Logotipo
Unionpédia
Comunicação
Disponível no Google Play
Novo! Faça o download do Unionpédia em seu dispositivo Android™!
Instalar
Acesso mais rápido do que o navegador!
 

Charles Baudelaire

Índice Charles Baudelaire

Charles-Pierre Baudelaire (Paris, — Paris) foi um poeta boémio, dandy, flâneur e teórico da arte francesa.

64 relações: Academia Francesa, Afasia, Arte, Artes plásticas, As Flores do Mal, Índia, Bélgica, Bebida alcoólica, Boémia (estilo de vida), Bordéus, Burguesia, Calcutá, Cemitério do Montparnasse, Censura, Dândi, Droga, Ensino médio, Félicien Rops, Félix Nadar, Flâneur, França, Franco (moeda), Hemiplegia, Herança, Jeanne Duval, Lycée Louis-le-Grand, Lyon, Maioridade, Metrópole, Modernismo, Moral, Mulato, Multa, Namur, Notário, Objetividade (filosofia), Objeto, Padrasto, Paraísos Artificiais, Paris, Pireneus, Poesia, Poesia moderna, Portable Document Format, Pródigo, Realismo, Reunião (departamento), Século XIX, Sífilis, Sentença, ..., Sentimento, Simbolismo, Sistema sensorial, Sophia de Mello Breyner Andresen, Subjetividade, Sujeito, T. S. Eliot, Teoria, Universidade do Porto, Vers, Walt Whitman, 1840, 1844, 1863. Expandir índice (14 mais) »

Academia Francesa

A Académie française foi fundada por Richelieu em 1635, sob o reinado de Luís XIII de França.

Novo!!: Charles Baudelaire e Academia Francesa · Veja mais »

Afasia

A afasia (do grego ἀφασία, a+fasia) é uma perturbação da formulação e compreensão da linguagem.

Novo!!: Charles Baudelaire e Afasia · Veja mais »

Arte

Da Vinci: uma das pinturas mais conhecidas do mundo. Arte (do termo latino ars, significando técnica e/ou habilidade) pode ser entendida como a atividade humana ligada às manifestações de ordem estética ou comunicativa, realizada por meio de uma grande variedade de linguagens, tais como: arquitetura, desenho, escultura, pintura, escrita, música, dança, teatro e cinema, em suas variadas combinações.

Novo!!: Charles Baudelaire e Arte · Veja mais »

Artes plásticas

As artes plásticas ou belas-artes são as formações expressivas realizadas utilizando-se de técnicas de produção que manipulam materiais para construir formas e imagens que revelem uma concepção estética e poética em um dado momento histórico.

Novo!!: Charles Baudelaire e Artes plásticas · Veja mais »

As Flores do Mal

Spleen et Idéal, 1907, por Carlos Schwabe As Flores do Mal (título original em francês: Les Fleurs du mal) é um livro escrito pelo poeta francês Charles Baudelaire, considerado um marco da poesia moderna e simbolista.

Novo!!: Charles Baudelaire e As Flores do Mal · Veja mais »

Índia

Índia (भारत, Bhārat,; India), oficialmente denominada República da Índia (भारत गणराज्य, Bhārat Gaṇarājya; Republic of India), é um país da Ásia Meridional.

Novo!!: Charles Baudelaire e Índia · Veja mais »

Bélgica

Bélgica (em neerlandês: België; em francês: Belgique; em alemão: Belgien), oficialmente Reino da Bélgica (em neerlandês: Koninkrijk België, em francês: Royaume de Belgique, em alemão: Königreich Belgien), é um país situado na Europa ocidental.

Novo!!: Charles Baudelaire e Bélgica · Veja mais »

Bebida alcoólica

Garrafas de cachaça, uma bebida alcoólica brasileira. As bebidas alcoólicas são bebidas que contêm etanol em sua composição, produzido pela fermentação de açúcares contidos em frutas, grãos ou caules como a cana-de-açúcar.

Novo!!: Charles Baudelaire e Bebida alcoólica · Veja mais »

Boémia (estilo de vida)

é a prática de um estilo de vida não convencional, alegre e despreocupado, muitas vezes na companhia de pessoas afins, com poucos laços permanentes, envolvendo atividades musicais, artísticas ou literárias.

