanómetro

Um, antes conhecido como milimícron ou milimicro, é uma unidade de medida de comprimento do sistema métrico, correspondente a 1×10−9 metro ou metro (um milionésimo de milímetro ou um bilionésimo de metro).

Novo!!: RMC 136a1 e Nanómetro · Veja mais »

Nebulosa da Tarântula

A Nebulosa da Tarântula (também conhecida como 30 Doradus ou NGC 2070) é uma região HII na Grande Nuvem de Magalhães, localizada na constelação de Dorado.

Novo!!: RMC 136a1 e Nebulosa da Tarântula · Veja mais »

Nuvem molecular

Uma nuvem molecular de gás e poeira Uma nuvem molecular é um tipo de nuvem interestelar cuja densidade e tamanho permitem a formação de moléculas, mais habitualmente hidrogénio molecular (H2).

Novo!!: RMC 136a1 e Nuvem molecular · Veja mais »

Observatório de raios-X Chandra

O Observatório de raios-X Chandra é um telescópio espacial lançado pela NASA e gerenciado pelo Laboratório de Jato-Propulsão.

Novo!!: RMC 136a1 e Observatório de raios-X Chandra · Veja mais »

Observatório espacial

Um observatório espacial é um conjunto de um ou mais telescópios com seus instrumentos associados, posto em órbita fora da atmosfera terrestre, com o propósito de efetuar observações astronômicas que seriam muito difíceis se fossem realizadas na superfície da Terra.

Novo!!: RMC 136a1 e Observatório espacial · Veja mais »

Observatório Europeu do Sul

O Observatório Europeu do Sul (OES - European Southern Observatory - ESO) é uma organização intergovernamental de pesquisa em astronomia, composta e financiada por quinze países.

Novo!!: RMC 136a1 e Observatório Europeu do Sul · Veja mais »

Observatório Radcliffe

Edifício do observatório localizado no centro da cidade de Oxford. Observatório Radcliffe foi o observatório astronômico da Universidade de Oxford de 1773 até 1934, quando a administração Radcliffe vendeu e construiu um novo observatório em Pretória, África do Sul.

Novo!!: RMC 136a1 e Observatório Radcliffe · Veja mais »

Opacidade

A opacidade é uma propriedade óptica da matéria, que apresenta diversos graus e características.

Novo!!: RMC 136a1 e Opacidade · Veja mais »

Oxigénio

O, é um elemento químico de número atómico 8 e símbolo O (8 protões e 8 eletrões) representando com massa atómica 16 u. Constitui parte do grupo dos calcogénios e é um não metal reactivo e um forte agente oxidante que facilmente forma compostos com a maioria doutros elementos, principalmente óxidos.

Novo!!: RMC 136a1 e Oxigénio · Veja mais »

Paralelo 20 N

O paralelo 20 N é um paralelo que está 20 graus a norte do plano equatorial da Terra.

Novo!!: RMC 136a1 e Paralelo 20 N · Veja mais »

Paralelo 20 S

O Paralelo 20 S é o paralelo no 20° grau a sul do plano equatorial terrestre.

Novo!!: RMC 136a1 e Paralelo 20 S · Veja mais »

Parsec

O Parsec (símbolo: pc) é uma unidade de distância usada em trabalhos científicos de astronomia para representar distâncias estelares.

Novo!!: RMC 136a1 e Parsec · Veja mais »

Pretória

Tshwane, conhecida anteriormente como Pretória é a capital executiva da África do Sul, localizando-se ao norte da província Gauteng.

Novo!!: RMC 136a1 e Pretória · Veja mais »

Produção de par

O termo produção de par se refere à criação de uma partícula elementar e sua antipartícula, geralmente a partir de um fóton (ou outro bóson neutro).

Novo!!: RMC 136a1 e Produção de par · Veja mais »

Proxima Centauri

Proxima Centauri, Próxima do Centauro, Alpha Centauri C ou simplesmente Próxima, é uma anã vermelha distante aproximadamente (4.0 km) na constelação do Centauro que orbita ao redor das estrelas Alpha Centauri A e B formando o sistema triplo Alpha Centauri.

Novo!!: RMC 136a1 e Proxima Centauri · Veja mais »

Quilograma

Massas de um até 100 gramas. O quilograma (símbolo no SI: kg) é a unidade básica do Sistema Internacional de Unidades (SI) para a grandeza massa e é definido como sendo igual à massa do International Prototype Kilogram, IPK, (protótipo internacional do quilograma) que tem peso quase igual ao de um litro de água.

