Logotipo
Unionpédia
Comunicação
Disponível no Google Play
Novo! Faça o download do Unionpédia em seu dispositivo Android™!
Livre
Acesso mais rápido do que o navegador!
 

Cristóvão de Moura

Cristóvão de Moura e Távora (Lisboa, 1538 - Madrid, 1613) foi um fidalgo português, líder do partido espanhol aquando da crise de sucessão de 1580.

48 relações: Açores, Afonso de Castelo Branco, Afonso de Portugal, 1.º marquês de Aguiar, Alcaide, Angra do Heroísmo, António de Portugal, Prior do Crato, Caparica, Capitania de Angra, Castelo Rodrigo, Conde de Tentúgal, Conde de Vimioso, Conselho de Portugal, Corte-Real, Crise de sucessão de 1580, Cristóvão de Moura, Espanha, Filipe II de Espanha, Filipe III de Espanha, Igreja Católica, Ilha Terceira, João I, Duque de Bragança, Lisboa, Lista de vice-reis de Portugal, Madrid, Manrique da Silva, 1.º Marquês de Gouveia, Manuel de Moura Corte Real, Marquês de Aguiar, Marquês de Castelo Rodrigo, Marquês de Gouveia, Morgado, Nuno Álvares Pereira de Melo, Pedro de Castilho, Portugal, Reino de Castela, Reino de Portugal, Vasco Anes Corte-Real, Vedor da Fazenda, 10 de abril, 1538, 1554, 1581, 1594, 1600, 1603, 1608, 1612, 1613, 29 de janeiro.

Açores

Os Açores, oficialmente Região Autónoma dos Açores, são um arquipélago transcontinental e um território autónomo da República Portuguesa, situado no Atlântico nordeste, dotado de autonomia política e administrativa, consubstanciada no Estatuto Político-Administrativo da Região Autónoma dos Açores.

Novo!!: Cristóvão de Moura e Açores · Veja mais »

Afonso de Castelo Branco

Afonso de Castelo Branco (Santiago do Cacém, Santiago do Cacém, 1522 - Coimbra, 12 de Maio de 1615) foi um prelado português.

Novo!!: Cristóvão de Moura e Afonso de Castelo Branco · Veja mais »

Afonso de Portugal, 1.º marquês de Aguiar

D.

Novo!!: Cristóvão de Moura e Afonso de Portugal, 1.º marquês de Aguiar · Veja mais »

Alcaide

O alcaide (do; «o juiz») era o governador de um cidade ou vila acastelada ou fortificada, durante a Idade Média, na Península Ibérica.

Novo!!: Cristóvão de Moura e Alcaide · Veja mais »

Angra do Heroísmo

Angra do Heroísmo GCTE é uma cidade açoriana localizada na costa sul da ilha Terceira, com cerca de 10 800 habitantes na sua zona central e 21 300 habitantes na sua área urbana, sede de um município com 239 km² de área e 35 402 habitantes (2011), subdividido em 19 freguesias.

Novo!!: Cristóvão de Moura e Angra do Heroísmo · Veja mais »

Ano-novo

Ano-novo ou ano-bom é o momento em que um novo ano civil começa e um novo calendário anual é iniciado.

Novo!!: Cristóvão de Moura e Ano-novo · Veja mais »

António de Portugal, Prior do Crato

D.

Novo!!: Cristóvão de Moura e António de Portugal, Prior do Crato · Veja mais »

Caparica

Caparica pode referir-se a: Freguesias do concelho português de Almada.

Novo!!: Cristóvão de Moura e Caparica · Veja mais »

Capitania de Angra

A Capitania de Angra (1474-1766) foi uma unidade administrativa do Império Português que resultou da divisão, por alvará régio de 2 de Abril de 1474, da Capitania da Ilha Terceira, sendo os restante território da ilha incorporado na Capitania da Praia.

Novo!!: Cristóvão de Moura e Capitania de Angra · Veja mais »

Castelo Rodrigo

Castelo Rodrigo é uma freguesia portuguesa do concelho de Figueira de Castelo Rodrigo, com 32,94 km² de área e 517 habitantes (2011).

Novo!!: Cristóvão de Moura e Castelo Rodrigo · Veja mais »

Conde de Tentúgal

Conde de Tentúgal com tratamento de Sobrinho foi um título nobiliárquico criado pelo rei D. Manuel I de Portugal, por carta de 1 de Janeiro de 1504, a favor de D. Rodrigo de Melo (um nobre aparentado com a Casa de Bragança).

Novo!!: Cristóvão de Moura e Conde de Tentúgal · Veja mais »

Conde de Vimioso

Conde de Vimioso foi um título criado por D. Manuel I, por carta de 2 de Fevereiro de 1515, a favor de D. Francisco de Paula de Portugal e Castro, 1.º conde de Vimioso.

