Logotipo
Unionpédia
Comunicação
Disponível no Google Play
Novo! Faça o download do Unionpédia em seu dispositivo Android™!
Faça o download
Acesso mais rápido do que o navegador!
 

Lima Barreto

Afonso Henriques de Lima Barreto, (Rio de Janeiro, 13 de maio de 1881 — Rio de Janeiro, 1 de novembro de 1922) mais conhecido como Lima Barreto, foi um jornalista e escritor que publicou romances, sátiras, contos, crônicas e uma vasta obra em periódicos, principalmente em revistas populares ilustradas e periódicos anarquistas do início do século XX.

70 relações: A Semana Ilustrada, Abolicionismo, Academia Brasileira de Letras, Afonso Celso de Assis Figueiredo, Aguinaldo Silva, Antonio Candido, Boémia (estilo de vida), Brasil, Brasileiros, Careta (revista), Carnaval, Cemitério de São João Batista (Rio de Janeiro), Cemitério dos Vivos, Clara dos Anjos, Coelho Neto, Conto, Correio da Manhã, Correio da Manhã (Brasil), Crónica, Cultura popular, Dennis Carvalho, Eça de Queirós, Escritor, Fera Ferida, Fon-Fon (revista), Francisco de Assis Barbosa, Império do Brasil, Jornal do Commercio, Jornalismo, Jornalista, Largo do Machado, Literatura, Manuel Bandeira, Marcos Paulo, Modernismo, Modernismo no Brasil, Monarquia, Monteiro Lobato, Numa e a Ninfa, O homem que sabia javanês, Os Bruzundangas, Osman Lins, Parnasianismo no Brasil, Policarpo Quaresma, Herói do Brasil, Pré-modernismo, Primeira República Brasileira, Professor, Província do Rio de Janeiro, Realismo, Recordações do Escrivão Isaías Caminha, ..., República, Revista do Brasil, Rio de Janeiro, Rio de Janeiro (cidade), Romance, Samba-enredo, Sátira, Sátira menipeia, Século XX, Triste Fim de Policarpo Quaresma, Ufanismo, Unidos da Tijuca, Vida e Morte de M. J. Gonzaga de Sá, Xavier de Oliveira, 1 de novembro, 13 de maio, 1881, 1902, 1917, 1922. Expandir índice (20 mais) »

A Semana Ilustrada

A Semana Ilustrada foi uma antiga revista carioca que abrigou textos de escritores como Machado de Assis.

Novo!!: Lima Barreto e A Semana Ilustrada · Veja mais »

Abolicionismo

A abolição da escravatura: quadro de François-Auguste Biard (1798-1882) O abolicionismo foi um movimento político que visou à abolição da escravatura e do comércio de escravos.

Novo!!: Lima Barreto e Abolicionismo · Veja mais »

Academia Brasileira de Letras

Academia Brasileira de Letras (ABL -) GCSE • MHSE é uma instituição literária brasileira fundada na cidade do Rio de Janeiro em 20 de julho de 1897 por escritores como Machado de Assis, Lúcio de Mendonça, Inglês de Sousa, Olavo Bilac, Afonso Celso, Graça Aranha, Medeiros e Albuquerque, Joaquim Nabuco, Teixeira de Melo, Visconde de Taunay e Ruy Barbosa.

Novo!!: Lima Barreto e Academia Brasileira de Letras · Veja mais »

Afonso Celso de Assis Figueiredo

Afonso Celso de Assis Figueiredo, Visconde de Ouro Preto, (Ouro Preto, — Rio de Janeiro), foi um político brasileiro.

Novo!!: Lima Barreto e Afonso Celso de Assis Figueiredo · Veja mais »

Aguinaldo Silva

Aguinaldo Silva OMC (Carpina, 7 de junho de 1943) é um dramaturgo, escritor, roteirista, jornalista, cineasta e telenovelista brasileiro.

Novo!!: Lima Barreto e Aguinaldo Silva · Veja mais »

Antonio Candido

Antonio Candido de Mello e Souza (Rio de Janeiro, 24 de julho de 1918) é um sociólogo, literato e professor universitário brasileiro.

Novo!!: Lima Barreto e Antonio Candido · Veja mais »

Boémia (estilo de vida)

é a prática de um estilo de vida não convencional, alegre e despreocupado, muitas vezes na companhia de pessoas afins, com poucos laços permanentes, envolvendo atividades musicais, artísticas ou literárias.

