Logotipo
Unionpédia
Comunicação
Disponível no Google Play
Novo! Faça o download do Unionpédia em seu dispositivo Android™!
Livre
Acesso mais rápido do que o navegador!
 

Combat Samba - E se a gente sequestrasse o trem das 11?

Índice Combat Samba - E se a gente sequestrasse o trem das 11?

Combat Samba - E se a gente sequestrasse o trem das 11? é uma coletânea da banda pernambucana de manguebeat Mundo Livre S/A, lançada em 2008.

6 relações: Coletânea, Compact disc, Manguebeat, Mundo Livre S/A, Pernambuco, 2008.

Coletânea

*Coletânea musical, seleção de canções de diferentes álbuns, às vezes lançada sob o nome de Greatest Hits.

Novo!!: Combat Samba - E se a gente sequestrasse o trem das 11? e Coletânea · Veja mais »

Compact disc

Um disco compacto, disco compacto a laser, disco a laser, compacto laser ou simplesmente disco laser (popularmente conhecido por CD, sigla para a designação inglesa, Compact Disc) é um disco ótico digital de armazenamento de dados.

Novo!!: Combat Samba - E se a gente sequestrasse o trem das 11? e Compact disc · Veja mais »

Manguebeat

Manguebeat (também grafado como manguebit ou mangue beat) é um movimento contracultura surgido no Brasil a partir de 1991 em Recife (Prenambuco), que mistura ritmos regionais, como o maracatu, com rock, hip hop, funk americano e música eletrônica.

Novo!!: Combat Samba - E se a gente sequestrasse o trem das 11? e Manguebeat · Veja mais »

Mundo Livre S/A

Mundo Livre S/A é uma banda brasileira surgida em 1984 em Recife, Pernambuco.

Novo!!: Combat Samba - E se a gente sequestrasse o trem das 11? e Mundo Livre S/A · Veja mais »

Pernambuco

Pernambuco é uma das 27 unidades federativas do Brasil.

Novo!!: Combat Samba - E se a gente sequestrasse o trem das 11? e Pernambuco · Veja mais »

2008

Foi o último ano bissexto da década de 2000 e marcou o aniversário de 2000 anos da dinastia Xin.

Novo!!: Combat Samba - E se a gente sequestrasse o trem das 11? e 2008 · Veja mais »

Redireciona aqui:

Combat Samba, E se a gente sequestrasse o trem das 11?.

CessanteEntrada
Ei! Agora estamos em Facebook! »