Novo!!: RMC 136a1 e Quilograma · Veja mais »

R136

R136, também chamado de RMC 136, é um super aglomerado estelar perto do centro da nebulosa da Tarântula, na Grande Nuvem de Magalhães.

Novo!!: RMC 136a1 e R136 · Veja mais »

Radiação eletromagnética

A radiação eletromagnética é uma oscilação em fase dos campos elétricos e magnéticos, que, autossustentando-se, encontram-se desacoplados das cargas elétricas que lhe deram origem.

Novo!!: RMC 136a1 e Radiação eletromagnética · Veja mais »

Radiação gama

Ilustração da emissão de raios gama a partir do núcleo atômico Radiação gama ou raio gama (γ) é um tipo de radiação eletromagnética de alta frequência produzida geralmente por elementos radioativos, processos subatômicos como a aniquilação de um par pósitron e elétron.

Novo!!: RMC 136a1 e Radiação gama · Veja mais »

Radiação ultravioleta

língua2.

Novo!!: RMC 136a1 e Radiação ultravioleta · Veja mais »

Raio solar

Em astronomia, o raio solar é uma unidade de comprimento usada para expressar o tamanho das estrelas.

Novo!!: RMC 136a1 e Raio solar · Veja mais »

Raios X

Os raios X compõem o espectro eletromagnético, com comprimentos de onda menores que a luz visível. Diferentes tipos de aplicações utilizam diferentes partes do espectro de raios X. A radiação X (composta por raios X) é uma forma de radiação eletromagnética, de natureza semelhante à luz.

Novo!!: RMC 136a1 e Raios X · Veja mais »

Região H II

Uma Região HII é uma nuvem de gás incandescente de baixa densidade e de plasma.

Novo!!: RMC 136a1 e Região H II · Veja mais »

Rotação estelar

A aparência achatada de Achernar (α Eridani) causada por sua rápida rotação. Rotação estelar é o movimento angular de uma estrela em torno do seu eixo.

Novo!!: RMC 136a1 e Rotação estelar · Veja mais »

Série de Lyman

Em física, a série de Lyman é o conjunto de raios que resultam da emissão do átomo do hidrogênio quando um elétron transita de n ≥ 2 a n.

Novo!!: RMC 136a1 e Série de Lyman · Veja mais »

Segundo de arco

Um segundo, segundo de arco ou arco-segundo, que é usualmente abreviado como arcseg, é uma medida usada para medir ângulos.

Novo!!: RMC 136a1 e Segundo de arco · Veja mais »

Sequência principal

Diagrama de Hertzsprung-Russell Em astronomia, a sequência principal é uma curva no diagrama de Hertzsprung-Russell, mais exatamente uma faixa, onde a maior parte das estrelas estão localizadas.

Novo!!: RMC 136a1 e Sequência principal · Veja mais »

Silício

O silício (latim: silex, sílex ou "pedra dura") é um elemento químico de símbolo Si de número atômico 14 (14 prótons e 14 elétrons) com massa atómica igual a 28 u. À temperatura ambiente, o silício encontra-se no estado sólido.

Novo!!: RMC 136a1 e Silício · Veja mais »

SIMBAD

SIMBAD (Set of Identifications, Measurements, and Bibliography for Astronomical Data, traduzido para o português como Conjunto de Identificações, Medidas e Bibliografia para Dados Astronômicos) é um banco de dados astronômico de objetos além do sistema Solar.

Novo!!: RMC 136a1 e SIMBAD · Veja mais »

Sistema CGS de unidades

Sistema CGS de unidades é um sistema de unidades de medidas físicas, ou sistema dimensional, de tipologia LMT (comprimento, massa tempo), cujas unidades-base são o centímetro para o comprimento, o grama para a massa e o segundo para o tempo.

Novo!!: RMC 136a1 e Sistema CGS de unidades · Veja mais »

Sistema fotométrico

Em astronomia, um sistema fotométrico é um conjunto de bandas passantes (ou filtros) bem definidas, com uma sensibilidade conhecida à radiação incidente.

Novo!!: RMC 136a1 e Sistema fotométrico · Veja mais »

Sistema Solar

O Sistema Solar compreende o conjunto constituído pelo Sol e todos os corpos celestes que estão sob seu domínio gravitacional.

