Logotipo
Unionpédia
Comunicação
Disponível no Google Play
Novo! Faça o download do Unionpédia em seu dispositivo Android™!
Livre
Acesso mais rápido do que o navegador!
 

Feira

Índice Feira

Uma feira é um evento em um local público em que as pessoas, em dias e épocas predeterminados, expõem e vendem mercadorias.

73 relações: Afonso III de Portugal, Alentejo, Almeida, Artista de rua, Banco, Beira (Portugal), Burgo, Burguesia, Canela, Carvalhos (Vila Nova de Gaia), Castelo Mendo, Classe social, Comércio, Constantim (Vila Real), Coroa (monarquia), Cravo-da-índia, Crise de 1383–1385 em Portugal, Cruzada, Dinis I de Portugal, Entre Douro e Minho, Espinho (Portugal), Etimologia, Europa, Exposição, Feira medieval, Feira profissional, Fenícia, Fernando I de Portugal, Feudalismo, Idade Antiga, Idade Média, Igreja Católica, Império Português, Imposto, Latim, Língua castelhana, Língua inglesa, Língua portuguesa, Manuel I de Portugal, Médio Oriente, Melgaço (Portugal), Mercador, Moeda, Oeiras (Portugal), Oriente, Parque de diversão, Pedágio, Perfume, Pimenta, Ponte de Lima, ..., Porcelana, Porto, Portugal, Quarta-feira, Quinta-feira, Reino de Castela, Reino de Leão, Religião, Rio Douro, Rota de comércio, Século XII, Século XIII, Sebastião José de Carvalho e Melo, Seda, Segunda-feira, Senhora da Hora, Sexta-feira, Taxa de câmbio, Terça-feira, Tiro, Vila Nova de Famalicão, Vila Real, Vila Viçosa. Expandir índice (23 mais) »

Afonso III de Portugal

Afonso III (Coimbra, – Alcobaça), apelidado de "o Bolonhês" por seu casamento com Matilde II, Condessa de Bolonha, foi o Rei de Portugal de 1248 até sua morte, e também o primeiro monarca português a utilizar o título de Rei de Algarve.

Novo!!: Feira e Afonso III de Portugal · Veja mais »

Alentejo

O NUT II do Alentejo é uma região do centro-sul de Portugal.

Novo!!: Feira e Alentejo · Veja mais »

Almeida

Almeida é uma vila portuguesa pertencente ao distrito da Guarda, na província da Beira Alta, região do Centro (Região das Beiras) e sub-região da Beira Interior Norte, com cerca de habitantes.

Novo!!: Feira e Almeida · Veja mais »

Artista de rua

Um malabrista utilizando tochas pelas ruas de São Paulo. Um artista de rua (ou saltimbanco) é um artista que se apresenta em locais públicos para divulgar seu trabalho ou levar o entretenimento para todas as pessoas.

Novo!!: Feira e Artista de rua · Veja mais »

Banco

Banco (do germânico banki, através do latim vulgar) é uma instituição financeira intermediária entre agentes superavitários e agentes deficitários.

Novo!!: Feira e Banco · Veja mais »

Beira (Portugal)

A Beira foi uma das seis divisões - comarcas, depois províncias - em que se dividia, Portugal, até ao século XIX.

Novo!!: Feira e Beira (Portugal) · Veja mais »

Burgo

Burgo de Osma Burgo é uma divisão administrativa em vários países.

Novo!!: Feira e Burgo · Veja mais »

Burguesia

O estereótipo do burguês no Monsieur Jourdain, personagem principal da comédia ''Le Bourgeois gentilhomme'', de Molière Burguesia é um termo com vários significados históricos, sociais e culturais.

Novo!!: Feira e Burguesia · Veja mais »

Canela

Canela em estado natural. Canela é uma especiaria, obtida a partir da casca interna de várias espécies de árvores do género Cinnamomum (família Lauraceae), usado tanto em alimentos doces como em salgados.

Novo!!: Feira e Canela · Veja mais »

Carvalhos (Vila Nova de Gaia)

Carvalhos é uma Vila portuguesa inserida na União de Freguesias de Pedroso e Seixezelo Terra de remotas origens, a povoação dos Carvalhos, desenvolveu-se através dos tempos na vertente oriental dos montes Murado e de São Bartolomeu, outrora ocupados pelos primeiros habitantes da Península Ibérica.

