Logotipo
Unionpédia
Comunicação
Disponível no Google Play
Novo! Faça o download do Unionpédia em seu dispositivo Android™!
Faça o download
Acesso mais rápido do que o navegador!
 

Gonçalo da Costa

Índice Gonçalo da Costa

D.

21 relações: Afonso I de Portugal, Amarante, Arma, Brasão, Capela, Cavaleiro, Circa, Domus fortis, Gomes Gonçalves da Costa (I), História, Idade Média, Louredo, Manuel José da Costa Felgueiras Gaio, Maria (mãe de Jesus), Militar, Nobiliário de Famílias de Portugal, Portugal, Rico-homem, Santa Cruz de Riba Tâmega, 1290, 1315.

Afonso I de Portugal

Afonso I (–), também chamado de Afonso Henriques, e apelidado de "o Conquistador", foi o primeiro Rei de Portugal de 1139 até sua morte, anteriormente servindo como Conde de Portucale de 1112 até sua independência do Reino da Galiza.

Novo!!: Gonçalo da Costa e Afonso I de Portugal · Veja mais »

Amarante

Amarante pode referir-se a:;Pessoas.

Novo!!: Gonçalo da Costa e Amarante · Veja mais »

Arma

Qualquer objeto pode ser utilizado como uma Arma quando usado para atacar ou ameaçar um ser bem como para autodefesa.

Novo!!: Gonçalo da Costa e Arma · Veja mais »

Brasão

D. Manuel I Brasão de armas do conde de Porto Alegre Brasão de armas do Império Alemão Brasão da Casa dos Távoras Brasão de armas ou, simplesmente, brasão, na tradição europeia medieval, é um desenho especificamente criado - obedecendo às leis da heráldica - com a finalidade de identificar indivíduos, famílias, clãs, corporações, cidades, regiões e nações.

Novo!!: Gonçalo da Costa e Brasão · Veja mais »

Capela

Capela de Santa Catarina (ou das Almas), no Porto, Portugal Capela ou ermida é um templo cristão secundário.

Novo!!: Gonçalo da Costa e Capela · Veja mais »

Cavaleiro

Museu Metropolitano de Arte, Nova Iorque. Um cavaleiro pode ter vários significados quase sempre associado às características nobres do cavalo e ao facto de o montar.

Novo!!: Gonçalo da Costa e Cavaleiro · Veja mais »

Circa

Circa é uma palavra (advérbio) em latim que é usada em datação e que significa "cerca de", "aproximadamente", "por volta de".

Novo!!: Gonçalo da Costa e Circa · Veja mais »

Domus fortis

Exemplo de Domus Fortis - Torre de Penegate, Portugal. Domus Fortis é uma designação que se refere a um género de construção, residência fortificada que surge em uso por praticamente toda a Europa nos finais do Século XII e durante todo o Século XIII.

Novo!!: Gonçalo da Costa e Domus fortis · Veja mais »

Gomes Gonçalves da Costa (I)

D.

Novo!!: Gonçalo da Costa e Gomes Gonçalves da Costa (I) · Veja mais »

História

grego Nikolaos Gysis (1892). História (do grego antigo ἱστορία, transl.: historía, que significa "pesquisa", "conhecimento advindo da investigação") é a ciência que estuda o ser humano e sua ação no tempo e no espaço concomitantemente à análise de processos e eventos ocorridos no passado.

Novo!!: Gonçalo da Costa e História · Veja mais »

Idade Média

p.

Novo!!: Gonçalo da Costa e Idade Média · Veja mais »

Louredo

Louredo.

Novo!!: Gonçalo da Costa e Louredo · Veja mais »

Manuel José da Costa Felgueiras Gaio

Manuel José da Costa Felgueiras Gayo (Barcelos, Barcelos, — Ponte de Lima, Vitorino dos Piães) foi um dos mais importantes genealogistas portugueses.

Novo!!: Gonçalo da Costa e Manuel José da Costa Felgueiras Gaio · Veja mais »

Maria (mãe de Jesus)

Maria (hebraico: מִרְיָם, Miriam; aramaico: Maryām; árabe: مريم, Maryam; grego koiné: Μαριας ou Μαριαμ), também conhecida como Maria de Nazaré e chamada pelos católicos e ortodoxos de Nossa Senhora, foi a mulher israelita de Nazaré, identificada no Novo Testamento e no Alcorão como a mãe de Jesus através da intervenção divina. Jesus é visto como o messias — o Cristo — em ambas as tradições, dando origem ao nome comum de Jesus Cristo.

Novo!!: Gonçalo da Costa e Maria (mãe de Jesus) · Veja mais »

Militar

O termo militar se refere aos membros, instituições, instalações, equipamentos, veículos e tudo aquilo que faz parte de uma organização autorizada a usar a força, geralmente incluindo o uso de armas de fogo, na defesa do seu país através da luta real ou de ameaças percebidas.

