Logotipo
Unionpédia
Comunicação
Disponível no Google Play
Novo! Faça o download do Unionpédia em seu dispositivo Android™!
Livre
Acesso mais rápido do que o navegador!
 

João IV de Portugal

Índice João IV de Portugal

João IV (Vila Viçosa, – Lisboa), apelidado de João, o Restaurador, foi o Rei de Portugal e Algarves de 1640 até à sua morte, e Duque de Bragança entre 1630 e 1645.

146 relações: Aborto espontâneo, Afonso VI de Portugal, Alcoutim, Ana de Bragança, Ana de Velasco e Girón, duquesa de Bragança, Antão de Almada, 7.º conde de Avranches, António Teles da Silva, Arquidiocese de Braga, Álvaro de Abranches, Évora, Badajoz, Batalha de Montijo, Batalha dos Guararapes, Cardeal de Richelieu, Carlos II de Inglaterra, Casa de Habsburgo, Casa de Stuart, Casa Real, Casamento, Castro Marim, Catarina de Bragança, Catarina de Portugal, Duquesa de Bragança, Cerco de Elvas (1644), Conde da Ericeira, Conde de Abrantes, Conde de Armamar, Conde de Arraiolos, Conde de Óbidos, Conde de Cantanhede, Conde de Neiva, Conde de Ourém, Conde de Vimioso, Condestável de Portugal, Conselho da Fazenda, Conselho Ultramarino, Dinastia de Avis, Dinastia de Bragança, Dom (título), Duarte de Bragança, senhor de Vila do Conde, Duarte de Portugal, 4.º Duque de Guimarães, Duarte Pio de Bragança, Duque de Barcelos, Duque de Bragança, Duque de Guimarães, Elvas, Escócia, Espanha, Fernando III do Sacro Império Romano-Germânico, Fernão da Silveira, Filipa de Vilhena, ..., Filipe II de Espanha, Filipe IV de Espanha, França, Francisco de Andrade Leitão, Francisco de Faro, Francisco de Melo, 3.º marquês de Ferreira, Gaspar de Guzmán, Conde-Duque de Olivares, Guerra da Restauração, Guerra dos Trinta Anos, Hino Português, Igreja Católica, Igreja de São Vicente de Fora, Ilha Terceira, Imaculada Conceição, Império Espanhol, Infante de Portugal, Inglaterra, Isabel de Bragança, Isabel de Lencastre, Jaime I, Duque de Bragança, Jerónimo de Ataíde, 6.º Conde de Atouguia, Joana, Princesa da Beira, Joaquim Veríssimo Serrão, João I, Duque de Bragança, João Pinto Ribeiro, Jorge de Melo, Jorge de Meneses, Junta dos Três Estados, Lisboa, Lista de monarcas de Portugal, Lourenço de Lima, Luísa de Gusmão, Manrique da Silva, 1.º Marquês de Gouveia, Manuel de Bragança (1640), Manuel I de Portugal, Margarida de Saboia, Duquesa de Mântua, Maria (mãe de Jesus), Maria de Aragão e Castela, Rainha de Portugal, Maria Francisca de Saboia, Rainha de Portugal, Maria Sofia Isabel de Neuburgo, Marquês de Ferreira, Marquês de Gouveia, Marquês de Vila Real, Marquês de Vila Viçosa, Marvão, Matias de Albuquerque, Matias de Albuquerque, Conde de Alegrete, Miguel de Almeida, 4.º conde de Abrantes, Miguel de Vasconcelos, Museu Nacional de Belas Artes (Brasil), Olivares, Ordem da Torre e Espada, Ordem de Cristo, Ordem de Santiago, Ordem de São Bento de Avis, Os Conjurados, Paço da Ribeira, Paço dos Duques de Bragança (Lisboa), Paço Ducal de Vila Viçosa, Palácio da Independência, Panteão da Dinastia de Bragança, Pedro de Mendonça Furtado, Pedro II de Portugal, Portugal, Príncipe da Beira, Príncipe do Brasil, Reino de Portugal, Restauração da Independência, Rodrigo da Cunha, Salvador Correia de Sá e Benevides (militar), Sebastião de Matos de Noronha, Serpa, Sismo de Lisboa de 1755, Sua Excelência, Sua Majestade, Sua Senhoria, Suécia, Teodósio I, Duque de Bragança, Teodósio II, Duque de Bragança, Teodósio, Príncipe do Brasil, Tuberculose, Vasco Fernandes César, Vila Viçosa, 1 de dezembro, 12 de agosto, 12 de outubro, 15 de dezembro, 1580, 1630, 1633, 1638, 1640, 1641, 29 de agosto, 6 de dezembro, 7 de dezembro. Expandir índice (96 mais) »

Aborto espontâneo

Aborto espontâneo ou interrupção involuntária da gravidez (IIG) é a morte natural do embrião ou feto antes de este ter a capacidade de sobreviver fora do útero.

Novo!!: João IV de Portugal e Aborto espontâneo · Veja mais »

Afonso VI de Portugal

Afonso VI (Lisboa, – Sintra), apelidado de "o Vitorioso", foi o Rei de Portugal e Algarves de 1656 até sua morte, o segundo monarca português da Casa de Bragança.

Novo!!: João IV de Portugal e Afonso VI de Portugal · Veja mais »

Alcoutim

Alcoutim é uma vila raiana portuguesa pertencente ao Distrito de Faro, e região e sub-região do Algarve, com cerca de 900 habitantes.

Novo!!: João IV de Portugal e Alcoutim · Veja mais »

Ana de Bragança

D.

Novo!!: João IV de Portugal e Ana de Bragança · Veja mais »

Ana de Velasco e Girón, duquesa de Bragança

D.

Novo!!: João IV de Portugal e Ana de Velasco e Girón, duquesa de Bragança · Veja mais »

Antão de Almada, 7.º conde de Avranches

Antão de Almada (1573 - 17 de Dezembro de 1644), 7.º conde de Avranches, 10.º senhor dos Lagares d'El-Rei, 5.º senhor de Pombalinho, comendador de dois terços de São Vicente de Vimioso na Ordem de Cristo e senhor de Reguengos de Aguiar.

Novo!!: João IV de Portugal e Antão de Almada, 7.º conde de Avranches · Veja mais »

António Teles da Silva

António Teles da Silva (1590-1650) foi um nobre, militar e administrador colonial português.

Novo!!: João IV de Portugal e António Teles da Silva · Veja mais »

Arquidiocese de Braga

A diocese de Braga data do século III sendo conhecido do primeiro período da sua história apenas o Bispo Paterno cujo nome figura nas actas do Concílio de Toledo de 400.

Novo!!: João IV de Portugal e Arquidiocese de Braga · Veja mais »

Álvaro de Abranches

D.

Novo!!: João IV de Portugal e Álvaro de Abranches · Veja mais »

Évora

Évora OTE é uma cidade portuguesa, capital do Distrito de Évora, na região do Alentejo e sub-região do Alentejo Central, com 49 252 habitantes, em 2011.