Novo!!: Feira e Carvalhos (Vila Nova de Gaia) · Veja mais »

Castelo Mendo

Castelo Mendo é uma freguesia portuguesa do concelho de Almeida, com 21,72 km² de área e 87 habitantes (2011).

Novo!!: Feira e Castelo Mendo · Veja mais »

Classe social

Uma classe social é um grupo de pessoas que têm status social similar segundo critérios diversos, especialmente o econômico assim como de que família pertence e nasceu, o chamado ter ou não "berço".

Novo!!: Feira e Classe social · Veja mais »

Comércio

O comércio baseia-se na troca voluntária de produtos.

Novo!!: Feira e Comércio · Veja mais »

Constantim (Vila Real)

Constantim é uma freguesia portuguesa do concelho de Vila Real.

Novo!!: Feira e Constantim (Vila Real) · Veja mais »

Coroa (monarquia)

A coroa é um ornamento para a cabeça utilizado como símbolo de poder e legitimidade.

Novo!!: Feira e Coroa (monarquia) · Veja mais »

Cravo-da-índia

O cravo (da Índia), no Brasil, cravinho, em Portugal, ou cravo-da-índia (Syzygium aromaticum) é uma árvore nativa das ilhas Molucas, na Indonésia.

Novo!!: Feira e Cravo-da-índia · Veja mais »

Crise de 1383–1385 em Portugal

A Crise de 1383–1385 foi um período de guerra civil e na História de Portugal, também conhecido como Interregno, uma vez que não existia rei no poder.

Novo!!: Feira e Crise de 1383–1385 em Portugal · Veja mais »

Cruzada

Cruzada é um termo utilizado para designar qualquer dos movimentos militares de inspiração cristã que partiram da Europa Ocidental em direção à Terra Santa e à cidade de Jerusalém com o intuito de conquistá-las, ocupá-las e mantê-las sob domínio cristão.

Novo!!: Feira e Cruzada · Veja mais »

Dinis I de Portugal

Dinis I, O Lavrador ou O Poeta nasceu em Lisboa no dia e morreu em Santarém no dia), foi Rei de Portugal e do Algarve de 1279 até sua morte. Era o filho mais velho do rei Afonso III e sua segunda esposa Beatriz de Castela. Em 1282 desposou Isabel de Aragão, que ficaria conhecida como Rainha Santa. Ao longo de 46 anos de reinado, foi um dos principais responsáveis pela criação da identidade nacional e o alvor da consciência de Portugal enquanto estado-nação: em 1297, após a conclusão da Reconquista pelo seu pai, definiu as fronteiras de Portugal no Tratado de Alcanizes, prosseguiu relevantes reformas judiciais, instituiu a língua portuguesa como língua oficial da corte, criou a primeira Universidade portuguesa, libertou as Ordens Militares no território nacional de influências estrangeiras e prosseguiu um sistemático acréscimo do centralismo régio. A sua política centralizadora foi articulada com importantes acções de fomento económico - como a criação de inúmeros concelhos e feiras. D. Dinis ordenou a exploração de minas de cobre, prata, estanho e ferro e organizou a exportação da produção excedente para outros países europeus. Em 1308 assinou o primeiro acordo comercial português com a Inglaterra. Em 1312 fundou a marinha Portuguesa, nomeando 1º Almirante de Portugal, o genovês Manuel Pessanha, e ordenando a construção de várias docas. Foi grande amante das artes e letras. Tendo sido um famoso trovador, cultivou as Cantigas de Amigo, de Amor e a sátira, contribuindo para o desenvolvimento da poesia trovadoresca na Península Ibérica. Pensa-se ter sido o primeiro monarca português verdadeiramente alfabetizado, tendo assinado sempre com o nome completo. Foi o responsável pela criação da primeira Universidade portuguesa, inicialmente instalada em Lisboa e depois para Coimbra. Entre 1320 e 1324 houve uma guerra civil que opôs o rei ao futuro Afonso IV. Este julgava que o pai pretendia dar o trono a Afonso Sanches. Nesta guerra, o rei contou com pouco apoio popular, pois nos últimos anos de reinado deu grandes privilégios aos nobres. O infante contou com o apoio dos concelhos. Apesar dos motivos da revolta, esta guerra foi no fundo um conflito entre grandes e pequenos. Após a sua morte, em 1325 foi sucedido pelo seu filho legítimo, Afonso IV de Portugal, apesar da oposição do seu favorito, filho natural Afonso Sanches.

