Logotipo
Unionpédia
Comunicação
Disponível no Google Play
Novo! Faça o download do Unionpédia em seu dispositivo Android™!
Livre
Acesso mais rápido do que o navegador!
 

La Bandina

Índice La Bandina

La Bandina é um grupo asturiano de música folk.

26 relações: Acordeão, Anost, Astúrias, Évora, Baixo elétrico, Bombarda, Borgonha, Bretanha, Espanha, Eufônio, Folk contemporâneo, França, Gaita, Instrumento de percussão, Língua asturiana, Música, Plasencia, Portugal, Provença, Sanfona, Saxofone, Trombone, Trompete, 1996, 2002, 2005.

Acordeão

Acordeão cromático (teclado) - Scandalli Sonolite de 120 baixos Acordeon Leticce, Mega 6ª L de 120 baixos O acordeão, no Brasil também chamado popularmente sanfona e gaita, é um instrumento musical aerofone de origem alemã, composto por um fole, palhetas livres e duas caixas harmónicas de madeira.

Novo!!: La Bandina e Acordeão · Veja mais »

Anost

Anost (pronuncia-se "anô") é uma comuna francesa na região administrativa de Borgonha-Franco-Condado, no departamento Saône-et-Loire.

Novo!!: La Bandina e Anost · Veja mais »

Astúrias

O Principado das Astúrias, em castelhano Principado de Asturias, Principáu d'Asturies em asturiano e Principao d'Asturias em galego-asturiano, é uma comunidade autónoma definida como nação histórica e província de Espanha.

Novo!!: La Bandina e Astúrias · Veja mais »

Évora

Évora OTE é uma cidade portuguesa, capital do Distrito de Évora, na região do Alentejo e sub-região do Alentejo Central, com 49 252 habitantes, em 2011.

Novo!!: La Bandina e Évora · Veja mais »

Baixo elétrico

Baixo elétrico, chamado também de contrabaixo elétrico, viola baixo, baixão ou simplesmente baixo é um instrumento de cordas,.

Novo!!: La Bandina e Baixo elétrico · Veja mais »

Bombarda

*Bombarda (arma) — disparador primitivo de projéteis pesados surgido no século XV.

Novo!!: La Bandina e Bombarda · Veja mais »

Borgonha

A Borgonha Bourgogne foi uma região administrativa da França entre 1986 e 2015, integrando hoje a região Borgonha-Franco-Condado.

Novo!!: La Bandina e Borgonha · Veja mais »

Bretanha

A Bretanha (em francês Bretagne, em bretão Breizh, em galo Bertaèyn) é uma região administrativa do oeste da França com uma larga costa litoral entre o Canal da Mancha e o Oceano Atlântico.

Novo!!: La Bandina e Bretanha · Veja mais »

Espanha

Espanha (España), também conhecido como Reino de/da Espanha Reino de España é um país situado na Europa meridional, na Península Ibérica.

Novo!!: La Bandina e Espanha · Veja mais »

Eufônio

barítono e um '''eufónio''' O ou bombardino é um aerofone da família dos metais.

Novo!!: La Bandina e Eufônio · Veja mais »

Folk contemporâneo

O folk contemporâneo (ou simplesmente folk) refere-se a uma grande variedade de gêneros musicais que surgiram em meados do século XX e além e que estão associados à música tradicional.

Novo!!: La Bandina e Folk contemporâneo · Veja mais »

França

França (France; 10px ouça), oficialmente República Francesa (République française) é um país, ou, mais especificamente, um Estado unitário desconcentrado, localizado na Europa Ocidental, com várias ilhas e territórios ultramarinos noutros continentes.

Novo!!: La Bandina e França · Veja mais »

Gaita

*Harmónica (instrumento musical) — também chamada "gaita".

Novo!!: La Bandina e Gaita · Veja mais »

Instrumento de percussão

Instrumento de percussão é um instrumento musical cujo som é obtido através de: impacto (percussão), raspagem ou agitação, com ou sem o auxílio de baquetas.

Novo!!: La Bandina e Instrumento de percussão · Veja mais »

Língua asturiana

Asturiano (endónimo asturianu Artigo 1.º da. e, antigamente, bable) é o glossónimo utilizado para fazer referência à língua românica pertencente ao diassistema asturo-leonês falada no Principado das Astúrias.

