Logotipo
Unionpédia
Comunicação
Disponível no Google Play
Novo! Faça o download do Unionpédia em seu dispositivo Android™!
Faça o download
Acesso mais rápido do que o navegador!
 

Ordem da Torre e Espada

Índice Ordem da Torre e Espada

A Ordem da Torre e Espada ou simplesmente Ordem da Espada (posteriormente chamada Antiga e Muito Nobre Ordem da Torre e Espada) foi uma ordem militar portuguesa fundada por D. Afonso V de Portugal em 1459, constituindo, desde o seu início, a mais alta Ordem de Cavalaria do Reino de Portugal.

55 relações: Afonso V de Portugal, Afonso, Conde de Faro, Almirante, António Caetano de Sousa, António Henrique Rodrigo de Oliveira Marques, Colonização do Brasil, Conde de Atouguia, Conde de Avranches, Conde de Cantanhede, Conde de Faro, Conde de Marialva, Conde de Monsanto, Conde de Odemira, Conde de Penela, Conde de Viana, Conde de Vila Real, Cruzada, Duque de Bragança, Fernando Coutinho, Fernando de Almada, Fernando de Almada, 2.º conde de Avranches, Fernando de Meneses, Fernando de Portugal, Duque de Viseu, Graça, Henrique, Duque de Viseu, Honra, João II de Portugal, João VI de Portugal, João, Marquês de Montemor-o-Novo, Leonel de Lima, Marechal, Maria I de Portugal, Marquês de Vila Viçosa, Monarquia de Portugal, Norte de África, Ordem da Jarreteira, Ordem de Cristo, Ordem de Santiago, Ordem de São Bento de Avis, Ordem do Tosão de Ouro, Ordem militar, Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito, Ordem Soberana e Militar de Malta, Pedro de Meneses, Portugal, Prior do Crato, Reino de Portugal, Rodrigo Afonso de Melo, Conde de Olivença, Vasco de Ataíde, Vasco Martins de Sousa Chichorro, ..., Vassalagem, Visconde de Vila Nova de Cerveira, 1459, 1808, 1834. Expandir índice (5 mais) »

Afonso V de Portugal

Afonso V (Sintra, – Lisboa), apelidado de "o Africano" por suas conquistas na África, foi o Rei de Portugal e Algarves de 1438 até sua morte.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Afonso V de Portugal · Veja mais »

Afonso, Conde de Faro

D.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Afonso, Conde de Faro · Veja mais »

Almirante

Almirante (derivado do árabe: amir-al-bahr أمير البحر, "comandante do mar, que significa chefe de um conjunto de navios") é a designação genérica da mais alta patente de oficial general nas forças navais de muitos países.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Almirante · Veja mais »

António Caetano de Sousa

António Caetano de Sousa (Lisboa, 30 de Maio de 1674 — Lisboa, 5 de Julho de 1759) foi um escritor, bibliógrafo e genealogista português que pertenceu ao grupo inicial de académicos da Academia Real de História Portuguesa.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e António Caetano de Sousa · Veja mais »

António Henrique Rodrigo de Oliveira Marques

António Henrique Rodrigo de Oliveira Marques, conhecido como A. H. de Oliveira Marques GCL (Cascais, Estoril, São Pedro do Estoril, 23 de agosto de 1933 ― Lisboa, 23 de janeiro de 2007) foi um destacado professor universitário, historiador e maçon português.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e António Henrique Rodrigo de Oliveira Marques · Veja mais »

Colonização do Brasil

A Colonização do Brasil, processo também conhecido como Brasil Colônia ou Brasil colonial, ocorreu no período colonial entre os séculos XVI e XIX, em que o território brasileiro era uma colônia do império ultramarino português.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Colonização do Brasil · Veja mais »

Conde de Atouguia

O título de Conde de Atouguia foi um título nobiliárquico de Portugal.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Conde de Atouguia · Veja mais »