Novo!!: Charles Baudelaire e Boémia (estilo de vida) · Veja mais »

Bordéus

Bordéus (em francês Bordeaux; em occitano Bordèu) é a capital e a maior cidade do departamento da Gironda e da região Nova Aquitânia, no sudoeste de França.

Novo!!: Charles Baudelaire e Bordéus · Veja mais »

Burguesia

O estereótipo do burguês no Monsieur Jourdain, personagem principal da comédia ''Le Bourgeois gentilhomme'', de Molière Burguesia é um termo com vários significados históricos, sociais e culturais.

Novo!!: Charles Baudelaire e Burguesia · Veja mais »

Calcutá

Calcutá ou Kolkata (bengali: কলকাতা; AFI; Calcutta ou Kolkata) é a capital e maior cidade do estado de Bengala Ocidental, na Índia.

Novo!!: Charles Baudelaire e Calcutá · Veja mais »

Cemitério do Montparnasse

Vista do cemitério Montparnasse do topo da Torre Montparnasse (Paris, França). ''Génie du sommeil éternel''. O Cemitério do Montparnasse é uma necrópole localizada na cidade de Paris, dentro do 14º arrondissement de Paris.

Novo!!: Charles Baudelaire e Cemitério do Montparnasse · Veja mais »

Censura

Censura (do latim censura) é a aprovação ou desaprovação prévia de circulação de informação, visando à proteção dos interesses de um estado ou grupo de poder.

Novo!!: Charles Baudelaire e Censura · Veja mais »

Dândi

Costumava-se denominar dândi, (em inglês, dandy) aquele homem de bom gosto e fantástico senso estético, mas que não necessariamente pertencia à nobreza.

Novo!!: Charles Baudelaire e Dândi · Veja mais »

Droga

Cocaína, uma droga ilícita. Droga, em seu sentido original, é um termo que abrange uma grande quantidade de substâncias - desde o carvão vegetal à aspirina.

Novo!!: Charles Baudelaire e Droga · Veja mais »

Ensino médio

O ensino médio é um nível de ensino com características diferentes conforme o país.

Novo!!: Charles Baudelaire e Ensino médio · Veja mais »

Félicien Rops

Félicien Rops (Namur, 7 de julho de 1833 — Essonnes, 23 de agosto de 1898) foi um desenhista, litógrafo, gravurista e pintor belga.

Novo!!: Charles Baudelaire e Félicien Rops · Veja mais »

Félix Nadar

Félix Nadar (por vezes abreviado por Nadar) é o pseudónimo de Gaspard-Félix Tournachon (Paris, 5 de Abril de 1820 – Paris, 21 de Março de 1910) foi um fotógrafo, caricaturista e jornalista francês.

Novo!!: Charles Baudelaire e Félix Nadar · Veja mais »

Flâneur

Flâneur, do substantivo francês flâneur, significa "errante", "vadio", "caminhante" ou "observador".

Novo!!: Charles Baudelaire e Flâneur · Veja mais »

França

França (France; 10px ouça), oficialmente República Francesa (République française) é um país, ou, mais especificamente, um Estado unitário desconcentrado, localizado na Europa Ocidental, com várias ilhas e territórios ultramarinos noutros continentes.

Novo!!: Charles Baudelaire e França · Veja mais »

Franco (moeda)

O franco é a unidade monetária (moeda) de muitos países, entre os quais se contavam antes da introdução do euro a França e a Bélgica.

Novo!!: Charles Baudelaire e Franco (moeda) · Veja mais »

Hemiplegia

Hemiplegia (Hemi- metade, -plegia paralisia) é a paralisia de metade sagital (esquerda ou direita) do corpo.

Novo!!: Charles Baudelaire e Hemiplegia · Veja mais »

Herança

Herança (do latim hærentia) é o conjunto de princípios jurídicos que disciplinam a transmissão do patrimônio (bens, direitos e obrigações), de uma pessoa que morreu, a seus sucessores legais.