Novo!!: La Bandina e Língua asturiana · Veja mais »

Música

A música (do grego μουσική τέχνη - musiké téchne, a arte das musas) é uma forma de arte que se constitui na combinação de vários sons e ritmos, seguindo uma pré-organização ao longo do tempo.

Novo!!: La Bandina e Música · Veja mais »

Plasencia

Plaza Mayor Parador Nacional de Plasencia Plasencia é um município e cidade da Espanha, na província de Cáceres, comunidade autónoma da Estremadura, com 218 km² de área. Em tinha habitantes. É a capital da diocese com o mesmo nome e de várias comarcas do norte estremenho, o segundo núcleo urbano mais povoado da província de Cáceres e o quarto da Estremadura. Na cidade estão sediados diversos serviços do estado espanhol e do governo autonómico (Junta da Estremadura), que servem todo o norte da Estremadura. A cidade situa-se na entrada do sopé do vale do Jerte, um dos principais pontos de passagem da fronteira natural montanhosa entre o sul e o norte do centro da Península Ibérica. A situação atual de fronteira entre as comunidades autónomas da Estremadura e de Castela e Leão traduz uma realidade histórica muito antiga. A área, percorrida por uma das rotas comerciais históricas mais importantes e antigas da Península Ibérica, frequentemente designada por Via da Prata, que ligava o que é hoje Cádis ao que é atualmente Astorga, é habitada desde a Pré-história, e à data da fundação oficial da cidade, no, tinha uma importância estratégica acrescida por ser uma zona de fronteira disputada entre cristãos e muçulmanos, e pelos reinos cristãos rivais de Castela, Leão e Portugal. Cidade importante e próspera desde que foi fundada no, teve o seu apogeu entre os séculos XV e XVII, tendo tido um papel fulcral durante a Guerra de Sucessão de Castela, na segunda metade do. A partir do assistiu a um declínio gradual e acentuado, para o que muito contribuíram a Guerra da Restauração de Portugal, na segunda metade do, a Guerra da Sucessão Espanhola, no início do, e a Guerra Peninsular, no início do. A situação estratégica da cidade implicou que ela fosse palco de combates e de base de tropas, que, pelas suas necessidades logísticas, arruinaram a economia local já debilitada. Embora não tendo sido palco de combates durante a Guerra Civil Espanhola, esta afetou negativamente a economia local, a qual também não beneficiou dos financiamentos à reconstrução do pós-guerra por não ter havido estragos físicos provocados pela guerra. A inversão do declínio só chegaria nos anos 1960, com o desenvolvimento industrial e diversas obras públicas, nomeadamente grandes projetos de irrigação e de aproveitamentos hidroelétricos. Plasencia conta com um rico património histórico, concentrado principalmente no centro histórico bem preservado, onde ainda se respira uma atmosfera muito medieval. Não obstante, a cidade é omitida em muitos dos roteiros turísticos mais populares de Espanha, algo que em grande parte se deve à extraordinária riqueza patrimonial da maior parte das cidades espanholas e à proximidade relativa de outras cidades mais conhecidas, como Salamanca, Ávila e Cáceres Apesar disso, o turismo é uma atividade com alguma importância e a cidade é muito visitada tanto pelo seu património edificado, como pelas belezas naturais da área onde se insere, com destaque para o vale do Jerte as suas famosas cerejeiras, que produzem uma parte considerável das cerejas produzidas em Espanha. Os períodos mais concorridos são, além do verão, a Semana Santa e as festas das cerejeiras em flor no vale do Jerte, que ocorrem geralmente em abril, e que por vezes coincidem com a Semana Santa.

Novo!!: La Bandina e Plasencia · Veja mais »