Conde de Avranches

O título de conde de Avranches, ou Abranches (referente a Avranches, comuna francesa, é um título nobiliárquico criado pelo rei britânico Henrique VI em Westminster a 4 de Agosto de 1445, em favor de D. Álvaro Vaz de Almada e seus descendentes. Esse rei inglês tentava ocupar permanentemente a Normandia, da qual essa região fazia parte, obtendo a ajuda para isso deste bravo cavaleiro, quando decorria a Guerra dos Cem Anos contra a França para obtenção desse direito e que na altura chegou a consegui-lo. O título viria a ser usado em Portugal e em França pelo seu filho mais velho, do segundo casamento deste, muito depois da morte do pai na batalha de Alfarrobeira e já quando os reis ingleses tinham deixado de tentar conquistar pela força a Normandia.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Conde de Avranches · Veja mais »

Conde de Cantanhede

O título de Conde de Cantanhede foi um título nobiliárquico de Portugal.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Conde de Cantanhede · Veja mais »

Conde de Faro

Título criado por D. Afonso V, Rei de Portugal, pela carta de 22 de maio de 1469, a favor de D. Afonso.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Conde de Faro · Veja mais »

Conde de Marialva

O título de Conde de Marialva foi um título nobiliárquico de Portugal.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Conde de Marialva · Veja mais »

Conde de Monsanto

O título de Conde de Monsanto foi um título nobiliárquico de Portugal.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Conde de Monsanto · Veja mais »

Conde de Odemira

O título de Conde de Odemira foi um título nobiliárquico de Portugal.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Conde de Odemira · Veja mais »

Conde de Penela

Conde de Penela era um título de nobreza, criado em 10 de Outubro de 1471, pelo rei D. Afonso V de Portugal e atribuído ao seu 4º primo, D. Afonso de Vasconcelos e Meneses.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Conde de Penela · Veja mais »

Conde de Viana

Conde de Viana foi criado em 8 de Fevereiro de 1692 pelo rei D. Pedro II de Portugal a favor de D. José de Menezes (neto de D. Pedro de Menezes, 2.º Conde de Cantanhede), estribeiro-môr do rei.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Conde de Viana · Veja mais »

Conde de Vila Real

O título de Conde de Vila Real foi um título nobiliárquico de Portugal.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Conde de Vila Real · Veja mais »

Cruzada

Cruzada é um termo utilizado para designar qualquer dos movimentos militares de inspiração cristã que partiram da Europa Ocidental em direção à Terra Santa e à cidade de Jerusalém com o intuito de conquistá-las, ocupá-las e mantê-las sob domínio cristão.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Cruzada · Veja mais »

Duque de Bragança

O título de duque de Bragança é um dos mais importantes de Portugal.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Duque de Bragança · Veja mais »

Fernando Coutinho

Fernando Coutinho (?? — Silves, 16 de Maio de 1538)Boletim da Direcção dos Monumentos Nacionais, n.º 107 de 1962.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Fernando Coutinho · Veja mais »

Fernando de Almada

* D. Fernando de Almada, 2º Conde de Avranches.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Fernando de Almada · Veja mais »

Fernando de Almada, 2.º conde de Avranches

Dom Fernando de Almada (que em novo se chamou D. Fernando de Abranches).

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Fernando de Almada, 2.º conde de Avranches · Veja mais »

Fernando de Meneses

Fernando de Meneses pode-se referir a.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Fernando de Meneses · Veja mais »

Fernando de Portugal, Duque de Viseu

Fernando, Infante de Portugal (Almeirim, — Setúbal), Infante de Portugal, 1.º Duque de Beja, 2.º Duque de Viseu, 2.º Senhor da Covilhã, 1.º Senhor de Serpa e Moura, 6.º Condestável de Portugal, 12º Mestre da Ordem de Santiago e 10º Mestre da Ordem de Cristo.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Fernando de Portugal, Duque de Viseu · Veja mais »

Graça

O vocábulo graça provém do latim gratia, que deriva de gratus (grato, agradecido) e que em sua primeira acepção designa a qualidade ou conjunto de qualidades que fazem agradável a pessoa que as têm.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Graça · Veja mais »

Henrique, Duque de Viseu

Painel Infante D Henrique. O Infante Dom Henrique de Avis, 1.º duque de Viseu e 1.º senhor da Covilhã (Porto, – Sagres), foi um infante português e a mais importante figura do início da era das descobertas, popularmente conhecido como Infante de Sagres ou O Navegador.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Henrique, Duque de Viseu · Veja mais »

