Logotipo
Unionpédia
Comunicação
Disponível no Google Play
Novo! Faça o download do Unionpédia em seu dispositivo Android™!
Livre
Acesso mais rápido do que o navegador!
 

Isidoro de Sevilha

Índice Isidoro de Sevilha

Isidoro de Sevilha (Isidorus Hispalensis;, Cartagena -, Sevilha) serviu como arcebispo de Sevilha por mais de três décadas e é considerado, nas palavras do historiador do Montalembert numa frase muito citada, "o último acadêmico do mundo antigo".

117 relações: Abádidas, Acéfalos, Agostinho de Hipona, Al-Andalus, Almutadide (abádida), Anátema, Anjo, Antigo Testamento, Antiguidade tardia, Arcebispo, Arianismo, Aristóteles, Arquidiocese de Sevilha, Arte e cultura clássicas, Artes liberais, Astronomia, Écija, Basílica de Santo Isidoro, Biblioteca Nacional da Espanha, Bispo, Bráulio de Saragoça, Califado de Córdova, Cambridge University Press, Canonização, Cartagena (Espanha), Catedral de Sevilha, Catolicismo, Charles Forbes René de Montalembert, Concílios de Toledo, Confessor, Convento, Criptojudaísmo, Cristianismo místico, Cristianização, Dante Alighieri, Décimo quinto Concílio de Toledo, De viris illustribus, De Viris Illustribus (Jerônimo), Direito, Divina Comédia, Doutor da Igreja, Enciclopédia, Epítome, Episcopado, Espanha, Etymologiae, Fernando I de Leão, Filosofia greco-romana, Florentina de Cartagena, Freira, ..., Fulgêncio de Cartagena, Fulgêncio de Ruspe, Gália Narbonense, Godos, Heresia, Hispânia, História do mundo, História natural, Historia de regibus Gothorum, Vandalorum et Suevorum, Idade Média, Igreja Católica, Império Romano, Interpretação alegórica da Bíblia, Invasão muçulmana da Península Ibérica, Jerônimo, Jesus, Latim, Língua grega, Língua hebraica, Língua inglesa, Leandro de Sevilha, Leão (Espanha), Leovigildo, Lista de reis visigodos, Mapa T e O, Máximo, o Confessor, Medicina, Moçárabes, Monge, Oitavo Concílio de Toledo, Ordem religiosa, Oxford University Press, Padres da Igreja, Papa Clemente VIII, Papa Inocêncio XIII, Paraíso, Paraíso (Divina Comédia), Península Ibérica, Peregrinação, Polémica, Quadrívio, Quarto Concílio de Toledo, Recaredo, Reino de Leão, Reino Visigótico, Relíquia, Renascimento, Roma, Santo, Sarcófago, Sé episcopal, Segunda vinda de Cristo, Seminário, Sevilha, Sisebuto, Suevos, Summa, Taifa, The European Library, Trívio, Trindade (cristianismo), Universidade de Sevilha, Vândalos, Vida consagrada, Visigodos, Wikisource, 4 de abril. Expandir índice (67 mais) »

Abádidas

Os Abádidas (Banu Abbad) foram uma dinastia árabe que surgiu no no Al-Andalus, durante o período da anarquia em que se deu a decomposição do Califado de Córdova (756-1031).

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Abádidas · Veja mais »

Acéfalos

Acéfalos (Acephali; do grego a-, "sem", e kephalos, "cabeça") é um termo aplicado a qualquer seita que não tem líder ou "cabeça".

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Acéfalos · Veja mais »

Agostinho de Hipona

Agostinho de Hipona (Aurelius Augustinus Hipponensis), conhecido universalmente como Santo Agostinho, foi um dos mais importantes teólogos e filósofos dos primeiros anos do cristianismo cujas obras foram muito influentes no desenvolvimento do cristianismo e filosofia ocidental.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Agostinho de Hipona · Veja mais »

Al-Andalus

Al-Andalus ou al-Ândalus cfr.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Al-Andalus · Veja mais »

Almutadide (abádida)

Abade II Almutamide (Abbad II al-Mu'tadid; ? - 28 de fevereiro de 1069), Abu Amir Abade (Abu Amr Abbad) ou Abade Hixam II (Abad Hicham II), melhor conhecido somente como Almutadide, foi o segundo governante abádida da Taifa de Sevilha, reinando entre 1042 e 1069.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Almutadide (abádida) · Veja mais »

Anátema

Anátema (do grego antigo ἀνάϑημα, "oferta votiva" e, depois, ἀνάϑεμα, "maldição"; derivadas de ἀνατίϑημι, "dedicar") era, na Grécia Antiga, uma oferenda posta no templo de uma deidade, constituída inicialmente por frutas ou animais e, posteriormente, por armas, estátuas, etc.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Anátema · Veja mais »