Novo!!: Cristóvão de Moura e Conde de Vimioso · Veja mais »

Conselho de Portugal

territórios tutelados pelo Conselho da Flandres. O Real e Supremo Conselho de Portugal ou simplesmente Conselho de Portugal constituía, a seguir ao próprio Rei, o mais alto órgão de governo do Reino de Portugal, no âmbito da União Ibérica.

Novo!!: Cristóvão de Moura e Conselho de Portugal · Veja mais »

Corte-Real

Convento de São Francisco, ilha Terceira, Açores Côrte-Real, Corte-Real ou Corte Real é um apelido de família da onomástica da língua portuguesa com origem na família Costa, dado que os primeiros Corte Real foram filhos de D. Vasco Anes da Costa, que foi um Cavaleiro medieval do Reino de Portugal e homem honrado pela Casa Real na localidade de Tavira.

Novo!!: Cristóvão de Moura e Corte-Real · Veja mais »

Crise de sucessão de 1580

A morte do jovem rei de Portugal D. Sebastião na Batalha de Alcácer-Quibir levou a uma crise de sucessão já que D. Sebastião não teria deixado descendência pela sua tenra idade.

Novo!!: Cristóvão de Moura e Crise de sucessão de 1580 · Veja mais »

Cristóvão de Moura

Cristóvão de Moura e Távora (Lisboa, 1538 - Madrid, 1613) foi um fidalgo português, líder do partido espanhol aquando da crise de sucessão de 1580.

Novo!!: Cristóvão de Moura e Cristóvão de Moura · Veja mais »

Espanha

Espanha (España), também conhecido como Reino de/da Espanha Reino de España é um país situado na Europa meridional, na Península Ibérica.

Novo!!: Cristóvão de Moura e Espanha · Veja mais »

Filipe II de Espanha

Filipe II (Felipe II; Valladolid, 21 de maio de 1527 – Escorial, 13 de setembro de 1598) foi Rei da Espanha de 1556 até sua morte e também Rei de Portugal e Algarves como Filipe I a partir de 1581.

Novo!!: Cristóvão de Moura e Filipe II de Espanha · Veja mais »

Filipe III de Espanha

Filipe III (Madrid, – Madrid), também chamado de Filipe, o Piedoso, foi o Rei da Espanha e Portugal como Filipe II de 1598 até sua morte.

Novo!!: Cristóvão de Moura e Filipe III de Espanha · Veja mais »

Igreja Católica

A Igreja Católica (o termo "católico", derivado da palavra grega: καθολικός (katholikos), significa "universal", "geral" ou "referente à totalidade"), chamada também de Igreja Católica Romana e Igreja Católica Apostólica Romana, é uma Igreja cristã com aproximadamente dois mil anos, colocada sob a autoridade suprema visível do Papa, Bispo de Roma e sucessor do apóstolo Pedro.

Novo!!: Cristóvão de Moura e Igreja Católica · Veja mais »

Ilha Terceira

A Terceira é uma das nove ilhas dos Açores, integrante do chamado "Grupo Central".

Novo!!: Cristóvão de Moura e Ilha Terceira · Veja mais »

João I, Duque de Bragança

João I de Bragança, 6.º Duque de Bragança, nasceu em 1543, morreu em Vila Viçosa em 22 de Fevereiro de 1583.

Novo!!: Cristóvão de Moura e João I, Duque de Bragança · Veja mais »

Lisboa

Lisboa GCTE é a capital de Portugal e a cidade mais populosa do país.

Novo!!: Cristóvão de Moura e Lisboa · Veja mais »

Lista de vice-reis de Portugal

Esta é uma lista dos vice-reis de Portugal durante o governo da dinastia filipina (1580 - 1640).

Novo!!: Cristóvão de Moura e Lista de vice-reis de Portugal · Veja mais »

Madrid

Madrid ou Madri (apenas em português brasileiro) (Madrid) é a capital e a maior cidade da Espanha.

Novo!!: Cristóvão de Moura e Madrid · Veja mais »

Manrique da Silva, 1.º Marquês de Gouveia

D.

Novo!!: Cristóvão de Moura e Manrique da Silva, 1.º Marquês de Gouveia · Veja mais »

Manuel de Moura Corte Real

D.

Novo!!: Cristóvão de Moura e Manuel de Moura Corte Real · Veja mais »

Marquês de Aguiar

Marquês de Aguiar foi um título criado em 1643 pelo rei D. João IV de Portugal a favor de D. Afonso de Portugal e Castro, o 5.º conde de Vimioso.