Novo!!: Feira e Dinis I de Portugal · Veja mais »

Entre Douro e Minho

O Entre-Douro-e-Minho foi uma província do Norte Atlântico de Portugal, composta pelos atuais distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto e parte dos distritos de Aveiro, Viseu e Vila Real, no tempo da monarquia portuguesa.

Novo!!: Feira e Entre Douro e Minho · Veja mais »

Espinho (Portugal)

Espinho (ESP) é uma cidade portuguesa pertencente ao Distrito de Aveiro, à Região Norte e à Área Metropolitana do Porto, com 9 832 habitantes no seu perímetro urbano (2011).

Novo!!: Feira e Espinho (Portugal) · Veja mais »

Etimologia

Etimologia (do grego antigo ἐτυμολογία, composto de ἔτυμος "étymos" e -λογία "-logia") é a parte da gramática que trata da história ou origem das palavras e da explicação do significado de palavras através da análise dos elementos que as constituem.

Novo!!: Feira e Etimologia · Veja mais »

Europa

A Europa é, por convenção, um dos seis continentes do mundo.

Novo!!: Feira e Europa · Veja mais »

Exposição

Uma exposição (do termo latino expositione) é uma apresentação de produtos, animais ou serviços para um público, especializado ou não.

Novo!!: Feira e Exposição · Veja mais »

Feira medieval

As feiras medievais são eventos que têm lugar em locais onde os artesãos expõem e vendem mercadorias e se faz uma espécie de encenação de uma feira da época medieval com a recriação de eventos históricos.

Novo!!: Feira e Feira medieval · Veja mais »

Feira profissional

Uma feira profissional é uma exposição organizada de forma a que as empresas de uma indústria específica possam expor e demonstrar os seus novos produtos e serviços.

Novo!!: Feira e Feira profissional · Veja mais »

Fenícia

A Civilização Fenícia (em fenício: ��‏��‏��‏��‏, Knaˁn; Kna'an; Phoiníkē; Phœnicia; فينيقيا) foi uma civilização da Antiguidade cujo epicentro se localizava no norte da antiga Canaã, ao longo das regiões litorâneas dos atuais Líbano, Síria e norte de Israel.

Novo!!: Feira e Fenícia · Veja mais »

Fernando I de Portugal

Fernando I (Coimbra, – Lisboa), apelidado de "o Formoso", "o Belo" e "o Inconstante", foi o Rei de Portugal e Algarve de 1367 até sua morte, o último monarca português da Casa de Borgonha.

Novo!!: Feira e Fernando I de Portugal · Veja mais »

Feudalismo

Rolando jura lealdade a Carlos Magno, a partir de um manuscrito do século XIV(?) O feudalismo foi um modo de organização social e político baseado nas relações servo-contratuais (servis).

Novo!!: Feira e Feudalismo · Veja mais »

Idade Antiga

Idade Antiga ou Antiguidade, na periodização das épocas históricas da humanidade, é o período que se estende desde a invenção da escrita (de a) até a queda do Império Romano do Ocidente.

Novo!!: Feira e Idade Antiga · Veja mais »

Idade Média

p.

Novo!!: Feira e Idade Média · Veja mais »

Igreja Católica

A Igreja Católica (o termo "católico", derivado da palavra grega: καθολικός (katholikos), significa "universal", "geral" ou "referente à totalidade"), chamada também de Igreja Católica Romana e Igreja Católica Apostólica Romana, é uma Igreja cristã com aproximadamente dois mil anos, colocada sob a autoridade suprema visível do Papa, Bispo de Roma e sucessor do apóstolo Pedro.

Novo!!: Feira e Igreja Católica · Veja mais »

Império Português

O Império Português ou Império Colonial Português foi o primeiro império global da história, sendo considerado o mais antigo dos impérios coloniais europeus modernos, abrangendo quase seis séculos de existência, a partir da Conquista de Ceuta, em 1415, até a devolução da soberania sobre Macau à China.

Novo!!: Feira e Império Português · Veja mais »

Imposto

Imposto (do latim imposìtu-, particípio passado de imponère: "impor", "pôr como obrigação") é a imposição de um encargo financeiro ou outro tributo sobre o contribuinte (pessoa física ou jurídica) por um estado ou o equivalente funcional de um estado a partir da ocorrência de um fato gerador, sendo calculado mediante a aplicação de uma alíquota a uma base de cálculo de forma que o não pagamento do mesmo acarreta irremediavelmente sanções civis e penais impostas à entidade ou indivíduo não pagador, sob forma de leis.