Anjo

Anjo (do latim angelus e do grego ángelos (ἄγγελος), mensageiro), segundo a tradição judaico-cristã, a mais divulgada no ocidente, conforme relatos bíblicos, são seres celestiais e espirituais, conservos de Deus e dos homens (Apocalipse 19:10), que servem como ajudantes ou mensageiros de Deus.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Anjo · Veja mais »

Antigo Testamento

As Escrituras Hebraicas, conhecidas pelos cristãos como Antigo Testamento, têm 46 livros (39 livros na versão usada pelos cristãos protestantes) e constitui a totalidade da Bíblia hebraica (dividida em 24 livros no Judaísmo, pois alguns dos livros que são divididos pelos cristãos em dois na realidade são apenas um. Ex: 1 e 2 Reis, 1 e 2 Crônicas) e a primeira grande parte da Bíblia cristã.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Antigo Testamento · Veja mais »

Antiguidade tardia

Antiguidade tardia é uma periodização aproximada (cerca de 300—476 d.C.) usada por historiadores e outros eruditos para descrever o intervalo entre a Antiguidade clássica greco-romana e a Idade Média, tanto na Europa continental quanto no mundo Mediterrâneo: geralmente, entre o declínio do Império Romano do Ocidente do século III em diante, até a conquista islâmica, e a refundação da Europa Oriental sob o comando do Império Bizantino.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Antiguidade tardia · Veja mais »

Arcebispo

Um arcebispo (archepiskopos: "arche" - "primeiro" + "episkopos" - "supervisor") é um bispo que pode ser católico ou protestante que, normalmente, está à frente de uma arquidiocese.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Arcebispo · Veja mais »

Arianismo

O arianismo foi uma visão cristológica sustentada pelos seguidores de Ário, presbítero cristão de Alexandria nos primeiros tempos da Igreja primitiva, que negava a existência da consubstancialidade entre Jesus e Deus Pai, que os igualasse, concebendo Cristo como um ser pré-existente e criado, embora a primeira e mais excelsa de todas as criaturas, que encarnara em Jesus de Nazaré.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Arianismo · Veja mais »

Aristóteles

Aristóteles (Aristotélēs; Estagira, — Atenas) foi um filósofo grego, aluno de Platão e professor de Alexandre, o Grande.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Aristóteles · Veja mais »

Arquidiocese de Sevilha

A Arquidiocese de Sevilha (Archidiœcesis Hispalensis) é uma arquidiocese da Igreja Católica situada em Sevilha, na Andaluzia.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Arquidiocese de Sevilha · Veja mais »

Arte e cultura clássicas

A arte e cultura clássicas, muitas vezes denominadas como Antiguidade Clássica, constituem o estilo artístico e cultura predominantes na Grécia Antiga entre os séculos VI e IV a.C. e a sua herança continuada pelos diversos períodos político-culturais da Roma Antiga.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Arte e cultura clássicas · Veja mais »

Artes liberais

''Philosophia et septem artes liberales'' ("Filosofia e As Sete Artes liberais"). De Herrad de Landsberg da obra ''Hortus Deliciarum'' (século XII). Artes liberais é o termo que define uma metodologia de ensino, organizada na Idade Média, cujo conceito foi herdado da antiguidade clássica.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Artes liberais · Veja mais »

Astronomia

Formação estrelar na Grande Nuvem de Magalhães, uma galáxia irregular. Mosaico da Nebulosa do Caranguejo, remanescente de uma supernova. Astronomia é uma ciência natural que estuda corpos celestes (como estrelas, planetas, cometas, nebulosas, aglomerados de estrelas, galáxias) e fenômenos que se originam fora da atmosfera da Terra (como a radiação cósmica de fundo em micro-ondas).

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Astronomia · Veja mais »

Écija

município de Écija na Província de Sevilha Écija é um município da Espanha na província de Sevilha, comunidade autónoma da Andaluzia, de área 976 km² com população de 39510 habitantes (2007) e densidade populacional de 39,31 hab/km².

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Écija · Veja mais »

Basílica de Santo Isidoro

A Basílica de Santo Isidoro, chamada informalmente de Santo Isidoro de Leão (em espanhol San Isidoro de Leon, oficialmente Real Colegiata Basílica de San Isidoro) é um templo cristão localizado na cidade de Leão, na Espanha.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Basílica de Santo Isidoro · Veja mais »

Biblioteca Nacional da Espanha

A Biblioteca Nacional da Espanha, situada no número 20 do Paseo de Recoletos, em Madrid, Espanha, foi fundada pelo rei Dom Filipe V em 1712 como Biblioteca Pública do Palácio.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Biblioteca Nacional da Espanha · Veja mais »

Bispo

Um bispo (do grego antigo επίσκοπος ou episcopos; e do latim episcopus: "inspetor", "diretor", "superintendente" ou, literalmente, "supervisor", de epi, fim/extremidade + skopos, vista, ou seja, "aquele que vê por cima, pelo alto, que supervisiona") é um título religioso presente em diversas confissões cristãs, tendo cada uma o seu conceito e suas tradições específicas.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Bispo · Veja mais »