Novo!!: João IV de Portugal e Évora · Veja mais »

Badajoz

Praça Alta Badajoz é uma cidade e município raiano da Espanha na província homónima, da qual é capital. Faz parte da comunidade autónoma da Estremadura e da comarca da Terra de Badajoz. Tem de área e em tinha habitantes, que representa aproximadamente 20% da população da província e 7% da Estremadura. Batizada pelos seus fundadores muçulmanos Batalyaws (ﺑﻂﻠﻴﻮﺱ), a sua designação em português vernáculo era Badalhouce até ao período da dinastia filipina, um termo que persiste ainda hoje em galego. Além de ser a maior cidade da Estremadura, é também o principal centro económico da região. Situa-se a um par de quilómetros da fronteira com a cidade portuguesa de Elvas, à beira do rio Guadiana, um dos rios mais importantes da Península Ibérica, que atravessa a cidade de leste para oeste, virando em seguida para sul. Apesar da dimensão do município ser bastante menor do que no passado, Badajoz é o terceiro maior município de Espanha em área, a seguir a Cáceres e Lorca. Tem 10 núcleos populacionais, dentre os quais se destacam, além da cidade, Gévora, Valdebótoa e Villafranco del Guadiana, todos com mais de mil habitantes. A cidade foi fundada em 892 por Ibne Maruane, durante a ocupação muçulmana da Península Ibérica, num local habitado desde os tempos pré-históricos mais remotos e sobre um povoado visigodo já então desaparecido ou pelo menos muito degradado, no cimo de uma das duas colinas que dominam a cidade: o Cabeço da Muela ou o Cabeço do Montúrio. Em frente, na margem direita do Guadiana, situam-se as Cuestas (encostas) de Orinaza ou Cerro de San Cristóbal, também conhecidas antigamente como Baxernal ou Baxarnal. A fundação da cidade é comemorada pelos seus habitantes, denominados pacenses, na festa Almossasa Batalyaws, realizada em finais de setembro. A parte mais antiga da cidade é chamada Casco Antigo ou bairro histórico. Aí se encontram vários edifícios classificados como "Bem de Interesse Cultural", nomeadamente a catedral, a alcáçova, as muralhas de estilo Vauban, a Igreja de São Domingos e o Real Mosteiro de Santa Ana. Na década de 2000, a Praça Alta (Plaza Alta) e a Praça de Espanha, dois dos locais mais emblemáticos de Badajoz, foram restauradas em larga escala. A última é onde se encontra o ayuntamiento, a catedral, o Arquivo Histórico Municipal, o Museu Catedralício, a Casa del Cordón e a Casa Buiza. Outra praça importante em termos de património é a da Soledad, onde se encontram edifícios como a La Giralda, Las Tres Campnas e o Conservatório de Música. A quarta praça monumental da cidade é a de San Andrés, onde se situam a igreja homónima, o Hotel Cervantes a Casa Regionalista e a Casa Puebla. A cidade dispõe de vários parques e jardins.

Novo!!: João IV de Portugal e Badajoz · Veja mais »

Batalha de Montijo

A Batalha de Montijo foi travada em 26 de maio de 1644, em Montijo, município na província de Badajoz, Espanha, entre exércitos portugueses e espanhóis.

Novo!!: João IV de Portugal e Batalha de Montijo · Veja mais »

Batalha dos Guararapes

A Batalha dos Guararapes, na sequência da Guerra da Restauração, após a Restauração da Independência de Portugal de 1640, foi uma batalha travada em dois confrontos, primeiro em 18 e 19 de abril de 1648 e depois em 19 de fevereiro de 1649, entre o Exército da Holanda e os defensores do Império Português no Morro dos Guararapes, atual município de Jaboatão dos Guararapes, situado na Região Metropolitana do Recife, em Pernambuco, Brasil.

Novo!!: João IV de Portugal e Batalha dos Guararapes · Veja mais »

Cardeal de Richelieu

Armand Jean du Plessis, Cardeal de Richelieu, Duque de Richelieu e de Fronsac (Paris, 9 de setembro de 1585 - Paris, 4 de dezembro de 1642) foi um político francês, que foi primeiro-ministro de Luís XIII de 1628 a 1642; foi arquitecto do absolutismo na França e da liderança francesa na Europa.

Novo!!: João IV de Portugal e Cardeal de Richelieu · Veja mais »

Carlos II de Inglaterra

Carlos II (Londres, – Londres) foi o Rei da Inglaterra, Escócia e Irlanda de 1660 até sua morte.

Novo!!: João IV de Portugal e Carlos II de Inglaterra · Veja mais »

Casa de Habsburgo

A Casa de Habsburgo (Haus von Habsburg) também conhecida por Casa da Áustria ou Casa d'Áustria, é uma família nobre europeia que foi uma das mais importantes e influentes da história da Europa do ao.

Novo!!: João IV de Portugal e Casa de Habsburgo · Veja mais »

Casa de Stuart

A casa de Stuart, também conhecida por Casa de Stewart (em inglês: House of Stuart ou House of Stewart), é uma família nobre, de origem bretã, com origem no século XI, que deteve o trono da Escócia e depois a coroa da Inglaterra, ambas até 1714.

Novo!!: João IV de Portugal e Casa de Stuart · Veja mais »

Casa Real

Casa Real é expressão de múltiplo sentido que tanto se refere ao local físico onde se aloja o rei, o seu palácio, como à realeza ou família real reinante de uma dinastia, a todo um conjunto de funcionários (servidores do rei e da sua família mais direta) que participavam na administração e funcionamento da referida casa.

Novo!!: João IV de Portugal e Casa Real · Veja mais »

Casamento

Casamento ou é um vínculo estabelecido entre duas pessoas, mediante o reconhecimento governamental, cultural, religioso (vide casamento religioso) ou social e que pressupõe uma relação interpessoal de intimidade, cuja representação arquetípica é a coabitação, embora possa ser visto por muitos como um contrato.

Novo!!: João IV de Portugal e Casamento · Veja mais »

Castro Marim

Castro Marim é uma vila raiana portuguesa pertencente ao Distrito de Faro, região e sub-região do Algarve, com menos de habitantes.

Novo!!: João IV de Portugal e Castro Marim · Veja mais »

Catarina de Bragança

Catarina Henriqueta (Vila Viçosa, 25 de novembro de 1638 — Lisboa, 31 de dezembro de 1705) foi a esposa do rei Carlos II e Rainha Consorte do Reino da Inglaterra, Reino da Escócia e Reino da Irlanda de 1662 até 1685.

Novo!!: João IV de Portugal e Catarina de Bragança · Veja mais »

Catarina de Portugal, Duquesa de Bragança

D.

Novo!!: João IV de Portugal e Catarina de Portugal, Duquesa de Bragança · Veja mais »

Cerco de Elvas (1644)

Um exército espanhol, sob o comando do marquês de Torrecusa, atravessou o Guadiana, com 12000 homens de infantaria, 2600 de cavalaria, 20 peças de artilharia e 2 morteiros, marchando no sentido de Campo Maior.

Novo!!: João IV de Portugal e Cerco de Elvas (1644) · Veja mais »

Conde da Ericeira

O título de Conde da Ericeira foi um título nobiliárquico de Portugal, criado por Filipe III de Portugal, por carta de 1 de Março de 1622, em favor de D. Diogo de Meneses (1553-1625).

Novo!!: João IV de Portugal e Conde da Ericeira · Veja mais »

Conde de Abrantes

O título de Conde de Abrantes foi um título nobiliárquico de Portugal.