Novo!!: Cristóvão de Moura e Marquês de Aguiar · Veja mais »

Marquês de Castelo Rodrigo

Marquês de Castelo Rodrigo é um título nobiliárquico criado em 29 de Janeiro de 1600 por Filipe II (III de Espanha), rei de Portugal e Espanha, a favor de D. Cristóvão de Moura, 1.º conde de Castelo Rodrigo.

Novo!!: Cristóvão de Moura e Marquês de Castelo Rodrigo · Veja mais »

Marquês de Gouveia

Foram criados em Portugal dois marquesados desta denominação.

Novo!!: Cristóvão de Moura e Marquês de Gouveia · Veja mais »

Morgado

O morgado ou morgadio é uma forma de organização familiar que cria uma linhagem, bem como um código para designar os seus sucessores, estatutos e comportamentos.

Novo!!: Cristóvão de Moura e Morgado · Veja mais »

Natal

Natal ou Dia de Natal é um feriado e festival religioso cristão comemorado anualmente em 25 de dezembro (nos países eslavos e ortodoxos, cujos calendários eram baseados no calendário juliano, o Natal é comemorado no dia 7 de janeiro).

Novo!!: Cristóvão de Moura e Natal · Veja mais »

Nuno Álvares Pereira de Melo

* Nuno Álvares Pereira de Melo, 1º Duque de Cadaval.

Novo!!: Cristóvão de Moura e Nuno Álvares Pereira de Melo · Veja mais »

Pedro de Castilho

Pedro de Castilho (Coimbra, ?? — Lisboa, 31 de Março de 1615) foi um presbítero que entre outras funções de relevo foi deputado da Inquisição de Coimbra (1575), inquisidor-geral, o 7.º bispo da Diocese de Angra, governando-a de 1578 a 1583, depois bispo de Leiria (1583) e desembargador do Paço (1587).

Novo!!: Cristóvão de Moura e Pedro de Castilho · Veja mais »

Portugal

Portugal, oficialmente República Portuguesa, é um país soberano unitário localizado no sudoeste da Europa, cujo território se situa na zona ocidental da Península Ibérica e em arquipélagos no Atlântico Norte. O território português tem uma área total de, sendo delimitado a norte e leste por Espanha e a sul e oeste pelo oceano Atlântico, compreendendo uma parte continental e duas regiões autónomas: os arquipélagos dos Açores e da Madeira. Portugal é a nação mais a ocidente do continente europeu. O nome do país provém da sua segunda maior cidade, Porto, cujo nome latino-celta era Portus Cale. O território dentro das fronteiras atuais da República Portuguesa tem sido continuamente povoado desde os tempos pré-históricos: ocupado por celtas, como os galaicos e os lusitanos, foi integrado na República Romana e mais tarde colonizado por povos germânicos, como os suevos e os visigodos. No século VIII, as terras foram conquistadas pelos mouros. Durante a Reconquista cristã foi formado o Condado Portucalense,  estabelecido no século XI por Vímara Peres, um vassalo do rei das Astúrias. O condado tornou-se parte do Reino de León em 1097, e os condes de Portugal estabeleceram-se como governantes independentes do reino no século XII, após a batalha de São Mamede. Com o estabelecimento do Reino de Portugal em 1139, cuja independência foi reconhecida em 1143. Em 1297 foram definidas as fronteiras no tratado de Alcanizes, tornando Portugal no mais antigo Estado-nação da Europa. Nos séculos XV e XVI, como resultado de pioneirismo na Era dos Descobrimentos (ver: descobrimentos portugueses), Portugal expandiu a influência ocidental e estabeleceu um império que incluía possessões na África, Ásia, Oceânia e América do Sul, tornando-se a potência económica, política e militar mais importante de todo o mundo. O Império Português foi o primeiro império global da História e também o mais duradouro dos impérios coloniais europeus, abrangendo quase 600 anos de existência, desde a conquista de Ceuta em 1415, até à transferência de soberania de Macau para a China em 1999. No entanto, a importância internacional do país foi bastante reduzida durante o século XIX, especialmente após a independência do Brasil, a sua maior colónia. Com a Revolução de 1910, a monarquia terminou, tendo desde 1139 até 1910, 34 monarcas. A Primeira República Portuguesa foi muito instável, devido ao elevado parlamentarismo. O regime deu lugar à ditadura militar devido a um levantamento em 28 de maio de 1926. Em 1933, um novo regime autoritário, o Estado Novo, presidido por Salazar até 1968, geriu o país até 25 de abril de 1974. A democracia representativa foi instaurada após a Revolução dos Cravos, em 1974, que terminou a Guerra Colonial Portuguesa. As províncias ultramarinas de Portugal tornaram-se independentes, sendo as mais proeminentes Angola e Moçambique. Portugal é um país desenvolvido, com um Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) considerado como muito elevado. O país foi classificado na 19.ª posição em qualidade de vida (em 2005), tem um dos melhores sistemas de saúde do planeta e é, também, uma das nações mais globalizadas e pacíficas do mundo. É membro da Organização das Nações Unidas (ONU), da União Europeia (incluindo a Zona Euro e o Espaço Schengen), da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) e da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Portugal também participa em diversas missões de manutenção de paz das Nações Unidas.