Novo!!: RMC 136a1 e Sistema Solar · Veja mais »

Supernova

Supernova de Kepler constelação do Cisne. Supernova é um evento astronômico que ocorre durante os estágios finais da evolução de algumas estrelas, que é caracterizado por uma explosão muito brilhante.

Novo!!: RMC 136a1 e Supernova · Veja mais »

Supernova tipo Ib e Ic

Tipos Ib e Ic de supernova são categorias de explosões estelares.

Novo!!: RMC 136a1 e Supernova tipo Ib e Ic · Veja mais »

Telescópio de 3,6 metros do ESO

O telescópio de 3,6 metros do ESO é um telescópio óptico refletor operado desde 1977 pelo Observatório Europeu do Sul (ESO, na sua sigla em inglês) no Observatório de La Silla, Chile, com uma abertura livre em torno de 3,6 metros e uma área de 8,6 m².

Novo!!: RMC 136a1 e Telescópio de 3,6 metros do ESO · Veja mais »

Telescópio espacial Hubble

Telescópio espacial Hubble (em inglês Hubble Space Telescope - HST) é um satélite astronômico artificial não tripulado que transporta um grande telescópio para a luz visível e infravermelha.

Novo!!: RMC 136a1 e Telescópio espacial Hubble · Veja mais »

Temperatura efetiva

A temperatura efetiva de uma estrela é a temperatura de um corpo negro de mesma luminosidade por área de superfície (\mathcal_) que a do corpo celeste em questão, de acordo com a Lei de Stefan-Boltzmann \mathcal_.

Novo!!: RMC 136a1 e Temperatura efetiva · Veja mais »

Teorema do virial

Considere-se a seguinte quantidade física: G.

Novo!!: RMC 136a1 e Teorema do virial · Veja mais »

Terra

A Terra é o terceiro planeta mais próximo do Sol, o mais denso e o quinto maior dos oito planetas do Sistema Solar.

Novo!!: RMC 136a1 e Terra · Veja mais »

Unidade astronômica

Em astronomia, a (UA, podendo ser abreviado também como AU) é uma unidade de distância, aproximadamente igual à distância média entre a Terra e o Sol.

Novo!!: RMC 136a1 e Unidade astronômica · Veja mais »

Variável luminosa azul

Estrelas variáveis luminosas azuis, também conhecidas como variáveis S Doradus, são hipergigantes que apresentam um brilho azul intenso, assim nomeadas em referência a S Doradus, a estrela mais brilhante na Grande Nuvem de Magalhães.

Novo!!: RMC 136a1 e Variável luminosa azul · Veja mais »

Vénus (planeta)

é o segundo planeta do Sistema Solar em ordem de distância a partir do Sol, orbitando-o a cada 224,7 dias.

Novo!!: RMC 136a1 e Vénus (planeta) · Veja mais »

Velocidade radial

Em Astronomia, velocidade radial é a velocidade de um objeto na direção da linha de visada, isto é, a velocidade com que o objeto se aproxima ou se afasta do observador enquanto que a velocidade angular é esse afastamento, medido em graus por um terceiro observador, no caso, transversalmente posicionado.

Novo!!: RMC 136a1 e Velocidade radial · Veja mais »

Vento estelar

Vento estelar é uma chuva formada por prótons e elétrons liberados por um gás ionizado, formado por partículas carregadas eletricamente.

Novo!!: RMC 136a1 e Vento estelar · Veja mais »

Very Large Telescope

O Very Large Telescope ou VLT é uma instalação do European Southern Observatory - ESO, que consiste na construção e no funcionamento do maior conjunto de telescópios ópticos do mundo em uma única localização.

Novo!!: RMC 136a1 e Very Large Telescope · Veja mais »

Volume

A pedra tem volume 3. O volume de um corpo é a quantidade de espaço ocupada por esse corpo.

Novo!!: RMC 136a1 e Volume · Veja mais »

Zona de convecção

A zona de convecção ou zona convectiva é a camada exterior estelar onde o qual energia é transmitida através de convecção.

Novo!!: RMC 136a1 e Zona de convecção · Veja mais »

Redireciona aqui:

R136a1, RMC136a1.

CessanteEntrada
Ei! Agora estamos em Facebook! »