Novo!!: João IV de Portugal e Conde de Abrantes · Veja mais »

Conde de Armamar

é um título nobiliárquico criado pelo rei Filipe IV de Espanha | Filipe III de Portugal em Madrid, por Carta de 9 de Maio de 1639 a favor de Rui de Matos de Noronha.

Novo!!: João IV de Portugal e Conde de Armamar · Veja mais »

Conde de Arraiolos

O título de conde de Arraiolos foi originalmente instituído em favor de Álvaro Pires de Castro (irmão de Inês de Castro), por carta do rei D. Fernando I de Portugal de 1371, o qual foi mais tarde feito Conde de Viana (da Foz do Lima) e ainda 1.º Condestável de Portugal.

Novo!!: João IV de Portugal e Conde de Arraiolos · Veja mais »

Conde de Óbidos

Conde de Óbidos foi um título nobiliárquico criado a 22 de Dezembro de 1636 pelo rei D. Filipe III de Portugal a favor de D. Vasco Mascarenhas, vice-rei da Índia e vice-rei do Brasil.

Novo!!: João IV de Portugal e Conde de Óbidos · Veja mais »

Conde de Cantanhede

O título de Conde de Cantanhede foi um título nobiliárquico de Portugal.

Novo!!: João IV de Portugal e Conde de Cantanhede · Veja mais »

Conde de Neiva

Conde de Neiva é um título nobiliárquico criado por D. Fernando I de Portugal em 1373, a favor de D. Gonçalo Teles de Meneses, Senhor de Cantanhede.

Novo!!: João IV de Portugal e Conde de Neiva · Veja mais »

Conde de Ourém

Armas de D. Nuno Álvares Pereira, 3º conde de Ourém. Armas de D. Afonso, 4.º conde de Ourém. Armas de D. Pedro de Menezes, 7º conde de Ourém Armas de D. Jaime I de Bragança, 8º conde de Ourém. Principe D. Teodósio, 13º conde de Ourém Conde de Ourém é um título de nobreza de Portugal.

Novo!!: João IV de Portugal e Conde de Ourém · Veja mais »

Conde de Vimioso

Conde de Vimioso foi um título criado por D. Manuel I, por carta de 2 de Fevereiro de 1515, a favor de D. Francisco de Paula de Portugal e Castro, 1.º conde de Vimioso.

Novo!!: João IV de Portugal e Conde de Vimioso · Veja mais »

Condestável de Portugal

Condestável de Portugal ou Condestável do Reino foi um cargo criado pelo rei Fernando I de Portugal em 1382, para assumir as funções militares do anterior cargo Alferes-Mor do Reino.

Novo!!: João IV de Portugal e Condestável de Portugal · Veja mais »

Conselho da Fazenda

Conselho da Fazenda, criado em 20 de novembro de 1591 por Filipe I de Portugal, tinha como função a centralização da administração dos rendimentos da Fazenda Real Portuguesa, e que converteu num único os três tribunais do Reino de Portugal, Índia portuguesa, África portuguesa e Contos, que então funcionavam separadamente.

Novo!!: João IV de Portugal e Conselho da Fazenda · Veja mais »

Conselho Ultramarino

O Conselho Ultramarino um órgão criado por D. João IV, em Lisboa, regulamentado pelo Regimento de 14 de julho de 1642, com atribuições em áreas financeiras e administrativas, primeiro, da África portuguesa e da Índia portuguesa e, depois, de todo o ultramar, incluindo o Brasil.

Novo!!: João IV de Portugal e Conselho Ultramarino · Veja mais »

Dinastia de Avis

A Dinastia de Avis, ou Dinastia Joanina, foi a segunda dinastia a reinar em Portugal.

Novo!!: João IV de Portugal e Dinastia de Avis · Veja mais »

Dinastia de Bragança

A Dinastia de Bragança (ou Brigantina) foi a quarta e última dinastia de reis e rainhas portugueses, que reinou em Portugal entre 1640 e 1910, sendo denominado por dinastia de Bragança o período em que a Casa de Bragança e, depois, a Casa de Bragança-Saxe-Coburgo-Gota se tornaram na Casa Real portuguesa, e, portanto, soberana do reino de Portugal e do império ultramarino português.

Novo!!: João IV de Portugal e Dinastia de Bragança · Veja mais »

Dom (título)

Dom (do latim dominus, em português senhor, dono ou mestre), ou, no feminino, Dona, é um pronome de tratamento concedido a monarcas, príncipes, infantes e nobres portugueses, espanhóis, ibero-americanos e italianos; a bispos católicos, abades e sacerdotes beneditinos, cartuxos e trapistas, sempre seguido do prenome.

Novo!!: João IV de Portugal e Dom (título) · Veja mais »

Duarte de Bragança, senhor de Vila do Conde

Duarte de Bragança ou Duarte de Portugal (Vila Viçosa, 1605 - Milão, 3 de Setembro de 1649) foi um nobre português, senhor de Vila do Conde, filho de Teodósio II, Duque de Bragança, e irmão do futuro D. João IV de Portugal.

Novo!!: João IV de Portugal e Duarte de Bragança, senhor de Vila do Conde · Veja mais »

Duarte de Portugal, 4.º Duque de Guimarães

Duarte de Portugal (Lisboa, 7 de outubro de 1515 — Lisboa, 20 de setembro de 1540), Infante de Portugal, foi filho do rei Manuel I e Maria de Aragão.

Novo!!: João IV de Portugal e Duarte de Portugal, 4.º Duque de Guimarães · Veja mais »

Duarte Pio de Bragança

Duarte Pio de Bragança GMNSC (Berna, Suíça, 15 de maio de 1945) é, na atualidade, um dos vários pretendentes ao trono de Portugal e um dos vários pretendentes conhecidos ao título de Duque de Bragança, reivindicando publicamente direitos dinásticos e pretendendo, ainda, para si mesmo, os títulos de Príncipe Real de Portugal e Rei de Portugal.

Novo!!: João IV de Portugal e Duarte Pio de Bragança · Veja mais »

Duque de Barcelos

O título de Duque de Barcelos foi criado pelo Rei D. Sebastião de Portugal, por carta de 5 de Agosto de 1562 a favor de D. João de Bragança, futuro 6.º Duque de Bragança.

Novo!!: João IV de Portugal e Duque de Barcelos · Veja mais »

Duque de Bragança

O título de duque de Bragança é um dos mais importantes de Portugal.

Novo!!: João IV de Portugal e Duque de Bragança · Veja mais »

Duque de Guimarães

Duque de Guimarães foi um título criado pelo rei D. Afonso V, em 1475 a favor de D. Fernando II, 3.º Duque de Bragança.

Novo!!: João IV de Portugal e Duque de Guimarães · Veja mais »

Elvas

Elvas OTE é uma cidade portuguesa do Distrito de Portalegre, região do Alentejo e sub-região do Alto Alentejo, com 16 640 habitantes.

Novo!!: João IV de Portugal e Elvas · Veja mais »

Escócia

Escócia (Scotland; Alba) é um dos países do Reino Unido e cobre o terço norte da ilha da Grã-Bretanha.