Novo!!: Charles Baudelaire e Herança · Veja mais »

Jeanne Duval

''A amante de Baudelaire, reclinada''. Retrato de Jeanne Duval, por Édouard Manet. Jeanne Duval (Jacmel, (1820, em — Paris, 1862) foi uma atriz e dançarina haitiana, musa e companheira do poeta e crítico de arte francês Charles Baudelaire. Eles se conheceram em 1842, quando Duval deixou o Haiti pela França. Desde então, os dois mantiveram um longo romance e, ao longo de vinte anos, viveram juntos, separaram-se, romperam e reconciliaram-se muitas vezes. A princípio, Baudelaire instala Duval no n.° 6 da rue de la Femme-sans-tête (rua da Mulher sem cabeça), atual rue Le Regrattier, nas proximidades do hôtel Pimodan, Quai d'Anjou, na Île Saint-Louis, onde ele mesmo morava. Duval é considerada como a mulher que o poeta mais amou na vida, depois de sua mãe, e a ela dedicou os poemas Le balcon, Parfum exotique, La chevelure, Sed non satiata, Le serpent qui danse e Une charogne. Baudelaire costumava chamá-la "a amante das amantes" ou sua "vênus negra". Acredita-se, dentro da visão predominante dos meados do século XIX, que, para ele, Duval simbolizava a beleza perigosa, a sensualidade e o mistério de uma mulata. É possível que Manet, velho amigo de Baudelaire, tenha retratado Duval em A amante de Baudelaire, reclinada (1862). Todavia há alguma controvérsia em torno do retrato. Ela estaria, àquela altura, ficando cega e morreria de sífilis pouco depois. Baudelaire morreria cinco anos após, em 1867, também de sífilis. Havia quem dissesse que Duval fosse viciada em drogas, embora não haja comprovação. Mas é certeza que Baudelaire era viciado em ópio e haxixe. Outras fontes dizem também que Duval teria sobrevivido a Baudelaire. Felix Nadar, velho amigo de Baudelaire, afirma ter visto Duval, em 1870, usando muletas e sofrendo severamente em decorrência da sífilis. O sobrenome de Jeanne é até hoje duvidoso - podendo ser mesmo Duval ou Lemer, Lemaire ou mesmo Prosper. Categoria:Artistas do Haiti Categoria:Charles Baudelaire.

Novo!!: Charles Baudelaire e Jeanne Duval · Veja mais »

Lycée Louis-le-Grand

O Lycée Louis-le-Grand é uma instituição pública de ensino secundário e superior, localizada em Paris, França.

Novo!!: Charles Baudelaire e Lycée Louis-le-Grand · Veja mais »

Lyon

Lião, ou Lion (Lyon) é a terceira maior cidade da França.

Novo!!: Charles Baudelaire e Lyon · Veja mais »

Maioridade

No ordenamento jurídico de um país, a maioridade é a condição legal para a atribuição da plena capacidade de ação de uma pessoa que decorre ao se alcançar uma idade cronológica previamente estabelecida.

Novo!!: Charles Baudelaire e Maioridade · Veja mais »

Metrópole

Imagem de satélite da Região Metropolitana de Tóquio, com mais de 40 milhões de habitantes, atualmente a maior do mundo Imagem de satélite feita pelo Landsat 5 focalizando a Região Metropolitana de São Paulo em 2010 Imagem de satélite da Região Metropolitana da Cidade do México Metrópole, da língua grega metropolis (μήτηρ, mētēr.

Novo!!: Charles Baudelaire e Metrópole · Veja mais »

Modernismo

Chama-se genericamente modernismo (ou movimento modernista) o conjunto de movimentos culturais, escolas e estilos que permearam as artes e o design da primeira metade do século XX.

Novo!!: Charles Baudelaire e Modernismo · Veja mais »

Moral

Moral (do latim moralis "maneira, caráter, comportamento próprio") é a diferenciação de intenções, decisões e ações entre aquelas que são distinguidas como próprias e as que são impróprias.

Novo!!: Charles Baudelaire e Moral · Veja mais »

Mulato

Mulato é um termo que designa a pessoa que é descendente de africanos e europeus.

Novo!!: Charles Baudelaire e Mulato · Veja mais »

Multa

, em seu sentido originário, é uma pena pecuniária.

Novo!!: Charles Baudelaire e Multa · Veja mais »

Namur

Namur é uma cidade e um município da Bélgica capital do distrito de Namur, da província de Namur e da região da Valônia, no sul do país.

Novo!!: Charles Baudelaire e Namur · Veja mais »

Notário

Um ofício notarial em Vigo, Espanha. Notário ou tabelião é um profissional do Direito, dotado de fé pública, ao qual compete, por delegação do Poder Público, formalizar juridicamente a vontade das partes, intervir nos atos e negócios jurídicos a que as partes devam ou queiram dar forma legal ou autenticidade, autorizando a redação ou redigindo os instrumentos adequados, conservando os originais e expedindo cópias fidedignas de seu conteúdo e autenticar fatos.