Bráulio de Saragoça

Bráulio de Saragoça (Braulius Caesaraugustanus), bispo de Saragoça, foi um religioso do na Hispânia e sucessor de seu irmão, João, na sé onde ambos foram arcediagos.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Bráulio de Saragoça · Veja mais »

Califado de Córdova

O Califado de Córdova (929 – 1031) foi a forma de governo islâmico que dominou a maior parte da Península Ibérica e do Norte de África com capital em Córdova.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Califado de Córdova · Veja mais »

Cambridge University Press

Cambridge University Press é uma editora britânica, fundada em 1534 com o aval do rei Henrique VIII para a Universidade de Cambridge, sendo a editora mais antiga do mundo em operação contínua e a segunda maior editora universitária do mundo.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Cambridge University Press · Veja mais »

Canonização

Canonização pode-se dizer que é o termo utilizado pela Igreja Católica e que diz respeito ao ato de atribuir o estatuto de Santo a alguém que já era Beato e sujeito à beatificação.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Canonização · Veja mais »

Cartagena (Espanha)

Cartagena é um município da Espanha na província e comunidade autónoma de Múrcia com de área.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Cartagena (Espanha) · Veja mais »

Catedral de Sevilha

A Catedral de Sevilha, também conhecida como Catedral de Santa Maria da Sede, é a maior da Espanha, e a terceira maior do mundo, atrás da Basílica de São Pedro, no Vaticano, e da Basílica de Nossa Senhora Aparecida, em Aparecida.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Catedral de Sevilha · Veja mais »

Catolicismo

Catolicismo (katholikos; com o significado de "geral" ou "universal") é um termo amplo para o corpo da fé católica, a sua teologia, doutrinas, liturgia, princípios éticos, e características comportamentais, bem como um povo religioso como um todo.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Catolicismo · Veja mais »

Charles Forbes René de Montalembert

Charles Forbes René de Tryon, conde de Montalembert, (Londres, 15 de abril de 1810 — Paris, 13 de março de 1870) foi um escritor, político e polemista francês pertencente à corrente neocatólica.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Charles Forbes René de Montalembert · Veja mais »

Concílios de Toledo

Terceiro Concílio de Toledo, em 589 Os Concílios de Toledo eram concílios regionais e reuniões magnas do antigo estado visigótico na Península Ibérica; neles tomavam parte não apenas os prelados, como também a nobreza visigoda, e longe de se reportarem apenas a discutir problemas religiosos, eram sobretudo assembleias políticas.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Concílios de Toledo · Veja mais »

Confessor

Confessor ou Confessor da Fé é um título masculino concedido pela Igreja Católica e Igreja Ortodoxa a santos e beatos que não foram martirizados.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Confessor · Veja mais »

Convento

Fachada do Convento de la Concepción de Ágreda, em Espanha. Trata-se de um convento de freiras da Ordem da Imaculada Conceição. O termo convento, do latim conventus, que significa "assembleia", advém originalmente da assembleia romana, onde os cidadãos se reuniam para fins administrativos ou de justiça (convento jurídico; conventum juridicum).

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Convento · Veja mais »

Criptojudaísmo

Criptojudaísmo é o conjunto de práticas que grupo de pessoas, com origem judaica (ou no caso hebraica), realizavam nos períodos da história nos quais ocorreram perseguição do povo, as praticas e a fé judaica.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Criptojudaísmo · Veja mais »

Cristianismo místico

Cristianismo místico é a vertente mística do cristianismo que ensina verdades espirituais inacessíveis por meio do intelecto apenas.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Cristianismo místico · Veja mais »

Cristianização

São Francisco Xavier convertendo os paravas. Cristianização é o nome que se dá ao processo de conversão de indivíduos ao cristianismo.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Cristianização · Veja mais »

Dante Alighieri

Dante Alighieri (Florença, entre 21 de maio e 20 de junho de 1265 d.C. — Ravena, 13 ou 14 de setembro de 1321 d.C.)foi um escritor, poeta e político florentino, nascido na atual Itália. É considerado o primeiro e maior poeta da língua italiana, definido como il sommo poeta ("o sumo poeta"). Disse o escritor e poeta francês Victor Hugo (1802-1885) que o pensamento humano atinge em certos homens a sua completa intensidade, e cita Dante como um dos que "marcam os cem graus de gênio". E tal é a sua grandeza que a literatura ocidental está impregnada de sua poderosa influência, sendo extraordinário o verdadeiro culto que lhe dedica a consciência literária ocidental. Seu nome, segundo o testemunho do filho Jacopo Alighieri, era um hipocorístico de "Durante". Nos documentos, era seguido do patronímico "Alagherii" ou do gentílico "de Alagheriis", enquanto a variante "Alighieri" afirmou-se com o advento de Boccaccio. Foi muito mais do que literato: numa época onde apenas os escritos em latim eram valorizados, redigiu um poema, de viés épico e teológico, La Divina Commedia (A Divina Comédia), o grande poema de Dante, que é uma das obras-primas da literatura universal. A Commedia se tornou a base da língua italiana moderna e culmina a afirmação do modo medieval de entender o mundo. Essa obra foi originalmente intitulada Comédia e mais tarde foi rebatizada com o adjetivo Divina por Boccacio. A primeira edição que adicionou o novo título foi a publicação do humanista veneziano Lodovicco Dolce publicado em 1555 por Gabriele Giolito de Ferrari. Nasceu em Florença, onde viveu a primeira parte da sua vida até ser injustamente exilado. O exílio foi ainda maior do que uma simples separação física de sua terra natal: foi abandonado por seus parentes. Apesar dessa condição, seu amor incondicional e capacidade visionária o transformaram no mais importante pensador de sua época.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Dante Alighieri · Veja mais »