Novo!!: João IV de Portugal e Escócia · Veja mais »

Espanha

Espanha (España), também conhecido como Reino de/da Espanha Reino de España é um país situado na Europa meridional, na Península Ibérica.

Novo!!: João IV de Portugal e Espanha · Veja mais »

Fernando III do Sacro Império Romano-Germânico

Fernando III (Graz, – Viena) foi o Imperador Romano-Germânico e Arquiduque da Áustria de 1637 até sua morte, além de Rei da Hungria, Boêmia e Croácia.

Novo!!: João IV de Portugal e Fernando III do Sacro Império Romano-Germânico · Veja mais »

Fernão da Silveira

* Fernão da Silveira, o Moço.

Novo!!: João IV de Portugal e Fernão da Silveira · Veja mais »

Filipa de Vilhena

Filipa de Vilhena (morta em Lisboa, 1 de abril de 1651), primeira e única Marquesa de Atouguia, foi uma nobre portuguesa que se tornou símbolo do patriotismo de seu país durante a Restauração da Independência.

Novo!!: João IV de Portugal e Filipa de Vilhena · Veja mais »

Filipe II de Espanha

Filipe II (Felipe II; Valladolid, 21 de maio de 1527 – Escorial, 13 de setembro de 1598) foi Rei da Espanha de 1556 até sua morte e também Rei de Portugal e Algarves como Filipe I a partir de 1581.

Novo!!: João IV de Portugal e Filipe II de Espanha · Veja mais »

Filipe IV de Espanha

Filipe IV (Valladolid, – Madrid) foi o Rei da Espanha de 1621 até sua morte, e também Rei de Portugal e Algarves como Filipe III até o início da Guerra da Restauração em 1640.

Novo!!: João IV de Portugal e Filipe IV de Espanha · Veja mais »

França

França (France; 10px ouça), oficialmente República Francesa (République française) é um país, ou, mais especificamente, um Estado unitário desconcentrado, localizado na Europa Ocidental, com várias ilhas e territórios ultramarinos noutros continentes.

Novo!!: João IV de Portugal e França · Veja mais »

Francisco de Andrade Leitão

Francisco de Andrade Leitão (Condeixa, 1585 — Lisboa, 17 de março de 1655) foi um jurisconsulto, professor de direito na Universidade de Coimbra e diplomata ao serviço do rei D. João IV de Portugal.

Novo!!: João IV de Portugal e Francisco de Andrade Leitão · Veja mais »

Francisco de Faro

Francisco de Faro pode referir-se a.

Novo!!: João IV de Portugal e Francisco de Faro · Veja mais »

Francisco de Melo, 3.º marquês de Ferreira

D.

Novo!!: João IV de Portugal e Francisco de Melo, 3.º marquês de Ferreira · Veja mais »

Gaspar de Guzmán, Conde-Duque de Olivares

Gaspar de Guzmán y Pimentel Ribera y Velasco de Tovar, conde-duque de Olivares e duque de San Lúcar la Mayor (Roma, 6 de Janeiro de 1587 — Toro, 22 de Julho de 1645) foi um político espanhol, favorito e ministro de Filipe IV.

Novo!!: João IV de Portugal e Gaspar de Guzmán, Conde-Duque de Olivares · Veja mais »

Guerra da Restauração

A Guerra de Restauração foi um conjunto de confrontos armados travados entre o reino de Portugal e Espanha, com excepção da Catalunha, no período compreendido entre 1640 e 1668.

Novo!!: João IV de Portugal e Guerra da Restauração · Veja mais »

Guerra dos Trinta Anos

Guerra dos Trinta Anos (1618-1648) é a denominação genérica de uma série de guerras que diversas nações europeias travaram entre si a partir de 1618, especialmente na Alemanha, por motivos variados: rivalidades religiosas, dinásticas, territoriais e comerciais.

Novo!!: João IV de Portugal e Guerra dos Trinta Anos · Veja mais »

Hino Português

Hino Português é um dos nomes pelo qual é conhecida a famosa composição natalícia "Adeste Fideles" que, embora a sua autoria efetiva seja incerta é vulgarmente atribuída ao rei D. João IV de Portugal.

Novo!!: João IV de Portugal e Hino Português · Veja mais »

Igreja Católica

A Igreja Católica (o termo "católico", derivado da palavra grega: καθολικός (katholikos), significa "universal", "geral" ou "referente à totalidade"), chamada também de Igreja Católica Romana e Igreja Católica Apostólica Romana, é uma Igreja cristã com aproximadamente dois mil anos, colocada sob a autoridade suprema visível do Papa, Bispo de Roma e sucessor do apóstolo Pedro.

Novo!!: João IV de Portugal e Igreja Católica · Veja mais »

Igreja de São Vicente de Fora

A Igreja de São Vicente de Fora, também referida como Mosteiro de São Vicente de Fora, localiza-se no bairro histórico de Alfama, na cidade e Distrito de Lisboa, em Portugal.

Novo!!: João IV de Portugal e Igreja de São Vicente de Fora · Veja mais »

Ilha Terceira

A Terceira é uma das nove ilhas dos Açores, integrante do chamado "Grupo Central".

Novo!!: João IV de Portugal e Ilha Terceira · Veja mais »

Imaculada Conceição

A Imaculada Conceição ou Nossa Senhora da Conceição é, segundo o dogma católico, a concepção da Virgem Maria sem mancha (em latim, macula) do pecado original.

Novo!!: João IV de Portugal e Imaculada Conceição · Veja mais »

Império Espanhol

É denominado Império Espanhol o conjunto de territórios conquistados, herdados e reclamados pela Espanha ou pelas dinastias reinantes na Espanha, entre os séculos XVI e XX, abrangendo países agora independentes na Europa, Américas, África, Ásia e Oceania; ainda que em alguns deles, tais como as grandes pradarias da América do Norte ou a mais ao sul da América do Sul, a presença estável espanhola foi muitas vezes mais teórica que real.

Novo!!: João IV de Portugal e Império Espanhol · Veja mais »

Infante de Portugal

Infante de Portugal (no feminino: Infanta), em sentido restrito, o título dos filhos legítimos segundos do monarca e do herdeiro presuntivo da Coroa de Portugal.

Novo!!: João IV de Portugal e Infante de Portugal · Veja mais »

Inglaterra

Inglaterra (England) é uma das nações constituintes do Reino Unido.

Novo!!: João IV de Portugal e Inglaterra · Veja mais »

Isabel de Bragança

D.

Novo!!: João IV de Portugal e Isabel de Bragança · Veja mais »

Isabel de Lencastre

Isabel de Lencastre (1513 — Lisboa, 24 de agosto de 1558) foi Duquesa de Bragança pelo seu casamento com Teodósio I, 5º Duque de Bragança.

Novo!!: João IV de Portugal e Isabel de Lencastre · Veja mais »

Jaime I, Duque de Bragança

Jaime I de Bragança (—) foi o quarto Duque de Bragança.

Novo!!: João IV de Portugal e Jaime I, Duque de Bragança · Veja mais »

Jerónimo de Ataíde, 6.º Conde de Atouguia

Dom Jerónimo de Ataíde (Lisboa, —), 6.º conde de Atouguia.

Novo!!: João IV de Portugal e Jerónimo de Ataíde, 6.º Conde de Atouguia · Veja mais »

Joana, Princesa da Beira

D.