Novo!!: Charles Baudelaire e Notário · Veja mais »

Objetividade (filosofia)

Objetividade é a qualidade daquilo que é objetivo, externo à consciência, resultado de observação imparcial, independente das preferências individuais.

Novo!!: Charles Baudelaire e Objetividade (filosofia) · Veja mais »

Objeto

(latim: obiectum, significa atirado adiante) é, segundo a etimologia da palavra, o que é posto diante.

Novo!!: Charles Baudelaire e Objeto · Veja mais »

Padrasto

Um padrasto é um homem casado com uma mulher já com filhos, em relação aos filhos desta.

Novo!!: Charles Baudelaire e Padrasto · Veja mais »

Paraísos Artificiais

Paraísos Artificiais (Les paradis artificiels no original) é um livro do poeta francês Charles Baudelaire publicado em 1860.

Novo!!: Charles Baudelaire e Paraísos Artificiais · Veja mais »

Paris

Paris é a capital e a mais populosa cidade da França, bem como a capital da região administrativa de Ilha de França.

Novo!!: Charles Baudelaire e Paris · Veja mais »

Pireneus

Os são uma cordilheira no sudoeste da Europa cujos montes formam uma fronteira natural entre a França e a Espanha.

Novo!!: Charles Baudelaire e Pireneus · Veja mais »

Poesia

A poesia, ou texto lírico, é uma das sete artes tradicionais, pela qual a linguagem humana é utilizada com fins estéticos ou críticos, ou seja, ela retrata algo em que tudo pode acontecer dependendo da imaginação do autor como a do leitor.

Novo!!: Charles Baudelaire e Poesia · Veja mais »

Poesia moderna

A poesia moderna, historiográfica e terminologicamente falando, em termos usuais, pode corresponder à poesia feita a partir de 1848 por Charles Baudelaire, evoluindo no século XIX através da obra de poetas franceses também, tais como Rimbaud e Mallarmé e terminando com o período das vanguardas do século XX, tais como Expressionismo, Futurismo, Cubismo e Surrealismo, com o qual culminaria, vindo após o período pós-moderno, que outros preferirão chamar de contemporâneo, enquanto muitos autores veem um prolongamento do moderno durante este período, até os dias atuais.

Novo!!: Charles Baudelaire e Poesia moderna · Veja mais »

Portable Document Format

O PDF (Portable Document Format) é um formato de arquivo, desenvolvido pela Adobe Systems em 1993, para representar documentos de maneira independente do aplicativo, do hardware e do sistema operacional usados para criá-los.

Novo!!: Charles Baudelaire e Portable Document Format · Veja mais »

Pródigo

Pródigo é a pessoa que se revela por um gasto imoderado capaz de comprometer seu patrimônio.

Novo!!: Charles Baudelaire e Pródigo · Veja mais »

Realismo

''Bonjour, Monsieur Courbet'', 1854. A pintura realista de Gustave Courbet. O realismo foi um movimento artístico e literário surgido nas últimas décadas do século XIX na Europa, mais especificamente na França, em reação ao romantismo.

Novo!!: Charles Baudelaire e Realismo · Veja mais »

Reunião (departamento)

Saint-Denis, capital de Reunião Reunião Réunion é um departamento ultramarino francês no oceano Índico, localizado a leste de Madagáscar.

Novo!!: Charles Baudelaire e Reunião (departamento) · Veja mais »

Século XIX

O século XIX começou no dia 1 de janeiro de 1801 e terminou no dia 31 de dezembro de 1900.

Novo!!: Charles Baudelaire e Século XIX · Veja mais »

Sífilis

Sífilis é uma doença sexualmente transmissível causada pela subespécie pallidum da bactéria Treponema pallidum.

Novo!!: Charles Baudelaire e Sífilis · Veja mais »

Sentença

Sentença, segundo o conceito antigo, é o ato pelo qual o juiz põe termo a uma das fases do processo (seja de conhecimento ou de execução, p. ex.), decidindo ou não o mérito da causa.

Novo!!: Charles Baudelaire e Sentença · Veja mais »

Sentimento

Sentimentos são o que seres biológicos são capazes de sentir nas situações que vivenciam.