Novo!!: Lima Barreto e Boémia (estilo de vida) · Veja mais »

Brasil

Brasil (pronuncia-se localmente A vocalização do no fim das sílabas geralmente só não acontece em dialetos influenciados pelos vizinhos falantes da língua castelhana, como na pampa rio-grandense – –, entretanto, em dialetos conservadores do interior do planalto, comumente referidos por caipira, o novo semivogal é um rótico retroflexo, fone herdado de línguas indígenas macro-jê, e não lábio-velar, daí, hoje muito menos comum por pressão sociolinguística da variedade de prestígio. Em todas, assume-se uma prosódia de conversa cotidiana. Em uma prosódia mais clara e formal, como a midiática, geralmente usa-se. Esta mudança de pronúncia da vogal átona pré-tônica não ocorre nas variedades de outros países falantes da língua portuguesa, que conservam a redução de para, para e para considerada mais coloquial no Brasil.), oficialmente República Federativa do Brasil, é o maior país da América do Sul e da região da América Latina, sendo o quinto maior do mundo em área territorial (equivalente a 47% do território sul-americano) e população (com mais de 200 milhões de habitantes).

Novo!!: Lima Barreto e Brasil · Veja mais »

Brasileiros

Os brasileiros formam uma nacionalidade ligada de forma indissociável ao Estado brasileiro, ou seja, a característica fundamental de um brasileiro é sua ligação com a República Federativa do Brasil.

Novo!!: Lima Barreto e Brasileiros · Veja mais »

Careta (revista)

Careta foi uma revista humorística brasileira que circulou de 1908 a 1960.

Novo!!: Lima Barreto e Careta (revista) · Veja mais »

Carnaval

O Carnaval é uma festa que é marcada pelo "adeus à carne" que a partir dela se fazia um grande período de abstinência e jejum, como o seu próprio nome em latim "carnis levale" o indica.

Novo!!: Lima Barreto e Carnaval · Veja mais »

Cemitério de São João Batista (Rio de Janeiro)

O Cemitério de São João Batista é uma necrópole municipal, anteriormente administrada pela Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro e gerida desde agosto de 2014 pela empresa privada Rio Pax.

Novo!!: Lima Barreto e Cemitério de São João Batista (Rio de Janeiro) · Veja mais »

Cemitério dos Vivos

Cemitério dos Vivos é um romance de Lima Barreto (1881-1923), escrito em um período de internação do escritor no Hospital Nacional de Alienados no Rio de Janeiro, entre 1919 e 1920.

Novo!!: Lima Barreto e Cemitério dos Vivos · Veja mais »

Clara dos Anjos

Clara dos Anjos é um livro póstumo do escritor brasileiro Lima Barreto, pertencente ao pré-modernismo brasileiro.

Novo!!: Lima Barreto e Clara dos Anjos · Veja mais »

Coelho Neto

Henrique Maximiano Coelho Neto (Caxias, — Rio de Janeiro) foi um escritor (cronista, folclorista, romancista, crítico e teatrólogo), político e professor brasileiro, membro da Academia Brasileira de Letras onde foi o fundador da Cadeira número 2.

Novo!!: Lima Barreto e Coelho Neto · Veja mais »

Conto

O conto é uma obra de ficção que cria um universo de seres, de fantasia ou acontecimentos.

Novo!!: Lima Barreto e Conto · Veja mais »

Correio da Manhã

* ''Correio da Manhã'' (Portugal) — jornal português.

Novo!!: Lima Barreto e Correio da Manhã · Veja mais »

Correio da Manhã (Brasil)

O foi um periódico brasileiro, publicado no Rio de Janeiro, de 1901 a 1974.

Novo!!: Lima Barreto e Correio da Manhã (Brasil) · Veja mais »

Crónica

ou cronista pode referir-se a.

Novo!!: Lima Barreto e Crónica · Veja mais »

Cultura popular

Carnaval de Pernambuco Cultura popular pode ser definida como qualquer manifestação (dança, música, festa, literatura, folclore, arte) em que o povo produz e participa de forma ativa.

Novo!!: Lima Barreto e Cultura popular · Veja mais »

Dennis Carvalho

Dennis de Carvalho (São Paulo, 27 de setembro de 1946) é um ator, dublador e diretor de telenovelas brasileiro.

