Logotipo
Unionpédia
Comunicação
Disponível no Google Play
Novo! Faça o download do Unionpédia em seu dispositivo Android™!
Livre
Acesso mais rápido do que o navegador!
 

Frederico Lourenço

Índice Frederico Lourenço

Frederico Lourenço (Lisboa, 1963) é um escritor, tradutor e professor universitário português.

44 relações: Íon, Cinemateca Portuguesa, Conservatório Nacional, Conto, David Mourão-Ferreira, Diário de Notícias, Escritor, Eurípides, Expresso (Portugal), Friedrich Schiller, Grande Prémio de Tradução Literária, Hipólito, Homero, Ilíada, Instituto Goethe, Língua grega antiga, Lisboa, Luís Miguel Cintra, Manuel António dos Santos Lourenço, Maria Helena da Rocha Pereira, O Independente, Odisseia, Público (jornal), Pode um Desejo Imenso (trilogia), Portugal, Prémio D. Dinis, Prémio Pessoa, Prémio Primeira Obra do P.E.N. Clube Português, Professor, Romance, Tradução, Trilogia, Universidade, Universidade de Coimbra, Universidade de Lisboa, 1963, 1988, 2002, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2016.

Íon

Um é uma espécie química eletricamente carregada, que resulta de um átomo ou molécula que perdeu ou ganhou elétrons.

Novo!!: Frederico Lourenço e Íon · Veja mais »

Cinemateca Portuguesa

A Cinemateca Portuguesa é uma instituição pública dedicada à difusão e preservação da arte cinematográfica e, em especial, do Cinema Português.

Novo!!: Frederico Lourenço e Cinemateca Portuguesa · Veja mais »

Conservatório Nacional

Conservatório Nacional é - na maioria dos casos - um conservatório de música de importância nacional e pode referir-se a.

Novo!!: Frederico Lourenço e Conservatório Nacional · Veja mais »

Conto

Um conto é uma narrativa que cria um universo de seres, de fantasia ou acontecimentos.

Novo!!: Frederico Lourenço e Conto · Veja mais »

David Mourão-Ferreira

David de Jesus Mourão-Ferreira GCSE (Lisboa, 24 de fevereiro de 1927 — Lisboa, 16 de junho de 1996) foi um escritor e poeta português.

Novo!!: Frederico Lourenço e David Mourão-Ferreira · Veja mais »

Diário de Notícias

Sem descrição

Novo!!: Frederico Lourenço e Diário de Notícias · Veja mais »

Escritor

Machado de Assis, um dos grandes expoentes da literatura brasileira. Escritor é uma pessoa que utiliza palavras escritas, com várias técnicas e uso de vários estilos, para comunicar ou passar ideias.

Novo!!: Frederico Lourenço e Escritor · Veja mais »

Eurípides

Eurípides (também grafado Eurípedes; do grego antigo: Εὐριπίδης) (Salamina, ca. 480 a.C. — Pela, Macedônia, 406 a.C.) foi um poeta trágico grego, do século V a.C., o mais jovem dos três grandes expoentes da tragédia grega clássica, que ressaltou em suas obras as agitações da alma humana e em especial a feminina.

Novo!!: Frederico Lourenço e Eurípides · Veja mais »

Expresso (Portugal)

O Expresso é um jornal português de periodicidade semanal publicado ao sábado desde 1973.

Novo!!: Frederico Lourenço e Expresso (Portugal) · Veja mais »

Friedrich Schiller

Johann Christoph Friedrich von Schiller (Marbach am Neckar, 10 de novembro de 1759 — Weimar, 9 de maio de 1805), mais conhecido como Friedrich Schiller, foi um poeta, filósofo, médico e historiador alemão.

Novo!!: Frederico Lourenço e Friedrich Schiller · Veja mais »

Grande Prémio de Tradução Literária

O Grande Prémio Internacional de Tradução Literária é um prémio literário instituído pela Associação Portuguesa de Tradutores.

Novo!!: Frederico Lourenço e Grande Prémio de Tradução Literária · Veja mais »

Hipólito

''A morte de Hipólito'' por Lawrence Alma-Tadema (1836–1912). Hipólito (Ἱππόλυτος; "libertador dos cavalos"), na mitologia grega, é o filho de Teseu e de Hipólita rainha das amazonas, que herdou da mãe o gosto pela caça e pelos exercícios violentos.

Novo!!: Frederico Lourenço e Hipólito · Veja mais »

Homero

Homero (Ὅμηρος, transl. Hómēros) foi um poeta épico da Grécia Antiga, ao qual tradicionalmente se atribui a autoria dos poemas épicos Ilíada e Odisseia.

Novo!!: Frederico Lourenço e Homero · Veja mais »

Ilíada

A Ilíada (em grego antigo: Ἰλιάς) é um dos dois principais poemas épicos da Grécia Antiga, de autoria atribuída ao poeta Homero, que narra os acontecimentos decorridos no período de 50 dias durante o décimo e último ano da Guerra de Troia, conflito empreendido para a conquista de Ílion ou Troia, cuja gênese radica na ira (μῆνις, mênis) de Aquiles.