Décimo quinto Concílio de Toledo

O Décimo quinto Concílio de Toledo foi um concílio regional celebrado em Toledo em 688.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Décimo quinto Concílio de Toledo · Veja mais »

De viris illustribus

De viris illustribus, título em latim para "Sobre homens ilustres" (ou famosos), representa um tropo da literatura exemplar da Roma antiga que foi revivida durante a Renascença italiana e inspirou a coleção e o comissionamento de uma série de retratos de homens ilustres - e alguma vezes, no século XVI, de mulheres também - com o objetivo de fomentar a educação superior.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e De viris illustribus · Veja mais »

De Viris Illustribus (Jerônimo)

Jerônimo, autor de ''De Viris Illustribus'' De Viris Illustribus (Sobre homens ilustres em latim) é uma coleção de centro e trinta e cinco pequenas biografias compiladas pelo pai da Igreja latina do, Jerônimo de Estridão.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e De Viris Illustribus (Jerônimo) · Veja mais »

Direito

A palavra direito possui mais de um significado correlato.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Direito · Veja mais »

Divina Comédia

A Divina Comédia Dali, A Divina Comédia - Livreto promocional da Exposição - Academia Mineira de Letras - 18 de julho a 17 de agosto de 2014 (em italiano: Divina Commedia, originalmente Comedìa e, mais tarde, denominada Divina Comédia por Giovanni Boccaccio) é um poema de viés épico e teológico da literatura italiana e da mundial, escrito por Dante Alighieri no século XIV e dividido em três partes: o Inferno, o Purgatório e o Paraíso.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Divina Comédia · Veja mais »

Doutor da Igreja

Doutor da Igreja (doctor - "professor"; de docere - "ensinar") é um título conferido por uma variedade de igrejas cristãs a indivíduos de reconhecida importância, particularmente nos campos da teologia ou doutrina católica.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Doutor da Igreja · Veja mais »

Enciclopédia

Primeira edição da ''Enciclopédia da Iugoslávia'', cujos oito volumes foram publicados entre 1955 e 1971 Enciclopédia (enkyklopaideía, formado a partir de ἐγκυκλο "circular" + παιδεία "educação") é uma coletânea de textos bastante numerosos, cujo objetivo principal é descrever o melhor possível o estado atual do conhecimento humano.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Enciclopédia · Veja mais »

Epítome

Um epítome (/ ɨpɪtəmiː/; do grego ἐπιτομή de ἐπιτέμνειν epitemnein "cortar curto") é uma forma literária sumária ou em miniatura; uma instância que representa uma realidade maior, também usado como um sinônimo para a incorporação.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Epítome · Veja mais »

Episcopado

Episcopado, também conhecido como Governo Episcopal, é uma das formas administrativas da Igreja.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Episcopado · Veja mais »

Espanha

Espanha (España), também conhecido como Reino de/da Espanha Reino de España é um país situado na Europa meridional, na Península Ibérica.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Espanha · Veja mais »

Etymologiae

Etymologiae (ou Origines, abreviação padrão. Orig.) foi a primeira enciclopédia escrita na cultura ocidental.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Etymologiae · Veja mais »

Fernando I de Leão

Fernando I de Leão (1016 — 27 de dezembro de 1065), cognominado o Grande ou o Magno, Rei de Leão (1037-1065), Conde de Castela (1035-1065), conquistou Viseu e Coimbra em 1064. Era filho de Sancho Garcês III de Pamplona e da Rainha Munia Mayor de Castela. De sua mãe herdou o condado de Castela, e conquistou pela força das armas o reino de Leão, coroa da qual se tornou rei consorte pelo casamento com a irmã do rei Bermudo III de Leão, a rainha Sancha I de Leão. Em 20 de janeiro de 1064 parte para Santiago de Compostela, em peregrinação para pedir a intercessão de Santiago, para o cerco que iria a efectuar em Coimbra. Nesta viagem, parte com a sua esposa Sancha, os bispos de Santiago, Lugo, Mondonhedo e Sesnando, este último do Porto, para além dos abades de Celanova e Guimarães, para além de outras personagens notáveis. Depois de um cerco de seis meses, rendidos pela fome, as tropas de Almançor rendem-se a 9 de julho de 1064. Depois desta vitória, Fernando Magno parte juntamente com Sesnando para Santiago de Compostela, para agradecer o feito, tornando-se na primeira peregrinação a partir de terras portuguesas, que se tenha conhecimento por documentação histórica. Tal como fez seu pai, também dividiu o seu reino à hora da morte; assim, o seu primogénito, Sancho, herdou o reino principal, Castela; o resto dos seus domínios foi repartido por Afonso (Leão), Garcia (Galiza), e ainda Elvira e Urraca (a quem deixou a posse de dois mosteiros). Fernando acabou por falecer na Festa de São João Batista, a 27 de dezembro de 1065.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Fernando I de Leão · Veja mais »