Novo!!: Lima Barreto e Dennis Carvalho · Veja mais »

Eça de Queirós

José Maria de Eça de Queiroz (Póvoa de Varzim, — Paris) foi um dos mais importantes escritores portugueses da história.

Novo!!: Lima Barreto e Eça de Queirós · Veja mais »

Escritor

Escritor é uma pessoa que utiliza palavras escritas, com várias técnicas e uso de vários estilos, para comunicar ou passar ideias.

Novo!!: Lima Barreto e Escritor · Veja mais »

Fera Ferida

Fera Ferida é uma telenovela brasileira produzida e exibida no horário das 20 horas pela Rede Globo entre 15 de novembro de 1993 e 16 de julho de 1994, em 210 capítulos, substituindo Renascer e sendo substituída por Pátria Minha.

Novo!!: Lima Barreto e Fera Ferida · Veja mais »

Fon-Fon (revista)

Fon-Fon foi uma revista brasileira fundada no Rio de Janeiro em 1907.

Novo!!: Lima Barreto e Fon-Fon (revista) · Veja mais »

Francisco de Assis Barbosa

Francisco de Assis Barbosa (Guaratinguetá, — Rio de Janeiro) foi um biógrafo, ensaísta, historiador e jornalista brasileiro, imortal da Academia Brasileira de Letras.

Novo!!: Lima Barreto e Francisco de Assis Barbosa · Veja mais »

Império do Brasil

O Império do Brasil (denominado pela historiografia também como "Brasil Império", "Brasil Imperial" ou "Brasil Monárquico") foi um Estado que existiu durante o século XIX e que compreendia grande parte dos territórios que formam o Brasil e o Uruguai atuais.

Novo!!: Lima Barreto e Império do Brasil · Veja mais »

Jornal do Commercio

O Jornal do Commercio foi um jornal brasileiro com sede no estado do Rio de Janeiro.

Novo!!: Lima Barreto e Jornal do Commercio · Veja mais »

Jornalismo

Jornalismo é o processo de comunicação de um assunto em razão de um meio qualquer, como a televisão, jornais, ou rádios.

Novo!!: Lima Barreto e Jornalismo · Veja mais »

Jornalista

Um jornalista é uma pessoa que coleta, escreve, ou distribui notícias ou outra informação atual.

Novo!!: Lima Barreto e Jornalista · Veja mais »

Largo do Machado

O Largo do Machado é uma praça situada na divisa dos bairros do Catete, Flamengo e Laranjeiras na Zona Sul da cidade do Rio de Janeiro, no Brasil.

Novo!!: Lima Barreto e Largo do Machado · Veja mais »

Literatura

A Literatura é a arte de compor e expor escritos artísticos, em prosa ou em verso, de acordo com princípios teóricos e práticos; o exercício dessa arte ou da eloquência e poesia.

Novo!!: Lima Barreto e Literatura · Veja mais »

Manuel Bandeira

Manuel Carneiro de Sousa Bandeira Filho (Recife, 19 de abril de 1886 — Rio de Janeiro, 13 de outubro de 1968) foi um poeta, crítico literário e de arte, professor de literatura e tradutor brasileiro.

Novo!!: Lima Barreto e Manuel Bandeira · Veja mais »

Marcos Paulo

Marcos Paulo Simões (São Paulo, — Rio de Janeiro) foi um ator e diretor de televisão e cinema brasileiro.

Novo!!: Lima Barreto e Marcos Paulo · Veja mais »

Modernismo

Chama-se genericamente modernismo (ou movimento modernista) o conjunto de movimentos culturais, escolas e estilos que permearam as artes e o design da primeira metade do século XX.

Novo!!: Lima Barreto e Modernismo · Veja mais »

Modernismo no Brasil

O modernismo brasileiro foi um amplo movimento cultural que repercutiu fortemente sobre a cena artística e a sociedade brasileira na primeira metade do século XX, sobretudo no campo da literatura e das artes plásticas.

Novo!!: Lima Barreto e Modernismo no Brasil · Veja mais »

Monarquia

Monarquia é a mais antiga forma de governo ainda em vigor.

Novo!!: Lima Barreto e Monarquia · Veja mais »

Monteiro Lobato

José Bento Renato Monteiro Lobato (Taubaté, 18 de abril de 1882 – São Paulo, 4 de julho de 1948) foi um dos mais influentes escritores brasileiros de todos os tempos.

Novo!!: Lima Barreto e Monteiro Lobato · Veja mais »

Numa e a Ninfa

Numa e a Ninfa: romance da vida contemporânea.