Novo!!: Frederico Lourenço e Ilíada · Veja mais »

Instituto Goethe

O Instituto Goethe ou Goethe-Institut é uma instituição alemã sem fins lucrativos que tem por objetivo divulgar pelo mundo, em especial países não-falantes do idioma alemão, a língua e a cultura alemã.

Novo!!: Frederico Lourenço e Instituto Goethe · Veja mais »

Língua grega antiga

A língua grega antiga ou clássica (ἡ Ἑλληνικὴ γλῶσσα, hē Hellēnikḕ glō̃ssa, em grego antigo) é uma língua indo-europeia extinta, falada na Grécia durante a Antiguidade e que evoluiu para o grego moderno.

Novo!!: Frederico Lourenço e Língua grega antiga · Veja mais »

Lisboa

Lisboa GCTE é a capital de Portugal e a cidade mais populosa do país.

Novo!!: Frederico Lourenço e Lisboa · Veja mais »

Luís Miguel Cintra

Luís Miguel Valle Cintra GOSE (Madrid, 29 de abril de 1949) é um actor e encenador português.

Novo!!: Frederico Lourenço e Luís Miguel Cintra · Veja mais »

Manuel António dos Santos Lourenço

M.

Novo!!: Frederico Lourenço e Manuel António dos Santos Lourenço · Veja mais »

Maria Helena da Rocha Pereira

Maria Helena Monteiro da Rocha Pereira (Cedofeita, Porto, – Porto, 10 de abril de 2017) foi uma especialista portuguesa em estudos clássicos (cultura grega e latina).

Novo!!: Frederico Lourenço e Maria Helena da Rocha Pereira · Veja mais »

O Independente

O Independente foi um jornal semanário português, fundado em 1988, detido pela SOCI - Sociedade Independente de Comunicação, fundada e presidida por Luís Nobre Guedes.

Novo!!: Frederico Lourenço e O Independente · Veja mais »

Odisseia

Odisseia (em grego: Οδύσσεια, transl. Odýsseia) é um dos dois principais poemas épicos da Grécia Antiga, atribuídos a Homero.

Novo!!: Frederico Lourenço e Odisseia · Veja mais »

Público (jornal)

O Público é um jornal diário português fundado em 1990.

Novo!!: Frederico Lourenço e Público (jornal) · Veja mais »

Pode um Desejo Imenso (trilogia)

Pode um desejo imenso é o título de uma triologia (e do seu primeiro volume) de romances do escritor português Frederico Lourenço.

Novo!!: Frederico Lourenço e Pode um Desejo Imenso (trilogia) · Veja mais »

Portugal

Portugal, oficialmente República Portuguesa, é um país soberano unitário localizado no sudoeste da Europa, cujo território se situa na zona ocidental da Península Ibérica e em arquipélagos no Atlântico Norte. O território português tem uma área total de, sendo delimitado a norte e leste por Espanha e a sul e oeste pelo oceano Atlântico, compreendendo uma parte continental e duas regiões autónomas: os arquipélagos dos Açores e da Madeira. Portugal é a nação mais a ocidente do continente europeu. O nome do país provém da sua segunda maior cidade, Porto, cujo nome latino-celta era Portus Cale. O território dentro das fronteiras atuais da República Portuguesa tem sido continuamente povoado desde os tempos pré-históricos: ocupado por celtas, como os galaicos e os lusitanos, foi integrado na República Romana e mais tarde colonizado por povos germânicos, como os suevos e os visigodos. No século VIII, as terras foram conquistadas pelos mouros. Durante a Reconquista cristã foi formado o Condado Portucalense,  estabelecido no século XI por Vímara Peres, um vassalo do rei das Astúrias. O condado tornou-se parte do Reino de León em 1097, e os condes de Portugal estabeleceram-se como governantes independentes do reino no século XII, após a batalha de São Mamede. Com o estabelecimento do Reino de Portugal em 1139, cuja independência foi reconhecida em 1143. Em 1297 foram definidas as fronteiras no tratado de Alcanizes, tornando Portugal no mais antigo Estado-nação da Europa. Nos séculos XV e XVI, como resultado de pioneirismo na Era dos Descobrimentos (ver: descobrimentos portugueses), Portugal expandiu a influência ocidental e estabeleceu um império que incluía possessões na África, Ásia, Oceânia e América do Sul, tornando-se a potência económica, política e militar mais importante de todo o mundo. O Império Português foi o primeiro império global da História e também o mais duradouro dos impérios coloniais europeus, abrangendo quase 600 anos de existência, desde a conquista de Ceuta em 1415, até à transferência de soberania de Macau para a China em 1999. No entanto, a importância internacional do país foi bastante reduzida durante o século XIX, especialmente após a independência do Brasil, a sua maior colónia. Com a Revolução de 1910, a monarquia terminou, tendo desde 1139 até 1910, 34 monarcas. A Primeira República Portuguesa foi muito instável, devido ao elevado parlamentarismo. O regime deu lugar à ditadura militar devido a um levantamento em 28 de maio de 1926. Em 1933, um novo regime autoritário, o Estado Novo, presidido por Salazar até 1968, geriu o país até 25 de abril de 1974. A democracia representativa foi instaurada após a Revolução dos Cravos, em 1974, que terminou a Guerra Colonial Portuguesa. As províncias ultramarinas de Portugal tornaram-se independentes, sendo as mais proeminentes Angola e Moçambique. Portugal é um país desenvolvido, com um Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) considerado como muito elevado. O país foi classificado na 19.ª posição em qualidade de vida (em 2005), tem um dos melhores sistemas de saúde do planeta e é, também, uma das nações mais globalizadas e pacíficas do mundo. É membro da Organização das Nações Unidas (ONU), da União Europeia (incluindo a Zona Euro e o Espaço Schengen), da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) e da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Portugal também participa em diversas missões de manutenção de paz das Nações Unidas.