Novo!!: Feira e Imposto · Veja mais »

Latim

A língua latina ou latim é uma antiga língua indo-europeia do ramo itálico originalmente falada no Lácio, a região do entorno da cidade de Roma.

Novo!!: Feira e Latim · Veja mais »

Língua castelhana

O castelhano (castellano) ou espanhol (español) é uma língua românica ocidental do grupo ibero-românico que evoluiu a partir de vários dialetos do latim falados no centro-norte da Península Ibérica por volta do século IX.

Novo!!: Feira e Língua castelhana · Veja mais »

Língua inglesa

Inglês (English) é uma língua germânica ocidental que surgiu nos reinos anglo-saxônicos da Inglaterra e se espalhou para o que viria a tornar-se o sudeste da Escócia, sob a influência do reino anglo medieval da Nortúmbria.

Novo!!: Feira e Língua inglesa · Veja mais »

Língua portuguesa

A língua portuguesa, também designada português, é uma língua românica flexiva ocidental originada no galego-português falado no Reino da Galiza e no norte de Portugal.

Novo!!: Feira e Língua portuguesa · Veja mais »

Manuel I de Portugal

Manuel I (Alcochete, – Lisboa), apelidado de "o Afortunado","O Venturoso" e "o Bem-Aventurado", foi o Rei de Portugal e Algarves de 1495 até à sua morte.

Novo!!: Feira e Manuel I de Portugal · Veja mais »

Médio Oriente

Oriente Médio Oriente médio O (em árabe الشرق الأوسط, ash-sharq-al-awsat) é um termo que se refere a uma área geográfica à volta das partes leste e sul do mar Mediterrâneo.

Novo!!: Feira e Médio Oriente · Veja mais »

Melgaço (Portugal)

Melgaço é uma vila raiana portuguesa no Distrito de Viana do Castelo, região do Norte e sub-região do Minho-Lima, com cerca de habitantes.

Novo!!: Feira e Melgaço (Portugal) · Veja mais »

Mercador

Mercador é uma pessoa ou "Homem de negócios" que tratava ou comercializava com géneros negociáveis, ou seja, bens ou mercadorias.

Novo!!: Feira e Mercador · Veja mais »

Moeda

Moeda é o meio pelo qual são efetuadas as transações monetárias.

Novo!!: Feira e Moeda · Veja mais »

Oeiras (Portugal)

Oeiras é uma vila portuguesa e uma divisão administrativa da Grande Lisboa.

Novo!!: Feira e Oeiras (Portugal) · Veja mais »

Oriente

c. 1876 Oriente (do latim oriente) significa "o lado do sol nascente", "o leste", "o levante".

Novo!!: Feira e Oriente · Veja mais »

Parque de diversão

Um parque de diversão ou parque temático é um grupo de atrações de entretenimento em um local para a diversão de um grande número de pessoas.

Novo!!: Feira e Parque de diversão · Veja mais »

Pedágio

Um é um direito de passagem pago mediante taxa ou tarifa (preço público) a autarquia ou concessionária delegada, respectivamente, para ressarcir custos de construção e manutenção de uma via de transporte.

Novo!!: Feira e Pedágio · Veja mais »

Perfume

Perfume (do latim fumus) é uma mistura de óleos, álcool e água, cuja função é proporcionar um agradável e duradoura fragrância de aroma agradável a diferentes objetos, principalmente ao corpo humano.

Novo!!: Feira e Perfume · Veja mais »

Pimenta

Malagueta ou piripíri''Dicionário Priberam da Língua Portuguesa''', 2008-2013: http://www.priberam.pt/dlpo/pirip%C3%ADri "piripíri". Pimenta é o nome comum dado a várias plantas, seus frutos e condimentos deles obtidos, de sabor geralmente picante.

Novo!!: Feira e Pimenta · Veja mais »

Ponte de Lima

Ponte de Lima é uma vila portuguesa no Distrito de Viana do Castelo, região do Norte e sub-região do Minho-Lima, com cerca de 5125 habitantes.

Novo!!: Feira e Ponte de Lima · Veja mais »

Porcelana

Fruteira de porcelana e biscuit de porcelana, de fabricação da Vieira de Castro S/A, Rio de Janeiro, RJ, Brasil A porcelana é um produto branco impermeável e translúcido.