Novo!!: João IV de Portugal e Joana, Princesa da Beira · Veja mais »

Joaquim Veríssimo Serrão

Joaquim Veríssimo Serrão GCSE • ComIP (Santarém, Tremês) é um historiador português.

Novo!!: João IV de Portugal e Joaquim Veríssimo Serrão · Veja mais »

João I, Duque de Bragança

João I de Bragança, 6.º Duque de Bragança, nasceu em 1543, morreu em Vila Viçosa em 22 de Fevereiro de 1583.

Novo!!: João IV de Portugal e João I, Duque de Bragança · Veja mais »

João Pinto Ribeiro

João Pinto Ribeiro (Lisboa, 1590 – Lisboa, 10 de Agosto de 1649) foi um célebre conjurado da revolução de 1 de Dezembro de 1640.

Novo!!: João IV de Portugal e João Pinto Ribeiro · Veja mais »

Jorge de Melo

Jorge de Melo (Lisboa, c. 1590 - depois de 1640) General das Galés de Portugal, embaixador a Catalunha e membro do Conselho de Guerra.

Novo!!: João IV de Portugal e Jorge de Melo · Veja mais »

Jorge de Meneses

Jorge de Meneses foi um navegador português que em 1526-27 aportou nas ilhas Biak e Waigeo, navegando ao longo da Península da Cabeça de Pássaro (na actual Indonesia), abrigando-se na região enquanto aguardava a passagem da época das monções.

Novo!!: João IV de Portugal e Jorge de Meneses · Veja mais »

Junta dos Três Estados

A Junta dos Três Estados era um dos órgãos da administração central portuguesa criado pelo rei D. João IV, em alvará de 1643, por imposição das Cortes no ano anterior,, para administrar os tributos lançados para custear as despesas militares decorrentes da Guerra da Restauração da Independência, entre Portugal e Espanha, provocada pela conspiração que, em 1 de Dezembro de 1640, pôs fim ao domínio filipino em Portugal.

Novo!!: João IV de Portugal e Junta dos Três Estados · Veja mais »

Lisboa

Lisboa GCTE é a capital de Portugal e a cidade mais populosa do país.

Novo!!: João IV de Portugal e Lisboa · Veja mais »

Lista de monarcas de Portugal

Bandeira dos Reis de Portugal (séculos XVIII–XX) Esta é uma lista de Reis de Portugal desde a independência do Condado Portucalense em relação ao reino de Leão, em 1139, sob a chefia de Dom Afonso Henriques, então conde de Portucale, e primeiro rei de Portugal como, até à Implantação da República Portuguesa, em 5 de outubro de 1910, que depôs o último rei português, Dom Manuel II.

Novo!!: João IV de Portugal e Lista de monarcas de Portugal · Veja mais »

Lourenço de Lima

D.

Novo!!: João IV de Portugal e Lourenço de Lima · Veja mais »

Luísa de Gusmão

Luísa Maria Francisca de Gusmão e Sandoval (em espanhol: Luisa María Francisca de Guzmán y Sandoval; Huelva, 13 de outubro de 1613 — Lisboa, 27 de fevereiro de 1666), pelo seu casamento com João, duque de Bragança em (12 de janeiro de 1633) veio a ser a primeira rainha de Portugal da quarta dinastia.

Novo!!: João IV de Portugal e Luísa de Gusmão · Veja mais »

Manrique da Silva, 1.º Marquês de Gouveia

D.

Novo!!: João IV de Portugal e Manrique da Silva, 1.º Marquês de Gouveia · Veja mais »

Manuel de Bragança (1640)

O infante D. Manuel de Bragança foi o quinto filho resultante da união do então duque de Bragança João II (futuro rei D. João IV) e da sua esposa Luísa de Gusmão, no dia 6 de Setembro de 1640, no palácio ducal de Vila Viçosa.

Novo!!: João IV de Portugal e Manuel de Bragança (1640) · Veja mais »

Manuel I de Portugal

Manuel I (Alcochete, – Lisboa), apelidado de "o Afortunado","O Venturoso" e "o Bem-Aventurado", foi o Rei de Portugal e Algarves de 1495 até à sua morte.

Novo!!: João IV de Portugal e Manuel I de Portugal · Veja mais »

Margarida de Saboia, Duquesa de Mântua

Margarida de Saboia (Margherita, Margarita; Turim, 28 de abril de 1589 — Miranda de Ebro, 26 de junho de 1656), foi duquesa consorte de Mântua e de Monferrato.

Novo!!: João IV de Portugal e Margarida de Saboia, Duquesa de Mântua · Veja mais »

Maria (mãe de Jesus)

Maria (hebraico: מִרְיָם, Miriam; aramaico: Maryām; árabe: مريم, Maryam; grego koiné: Μαριας ou Μαριαμ), também conhecida como Maria de Nazaré e chamada pelos católicos e ortodoxos de Nossa Senhora, foi a mulher israelita de Nazaré, identificada no Novo Testamento e no Alcorão como a mãe de Jesus através da intervenção divina. Jesus é visto como o messias — o Cristo — em ambas as tradições, dando origem ao nome comum de Jesus Cristo.

Novo!!: João IV de Portugal e Maria (mãe de Jesus) · Veja mais »

Maria de Aragão e Castela, Rainha de Portugal

Maria de Aragão e Castela (Maria de Aragón y Castilla; Córdova, Reino de Córdova, Coroa de Castela, 29 de junho de 1482 – Lisboa, 7 de março de 1517) foi uma infanta aragonesa, segunda esposa de Manuel I de Portugal, a qual viria a ser rainha de Portugal desde 1501 até à sua morte.

Novo!!: João IV de Portugal e Maria de Aragão e Castela, Rainha de Portugal · Veja mais »

Maria Francisca de Saboia, Rainha de Portugal

Maria Francisca Isabel de Saboia (Marie-Françoise-Élisabeth de Savoie; Paris, 21 de junho de 1646 — Palhavã, 27 de dezembro de 1683), foi rainha consorte de Portugal primeiro como esposa de Afonso VI de Portugal e depois com o seu irmão Pedro II de Portugal.

Novo!!: João IV de Portugal e Maria Francisca de Saboia, Rainha de Portugal · Veja mais »

Maria Sofia Isabel de Neuburgo

Maria Sofia Isabel de Neuburgo (em alemão: Marie Sophie Elisabeth von der Pfalz; Palácio Benrath, 6 de agosto de 1666 — Paço da Ribeira, 4 de agosto de 1699) foi a segunda mulher de D. Pedro II e mãe de D. João V. Era filha do eleitor palatino do Reno, Filipe Guilherme, conde soberano de Neuburgo, chefe de um ramo segundo da casa reinante da Baviera, os Wittelsbach, e de sua segunda mulher, Isabel Amália de Hesse-Darmstadt.

Novo!!: João IV de Portugal e Maria Sofia Isabel de Neuburgo · Veja mais »

Marquês de Ferreira

Marquês de Ferreira é um título nobiliárquico português criado de juro e herdade em 1533 por D. João III de Portugal, rei de Portugal, a favor de D. Rodrigo de Melo, 1º conde de Tentúgal, primogénito de Álvaro de Bragança, quarto filho de D. Fernando I, Duque de Bragança e de D. Filipa de Melo, herdeira do condado de Olivença.