Novo!!: Frederico Lourenço e Portugal · Veja mais »

Prémio D. Dinis

O Prémio D. Dinis é um prémio literário instituído pela Fundação Casa de Mateus e patrocinado pela Direcção-Geral do Livro e das Bibliotecas e pela Caixa Geral de Depósitos.

Novo!!: Frederico Lourenço e Prémio D. Dinis · Veja mais »

Prémio Pessoa

O Prémio Pessoa é um prémio português instituído em 1987 pelo jornal Expresso e patrocinado pelo banco Caixa Geral de Depósitos.

Novo!!: Frederico Lourenço e Prémio Pessoa · Veja mais »

Prémio Primeira Obra do P.E.N. Clube Português

O Prémio Primeira Obra do PEN Clube Português é um prémio literário instituído pelo P.E.N. Clube Português.

Novo!!: Frederico Lourenço e Prémio Primeira Obra do P.E.N. Clube Português · Veja mais »

Professor

Professor ou docente é uma pessoa que ensina ciência, arte, técnica ou outros conhecimentos.

Novo!!: Frederico Lourenço e Professor · Veja mais »

Romance

O termo romance (do latim romanice: "em língua românica", através do provençal romans) pode referir-se a dois gêneros literários.

Novo!!: Frederico Lourenço e Romance · Veja mais »

Tradução

Tradução é uma atividade que abrange a interpretação de David Levithan.

Novo!!: Frederico Lourenço e Tradução · Veja mais »

Trilogia

Trilogia é o conjunto de três trabalhos artísticos, geralmente em literatura ou cinema, que estão conectados, mas que podem ser vistos tanto como trabalho único quanto como obras individuais.

Novo!!: Frederico Lourenço e Trilogia · Veja mais »

Universidade

Típico aspecto de uma sala de aula universitária, vista na Universidade De La Salle, Manila, Filipinas Uma Universidade é uma instituição de ensino superior pluridisciplinar e de formação de quadros profissionais de nível superior, de investigação, de extensão e de domínio e cultivo do saber humano.

Novo!!: Frederico Lourenço e Universidade · Veja mais »

Universidade de Coimbra

A Universidade de Coimbra (UC) GCSE é uma universidade pública localizada na cidade de Coimbra, em Portugal.

Novo!!: Frederico Lourenço e Universidade de Coimbra · Veja mais »

Universidade de Lisboa

A Universidade de Lisboa MHSE é uma universidade pública portuguesa, com sede na Alameda da Universidade, em Alvalade, Lisboa, detendo vários polos espalhados pela cidade e concelhos limítrofes.

Novo!!: Frederico Lourenço e Universidade de Lisboa · Veja mais »

1963

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, a sua letra dominical foi F (52 semanas), teve início a uma terça-feira e terminou também a uma terça-feira.

Novo!!: Frederico Lourenço e 1963 · Veja mais »

1988

Sem descrição

Novo!!: Frederico Lourenço e 1988 · Veja mais »

2002

Foi designado como.

Novo!!: Frederico Lourenço e 2002 · Veja mais »

2003

Foi designado como o Ano Internacional da Água Potável, pela ONU.

Novo!!: Frederico Lourenço e 2003 · Veja mais »

2004

Celebraram-se naquele ano.

Novo!!: Frederico Lourenço e 2004 · Veja mais »

2005

* Foi designado como.

Novo!!: Frederico Lourenço e 2005 · Veja mais »

2006

Correspondeu aos anos 5766-5767 no calendário judaico, 5107-5108 no calendário hindu, 1426-1427 no calendário islâmico, 1384-1385 no calendário iraniano, 4703 no calendário chinês, e 2759 a.U.c..

Novo!!: Frederico Lourenço e 2006 · Veja mais »

2007

Foi designado como.

Novo!!: Frederico Lourenço e 2007 · Veja mais »

2016

1 de janeiro.

Novo!!: Frederico Lourenço e 2016 · Veja mais »

Redireciona aqui:

Frederico Maria Bio Lourenço, Frederico lourenço.

CessanteEntrada
Ei! Agora estamos em Facebook! »