Novo!!: Lima Barreto e Numa e a Ninfa · Veja mais »

O homem que sabia javanês

O homem que sabia javanês é um conto do escritor brasileiro de Lima Barreto que narra a história de Castelo, um malandro que, no começo do século XX, finge saber o javanês para conseguir um emprego e afinal fica famoso como um dos únicos tradutores desse idioma.

Novo!!: Lima Barreto e O homem que sabia javanês · Veja mais »

Os Bruzundangas

Os Bruzundangas é um livro de autoria do escritor brasileiro Lima Barreto, publicado póstumamente em 1922.

Novo!!: Lima Barreto e Os Bruzundangas · Veja mais »

Osman Lins

Osman da Costa Lins (Vitória de Santo Antão, 5 de julho de 1924 – São Paulo, 8 de julho de 1978) foi um escritor brasileiro.

Novo!!: Lima Barreto e Osman Lins · Veja mais »

Parnasianismo no Brasil

A palavra parnasianismo esta relacionada com o Parnaso grego, que, segundo a mitologia grega, é o nome dado a um monte da Grécia Central, morada de Apolo e de suas musas.

Novo!!: Lima Barreto e Parnasianismo no Brasil · Veja mais »

Policarpo Quaresma, Herói do Brasil

Policarpo Quaresma, herói do Brasil é um filme brasileiro de 1998 dirigido por Paulo Thiago, baseado na obra Triste Fim de Policarpo Quaresma de Lima Barreto, adaptado por Alcione Araújo.

Novo!!: Lima Barreto e Policarpo Quaresma, Herói do Brasil · Veja mais »

Pré-modernismo

O pré-modernismo (ou ainda estética impressionistaMATTOS, Geraldo, Teoria e Prática de Língua e Literatura, vol. 3, FTD, São Paulo, s/d) foi um período literário brasileiro de literatura, página pesquisada em 4 de abril de 2008, que marca a transição entre o simbolismo e o movimento modernista.

Novo!!: Lima Barreto e Pré-modernismo · Veja mais »

Primeira República Brasileira

A Primeira República Brasileira, também conhecida como República Velha (em oposição à República Nova, período posterior, iniciado com o governo de Getúlio Vargas), foi o período da história do Brasil que se estendeu da proclamação da República, em 15 de novembro de 1889, até a Revolução de 1930 que depôs o 13º e último presidente da República Velha Washington Luís.

Novo!!: Lima Barreto e Primeira República Brasileira · Veja mais »

Professor

Professor ou docente é uma pessoa que ensina ciência, arte, técnica ou outros conhecimentos.

Novo!!: Lima Barreto e Professor · Veja mais »

Província do Rio de Janeiro

A Província do Rio de Janeiro foi uma província do Reino do Brasil em 1821 e do Império do Brasil a partir de 1822.

Novo!!: Lima Barreto e Província do Rio de Janeiro · Veja mais »

Realismo

O realismo foi um movimento artístico e literário surgido nas últimas décadas do século XIX na Europa, mais especificamente na França, em reação ao romantismo.

Novo!!: Lima Barreto e Realismo · Veja mais »

Recordações do Escrivão Isaías Caminha

Recordações do Escrivão Isaías Caminha é um livro do escritor brasileiro Lima Barreto, seu primeiro romance.

Novo!!: Lima Barreto e Recordações do Escrivão Isaías Caminha · Veja mais »

República

Η Πολιτεία - De Republica'' de Platão, edição bilingue de 1713. A República (do latim res publica, "coisa pública") é uma estrutura política de Estado ou forma de Governo em que, segundo Cícero, são necessárias três condições fundamentais para caracterizá-la: um número razoável de pessoas (multitude); uma comunidade de interesses e de fins (communio); e um consenso do direito (consensus iuris).

Novo!!: Lima Barreto e República · Veja mais »

Revista do Brasil

Foi uma revista brasileira, fundada em 1916 por Júlio de Mesquita como sendo espaço de literatos e promovendo discussão sobre o contexto da Primeira Guerra Mundial, então em andamento.

Novo!!: Lima Barreto e Revista do Brasil · Veja mais »

Rio de Janeiro

Rio de Janeiro é uma das 27 unidades federativas do Brasil.

Novo!!: Lima Barreto e Rio de Janeiro · Veja mais »

Rio de Janeiro (cidade)

Rio de Janeiro (frequentemente referida simplesmente como Rio) é um município brasileiro, capital do estado homônimo, situado no Sudeste do país.