Honra

Honra, honor ou honradez é um conceito que procede da avaliação do procedimento de uma pessoa e estado social baseado nas adoções daquele indivíduo e ações.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Honra · Veja mais »

João II de Portugal

João II (Lisboa, – Alvor), apelidado de "o Príncipe Perfeito", foi o Rei de Portugal e dos Algarves em dois períodos diferentes, primeiro durante quatro dias em novembro de 1477 e depois de 1481 até sua morte.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e João II de Portugal · Veja mais »

João VI de Portugal

João VI (nome completo: João Maria José Francisco Xavier de Paula Luís António Domingos Rafael de Bragança) (Lisboa, 13 de maio de 1767 — Lisboa, 10 de março de 1826), cognominado O Clemente, foi rei do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves de 1816 a 1822 (quando da independência do Brasil - que redundou na extinção do Reino Unido até então existente).

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e João VI de Portugal · Veja mais »

João, Marquês de Montemor-o-Novo

D.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e João, Marquês de Montemor-o-Novo · Veja mais »

Leonel de Lima

Leonel de Lima (–) foi o primeiro visconde do reino de Portugal, tendo recebido o título de Visconde de Vila Nova de Cerveira, durante o reinado de.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Leonel de Lima · Veja mais »

Marechal

Marechal é a designação de várias patentes e cargos superiores, tanto no âmbito militar como civil.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Marechal · Veja mais »

Maria I de Portugal

Maria I (Lisboa, – Rio de Janeiro), apelidada de "a Piedosa" e "a Louca", foi a Rainha de Portugal e Algarves de 1777 até 1815, e também Rainha do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves a partir do final de 1815 até sua morte.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Maria I de Portugal · Veja mais »

Marquês de Vila Viçosa

O título de Marquês de Vila Viçosa foi originalmente instituído em favor de D. Fernando, Conde de Arraiolos, filho de D. Afonso, Duque de Bragança, como recompensa pelos serviços prestados à Coroa, por carta de 25 de Maio de 1455.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Marquês de Vila Viçosa · Veja mais »

Monarquia de Portugal

A Monarquia de Portugal foi o regime político que vigorou em Portugal entre 1143 e 1910, compondo-se de quatro dinastias sucessivas: Borgonha, Avis, Habsburgo ou Filipina, e Bragança.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Monarquia de Portugal · Veja mais »

Norte de África

O Norte de África (Norte da África, Norte d'África, África do Norte, África setentrional ou África branca (por oposição à África Negra)) compreende os países localizados no norte do continente africano, junto ao Mediterrâneo, nomeadamente Marrocos, Tunísia, Argélia, Líbia e Egito.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Norte de África · Veja mais »

Ordem da Jarreteira

A Nobilíssima Ordem da Jarreteira (do inglês, Most Noble Order of the Garter) conhecida simplesmente como Ordem da Jarreteira, é uma ordem militar de cavalaria britânica, a mais antiga da Inglaterra e do sistema de honras britânico, fundada em 1348 criada por Eduardo III de Inglaterra, com a dedicação da imagem e das armas a São Jorge, patrono da Inglaterra (embora existam registros de nomeações à ordem em 1344), baseada nos nobres ideais da demanda ao santo Graal e da corte do rei Artur.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Ordem da Jarreteira · Veja mais »

Ordem de Cristo

A Ordem de Nosso Senhor Jesus Cristo originalmente era uma ordem religiosa e militar, criada a 14 de março de 1319 pela bula pontifícia Ad ea ex-quibus do Papa João XXII, que, deste modo, atendia aos pedidos do rei Dom Dinis.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Ordem de Cristo · Veja mais »

Ordem de Santiago

A Ordem Militar de Santiago é uma ordem religiosa-militar de origem castelhano-leonesa, atualmente Ibérica, instituída por Afonso VIII de Castela e aprovada pelo Papa Alexandre III, mediante bula papal outorgada em 5 de Julho de 1175.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Ordem de Santiago · Veja mais »

Ordem de São Bento de Avis

A Ordem de São Bento de Avis (inicialmente chamada de Milícia de Évora ou Freires de Évora) é uma Ordem religiosa militar de cavaleiros portugueses que foi criada em Portugal, no século XII, para defender a cidade de Évora dos Mouros.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Ordem de São Bento de Avis · Veja mais »