Novo!!: Feira e Porcelana · Veja mais »

Porto

Porto OTE é a segunda cidade e o quarto município mais populoso de Portugal, situada no noroeste do país e capital da Área Metropolitana do Porto (NUTS III e área metropolitana), da região Norte (NUTS II) e do Distrito do Porto.

Novo!!: Feira e Porto · Veja mais »

Portugal

Portugal, oficialmente República Portuguesa, é um país soberano unitário localizado no sudoeste da Europa, cujo território se situa na zona ocidental da Península Ibérica e em arquipélagos no Atlântico Norte. O território português tem uma área total de, sendo delimitado a norte e leste por Espanha e a sul e oeste pelo oceano Atlântico, compreendendo uma parte continental e duas regiões autónomas: os arquipélagos dos Açores e da Madeira. Portugal é a nação mais a ocidente do continente europeu. O nome do país provém da sua segunda maior cidade, Porto, cujo nome latino-celta era Portus Cale. O território dentro das fronteiras atuais da República Portuguesa tem sido continuamente povoado desde os tempos pré-históricos: ocupado por celtas, como os galaicos e os lusitanos, foi integrado na República Romana e mais tarde colonizado por povos germânicos, como os suevos e os visigodos. No século VIII, as terras foram conquistadas pelos mouros. Durante a Reconquista cristã foi formado o Condado Portucalense,  estabelecido no século XI por Vímara Peres, um vassalo do rei das Astúrias. O condado tornou-se parte do Reino de León em 1097, e os condes de Portugal estabeleceram-se como governantes independentes do reino no século XII, após a batalha de São Mamede. Com o estabelecimento do Reino de Portugal em 1139, cuja independência foi reconhecida em 1143. Em 1297 foram definidas as fronteiras no tratado de Alcanizes, tornando Portugal no mais antigo Estado-nação da Europa. Nos séculos XV e XVI, como resultado de pioneirismo na Era dos Descobrimentos (ver: descobrimentos portugueses), Portugal expandiu a influência ocidental e estabeleceu um império que incluía possessões na África, Ásia, Oceânia e América do Sul, tornando-se a potência económica, política e militar mais importante de todo o mundo. O Império Português foi o primeiro império global da História e também o mais duradouro dos impérios coloniais europeus, abrangendo quase 600 anos de existência, desde a conquista de Ceuta em 1415, até à transferência de soberania de Macau para a China em 1999. No entanto, a importância internacional do país foi bastante reduzida durante o século XIX, especialmente após a independência do Brasil, a sua maior colónia. Com a Revolução de 1910, a monarquia terminou, tendo desde 1139 até 1910, 34 monarcas. A Primeira República Portuguesa foi muito instável, devido ao elevado parlamentarismo. O regime deu lugar à ditadura militar devido a um levantamento em 28 de maio de 1926. Em 1933, um novo regime autoritário, o Estado Novo, presidido por Salazar até 1968, geriu o país até 25 de abril de 1974. A democracia representativa foi instaurada após a Revolução dos Cravos, em 1974, que terminou a Guerra Colonial Portuguesa. As províncias ultramarinas de Portugal tornaram-se independentes, sendo as mais proeminentes Angola e Moçambique. Portugal é um país desenvolvido, com um Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) considerado como muito elevado. O país foi classificado na 19.ª posição em qualidade de vida (em 2005), tem um dos melhores sistemas de saúde do planeta e é, também, uma das nações mais globalizadas e pacíficas do mundo. É membro da Organização das Nações Unidas (ONU), da União Europeia (incluindo a Zona Euro e o Espaço Schengen), da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) e da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Portugal também participa em diversas missões de manutenção de paz das Nações Unidas.

Novo!!: Feira e Portugal · Veja mais »

Quarta-feira

A quarta-feira é um dia útil considerado o quarto dia da semana, seguindo a terça-feira e precedendo a quinta-feira.

Novo!!: Feira e Quarta-feira · Veja mais »

Quinta-feira

A quinta-feira é um dia útil da semana considerado o quinto dia da semana, seguindo a quarta-feira e precedendo a sexta-feira.

Novo!!: Feira e Quinta-feira · Veja mais »

Reino de Castela

O Reino de Castela foi um dos antigos reinos da Península Ibérica formados durante a Reconquista.

Novo!!: Feira e Reino de Castela · Veja mais »

Reino de Leão

O Reino de Leão foi um dos antigos reinos ibéricos surgidos no período da reconquista cristã sendo independente durante três períodos: de 910 a 1037 (sob domínio da casa Leonesa), de 1065 a 1072 (sob o domínio da casa de Navarra) e de 1157 a 1230 (sob o domínio da casa da Borgonha).