Filosofia greco-romana

A filosofia greco-romana foi a maneira com que os antigos gregos e romanos organizaram, nos últimos cinco séculos antes de Cristo, uma forma de conhecimento, um modo de reflexão ou uma teoria da realidade.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Filosofia greco-romana · Veja mais »

Florentina de Cartagena

Florentina de Cartagena, amplamente conhecida como Santa Florentina, chamada também de Florência (Florentia) é uma santa venerada pela Igreja Católica.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Florentina de Cartagena · Veja mais »

Freira

Freira é a designação dada na Igreja Católica a uma mulher que renunciou a vida comum em sociedade e optou recolher-se em um convento ou mosteiro, passando a ter uma vida – seja em regime de clausura monástica ou não – inteiramente dedicada aos serviços religiosos.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Freira · Veja mais »

Fulgêncio de Cartagena

Fulgêncio de Cartagena (San Fulgencio de Cartagena; Fulgentius), nascido em Cartagena no século VI e morto em 630, foi bispo de Ástigis (moderna Écija), na Hispânia.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Fulgêncio de Cartagena · Veja mais »

Fulgêncio de Ruspe

Fulgêncio de Ruspe (Fulgentius Ruspensis) foi um santo católico, bispo de Ruspe, da localidade da actual Tunísia.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Fulgêncio de Ruspe · Veja mais »

Gália Narbonense

Gália Narbonense era o nome de uma província do Império Romano localizada na moderna região do Languedoque e Provença no sul da França.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Gália Narbonense · Veja mais »

Godos

Godos Os godos (em gótico Gut-þiuda; em nórdico antigo Gutar/Gotar) eram um povo germânico originário, segundo Jordanes, das regiões meridionais da Escandinávia.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Godos · Veja mais »

Heresia

Escultura de Gustaf Vasakyrkan em Estocolmo "Os santos triunfam sobre a heresia". Heresia (do latim haerĕsis, por sua vez do grego αἵρεσις, "escolha" ou "opção") é a doutrina ou linha de pensamento contrária ou diferente de um credo ou sistema de um ou mais credos religiosos que pressuponha(m) um sistema doutrinal organizado ou ortodoxo.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Heresia · Veja mais »

Hispânia

Hispânia (em latim Hispania), foi o nome dado pelos romanos à Península Ibérica (atuais Portugal, Espanha, Andorra, Gibraltar e uma pequena parte a sul da França).

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Hispânia · Veja mais »

História do mundo

A história do mundo descreve a história da humanidade como determinada pelos estudos arqueológicos e registos históricos.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e História do mundo · Veja mais »

História natural

História natural é um termo genérico para o que é hoje geralmente visto como um conjunto variado de disciplinas científicas distintas.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e História natural · Veja mais »

Historia de regibus Gothorum, Vandalorum et Suevorum

A Historia de regibus Gothorum, Vandalorum et Suevorum ("História dos reis dos Godos, Vândalos e Suevos") é a história dos Godos, entre 265 e 624, escrita em latim por Isidoro de Sevilha.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Historia de regibus Gothorum, Vandalorum et Suevorum · Veja mais »

Idade Média

p.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Idade Média · Veja mais »

Igreja Católica

A Igreja Católica (o termo "católico", derivado da palavra grega: καθολικός (katholikos), significa "universal", "geral" ou "referente à totalidade"), chamada também de Igreja Católica Romana e Igreja Católica Apostólica Romana, é uma Igreja cristã com aproximadamente dois mil anos, colocada sob a autoridade suprema visível do Papa, Bispo de Roma e sucessor do apóstolo Pedro.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Igreja Católica · Veja mais »

Império Romano

O Império Romano (Imperium Romanum) foi o período pós-republicano da antiga civilização romana, caracterizado por uma forma de governo autocrática liderada por um imperador e por extensas possessões territoriais em volta do mar Mediterrâneo na Europa, África e Ásia.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Império Romano · Veja mais »

Interpretação alegórica da Bíblia

Interpretação alegórica, é a abordagem que atribui uma interpretação mais-que-literal ao conteúdo de um texto (por exemplo, Bíblia).