Ordem do Tosão de Ouro

A Ordem do Tosão de Ouro (Francês: Ordre de la Toison d'Or; Espanhol: Orden del Toisón de Oro; Neerlandês: Orde van het Gulden Vlies; Alemão: Orden vom Goldenen Vlies) é uma ordem de cavalaria fundada em 1429 por Filipe III, Duque da Borgonha para celebrar o seu casamento com a infanta Isabel de Portugal, filha do rei português D. João I. Seguindo a morte de Carlos II de Espanha e a Guerra da Sucessão Espanhola, a ordem dividiu-se em duas até à actualidade: a ordem espanhola e a ordem austríaca, cada uma reclamando a legitimidade histórica.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Ordem do Tosão de Ouro · Veja mais »

Ordem militar

As Ordens militares (e religiosas) nasceram oficialmente por motivos da necessidade de proteger os ''peregrinos'' cristãos nas suas movimentações em algumas regiões, em especial a Terra Santa, o que naturalmente envolveu combates com os muçulmanos.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Ordem militar · Veja mais »

Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito

A Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito (de seu nome completo Antiga e Muito Nobre Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito) é a mais elevada Ordem Honorífica de Portugal, tendo sido criada pelo Rei D. Afonso V em 1459.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito · Veja mais »

Ordem Soberana e Militar de Malta

A Ordem de MaltaTambém conhecida por Ordem do Hospital, Ordem de São João de Jerusalém ou Ordem de São João de Rodes ou Cavaleiros Hospitalários (oficialmente Ordem Soberana e Militar Hospitalária de São João de Jerusalém, de Rodes e de Malta) Em francês Ordre Hospitalier de Saint-Jean de Jérusalem, em latim Ordo Hospitalis sancti Johannis Ierosolimitani, em italiano Cavalieri dell'Ordine dell'Ospedale di San Giovanni di Gerusalemme é uma organização internacional católica que começou como uma ordem beneditina fundada no século XI na Palestina, durante as Cruzadas, mas que rapidamente se tornaria numa ordem militar cristã, numa congregação de regra própria, encarregada de assistir e proteger os peregrinos àquela terra e de exercer a Caridade.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Ordem Soberana e Militar de Malta · Veja mais »

Pedro de Meneses

*Pedro de Meneses, 1.º Conde de Vila Real (1370-1437) — fundador da Casa de Vila Real.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Pedro de Meneses · Veja mais »