Novo!!: João IV de Portugal e Marquês de Ferreira · Veja mais »

Marquês de Gouveia

Foram criados em Portugal dois marquesados desta denominação.

Novo!!: João IV de Portugal e Marquês de Gouveia · Veja mais »

Marquês de Vila Real

O título de Marquês de Vila Real foi instituído por carta do Rei D. João II de Portugal de 1 de Março de 1489, em benefício de D. Pedro de Meneses, 3.º Conde de Vila Real.

Novo!!: João IV de Portugal e Marquês de Vila Real · Veja mais »

Marquês de Vila Viçosa

O título de Marquês de Vila Viçosa foi originalmente instituído em favor de D. Fernando, Conde de Arraiolos, filho de D. Afonso, Duque de Bragança, como recompensa pelos serviços prestados à Coroa, por carta de 25 de Maio de 1455.

Novo!!: João IV de Portugal e Marquês de Vila Viçosa · Veja mais »

Marvão

A Mui Nobre e Sempre Leal Vila de Marvão localiza-se em Portugal, no Distrito de Portalegre, região Alentejo e sub-região do Alto Alentejo, com menos de habitantes, situada no topo da Serra do Sapoio, a uma altitude de 860 metros.

Novo!!: João IV de Portugal e Marvão · Veja mais »

Matias de Albuquerque

* Matias de Albuquerque, 15.º vice-rei da Índia (1547-1609) — 32.º Governador da Índia e o 15.º vice-rei da Índia, entre 1591 e 1597.

Novo!!: João IV de Portugal e Matias de Albuquerque · Veja mais »

Matias de Albuquerque, Conde de Alegrete

Matias de Albuquerque (Olinda, c. 1580 — Lisboa, 9 de junho de 1647) foi um administrador colonial e militar superior português nascido no Brasil.

Novo!!: João IV de Portugal e Matias de Albuquerque, Conde de Alegrete · Veja mais »

Miguel de Almeida, 4.º conde de Abrantes

D. Miguel de Almeida (1560 - 28 de Novembro de 1650), senhor do Sardoal, foi um dos Quarenta Conjurados com um papel preponderante na Restauração da independência do Reino de Portugal e do Algarve em 1640, fidalgo que pertencia à Casa de Abrantes, sendo o 4º conde de Abrantes e alcaide-mor de Abrantes, de Punhete e da Amêndoa.

Novo!!: João IV de Portugal e Miguel de Almeida, 4.º conde de Abrantes · Veja mais »

Miguel de Vasconcelos

Miguel de Vasconcelos e Brito (— 1 de Dezembro de 1640), Senhor do Morgado da Fonte Boa, foi um político português.

Novo!!: João IV de Portugal e Miguel de Vasconcelos · Veja mais »

Museu Nacional de Belas Artes (Brasil)

O Museu Nacional de Belas Artes (MNBA) é um museu de arte localizado na cidade do Rio de Janeiro, no Brasil.

Novo!!: João IV de Portugal e Museu Nacional de Belas Artes (Brasil) · Veja mais »

Olivares

Olivares é um município da Espanha na província de Sevilha, comunidade autónoma da Andaluzia, de área 46 km² com população de 9012 habitantes (2007) e densidade populacional de 189,08 hab/km².

Novo!!: João IV de Portugal e Olivares · Veja mais »

Ordem da Torre e Espada

A Ordem da Torre e Espada ou simplesmente Ordem da Espada (posteriormente chamada Antiga e Muito Nobre Ordem da Torre e Espada) foi uma ordem militar portuguesa fundada por D. Afonso V de Portugal em 1459, constituindo, desde o seu início, a mais alta Ordem de Cavalaria do Reino de Portugal.

Novo!!: João IV de Portugal e Ordem da Torre e Espada · Veja mais »

Ordem de Cristo

A Ordem de Nosso Senhor Jesus Cristo originalmente era uma ordem religiosa e militar, criada a 14 de março de 1319 pela bula pontifícia Ad ea ex-quibus do Papa João XXII, que, deste modo, atendia aos pedidos do rei Dom Dinis.

Novo!!: João IV de Portugal e Ordem de Cristo · Veja mais »

Ordem de Santiago

A Ordem Militar de Santiago é uma ordem religiosa-militar de origem castelhano-leonesa, atualmente Ibérica, instituída por Afonso VIII de Castela e aprovada pelo Papa Alexandre III, mediante bula papal outorgada em 5 de Julho de 1175.

Novo!!: João IV de Portugal e Ordem de Santiago · Veja mais »

Ordem de São Bento de Avis

A Ordem de São Bento de Avis (inicialmente chamada de Milícia de Évora ou Freires de Évora) é uma Ordem religiosa militar de cavaleiros portugueses que foi criada em Portugal, no século XII, para defender a cidade de Évora dos Mouros.

Novo!!: João IV de Portugal e Ordem de São Bento de Avis · Veja mais »

Os Conjurados

Os Conjurados foram um grupo nacionalista e patriótico português, nascido clandestinamente na parte final do domínio espanhol sobre Portugal, responsável pelo golpe de Estado do 1.º de Dezembro de 1640 que eliminou a possibilidade do Reino de Espanha se manter em união dinástica com o Reino de Portugal, tornando-se este último um estado independente e soberano em relação a Espanha e ao Mundo.

Novo!!: João IV de Portugal e Os Conjurados · Veja mais »

Paço da Ribeira

Paço da Ribeira no início do século XVIII. O Paço da Ribeira foi um palácio real e residência oficial dos reis portugueses durante cerca de 250 anos, substituindo o Paço da Alcáçova.

Novo!!: João IV de Portugal e Paço da Ribeira · Veja mais »

Paço dos Duques de Bragança (Lisboa)

O Paço dos Duques de Bragança foi construído no século XV, em Lisboa, por D. Afonso, 1.º duque de Bragança.

Novo!!: João IV de Portugal e Paço dos Duques de Bragança (Lisboa) · Veja mais »

Paço Ducal de Vila Viçosa

O Paço Ducal de Vila Viçosa é um importante monumento situado no Terreiro do Paço da vila alentejana do distrito de Évora.

Novo!!: João IV de Portugal e Paço Ducal de Vila Viçosa · Veja mais »

Palácio da Independência

O Palácio da Independência, classificado como MN - Monumento Nacional, situa-se no Largo de São Domingos junto ao Largo do Rossio em Lisboa.

Novo!!: João IV de Portugal e Palácio da Independência · Veja mais »

Panteão da Dinastia de Bragança

O Panteão da Dinastia de Bragança (também chamado de Panteão Real da Dinastia de Bragança ou Panteão dos Braganças), situado no interior do mosteiro da Igreja de São Vicente de Fora em Lisboa, é o lugar onde se encontram sepultados os restos mortais de muitos dos reis, príncipes reais e infantes da quarta e última dinastia real portuguesa, a Dinastia de Bragança, ainda que a mesma tenha ascendência na Casa de Avis, a segunda dinastia real portuguesa que governou Portugal de 1385 a 1580, e descendência na Casa de Bragança-Saxe-Coburgo-Gota, a última casa real que governou Portugal de 1853 a 1910.

