Logotipo
Unionpédia
Comunicação
Disponível no Google Play
Novo! Faça o download do Unionpédia em seu dispositivo Android™!
Livre
Acesso mais rápido do que o navegador!
 

Lívio Andrônico

Índice Lívio Andrônico

Lívio Andrônico (em latim Lucius Livius Andronicus; —) foi um escritor épico romano de origem grega.

34 relações: Ab Urbe condita libri, Asdrúbal, Aulo Gélio, Batalha do Metauro, Camenas, Cícero, Comédia, Cronos, Gens, Hermes, Homero, Horácio, Império Romano, Juno, Latim, Língua etrusca, Liberto, Marco Lívio Salinador, Mercúrio (mitologia), Musa, Odisseia, Partênio, Poesia lírica, Primeira Guerra Púnica, Roma, Saturno (mitologia), Século I a.C., Tarento, Tito Lívio, Tragédia, 204 a.C., 207 a.C., 240 a.C., 272 a.C..

Ab Urbe condita libri

Ab Urbe condita (literalmente, "desde a fundação da Cidade") é uma obra monumental escrita por Tito Lívio que narra a história de Roma desde a sua fundação, datada em 753 a.C. por Marco Terêncio Varrão e alguns investigadores modernos.

Novo!!: Lívio Andrônico e Ab Urbe condita libri · Veja mais »

Asdrúbal

Asdrúbal (em fenício: Azruba'al, lit. "a ajuda de Baal"; em latim: Hasdrubal; —) foi um general cartaginês, filho de Amílcar Barca.

Novo!!: Lívio Andrônico e Asdrúbal · Veja mais »

Aulo Gélio

Aulo Gélio ((123 - 165) foi um jurista, escritor e gramático latino, provavelmente nascido em Roma, cuja única obra conhecida é Noctes Atticae ("Noites Áticas"), em vinte volumes. Estudou gramática e retórica, em Roma, e filosofia, em Atenas. Depois retornou a Roma, onde atuou como juiz extra ordinem. Entre seus professores e amigos havia muitos homens distintos: Sulpício Apolinário, Herodes Ático e Marco Cornélio Frontão. Foi aluno de Marco Cornélio Frontão, expoente do arcaísmo latino, que se preocupava sobretudo com a pureza da forma e da elocução.Luciano Perelli, Storia della letteratura latina, p. 330.

Novo!!: Lívio Andrônico e Aulo Gélio · Veja mais »

Batalha do Metauro

A Batalha do Metauro, travada em 207 a.C., perto do rio Metauro, na península Itálica (moderna província de Marcas), foi uma batalha da Segunda Guerra Púnica, na qual o comandante cartaginês Asdrúbal, irmão de Aníbal, foi derrotado e morto pelos exércitos romanos combinados dos cônsules Marco Lívio Salinador e Caio Cláudio Nero.

Novo!!: Lívio Andrônico e Batalha do Metauro · Veja mais »

Camenas

Na mitologia romana, as camenas (Camenae eram originalmente deusas da primavera, do bem, e das fontes ou ninfas das águas de Vênus. Eram sábias e muitas vezes profetizavam o futuro. Existiam quatro camenas: Carmenta, Egéria, Antevorta e Postverta. Carmenta era a chefe das ninfas; o bosque fora da Porta Capena era dedicado a Egéria. No dia do seu festival, a Carmentália, celebrado entre os dias 11 e 15 de janeiro, as virgens vestais retiravam água das nascentes. As camenas foram depois identificadas com as musas da mitologia grega. Na tradução da Odisseia, Lívio Andrônico traduziu a palavra grega Mousa por Camena.

Novo!!: Lívio Andrônico e Camenas · Veja mais »

Cícero

Marco Túlio Cícero (106–; Marcus Tullius Cicero, Kikerōn) foi um advogado, político, escritor, orador e filósofo da ''gens'' Túlia da República Romana eleito cônsul em com Caio Antônio Híbrida.

Novo!!: Lívio Andrônico e Cícero · Veja mais »

Comédia

A comédia é o uso de humor nas artes cênicas.