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Interpretação alegórica da Bíblia · Veja mais »

Invasão muçulmana da Península Ibérica

A invasão islâmica da península Ibérica, também referida como invasão muçulmana, conquista árabe ou expansão muçulmana, refere-se a uma série de deslocamentos militares e populacionais ocorridos a partir de 711, e até 726, quando tropas islâmicas oriundas do Norte de África, sob o comando do general berbere Tárique, cruzaram o estreito de Gibraltar, penetraram na península Ibérica, e venceram Rodrigo, o último rei dos Visigodos da Hispânia, na batalha de Guadalete.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Invasão muçulmana da Península Ibérica · Veja mais »

Jerônimo

(Eusebius Sophronius Hieronymus; Εὐσέβιος Σωφρόνιος Ἱερώνυμος), também conhecido por Jerônimo de Estridão, foi um sacerdote cristão ilírio, destacado como teólogo e historiador e considerado confessor e Doutor da Igreja pela Igreja Católica.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Jerônimo · Veja mais »

Jesus

Jesus (ישוע/ יֵשׁוּעַ||Yeshua; ησοῦς||Iesous), também chamado Jesus de Nazaré (n. 7–2 a.C. – m. 30–33 d.C.) é a figura central do cristianismo e aquele que os ensinamentos de maior parte das denominações cristãs, além dos judeus messiânicos, consideram ser o Filho de Deus.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Jesus · Veja mais »

Latim

A língua latina ou latim é uma antiga língua indo-europeia do ramo itálico originalmente falada no Lácio, a região do entorno da cidade de Roma.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Latim · Veja mais »

Língua grega

A língua grega (ελληνικά, ou ελληνική γλώσσα, AFI:, lit. "língua helênica") é um ramo independente da família linguística indo-europeia.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Língua grega · Veja mais »

Língua hebraica

O hebraico (עברית, ivrit/ibrit) é uma língua semítica pertencente à família das línguas afro-asiáticas.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Língua hebraica · Veja mais »

Língua inglesa

Inglês (English) é uma língua germânica ocidental que surgiu nos reinos anglo-saxônicos da Inglaterra e se espalhou para o que viria a tornar-se o sudeste da Escócia, sob a influência do reino anglo medieval da Nortúmbria.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Língua inglesa · Veja mais »

Leandro de Sevilha

São Leandro de Sevilha (Cartagena, ca. 534 - Sevilha, 13 de Março de 600 ou 601).

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Leandro de Sevilha · Veja mais »

Leão (Espanha)

Leão (León; em leonês: Llión) é um município da Espanha, capital da província homônima, na comunidade autónoma de Castela e Leão, noroeste da Espanha.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Leão (Espanha) · Veja mais »

Leovigildo

Espânia em 586, depois das conquistas de Leovigildo (datas das conquistas no mapa) Leovigildo (nascimento em data desconhecida - Toledo, abril/maio de 586) foi rei dos Visigodos do Reino de Toledo no período de a e professava o arianismo.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Leovigildo · Veja mais »

Lista de reis visigodos

Lista de reis godos, segundo Nicolas Lenglet-DufresnoyNicolas Lenglet-Dufresnoy, Tablettes chronologiques de l'histoire universelle sacrée et profane, ecclésiastique et civile, depuis la création du monde, jusqu'à l'an 1743..., Histoire d'Espagne, Rois goths, p. 406 (anos 369-567), p. 412 (anos 568-642).

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Lista de reis visigodos · Veja mais »

Mapa T e O

Eles são um tipo de mapa-múndi medieval, descrevendo o mundo segundo a ideia de Isidoro de Sevilha em sua publicação Etymologiae.T-O O disco de Isidoro, refere-se ao mapa-múndi do século XIII.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Mapa T e O · Veja mais »

Máximo, o Confessor

Máximo, o Confessor (Μάξιμος ο Ομολογητής; latim: Maximus Confessor; 580 - Tsageri, 13 de agosto de 662), também conhecido como Máximo, o Teólogo e Máximo de Constantinopla, foi um monge e teólogo cristão.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Máximo, o Confessor · Veja mais »

Medicina

caduceu de Asclépio é o símbolo da medicina. A medicina é uma das muitas áreas do conhecimento ligada à manutenção e restauração da saúde.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Medicina · Veja mais »

Moçárabes

Os moçárabes (do árabe مستعرب musta'rib, "arabizado") eram cristãos ibéricos que viviam sob o governo muçulmano no Alandalus.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Moçárabes · Veja mais »

Monge

Monge (feminino: monja) é uma pessoa devotada à vida monástica e clausural.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Monge · Veja mais »

Oitavo Concílio de Toledo

O Oitavo Concílio de Toledo iniciou seus trabalhos em 16 de dezembro de 653 na igreja dos Santos Apóstolos em Toleto, a capital do Reino Visigótico (moderna Toledo, Espanha).