Novo!!: João IV de Portugal e Panteão da Dinastia de Bragança · Veja mais »

Pedro de Mendonça Furtado

Pedro de Mendonça Furtado, ou Pedro de Mendoça Furtado (1592 - 1652) como era uso na sua época, foi o 5.º alcaide-mor de Mourão, alcaide-mor e comendador de Santiago do Cacém, comendador de São Vicente de Vila Franca de Xira, senhor do Morgado dos Pantoja e da Casa dos Almada-Abranches (mestres-sala do Rei), lugar-tenente do príncipe D. Afonso (futuro rei D. Afonso VI de Portugal), comendador-mor da Ordem de Santiago e guarda-mor de D. João IV.

Novo!!: João IV de Portugal e Pedro de Mendonça Furtado · Veja mais »

Pedro II de Portugal

Pedro II (Lisboa, – Alcântara), apelidado de "o Pacífico", foi o Rei de Portugal e Algarves de 1683 até sua morte, anteriormente servindo como regente de seu irmão o rei Afonso VI a partir de 1668 até sua ascensão ao trono.

Novo!!: João IV de Portugal e Pedro II de Portugal · Veja mais »

Portugal

Portugal, oficialmente República Portuguesa, é um país soberano unitário localizado no sudoeste da Europa, cujo território se situa na zona ocidental da Península Ibérica e em arquipélagos no Atlântico Norte. O território português tem uma área total de, sendo delimitado a norte e leste por Espanha e a sul e oeste pelo oceano Atlântico, compreendendo uma parte continental e duas regiões autónomas: os arquipélagos dos Açores e da Madeira. Portugal é a nação mais a ocidente do continente europeu. O nome do país provém da sua segunda maior cidade, Porto, cujo nome latino-celta era Portus Cale. O território dentro das fronteiras atuais da República Portuguesa tem sido continuamente povoado desde os tempos pré-históricos: ocupado por celtas, como os galaicos e os lusitanos, foi integrado na República Romana e mais tarde colonizado por povos germânicos, como os suevos e os visigodos. No século VIII, as terras foram conquistadas pelos mouros. Durante a Reconquista cristã foi formado o Condado Portucalense,  estabelecido no século XI por Vímara Peres, um vassalo do rei das Astúrias. O condado tornou-se parte do Reino de León em 1097, e os condes de Portugal estabeleceram-se como governantes independentes do reino no século XII, após a batalha de São Mamede. Com o estabelecimento do Reino de Portugal em 1139, cuja independência foi reconhecida em 1143. Em 1297 foram definidas as fronteiras no tratado de Alcanizes, tornando Portugal no mais antigo Estado-nação da Europa. Nos séculos XV e XVI, como resultado de pioneirismo na Era dos Descobrimentos (ver: descobrimentos portugueses), Portugal expandiu a influência ocidental e estabeleceu um império que incluía possessões na África, Ásia, Oceânia e América do Sul, tornando-se a potência económica, política e militar mais importante de todo o mundo. O Império Português foi o primeiro império global da História e também o mais duradouro dos impérios coloniais europeus, abrangendo quase 600 anos de existência, desde a conquista de Ceuta em 1415, até à transferência de soberania de Macau para a China em 1999. No entanto, a importância internacional do país foi bastante reduzida durante o século XIX, especialmente após a independência do Brasil, a sua maior colónia. Com a Revolução de 1910, a monarquia terminou, tendo desde 1139 até 1910, 34 monarcas. A Primeira República Portuguesa foi muito instável, devido ao elevado parlamentarismo. O regime deu lugar à ditadura militar devido a um levantamento em 28 de maio de 1926. Em 1933, um novo regime autoritário, o Estado Novo, presidido por Salazar até 1968, geriu o país até 25 de abril de 1974. A democracia representativa foi instaurada após a Revolução dos Cravos, em 1974, que terminou a Guerra Colonial Portuguesa. As províncias ultramarinas de Portugal tornaram-se independentes, sendo as mais proeminentes Angola e Moçambique. Portugal é um país desenvolvido, com um Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) considerado como muito elevado. O país foi classificado na 19.ª posição em qualidade de vida (em 2005), tem um dos melhores sistemas de saúde do planeta e é, também, uma das nações mais globalizadas e pacíficas do mundo. É membro da Organização das Nações Unidas (ONU), da União Europeia (incluindo a Zona Euro e o Espaço Schengen), da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) e da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Portugal também participa em diversas missões de manutenção de paz das Nações Unidas.

Novo!!: João IV de Portugal e Portugal · Veja mais »

Príncipe da Beira

Príncipe da Beira é, desde 1734, o título conferido ao primogénito do herdeiro presuntivo da Coroa de Portugal, o qual, por sua vez tem actualmente o título de Príncipe Real de Portugal.

Novo!!: João IV de Portugal e Príncipe da Beira · Veja mais »

Príncipe do Brasil

Príncipe do Brasil foi o título nobiliárquico do varão herdeiro presuntivo do trono de Portugal, entre 1645 e 1734, e do herdeiro presuntivo, independentemente do seu sexo, entre 1734 e 1808.

Novo!!: João IV de Portugal e Príncipe do Brasil · Veja mais »

Reino de Portugal

O Reino de Portugal era a denominação de Portugal sob a governação de um regime monárquico, e no início ainda sem o reino dos Algarves.

Novo!!: João IV de Portugal e Reino de Portugal · Veja mais »

Restauração da Independência

A Restauração da Independência, mais precisamente A Restauração de Portugal como país soberano, é o nome que se dá ao golpe de estado revolucionário ocorrido a, chefiado por um grupo designado de Os Quarenta Conjurados e que se alastrou por todo o Reino, pela revolta dos portugueses contra a tentativa da anulação da independência do Reino de Portugal pela governação da dinastia filipina castelhana.

Novo!!: João IV de Portugal e Restauração da Independência · Veja mais »

Rodrigo da Cunha

Rodrigo da Cunha (Lisboa, 1577 - Lisboa, 3 de Janeiro de 1643) foi um importante prelado português da primeira metade do século XVII e que, como arcebispo de Lisboa, teve um papel muito importante ao apoiar a Restauração da Independência de Portugal.

Novo!!: João IV de Portugal e Rodrigo da Cunha · Veja mais »

Salvador Correia de Sá e Benevides (militar)

Salvador Correia de Sá e Benevides (Rio de Janeiro, — Lisboa, ou Cádis, 1602 — Lisboa, 1681) foi um militar e político português que, durante a Guerra da Restauração, ao serviço do reino de Portugal.

Novo!!: João IV de Portugal e Salvador Correia de Sá e Benevides (militar) · Veja mais »

Sebastião de Matos de Noronha

Sebastião de Matos de Noronha (Madrid, 21 de dezembro de 1586— Lisboa), foi inquisidor em Coimbra, deputado do conselho geral do Santo Ofício e o 122.º Arcebispo de Braga de 1635 a 1641.

Novo!!: João IV de Portugal e Sebastião de Matos de Noronha · Veja mais »

Serpa

Serpa é uma cidade raiana portuguesa pertencente ao Distrito de Beja, região do Alentejo e sub-região do Baixo Alentejo, com cerca de habitantes.