Novo!!: Lívio Andrônico e Comédia · Veja mais »

Cronos

Cronos (Krónos), na mitologia grega, é o mais jovem dos titãs, filho de Urano, o céu estrelado, e Gaia, a terra. Cronos era o rei dos titãs e o grande deus do tempo, sobretudo quando este é visto em seu aspecto destrutivo, o tempo inexpugnável que rege os destinos e a tudo devora. O titã Cronos serviu de inspiração para a antiga seita órfica criar a figura de Chronos, a quem chamavam de o "deus primordial do tempo". Vale ressaltar que o modo de vida dos órficos causava grande estranheza entre os gregos e a nova teogonia criada por eles era, da mesma forma, repudiada pelo culto cívico e popular das póleis gregas. O que quer dizer que, para os gregos comuns, o titã Cronos (e somente ele) era o deus do tempo por excelência. A pedido de sua mãe se tornou senhor do céu, castrando o pai com um golpe de foice. A partir de então, o mundo foi governado pela linhagem dos titãs que, segundo Hesíodo, constituía a segunda geração divina. Foi durante o reinado de Cronos que a humanidade (recém-nascida) viveu a sua "Idade de Ouro". ''Cronos e Reia'' Reprodução de baixo-relevo romano Cronos casou com a sua irmã Reia, que lhe deu seis filhos (os crónidas): três mulheres, Héstia, Deméter e Hera e três homens, Hades, Posídon e Zeus. Como tinha medo de ser destronado por causa de uma maldição de um oráculo, Cronos engolia os filhos ao nascerem. Comeu todos, exceto Zeus, que Reia conseguiu salvar enganando Cronos ao enrolar uma pedra em um pano, a qual ele engoliu sem perceber a troca. Quando Zeus cresceu, resolveu vingar-se de seu pai, solicitando para esse feito o apoio de Métis - a Prudência - filha do titã Oceano. Esta ofereceu a Cronos uma poção mágica, que o fez vomitar os filhos que tinha devorado. Então Zeus tornou-se senhor do céu e divindade suprema da terceira geração de deuses da mitologia grega, ao banir os titãs para o Tártaro e afastar o pai do trono. Segundo as palavras de Homero, Zeus prendeu-o com correntes no mundo subterrâneo, onde foi encontrado, após dez anos de luta encarniçada, pelos seus irmãos, os titãs, que tinham pensado poder reconquistar o poder de Zeus e dos deuses do Olimpo. Em algumas variantes do mito, Cronos e os titãs são alcançados pela misericórdia de Zeus, libertados do Tártaro e cada qual retoma a sua função cosmológica no universo. Com a permissão do filho, Cronos torna-se, então, o governante dos Campos Elísios, o paraíso da mitologia grega e lugar de descanso para os mortos bem-aventurados. Categoria:Titãs (mitologia) Categoria:Deidades do tempo e destino Categoria:Deuses da Grécia Categoria:Saturno (mitologia).

Novo!!: Lívio Andrônico e Cronos · Veja mais »

Gens

Gens é um termo que, na Roma Antiga, representava a identidade familiar de um determinado conjunto de famílias, largamente inscritas na aristocracia romana.

Novo!!: Lívio Andrônico e Gens · Veja mais »

Hermes

Hermes (Hermés) era, na mitologia grega, um dos deuses olímpicos, filho de Zeus e de Maia, e possuidor de vários atributos.

Novo!!: Lívio Andrônico e Hermes · Veja mais »

Homero

Homero (Ὅμηρος, transl. Hómēros) foi um poeta épico da Grécia Antiga, ao qual tradicionalmente se atribui a autoria dos poemas épicos Ilíada e Odisseia.

Novo!!: Lívio Andrônico e Homero · Veja mais »

Horácio

Quinto Horácio Flaco, em latim Quintus Horatius Flaccus, (Venúsia, — Roma) foi um poeta lírico e satírico romano, além de filósofo.

Novo!!: Lívio Andrônico e Horácio · Veja mais »

Império Romano

O Império Romano (Imperium Romanum) foi o período pós-republicano da antiga civilização romana, caracterizado por uma forma de governo autocrática liderada por um imperador e por extensas possessões territoriais em volta do mar Mediterrâneo na Europa, África e Ásia.

Novo!!: Lívio Andrônico e Império Romano · Veja mais »

Juno

Na mitologia romana, Juno é a esposa de Júpiter e rainha dos deuses.

Novo!!: Lívio Andrônico e Juno · Veja mais »

Latim

A língua latina ou latim é uma antiga língua indo-europeia do ramo itálico originalmente falada no Lácio, a região do entorno da cidade de Roma.

Novo!!: Lívio Andrônico e Latim · Veja mais »

Língua etrusca

O etrusco era um idioma falado e escrito na antiga região da Etrúria (a atual Toscana) e em algumas partes das atuais Lombardia, Veneto, e Emília-Romanha (onde os etruscos foram deslocados pelos gauleses), na península Itálica.

