Logotipo
Unionpédia
Comunicação
Disponível no Google Play
Novo! Faça o download do Unionpédia em seu dispositivo Android™!
Livre
Acesso mais rápido do que o navegador!
 

Meteorologia sinótica

Índice Meteorologia sinótica

# Meteorologia sinótica é a parte da meteorologia que estuda uma grande porção horizontal da atmosfera terrestre, abrangendo a análise de imagens de satélite e mapas, possibilitando a observação de fenômenos climáticos e meteorológicos de grande escala (como depressões, ciclones e anticiclones).

12 relações: Anticiclone, Ar, Atmosfera terrestre, Ciclone, Climatologia, Corrente de jato, Frente de ar, Imagem de satélite, Língua grega, Mapa, Meteorologia, Meteorologia de mesoescala.

Anticiclone

Ciclones e anticiclones (Hemisfério Norte) Um anticiclone (ou centro de altas pressões) é uma região em que o ar se afunda vindo de cima (e aquece e fica muito estável) e suprime os movimentos ascendentes necessários à formação de nuvens e precipitação.

Novo!!: Meteorologia sinótica e Anticiclone · Veja mais »

Ar

O ar é a mistura de gases que compõem a atmosfera da Terra.

Novo!!: Meteorologia sinótica e Ar · Veja mais »

Atmosfera terrestre

A atmosfera terrestre é uma camada de gases que envolve a Terra e é retida pela força da gravidade.

Novo!!: Meteorologia sinótica e Atmosfera terrestre · Veja mais »

Ciclone

Um ciclone (ou depressão ou centro de baixas pressões) é uma região em que o ar relativamente quente se eleva e favorece a formação de nuvens e precipitação.

Novo!!: Meteorologia sinótica e Ciclone · Veja mais »

Climatologia

A climatologia é um ramo das Ciências naturais que é estudado tanto pela geografia, quanto pela meteorologia.

Novo!!: Meteorologia sinótica e Climatologia · Veja mais »

Corrente de jato

Nuvens ao longa da corrente de jato sobre o Canada. As correntes de jato, ou simplesmente jatos (Jet Streams), são correntes de ar que ocorrem na atmosfera de alguns planetas, incluindo a Terra. Estes jatos de ar foram descobertos durante as incursões aéreas na Segunda Guerra Mundial. As principais correntes de jato localizam-se perto da tropopausa, na transição entre a troposfera (onde a temperatura diminui consoante a altitude) e a estratosfera (onde a temperatura aumenta com a altitude respectiva). As principais correntes de jato do planeta Terra são os ventos do oeste (que fluem para leste). Os seus percursos são determinados por formas sinuosas, onde a sua constância é indeterminável pelo seu carácter repentino de mudança de direcção; os jatos podem surgir subitamente, cessar, dividirem-se em duas ou mais partes, convergirem-se num único fluxo, ou mesmo fluir em várias direções, incluindo na direção oposta à do próprio jato. Os jatos mais poderosos são os jatos polares, que ocorrem em torno dos 7 e 12 km (entre as latitudes de 40°-70°) acima do nível do mar, e os jatos subtropicais que andam à volta dos 10 e 16 km (20° e 30°) de altitude. Cada um dos hemisférios Norte e Sul possuem tanto um jato polar como um jato subtropical. O jato polar do hemisfério norte flui sobre o meio das latitudes setentrionais da América do Norte, Europa e Ásia e nos oceanos que neles intervém; enquanto que o jato polar do hemisfério sul circunda principalmente a Antártica durante todo o ano. As correntes de jato são provocados pela combinação da rotação do planeta sobre o seu eixo e o aquecimento da atmosfera (por radiação solar e, em outros planetas para além da Terra, pelo calor interno). As correntes de jato formam-se perto dos limites das massas de ar adjacentes com significantes diferenças de temperatura, tais como a região polar e o ar quente que segue em direção ao equador. Outras correntes de jato são também conhecidas. Durante o verão no hemisfério norte, jatos do leste podem-se formar nas regiões tropicais, normalmente numa região onde o ar seco cruza o ar húmido a grandes altitudes. Jatos em níveis mais baixos são também comuns em várias regiões como no centro dos Estados Unidos. Os meteorologistas utilizam dados fornecidos pela localização de algumas correntes de jato como referência para a previsão do tempo. A principal importância comercial das correntes de jato ocorre no tráfego aéreo, onde a economia de voo pode ser drasticamente afetada por qualquer um destes que adeja a favor do fluxo ou contra o fluxo de uma corrente. A turbulência de ar claro - um potencial risco para a segurança dos passageiros das aeronaves - é muitas vezes encontrado nas imediações de uma corrente de jato, porém não motiva qualquer alteração substancial no tempo de um voo. Ocorrendo nos níveis superiores da troposfera, esta corrente é de grande importância à aviação, podendo ser aproveitada para proporcionar economia de combustível nas aeronaves que as penetram aproveitando o impulso proporcionado pelos seus intensos ventos.

Novo!!: Meteorologia sinótica e Corrente de jato · Veja mais »

Frente de ar

Denomina-se frente de ar a área de quando o ar bate na cata e faz a latitude ir alem de uma massa de ar quente com uma massa de ar frio ou vice-versa.

Novo!!: Meteorologia sinótica e Frente de ar · Veja mais »

Imagem de satélite

Imagem de satélite é um arquivo de imagem obtido por sensoriamento remoto a partir de um satélite artificial.

Novo!!: Meteorologia sinótica e Imagem de satélite · Veja mais »

Língua grega

A língua grega (ελληνικά, ou ελληνική γλώσσα, AFI:, lit. "língua helênica") é um ramo independente da família linguística indo-europeia.

Novo!!: Meteorologia sinótica e Língua grega · Veja mais »

Mapa

Um mapa (do termo latino mappa) é uma representação visual de uma região.

Novo!!: Meteorologia sinótica e Mapa · Veja mais »

Meteorologia

A meteorologia é uma das ciências que estudam a atmosfera terrestre, que tem como foco o estudo dos processos atmosféricos e a previsão do tempo.

Novo!!: Meteorologia sinótica e Meteorologia · Veja mais »

Meteorologia de mesoescala

A Meteorologia de mesoescala ou Mesometeorologia é o estudo de fenômenos atmosféricos menores que a escala sinótica porém, maiores que a microescala.

Novo!!: Meteorologia sinótica e Meteorologia de mesoescala · Veja mais »

Redireciona aqui:

Análise sinótica, Escala Sinótica, Escala sinótica, Meteorologia sinóptica, Sinótica.

CessanteEntrada
Ei! Agora estamos em Facebook! »