Novo!!: João IV de Portugal e Serpa · Veja mais »

Sismo de Lisboa de 1755

O Sismo de 1755, também conhecido por Terramoto de 1755, ocorreu no dia 1 de novembro de 1755, resultando na destruição quase completa da cidade de Lisboa, especialmente na zona da Baixa, e atingindo ainda grande parte do litoral do Algarve e Setúbal.

Novo!!: João IV de Portugal e Sismo de Lisboa de 1755 · Veja mais »

Sua Excelência

Excelência é um estilo honorífico dado a determinados membros de uma organização ou estado, ainda que não sejam parte da nobreza.

Novo!!: João IV de Portugal e Sua Excelência · Veja mais »

Sua Majestade

Sua Majestade (S.M.) é um tratamento destinado a monarcas.

Novo!!: João IV de Portugal e Sua Majestade · Veja mais »

Sua Senhoria

Sua Senhoria (SS) era a forma como eram tratados os nobres brasileiros até o fim da monarquia no país em 1889.

Novo!!: João IV de Portugal e Sua Senhoria · Veja mais »

Suécia

A Suécia (SUECO Sverige; PRONÚNCIA APROXIMADA své-rié; IPA) é um país nórdico, localizado na península Escandinava na Europa do Norte. Tem fronteiras terrestres com a Noruega, a oeste, e com a Finlândia, a nordeste, além de estar ligada à Dinamarca através da Ponte de Öresund, no sul. Com km², a Suécia é o terceiro maior país da União Europeia em termos de área, e possui uma população total de cerca de milhões de habitantes. A Suécia tem uma baixa densidade populacional, com cerca de 23 habitantes por quilômetro quadrado, mas com uma densidade consideravelmente maior na metade sul do país. Cerca de 85% da população vive em áreas urbanas. A capital e maior cidade da Suécia é Estocolmo (com uma população de 1,3 milhão na área urbana e de 2 milhões na área metropolitana), centro do poder político e econômico do país. A Suécia é uma monarquia constitucional com um sistema parlamentar de governo, com uma economia altamente desenvolvida e diversificada. O país ocupa o quarto lugar do mundo no Índice de democracia, depois da Islândia, da Dinamarca e da Noruega, segundo a prestigiada revista inglesa The Economist. O país ainda é considerado um dos mais socialmente justos da atualidade, apresentando um dos mais baixos níveis de desigualdade de renda do mundo. A Suécia é membro fundador da Organização das Nações Unidas, da União Europeia desde 1 de janeiro de 1995, e da OCDE. Isso se reflete no fato da Suécia estar, desde que a ONU começou a calcular o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) de seus membros na década de 1980, entre os mais bem colocados países do mundo de acordo com o indicador. A Suécia emergiu como um país independente e unificado durante a Idade Média. No o país expandiu seus territórios para formar o Império Sueco. A maior parte dos territórios conquistados fora da península Escandinava foram perdidos durante os séculos XVIII e XIX. A metade oriental da Suécia, o que hoje é a Finlândia, foi perdida para a Rússia em 1809. A última guerra na qual a Suécia esteve diretamente envolvida foi em 1814, quando a Suécia forçou por meios militares a Noruega a se juntar ao país e criar o Reinos Unidos da Suécia e Noruega, uma união que durou até 1905. Desde então, a Suécia ficou em paz, com a adoção de uma política externa não-alinhada em tempos de paz e de neutralidade em tempo de guerra.

Novo!!: João IV de Portugal e Suécia · Veja mais »

Teodósio I, Duque de Bragança

Teodósio I de Bragança (—) foi o quinto Duque de Bragança.

Novo!!: João IV de Portugal e Teodósio I, Duque de Bragança · Veja mais »

Teodósio II, Duque de Bragança

Teodósio II de Bragança (Vila Viçosa, 28 de Abril de 1568 — Vila Viçosa, 29 de Novembro de 1630) foi o 7° Duque de Bragança.

Novo!!: João IV de Portugal e Teodósio II, Duque de Bragança · Veja mais »

Teodósio, Príncipe do Brasil

D.

Novo!!: João IV de Portugal e Teodósio, Príncipe do Brasil · Veja mais »

Tuberculose

Tuberculose é uma doença infeciosa geralmente causada pela bactéria Mycobacterium tuberculosis (MTB).

Novo!!: João IV de Portugal e Tuberculose · Veja mais »

Vasco Fernandes César

Vasco Fernandes César foi um militar português.

Novo!!: João IV de Portugal e Vasco Fernandes César · Veja mais »

Vila Viçosa

Vila Viçosa é uma vila portuguesa no Distrito de Évora, na região do Alentejo e na sub-região do Alentejo Central, com 5 023 habitantes (2012).

Novo!!: João IV de Portugal e Vila Viçosa · Veja mais »

1 de dezembro

Sem descrição

Novo!!: João IV de Portugal e 1 de dezembro · Veja mais »

12 de agosto

Sem descrição

Novo!!: João IV de Portugal e 12 de agosto · Veja mais »

12 de outubro

Sem descrição

Novo!!: João IV de Portugal e 12 de outubro · Veja mais »

15 de dezembro

Sem descrição

Novo!!: João IV de Portugal e 15 de dezembro · Veja mais »

1580

---- (na numeração romana) foi um ano bissexto do século XVI do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e as suas letras dominicais foram C e B (52 semanas), teve início a uma sexta-feira e terminou a um sábado.

Novo!!: João IV de Portugal e 1580 · Veja mais »

1630

---- 1630 (na numeração romana) foi um ano comum do do calendário gregoriano, da Era de Cristo, a sua letra dominical foi F (52 semanas), teve início a uma terça-feira e terminou também a uma terça-feira.

Novo!!: João IV de Portugal e 1630 · Veja mais »

1633

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XVII do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi B (52 semanas), teve início a um sábado e terminou também a um sábado.

Novo!!: João IV de Portugal e 1633 · Veja mais »

1638

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XVII do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi C, teve 52 semanas, início a uma sexta-feira e terminou também a uma sexta-feira.

Novo!!: João IV de Portugal e 1638 · Veja mais »

1640

---- (na numeração romana) foi um ano bissexto do século XVII do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e as suas letras dominicais foram A e G (52 semanas), teve início a um domingo e terminou a uma segunda-feira.

Novo!!: João IV de Portugal e 1640 · Veja mais »

1641

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XVII do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, a sua letra dominical foi F (52 semanas), teve início a uma terça-feira e terminou também a uma terça-feira.

Novo!!: João IV de Portugal e 1641 · Veja mais »

29 de agosto

Sem descrição

Novo!!: João IV de Portugal e 29 de agosto · Veja mais »

6 de dezembro

Sem descrição

Novo!!: João IV de Portugal e 6 de dezembro · Veja mais »

7 de dezembro

Sem descrição

Novo!!: João IV de Portugal e 7 de dezembro · Veja mais »

Redireciona aqui:

A aclamação de D. João IV, A aclamação de D. João IV, Duque de Bragança, A aclamação de D. João, Duque de Bragança, A aclamação de d. joão iv, A aclamação de d. joão iv, duque de bragança, A aclamação de d. joão, duque de bragança, D. João IV, D. João IV de Portugal, Dom João IV, João iv de portugal, Rei D. João IV.

CessanteEntrada
Ei! Agora estamos em Facebook! »