Novo!!: Gonçalo da Costa e Militar · Veja mais »

Nobiliário de Famílias de Portugal

Nobiliário de Famílias de Portugal é o título de um trabalho de genealogia escrito por Manuel José da Costa Felgueiras Gaio (1750-1831).

Novo!!: Gonçalo da Costa e Nobiliário de Famílias de Portugal · Veja mais »

Portugal

Portugal, oficialmente República Portuguesa, é um país soberano unitário localizado no sudoeste da Europa, cujo território se situa na zona ocidental da Península Ibérica e em arquipélagos no Atlântico Norte. O território português tem uma área total de, sendo delimitado a norte e leste por Espanha e a sul e oeste pelo oceano Atlântico, compreendendo uma parte continental e duas regiões autónomas: os arquipélagos dos Açores e da Madeira. Portugal é a nação mais a ocidente do continente europeu. O nome do país provém da sua segunda maior cidade, Porto, cujo nome latino-celta era Portus Cale. O território dentro das fronteiras atuais da República Portuguesa tem sido continuamente povoado desde os tempos pré-históricos: ocupado por celtas, como os galaicos e os lusitanos, foi integrado na República Romana e mais tarde colonizado por povos germânicos, como os suevos e os visigodos. No século VIII, as terras foram conquistadas pelos mouros. Durante a Reconquista cristã foi formado o Condado Portucalense,  estabelecido no século XI por Vímara Peres, um vassalo do rei das Astúrias. O condado tornou-se parte do Reino de León em 1097, e os condes de Portugal estabeleceram-se como governantes independentes do reino no século XII, após a batalha de São Mamede. Com o estabelecimento do Reino de Portugal em 1139, cuja independência foi reconhecida em 1143. Em 1297 foram definidas as fronteiras no tratado de Alcanizes, tornando Portugal no mais antigo Estado-nação da Europa. Nos séculos XV e XVI, como resultado de pioneirismo na Era dos Descobrimentos (ver: descobrimentos portugueses), Portugal expandiu a influência ocidental e estabeleceu um império que incluía possessões na África, Ásia, Oceânia e América do Sul, tornando-se a potência económica, política e militar mais importante de todo o mundo. O Império Português foi o primeiro império global da História e também o mais duradouro dos impérios coloniais europeus, abrangendo quase 600 anos de existência, desde a conquista de Ceuta em 1415, até à transferência de soberania de Macau para a China em 1999. No entanto, a importância internacional do país foi bastante reduzida durante o século XIX, especialmente após a independência do Brasil, a sua maior colónia. Com a Revolução de 1910, a monarquia terminou, tendo desde 1139 até 1910, 34 monarcas. A Primeira República Portuguesa foi muito instável, devido ao elevado parlamentarismo. O regime deu lugar à ditadura militar devido a um levantamento em 28 de maio de 1926. Em 1933, um novo regime autoritário, o Estado Novo, presidido por Salazar até 1968, geriu o país até 25 de abril de 1974. A democracia representativa foi instaurada após a Revolução dos Cravos, em 1974, que terminou a Guerra Colonial Portuguesa. As províncias ultramarinas de Portugal tornaram-se independentes, sendo as mais proeminentes Angola e Moçambique. Portugal é um país desenvolvido, com um Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) considerado como muito elevado. O país foi classificado na 19.ª posição em qualidade de vida (em 2005), tem um dos melhores sistemas de saúde do planeta e é, também, uma das nações mais globalizadas e pacíficas do mundo. É membro da Organização das Nações Unidas (ONU), da União Europeia (incluindo a Zona Euro e o Espaço Schengen), da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) e da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Portugal também participa em diversas missões de manutenção de paz das Nações Unidas.

Novo!!: Gonçalo da Costa e Portugal · Veja mais »

Rico-homem

Rico-homem, nos séculos XIII a XV, em Portugal, era a designação para o grau mais elevado da nobreza.

Novo!!: Gonçalo da Costa e Rico-homem · Veja mais »

Santa Cruz de Riba Tâmega

Santa Cruz de Riba Tâmega é um antigo município português, na zona do Tâmega, que recebeu foral de D. Manuel I em 1 de Setembro de 1513 e foi extinto em Outubro de 1855, sendo integrado na sua maior parte no concelho de Amarante.

Novo!!: Gonçalo da Costa e Santa Cruz de Riba Tâmega · Veja mais »

1290

---- 1290 (na numeração romana) foi um ano comum do século XIII do Calendário Juliano, da Era de Cristo, a sua letra dominical foi A (52 semanas), teve início a um domingo e terminou também a um domingo.

Novo!!: Gonçalo da Costa e 1290 · Veja mais »

1315

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XIV do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi E (52 semanas), teve início a uma quarta-feira e terminou também a uma quarta-feira.

Novo!!: Gonçalo da Costa e 1315 · Veja mais »

CessanteEntrada
Ei! Agora estamos em Facebook! »