Portugal

Portugal, oficialmente República Portuguesa, é um país soberano unitário localizado no sudoeste da Europa, cujo território se situa na zona ocidental da Península Ibérica e em arquipélagos no Atlântico Norte. O território português tem uma área total de, sendo delimitado a norte e leste por Espanha e a sul e oeste pelo oceano Atlântico, compreendendo uma parte continental e duas regiões autónomas: os arquipélagos dos Açores e da Madeira. Portugal é a nação mais a ocidente do continente europeu. O nome do país provém da sua segunda maior cidade, Porto, cujo nome latino-celta era Portus Cale. O território dentro das fronteiras atuais da República Portuguesa tem sido continuamente povoado desde os tempos pré-históricos: ocupado por celtas, como os galaicos e os lusitanos, foi integrado na República Romana e mais tarde colonizado por povos germânicos, como os suevos e os visigodos. No século VIII, as terras foram conquistadas pelos mouros. Durante a Reconquista cristã foi formado o Condado Portucalense,  estabelecido no século XI por Vímara Peres, um vassalo do rei das Astúrias. O condado tornou-se parte do Reino de León em 1097, e os condes de Portugal estabeleceram-se como governantes independentes do reino no século XII, após a batalha de São Mamede. Com o estabelecimento do Reino de Portugal em 1139, cuja independência foi reconhecida em 1143. Em 1297 foram definidas as fronteiras no tratado de Alcanizes, tornando Portugal no mais antigo Estado-nação da Europa. Nos séculos XV e XVI, como resultado de pioneirismo na Era dos Descobrimentos (ver: descobrimentos portugueses), Portugal expandiu a influência ocidental e estabeleceu um império que incluía possessões na África, Ásia, Oceânia e América do Sul, tornando-se a potência económica, política e militar mais importante de todo o mundo. O Império Português foi o primeiro império global da História e também o mais duradouro dos impérios coloniais europeus, abrangendo quase 600 anos de existência, desde a conquista de Ceuta em 1415, até à transferência de soberania de Macau para a China em 1999. No entanto, a importância internacional do país foi bastante reduzida durante o século XIX, especialmente após a independência do Brasil, a sua maior colónia. Com a Revolução de 1910, a monarquia terminou, tendo desde 1139 até 1910, 34 monarcas. A Primeira República Portuguesa foi muito instável, devido ao elevado parlamentarismo. O regime deu lugar à ditadura militar devido a um levantamento em 28 de maio de 1926. Em 1933, um novo regime autoritário, o Estado Novo, presidido por Salazar até 1968, geriu o país até 25 de abril de 1974. A democracia representativa foi instaurada após a Revolução dos Cravos, em 1974, que terminou a Guerra Colonial Portuguesa. As províncias ultramarinas de Portugal tornaram-se independentes, sendo as mais proeminentes Angola e Moçambique. Portugal é um país desenvolvido, com um Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) considerado como muito elevado. O país foi classificado na 19.ª posição em qualidade de vida (em 2005), tem um dos melhores sistemas de saúde do planeta e é, também, uma das nações mais globalizadas e pacíficas do mundo. É membro da Organização das Nações Unidas (ONU), da União Europeia (incluindo a Zona Euro e o Espaço Schengen), da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) e da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Portugal também participa em diversas missões de manutenção de paz das Nações Unidas.

Novo!!: La Bandina e Portugal · Veja mais »

Provença

A Provença (Provença, em occitano provençal, segundo a norma clássica; Prouvènço, em occitano provençal, segundo a norma mistraliana; Provence, em francês; Proença, forma utilizada na Idade Média) é uma denominação geográfica para um antigo condado (transformado em 1481 em província real francesa) e que corresponde hoje, em sentido lato, a uma grande parte da região administrativa francesa de Provença-Alpes-Costa Azul.

Novo!!: La Bandina e Provença · Veja mais »

Sanfona

Sanfona do final do século XVIII, feita pelo ''luthier'' Pierre Louvet (1709-1784) A sanfona, também chamada de viela de roda ou Hurdy-gurdy, é um instrumento musical de cordas friccionadas.

Novo!!: La Bandina e Sanfona · Veja mais »

Saxofone

Saxofone, também conhecido popularmente como sax, é um instrumento de sopro patenteado em 1846 pelo belga Adolphe Sax, um respeitado fabricante de instrumentos, que viveu na França no.

Novo!!: La Bandina e Saxofone · Veja mais »

Trombone

right O trombone é um aerofone da família dos metais cuja invenção remonta ao século XV.

Novo!!: La Bandina e Trombone · Veja mais »

Trompete

O trompete é um instrumento musical de sopro, da família dos metais (o trompete é o que produz o som mais agudo da família), Trompete.

Novo!!: La Bandina e Trompete · Veja mais »

1996

Sem descrição

Novo!!: La Bandina e 1996 · Veja mais »

2002

Foi designado como.

Novo!!: La Bandina e 2002 · Veja mais »

2005

* Foi designado como.

Novo!!: La Bandina e 2005 · Veja mais »

CessanteEntrada
Ei! Agora estamos em Facebook! »