Novo!!: Feira e Reino de Leão · Veja mais »

Religião

Religião (do latim religio, -onis) é um conjunto de sistemas culturais e de crenças, além de visões de mundo, que estabelece os símbolos que relacionam a humanidade com a espiritualidade e seus próprios valores morais.

Novo!!: Feira e Religião · Veja mais »

Rio Douro

O rio Douro (Duero) é um rio que nasce em Espanha na província de Sória, nos picos da Serra de Urbião, GPS (42.007121, -2.879944), (Sierra de Urbión), a 2160 metros de altitude e atravessa o norte de Portugal.

Novo!!: Feira e Rio Douro · Veja mais »

Rota de comércio

Uma rota de comércio é a sucessão de caminhos e locais de paradas usados para o transporte comercial de carga.

Novo!!: Feira e Rota de comércio · Veja mais »

Século XII

O século XII começou em 1 de Janeiro de 1101 e terminou em 31 de Dezembro de 1200.

Novo!!: Feira e Século XII · Veja mais »

Século XIII

Sem descrição

Novo!!: Feira e Século XIII · Veja mais »

Sebastião José de Carvalho e Melo

Sebastião José de Carvalho e Melo, Marquês de Pombal e Conde de Oeiras (Lisboa, 13 de maio de 1699 – Pombal, 8 de maio de 1782) foi um nobre, diplomata e estadista português.

Novo!!: Feira e Sebastião José de Carvalho e Melo · Veja mais »

Seda

Casulo do bicho-da-seda Pintura chinesa do século XII mostrando mulheres fabricando seda Casulos sendo mergulhados em água em fábrica de seda em Suzhou, na República Popular da China Memorial do paraquedista em Sainte-Mère-Église, na Normandia, na França. Durante muito tempo, os paraquedas foram fabricados quase exclusivamente de seda. Um ''scarf'' de seda A seda é uma fibra proteica usada na indústria têxtil.

Novo!!: Feira e Seda · Veja mais »

Segunda-feira

A segunda-feira é o 1° dia útil considerado o primeiro dia da semana, seguindo o domingo e precedendo a terça-feira.

Novo!!: Feira e Segunda-feira · Veja mais »

Senhora da Hora

Senhora da Hora é uma cidade portuguesa do concelho de Matosinhos, com 3,80 km² de área e cerca de 30 000 habitantes.

Novo!!: Feira e Senhora da Hora · Veja mais »

Sexta-feira

Sexta-feira é um dia útil considerado o sexto dia da semana, seguindo a quinta-feira e precedendo o sábado.

Novo!!: Feira e Sexta-feira · Veja mais »

Taxa de câmbio

A taxa de câmbio é uma relação entre moedas de dois países que resulta no preço de uma delas medido em relação à outra.

Novo!!: Feira e Taxa de câmbio · Veja mais »

Terça-feira

A terça-feira é um dia útil considerado o terceiro dia da semana, seguindo a segunda-feira e precedendo a quarta-feira.

Novo!!: Feira e Terça-feira · Veja mais »

Tiro

Tiro é uma cidade fenícia no Líbano na costa do mar Mediterrâneo, a cerca de 30 quilómetros de Sídon.

Novo!!: Feira e Tiro · Veja mais »

Vila Nova de Famalicão

Vila Nova de Famalicão (conhecida frequentemente apenas como Famalicão) é uma cidade portuguesa localizada no Distrito de Braga, Região do Norte e sub-região do Ave, com habitantes.

Novo!!: Feira e Vila Nova de Famalicão · Veja mais »

Vila Real

Vila Real (por vezes dita Vila Real de Trás-os-Montes) é uma cidade portuguesa e capital do Distrito de Vila Real, situada na Região Norte e sub-região do Douro e na antiga província de Trás-os-Montes e Alto Douro, com cerca de 30 000 habitantes no seu perímetro urbano (2012).

Novo!!: Feira e Vila Real · Veja mais »

Vila Viçosa

Vila Viçosa é uma vila portuguesa no Distrito de Évora, na região do Alentejo e na sub-região do Alentejo Central, com 5 023 habitantes (2012).

Novo!!: Feira e Vila Viçosa · Veja mais »

Redireciona aqui:

Feira franca, Feira mercantil, Feira pública, Feirante, Feiras.

CessanteEntrada
Ei! Agora estamos em Facebook! »