Novo!!: Charles Baudelaire e Sentimento · Veja mais »

Simbolismo

''A morte do coveiro'' de Carlos Schwabe forma um compêndio visual dos temas fundamentais do simbolismo. Morte, anjos, neve e as poses vexatórias e dramáticas dos personagens. Simbolismo é um movimento literário da poesia e das outras artes que surgiu na França, no final do, como oposição ao realismo, ao naturalismo e ao positivismo da época.

Novo!!: Charles Baudelaire e Simbolismo · Veja mais »

Sistema sensorial

O sistema nervoso sensorial faz parte do sistema nervoso responsável pelo processamento da informação sensorial.

Novo!!: Charles Baudelaire e Sistema sensorial · Veja mais »

Sophia de Mello Breyner Andresen

Sophia de Mello Breyner Andresen GCSE • GCIH (Porto, 6 de novembro de 1919 — Lisboa, 2 de Julho de 2004) foi uma das mais importantes poetisas portuguesas do século XX.

Novo!!: Charles Baudelaire e Sophia de Mello Breyner Andresen · Veja mais »

Subjetividade

Subjetividade é entendida como o espaço íntimo do indivíduo, ou seja, como ele "instala" a sua opinião ao que é dito (mundo interno) com o qual ele se relaciona com o mundo social (mundo externo), resultando tanto em marcas singulares na formação do indivíduo quanto na construção de crenças e valores compartilhados na dimensão cultural que vão constituir a experiência histórica e coletiva dos grupos e populações.

Novo!!: Charles Baudelaire e Subjetividade · Veja mais »

Sujeito

Em análise sintática, o sujeito é um dos termos essenciais da oração, geralmente responsável por realizar ou sofrer uma ação ou estado.

Novo!!: Charles Baudelaire e Sujeito · Veja mais »

T. S. Eliot

Thomas Stearns Eliot OM (St. Louis, 26 de setembro de 1888 — Londres, 4 de janeiro de 1965) foi um poeta modernista, dramaturgo e crítico literário inglês nascido nos Estados Unidos.

Novo!!: Charles Baudelaire e T. S. Eliot · Veja mais »

Teoria

Teoria (do grego θεωρία, transl. theoria: 'contemplação', 'reflexão', 'introspecção', de θεωρέω, tranl. theoréo, 'olho', 'observo', composto por θέα, thea, 'espetáculo', por sua vez derivado de θαῦμα, thâuma, 'visão', e ὁράω, horao, 'vejo'.) indica, na linguagem comum, uma ideia nascida com base em alguma hipótese, conjectura, especulação ou suposição, mesmo abstrata, sobre a realidade.

Novo!!: Charles Baudelaire e Teoria · Veja mais »

Universidade do Porto

A Universidade do Porto (U.Porto) MHSE é uma universidade pública portuguesa localizada na cidade do Porto e fundada em 22 de março de 1911.

Novo!!: Charles Baudelaire e Universidade do Porto · Veja mais »

Vers

* Vers (Lot).

Novo!!: Charles Baudelaire e Vers · Veja mais »

Walt Whitman

Walt Whitman (Huntington, 31 de maio de 1819 – Camden, 26 de março de 1892) foi um poeta, ensaísta e jornalista norte-americano, considerado por muitos como o "pai do verso livre".

Novo!!: Charles Baudelaire e Walt Whitman · Veja mais »

1840

---- 1840 (na numeração romana) foi um ano bissexto, de 366 dias, do Calendário Gregoriano, as suas letras dominicais foram E e D, teve 53 semanas, teve início a uma quarta-feira, e terminou a uma quinta-feira.

Novo!!: Charles Baudelaire e 1840 · Veja mais »

1844

---- (na numeração romana) foi um ano bissexto do século XIX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e as suas letras dominicais foram G e F (52 semanas), teve início a uma segunda-feira e terminou a uma terça-feira.

Novo!!: Charles Baudelaire e 1844 · Veja mais »

1863

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XIX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi D (53 semanas), teve início a uma quinta-feira e terminou também a uma quinta-feira.

Novo!!: Charles Baudelaire e 1863 · Veja mais »

Redireciona aqui:

Baudelaire, Charles baudelaire, Charles-Pierre Baudelaire.

CessanteEntrada
Ei! Agora estamos em Facebook! »