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Oitavo Concílio de Toledo · Veja mais »

Ordem religiosa

As ordens religiosas são a forma mais comum de vida consagrada em várias religiões, como na católica, por exemplo.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Ordem religiosa · Veja mais »

Oxford University Press

Oxford University Press (OUP) é uma casa editorial e departamento da Universidade de Oxford.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Oxford University Press · Veja mais »

Padres da Igreja

Martírio de Inácio de Antioquia, um dos primeiros Pais da Igreja. Padres da Igreja, Santos Padres ou Pais da Igreja foram influentes teólogos, professores e mestres cristãos, na grande maioria católicos e importantes bispos.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Padres da Igreja · Veja mais »

Papa Clemente VIII

Clemente VIII, nascido Ippolito Aldobrandini (Florença, 24 de fevereiro de 1536 - Roma, 3 de março de 1605), foi Papa de 30 de Janeiro de 1592 até à data da sua morte.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Papa Clemente VIII · Veja mais »

Papa Inocêncio XIII

Inocêncio XIII, nascido Michelangelo Conti, (Roma, 13 de maio de 1655 — Roma, 7 de março de 1724) foi papa entre 8 de maio de 1721 e a data da sua morte.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Papa Inocêncio XIII · Veja mais »

Paraíso

A palavra paraíso deriva do termo avéstico pairi-daeza (uma área/jardim murada), composto por pairi- (ao redor), um cognato do grego peri-, e -diz (criar, fazer).

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Paraíso · Veja mais »

Paraíso (Divina Comédia)

Paraíso (italiano para "Paraíso" ou "Céu") é a terceira e última parte da Divina Comédia de Dante.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Paraíso (Divina Comédia) · Veja mais »

Península Ibérica

A Península Ibérica está situada no sudoeste da Europa.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Península Ibérica · Veja mais »

Peregrinação

Uma peregrinação (do latim per agros, isto é, pelos campos) é uma jornada realizada por um devoto de uma dada religião a um lugar considerado sagrado por essa mesma religião.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Peregrinação · Veja mais »

Polémica

é a prática de provocar disputas e causar controvérsias em diversos campos discursivos, como na religião, na filosofia, na política, na arte, na literatura etc.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Polémica · Veja mais »

Quadrívio

Quadrívio (quadrivium; de quatro e via: caminho, ou seja os "quatro caminhos") era o nome dado ao conjunto de quatro matérias (aritmética, geometria, astronomia e música) ensinadas nas universidades na fase inicial do percurso educativo, cujo ápice eram as disciplinas teológicas.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Quadrívio · Veja mais »

Quarto Concílio de Toledo

O Quarto Concílio de Toledo foi realizado em 633 na igreja de Santa Leocádia, na cidade de Toleto, a capital do Reino Visigótico (moderna Toledo, Espanha).

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Quarto Concílio de Toledo · Veja mais »

Recaredo

O rei visigodo Recaredo I (reg. 586—601) era o mais jovem dos dois filhos das primeiras núpcias de Leovigildo.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Recaredo · Veja mais »

Reino de Leão

O Reino de Leão foi um dos antigos reinos ibéricos surgidos no período da reconquista cristã sendo independente durante três períodos: de 910 a 1037 (sob domínio da casa Leonesa), de 1065 a 1072 (sob o domínio da casa de Navarra) e de 1157 a 1230 (sob o domínio da casa da Borgonha).

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Reino de Leão · Veja mais »

Reino Visigótico

O Reino Visigótico foi um Estado germânico fundado pelos visigodos que ocupou o sudoeste da Gália (atual França) e a Península Ibérica dos séculos V-VIII.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Reino Visigótico · Veja mais »

Relíquia

Uma relíquia (em Latim, reliquiae) é um objeto preservado para efeitos de veneração no âmbito de uma religião, sendo normalmente uma peça associada a uma história religiosa.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Relíquia · Veja mais »

Renascimento

homem vitruviano'' de Leonardo da Vinci sintetiza o ideário renascentista humanista e clássico Renascimento, Renascença ou Renascentismo são os termos usados para identificar o período da história da Europa aproximadamente entre meados do e o fim do.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Renascimento · Veja mais »

Roma

Roma (Roma) é uma cidade e uma comuna especial (chamada "Roma Capitale") da Itália.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Roma · Veja mais »

Santo

Santo (do termo latino sanctu, "estabelecido segundo a lei", "que se tornou sagrado") é tudo aquilo que é sagrado, ou seja, que está conforme os preceitos religiosos e a divindade.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Santo · Veja mais »

Sarcófago

Sarcófago do faraó Merneptá. Um sarcófago é uma urna funerária, geralmente de pedra, colocada sobre o solo - embora alguns sarcófagos fossem enterrados.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Sarcófago · Veja mais »

Sé episcopal

Sé episcopal, Sede episcopal (sedes) ou metrópole (metropolis) refere-se a uma catedral, lugar onde um bispo tem sua cátedra, o lugar a partir de onde o bispo exerce sua jurisdição.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Sé episcopal · Veja mais »