Novo!!: Lima Barreto e Rio de Janeiro (cidade) · Veja mais »

Romance

O termo romance (do latim romanice: "em língua românica", através do provençal romans) pode referir-se a dois gêneros literários.

Novo!!: Lima Barreto e Romance · Veja mais »

Samba-enredo

O samba-enredo, também chamado de samba de enredo, é um sub-gênero do samba moderno, surgido no Rio de Janeiro na década de 1950, feito especificamente para o desfile de uma escola de samba.

Novo!!: Lima Barreto e Samba-enredo · Veja mais »

Sátira

A sátira é uma técnica literária ou artística que ridiculariza um determinado tema (indivíduos, organizações, estados), geralmente como forma de intervenção política ou outra, com o objectivo de provocar ou evitar uma mudança.

Novo!!: Lima Barreto e Sátira · Veja mais »

Sátira menipeia

A sátira menipeia é uma forma de sátira escrita geralmente em prosa, com extensão e estrutura similar a um romance, caracterizada pela crítica às atitudes mentais ao invés de a indivíduos específicos.

Novo!!: Lima Barreto e Sátira menipeia · Veja mais »

Século XX

Século XX (de 1901 a 2000) foi um período que se notabilizou pelos inúmeros avanços tecnológicos, conquistas da civilização e reviravoltas em relação ao poder.

Novo!!: Lima Barreto e Século XX · Veja mais »

Triste Fim de Policarpo Quaresma

Triste Fim de Policarpo Quaresma é um romance do pré-modernismo brasileiro e considerado por alguns o principal representante desse movimento.

Novo!!: Lima Barreto e Triste Fim de Policarpo Quaresma · Veja mais »

Ufanismo

Slogan ''Brasil, ame-o ou deixe-o'', onde "amar" é sinônimo de aceitar as leis constitucionais, e "deixe-o" um termo figurativo para aqueles que não concordavam com o regime militar. O ufanismo (jactância ou autovangloriação de um país) é uma expressão utilizada no Brasil em alusão a uma obra escrita pelo conde Afonso Celso cujo título é Porque me Ufano do Meu País.

Novo!!: Lima Barreto e Ufanismo · Veja mais »

Unidos da Tijuca

Grêmio Recreativo Escola de Samba Unidos da Tijuca (ou simplesmente Unidos da Tijuca) é uma escola de samba da cidade do Rio de Janeiro.

Novo!!: Lima Barreto e Unidos da Tijuca · Veja mais »

Vida e Morte de M. J. Gonzaga de Sá

Vida e Morte de M. J. Gonzaga de Sá é um livro do escritor brasileiro Lima Barreto Foi publicado em 1919, sucedendo a obra Triste Fim de Policarpo Quaresma do autor.

Novo!!: Lima Barreto e Vida e Morte de M. J. Gonzaga de Sá · Veja mais »

Xavier de Oliveira

Xavier de Oliveira (Rio de Janeiro, 1937) é um cineasta brasileiro.

Novo!!: Lima Barreto e Xavier de Oliveira · Veja mais »

1 de novembro

Sem descrição

Novo!!: Lima Barreto e 1 de novembro · Veja mais »

13 de maio

O 13 de maio, por tratar-se do 133º dia do ano é considerado pelas ordens secretas, esotéricas, filosóficas e místicas como sendo uma proporção áurea do ano.

Novo!!: Lima Barreto e 13 de maio · Veja mais »

1881

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XIX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi B (52 semanas), teve início a um sábado e terminou também a um sábado.

Novo!!: Lima Barreto e 1881 · Veja mais »

1902

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi E (52 semanas), teve início a uma quarta-feira e terminou também a uma quarta-feira.

Novo!!: Lima Barreto e 1902 · Veja mais »

1917

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XX do Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi G (52 semanas), teve início numa segunda-feira e terminou também numa segunda-feira.

Novo!!: Lima Barreto e 1917 · Veja mais »

1922

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi A (52 semanas), teve início a um domingo e terminou também a um domingo.

Novo!!: Lima Barreto e 1922 · Veja mais »

Redireciona aqui:

Afonso Henriques de Lima, Afonso Henriques de Lima Barreto, Afonso de Lima Barreto, Lima barreto.

CessanteEntrada
Ei! Agora estamos em Facebook! »