Novo!!: Lívio Andrônico e Língua etrusca · Veja mais »

Liberto

Um liberto é um antigo escravo a quem de algum modo foi concedida a liberdade, por emancipação ou por alforria.

Novo!!: Lívio Andrônico e Liberto · Veja mais »

Marco Lívio Salinador

Marco Lívio Salinador (Marcus Livius Salinator) foi um político da gente Lívia da República Romana eleito cônsul por duas vezes, em 219 e, com Lúcio Emílio Paulo e Caio Cláudio Nero respectivamente.

Novo!!: Lívio Andrônico e Marco Lívio Salinador · Veja mais »

Mercúrio (mitologia)

Mercúrio, na mitologia romana, associado ao deus grego Hermes, é um mensageiro e deus da venda, lucro e comércio, o filho de Maia, também conhecida como Ops, a versão romana de Reia, e Júpiter.

Novo!!: Lívio Andrônico e Mercúrio (mitologia) · Veja mais »

Musa

As musas (Mousa), na mitologia grega, eram entidades a quem era atribuída a capacidade de inspirar a criação artística ou científica.

Novo!!: Lívio Andrônico e Musa · Veja mais »

Odisseia

Odisseia (em grego: Οδύσσεια, transl. Odýsseia) é um dos dois principais poemas épicos da Grécia Antiga, atribuídos a Homero.

Novo!!: Lívio Andrônico e Odisseia · Veja mais »

Partênio

de Niceia foi um poeta e gramático da Grécia Antiga.

Novo!!: Lívio Andrônico e Partênio · Veja mais »

Poesia lírica

A poesia lírica é uma forma de poesia que surgiu na Grécia Antiga, e originalmente, era feita para ser cantada ou acompanhada de flauta e lira (daí o lírica).

Novo!!: Lívio Andrônico e Poesia lírica · Veja mais »

Primeira Guerra Púnica

A Primeira Guerra Púnica foi a primeira das três Guerras Púnicas travadas entre Cartago e a República Romana.

Novo!!: Lívio Andrônico e Primeira Guerra Púnica · Veja mais »

Roma

Roma (Roma) é uma cidade e uma comuna especial (chamada "Roma Capitale") da Itália.

Novo!!: Lívio Andrônico e Roma · Veja mais »

Saturno (mitologia)

Saturno (Saturnus) é um deus romano do tempo equivalente ao grego Cronos.

Novo!!: Lívio Andrônico e Saturno (mitologia) · Veja mais »

Século I a.C.

Milénios: segundo milénio a.C. - primeiro milénio a.C. - primeiro milénio d.C. Século II a.C. - Século I a.C. - Século I.

Novo!!: Lívio Andrônico e Século I a.C. · Veja mais »

Tarento

Tarento (Taranto) é uma comuna italiana, capital da província homônima, na região da Apúlia.

Novo!!: Lívio Andrônico e Tarento · Veja mais »

Tito Lívio

Tito Lívio (em latim: Titus Livius; Pádua, c. — Pádua), conhecido simplesmente como Lívio, é o autor da obra histórica intitulada Ab urbe condita ("Desde a fundação da cidade"), onde tenta relatar a história de Roma desde o momento tradicional da sua fundação até ao início do da Era Cristã, mencionando desde os reis de Roma, tanto os primeiros como os Tarquínios.

Novo!!: Lívio Andrônico e Tito Lívio · Veja mais »

Tragédia

Tragédia (do grego antigo τραγῳδία, composto de τράγος, "cabra" e ᾠδή, "música") é uma forma de drama que se caracteriza pela sua seriedade e dignidade, pondo frequentemente em causa os deuses, o destino ou a sociedade.

Novo!!: Lívio Andrônico e Tragédia · Veja mais »

204 a.C.

Sem descrição

Novo!!: Lívio Andrônico e 204 a.C. · Veja mais »

207 a.C.

Sem descrição

Novo!!: Lívio Andrônico e 207 a.C. · Veja mais »

240 a.C.

Sem descrição

Novo!!: Lívio Andrônico e 240 a.C. · Veja mais »

272 a.C.

Sem descrição

Novo!!: Lívio Andrônico e 272 a.C. · Veja mais »

Redireciona aqui:

Lucius Livius Andronicus, Lívio Andronico, Lívio Andrónico.

CessanteEntrada
Ei! Agora estamos em Facebook! »