Segunda vinda de Cristo

Segunda vinda de Cristo, Segundo Advento ou Parúsia (do grego Παρουσία, "presença") é um termo usualmente empregado com a significação religiosa de "volta gloriosa de Jesus Cristo, no fim dos tempos, para presidir o Juízo Final", conforme creem as várias religiões cristãs e muçulmanas, inclusive sincréticas e esotéricas.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Segunda vinda de Cristo · Veja mais »

Seminário

O seminário é uma instituição da Igreja Católica dedicada à formação de seus candidatos ao ministério sagrado.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Seminário · Veja mais »

Sevilha

Sevilha (em espanhol: Sevilla) é uma cidade espanhola situada a sudoeste da Península Ibérica, é a capital da Província de Sevilha e situa-se na Comunidade Autónoma da Andaluzia.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Sevilha · Veja mais »

Sisebuto

Sisebuto foi o vigésimo terceiro rei visIgodo.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Sisebuto · Veja mais »

Suevos

Os suevos (do proto-germânico *swēbaz, baseado na raiz proto-germânica *swe, "o próprio"; Suevi ou Suebi) foram um grupo de povos germanos, parte dos quais migraram à Hispânia durante as Invasões bárbaras, fundando um reino na antiga província romana da Galécia (atual norte de Portugal e Galiza) que duraria entre 409 e 585 d.C., data em que foi anexado pelos visigodos.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Suevos · Veja mais »

Summa

Summa é um termo que começou a ser utilizado a partir do séc XII, para designar um breve tratado sistemático de um determinado conjunto de conhecimentos.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Summa · Veja mais »

Taifa

O termo taifa, no contexto da história ibérica, refere-se a um principado muçulmano independente, um emirato ou pequeno reino existente na Península Ibérica (o Alandalus) após o o derrocamento do califa (da dinastia omíada) e a abolição do Califado de Córdoba em 1031.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Taifa · Veja mais »

The European Library

The European Library (A Biblioteca Europeia), também designada pelo acrónimo TEL, é um serviço não comercial promovido pela CENL-Conference of European National Librarians e visa disponibilizar o acesso via internet aos recursos culturais europeus proporcionados pelas bibliotecas nacionais aderentes.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e The European Library · Veja mais »

Trívio

Trívio (Trivium, de tres: três e vía: caminho) era o nome dado na Idade Média ao conjunto de três matérias ensinadas nas universidades no início do percurso educativo: gramática, dialética e retórica.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Trívio · Veja mais »

Trindade (cristianismo)

A doutrina cristã da Trindade (do latim trinitas "tríade", de trinus "tripla") define Deus como três pessoas consubstanciais, expressões ou hipóstases:Ver discussão em o Pai, o Filho (Jesus Cristo) e o Espírito Santo; "um Deus em três pessoas".

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Trindade (cristianismo) · Veja mais »

Universidade de Sevilha

A Universidade de Sevilha (US) é uma instituição pública de ensino superior com sede na cidade de Sevilha, capital da Comunidade Autónoma/Autônoma da Andaluzia, em Espanha.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Universidade de Sevilha · Veja mais »

Vândalos

Saque de Roma pelos vândalos em 455''.Entalhe e policromia em aço de Heinrich Leutemann (c. 1860–1880) Os vândalos eram uma tribo germânica oriental que penetrou no Império Romano durante o século V e criou um estado no norte da África ocupando a cidade de Cartago, antiga cidade fenícia que fora ocupada pelos romanos desde o fim das Guerras Púnicas.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Vândalos · Veja mais »

Vida consagrada

A Vida Consagrada é o nome que a Igreja Católica dá ao modo de viver das pessoas que deixaram as suas vidas profissionais e familiares e seu próprio estado no mundo, numa tentativa de abnegação de si mesmo na vivência de votos ou conselhos evangélicos em restrito seguimento de Jesus Cristo numa busca de cristianismo em vista do serviço à Igreja na evangelização, intercessão e promoção da dignidade humana.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Vida consagrada · Veja mais »

Visigodos

Os visigodos foram um de dois ramos em que se dividiram os godos, um povo germânico originário do leste europeu, sendo o outro os ostrogodos.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Visigodos · Veja mais »

Wikisource

O Wikisource — a biblioteca livre — é um projeto da Wikimedia Foundation que, de forma colaborativa, reúne um conjunto de textos que possuam valor histórico-cultural e que sejam compatíveis com a licença GFDL.

Novo!!: Isidoro de Sevilha e Wikisource · Veja mais »

4 de abril

Sem descrição

Novo!!: Isidoro de Sevilha e 4 de abril · Veja mais »

Redireciona aqui:

Isidoro de Sevilla, Santo Isidoro de Sevilha, Segundo Sínodo de Sevilha, São Isidoro.

CessanteEntrada
Ei! Agora estamos em Facebook! »