Portugal

Portugal, oficialmente República Portuguesa, é um país soberano unitário localizado no sudoeste da Europa, cujo território se situa na zona ocidental da Península Ibérica e em arquipélagos no Atlântico Norte. O território português tem uma área total de, sendo delimitado a norte e leste por Espanha e a sul e oeste pelo oceano Atlântico, compreendendo uma parte continental e duas regiões autónomas: os arquipélagos dos Açores e da Madeira. Portugal é a nação mais a ocidente do continente europeu. O nome do país provém da sua segunda maior cidade, Porto, cujo nome latino-celta era Portus Cale. O território dentro das fronteiras atuais da República Portuguesa tem sido continuamente povoado desde os tempos pré-históricos: ocupado por celtas, como os galaicos e os lusitanos, foi integrado na República Romana e mais tarde colonizado por povos germânicos, como os suevos e os visigodos. No século VIII, as terras foram conquistadas pelos mouros. Durante a Reconquista cristã foi formado o Condado Portucalense,  estabelecido no século XI por Vímara Peres, um vassalo do rei das Astúrias. O condado tornou-se parte do Reino de León em 1097, e os condes de Portugal estabeleceram-se como governantes independentes do reino no século XII, após a batalha de São Mamede. Com o estabelecimento do Reino de Portugal em 1139, cuja independência foi reconhecida em 1143. Em 1297 foram definidas as fronteiras no tratado de Alcanizes, tornando Portugal no mais antigo Estado-nação da Europa. Nos séculos XV e XVI, como resultado de pioneirismo na Era dos Descobrimentos (ver: descobrimentos portugueses), Portugal expandiu a influência ocidental e estabeleceu um império que incluía possessões na África, Ásia, Oceânia e América do Sul, tornando-se a potência económica, política e militar mais importante de todo o mundo. O Império Português foi o primeiro império global da História e também o mais duradouro dos impérios coloniais europeus, abrangendo quase 600 anos de existência, desde a conquista de Ceuta em 1415, até à transferência de soberania de Macau para a China em 1999. No entanto, a importância internacional do país foi bastante reduzida durante o século XIX, especialmente após a independência do Brasil, a sua maior colónia. Com a Revolução de 1910, a monarquia terminou, tendo desde 1139 até 1910, 34 monarcas. A Primeira República Portuguesa foi muito instável, devido ao elevado parlamentarismo. O regime deu lugar à ditadura militar devido a um levantamento em 28 de maio de 1926. Em 1933, um novo regime autoritário, o Estado Novo, presidido por Salazar até 1968, geriu o país até 25 de abril de 1974. A democracia representativa foi instaurada após a Revolução dos Cravos, em 1974, que terminou a Guerra Colonial Portuguesa. As províncias ultramarinas de Portugal tornaram-se independentes, sendo as mais proeminentes Angola e Moçambique. Portugal é um país desenvolvido, com um Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) considerado como muito elevado. O país foi classificado na 19.ª posição em qualidade de vida (em 2005), tem um dos melhores sistemas de saúde do planeta e é, também, uma das nações mais globalizadas e pacíficas do mundo. É membro da Organização das Nações Unidas (ONU), da União Europeia (incluindo a Zona Euro e o Espaço Schengen), da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) e da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Portugal também participa em diversas missões de manutenção de paz das Nações Unidas.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Portugal · Veja mais »

Prior do Crato

O título de Prior do Crato, atribuído ao superior da Ordem dos Hospitalários em Portugal, deve-se aos extensos domínios do Crato, doados por D. Sancho II à Ordem, em 1232.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Prior do Crato · Veja mais »

Reino de Portugal

O Reino de Portugal era a denominação de Portugal sob a governação de um regime monárquico, e no início ainda sem o reino dos Algarves.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Reino de Portugal · Veja mais »

Rodrigo Afonso de Melo, Conde de Olivença

Rodrigo Afonso de Melo ou Rui de Melo, 1º e único Conde de Olivença, 4º Senhor de Ferreira de Aves e 3º Senhor de Arega (c. 1430 - 25 de Novembro de 1487) foi 1° Capitão, governador e regedor de Tânger, da sua conquista em 28 de Agosto de 1471 a aproximadamente 1484.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Rodrigo Afonso de Melo, Conde de Olivença · Veja mais »

Vasco de Ataíde

Vasco de Ataíde (ou de Taíde) foi um marinheiro português que comandou um dos navios da expedição de Pedro Álvares Cabral na descoberta do Brasil.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Vasco de Ataíde · Veja mais »

Vasco Martins de Sousa Chichorro

Vasco Martins de Sousa ChichorroNa grafia da época, ainda que não fosse normalizada, o seu nome surge como "Vaasco Martynz de Sousa", por exemplo, no.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Vasco Martins de Sousa Chichorro · Veja mais »

Vassalagem

Vassalo é aquele que oferece ao senhor ou suserano fidelidade e trabalho em troca de proteção e um lugar no sistema de produção.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Vassalagem · Veja mais »

Visconde de Vila Nova de Cerveira

O título de Visconde de Vila Nova de Cerveira foi um título nobiliárquico de Portugal.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e Visconde de Vila Nova de Cerveira · Veja mais »

1459

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XV do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi G (52 semanas), teve início numa segunda-feira e terminou também numa segunda-feira.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e 1459 · Veja mais »

1808

---- (na numeração romana) foi um ano bissexto do século XIX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e as suas letras dominicais foram C e B (52 semanas), teve início a uma sexta-feira e terminou a um sábado.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e 1808 · Veja mais »

1834

---- 1834 (na numeração romana) foi um ano comum do do calendário gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi E (52 semanas), teve início a uma quarta-feira e terminou também a uma quarta-feira.

Novo!!: Ordem da Torre e Espada e 1834 · Veja mais »

CessanteEntrada
Ei! Agora estamos em Facebook! »