Novo!!: Cristóvão de Moura e Portugal · Veja mais »

Reino de Castela

O Reino de Castela foi um dos antigos reinos da Península Ibérica formados durante a Reconquista.

Novo!!: Cristóvão de Moura e Reino de Castela · Veja mais »

Reino de Portugal

O Reino de Portugal era a denominação de Portugal sob a governação de um regime monárquico, e no início ainda sem o reino dos Algarves.

Novo!!: Cristóvão de Moura e Reino de Portugal · Veja mais »

Véspera de Ano-Novo

A Véspera de Ano-Novo, também chamada de réveillon, virada de ano, ou passagem de ano refere-se ao dia 31 de dezembro, precedente ao Dia de Ano-Novo nos países que seguem o calendário gregoriano.

Novo!!: Cristóvão de Moura e Véspera de Ano-Novo · Veja mais »

Véspera de Natal

Véspera de Natal refere-se à noite ou todo dia que precede o dia de Natal, um festival que comemora o nascimento de Jesus de Nazaré.

Novo!!: Cristóvão de Moura e Véspera de Natal · Veja mais »

Vasco Anes Corte-Real

* Vasco Anes Corte Real (I) — alcaide de Tavira e o primeiro membro da família Corte-Real (1395?-?).

Novo!!: Cristóvão de Moura e Vasco Anes Corte-Real · Veja mais »

Vedor da Fazenda

O Vedor da Fazenda ou Veador da Fazenda (ou antes viador, do latim via, caminho ou estrada) é um título que era destinado obrigatoriamente a cidadãos nobres ou que fossem provenientes de famílias nobres.

Novo!!: Cristóvão de Moura e Vedor da Fazenda · Veja mais »

10 de abril

Sem descrição

Novo!!: Cristóvão de Moura e 10 de abril · Veja mais »

1538

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XVI do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi F (52 semanas), teve início a uma terça-feira e terminou também a uma terça-feira.

Novo!!: Cristóvão de Moura e 1538 · Veja mais »

1554

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XVI do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi G (52 semanas), teve início numa segunda-feira e terminou também numa segunda-feira.

Novo!!: Cristóvão de Moura e 1554 · Veja mais »

1581

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XVI do Calendário Juliano, da Era de Cristo, a sua letra dominical foi A (52 semanas), teve início a um domingo e terminou também a um domingo.

Novo!!: Cristóvão de Moura e 1581 · Veja mais »

1594

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XVI do actual Calendário Gregoriano da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi B (52 semanas), teve início a um sábado e terminou também a um sábado.

Novo!!: Cristóvão de Moura e 1594 · Veja mais »

1600

---- (na numeração romana) foi um ano bissexto e o último ano do século XVI do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, as suas letras dominicais foram B e A (52 semanas), teve início a um sábado e terminou a um domingo.

Novo!!: Cristóvão de Moura e 1600 · Veja mais »

1603

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XVII do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi E (52 semanas), teve início a uma quarta-feira e terminou também a uma quarta-feira.

Novo!!: Cristóvão de Moura e 1603 · Veja mais »

1608

---- (na numeração romana) foi um ano bissexto do século XVII do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e as suas letras dominicais foram F e E (52 semanas), teve início a uma terça-feira e terminou a uma quarta-feira.

Novo!!: Cristóvão de Moura e 1608 · Veja mais »

1612

---- (na numeração romana) foi um ano bissexto do século XVII do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e as suas letras dominicais foram A e G (52 semanas), teve início a um domingo e terminou a uma segunda-feira.

Novo!!: Cristóvão de Moura e 1612 · Veja mais »

1613

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XVII do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, a sua letra dominical foi F (52 semanas), teve início a uma terça-feira e terminou também a uma terça-feira.

Novo!!: Cristóvão de Moura e 1613 · Veja mais »

29 de janeiro

Pacífico.

Novo!!: Cristóvão de Moura e 29 de janeiro · Veja mais »

Redireciona aqui:

Conde de Castelo Rodrigo, Cristóbal de Moura, Cristóbal de moura, Cristóvão de Moura y Tavara, Cristóvão de moura, Cristóvão de moura y tavara, D. Cristóvão de Moura.

CessanteEntrada
Ei! Agora estamos em Facebook! »