Logotipo
Unionpédia
Comunicação
Disponível no Google Play
Novo! Faça o download do Unionpédia em seu dispositivo Android™!
Livre
Acesso mais rápido do que o navegador!
 

Castelo de Silves

Índice Castelo de Silves

O Castelo de Silves é um castelo localizado na cidade, freguesia e concelho de Silves, no distrito de Faro, no Algarve, em Portugal.

94 relações: Abóbada, Abu Iúçufe Iacube Almançor, Adarve, Afonso III de Portugal, Alcáçova, Alemanha, Algarve, Almedina, Almutâmide, Ameia, Arco, Arenito, Arqueologia, Arquitetura militar medieval, Arte gótica, Évora, Califado Almóada, Castelo, Castelo de Alvor, Catapulta, Câmara municipal, Cisterna, Classificação do património em Portugal, Cobre, Coluna, Conquista romana da Península Ibérica, Cristianismo, Cruzada, Década de 1930, Década de 1940, Dinamarca, Direção-Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais, Distrito de Faro, Enfiteuse, Fenícia, Fernando I de Leão, Fernando I de Portugal, Ferro, Frísia, Hectare, Historiografia, Idade Média, Inglaterra, Invasão muçulmana da Península Ibérica, Islão, João I de Portugal, Madeira, Manuel I de Portugal, Muralha, Navegador, ..., Ordem de Santiago, Ossónoba, Paio Peres Correia, Península Ibérica, Planta (geometria descritiva), Portugal, Pré-história, Reconquista, Rio Arade, Rio Tejo, Sancho I de Portugal, Sé de Silves, Século IV, Século V, Século VIII, Século XI, Século XII, Século XIII, Século XIV, Século XV, Sítio, Seteira, Silves (Portugal), Sismo de Lisboa de 1755, Taifa, Taipa, Torre, Torre albarrã, Torreões, Visigodos, 1052, 1060, 1189, 1191, 1242, 1248, 1253, 1266, 1279, 1504, 1910, 1983, 2 de setembro, 23 de junho. Expandir índice (44 mais) »

Abóbada

Abóbadas góticas na igreja de Saint-Séverin de Paris. A abóbada é uma construção em forma de arco com a qual se cobrem espaços compreendidos entre muros, pilares ou colunas.

Novo!!: Castelo de Silves e Abóbada · Veja mais »

Abu Iúçufe Iacube Almançor

Abu Iúçufe Iacube Almançor (Abū Yūssuf Yaʿqūb bin al-Manṣūr; 1160 - 23 de janeiro de 1199), por vezes conhecido somente como Iacube I ou Almançor, foi o terceiro califa do Califado Almóada de Marrocos.

Novo!!: Castelo de Silves e Abu Iúçufe Iacube Almançor · Veja mais »

Adarve

Um adarve (do árabe "ad-darb" ou, segundo outras fontes, "adz-dzir-we" como "muro da fortaleza"), chamado também de caminho de ronda, em arquitectura militar é um caminho no topo dos muros de uma fortificação.

Novo!!: Castelo de Silves e Adarve · Veja mais »

Afonso III de Portugal

Afonso III (Coimbra, – Alcobaça), apelidado de "o Bolonhês" por seu casamento com Matilde II, Condessa de Bolonha, foi o Rei de Portugal de 1248 até sua morte, e também o primeiro monarca português a utilizar o título de Rei de Algarve.

Novo!!: Castelo de Silves e Afonso III de Portugal · Veja mais »

Alcáçova

Alcáçova de Málaga, no sul da Espanha. Uma alcáçova (do árabe قصبة, transl. al-qasbah, "cidadela"), em arquitectura militar, é o nome pelo qual ficou conhecida a fortificação (castelo) árabe.

Novo!!: Castelo de Silves e Alcáçova · Veja mais »

Alemanha

Alemanha (Deutschland), oficialmente República Federal da Alemanha (Bundesrepublik Deutschland, 10px ouça), é um país localizado na Europa Central. É limitado a norte pelo mar do Norte, Dinamarca e pelo mar Báltico, a leste pela Polônia e pela República Checa, a sul pela Áustria e pela Suíça e a oeste pela França, Luxemburgo, Bélgica e Países Baixos. O território da Alemanha abrange 357 021 quilômetros quadrados e é influenciado por um clima temperado sazonal. Com 82,2 milhões de habitantes em 31 de dezembro de 2015, o país tem a maior população da União Europeia e é também o lar da terceira maior população de migrantes internacionais em todo o mundo. A região chamada Germânia, habitada por vários povos germânicos, foi conhecida e documentada pelos romanos antes do ano 100. A partir do, os territórios alemães formaram a parte central do Sacro Império Romano-Germânico, que durou até 1806. Durante o, o norte da Alemanha tornou-se o centro da Reforma Protestante. Como um moderno Estado-nação, o país foi unificado pela primeira vez em consequência da Guerra Franco-Prussiana em 1871. Em 1949, após a Segunda Guerra Mundial, a Alemanha foi dividida em dois estados, a Alemanha Ocidental, oficialmente "República Federal da Alemanha", e a "Alemanha Oriental", oficialmente República Democrática Alemã, ao longo das linhas de ocupação aliadas. A Alemanha foi reunificada em 1990. A Alemanha Ocidental foi um dos membros fundadores da Comunidade Europeia (CE), em 1957, que posteriormente se tornou na União Europeia, em 1993. O país é parte do espaço Schengen e passou a adotar a moeda europeia, o euro, desde quando foi instituído, em 1999. A Alemanha é uma república parlamentar federal de dezesseis estados (em alemão Länder). A capital e maior cidade do país é Berlim, localizada no nordeste do território alemão. O país é membro das Nações Unidas, da OTAN, G8, G20, da OCDE e da OMC. É uma grande potência com a quarta maior economia do mundo por PIB nominal e a quinta maior em paridade do poder de compra. É o segundo maior exportador e o segundo maior importador de mercadorias. Em termos absolutos, a Alemanha atribui o segundo maior orçamento anual de ajudas ao desenvolvimento no mundo, enquanto está em sexto lugar em despesas militares. O país tem desenvolvido um alto padrão de vida e estabeleceu um sistema global de segurança social. A Alemanha ocupa uma posição-chave nos assuntos europeus e mantém uma série de parcerias estreitas em um nível global. O país também é reconhecido como líder científico e tecnológico em vários domínios.

Novo!!: Castelo de Silves e Alemanha · Veja mais »

Algarve

O Algarve é uma região, sub-região e província tradicional de Portugal continental, sendo a mais meridional entre todas.

Novo!!: Castelo de Silves e Algarve · Veja mais »

Almedina

Almedina ou medina (a cidade antiga) é a parte histórica de diversas cidades do Magrebe (noroeste da África).

Novo!!: Castelo de Silves e Almedina · Veja mais »

Almutâmide

Maomé ibne Abade Almutâmide (Muhammad ibn 'Abbad al-Mu'tamid; —), Abu Alcacim Maomé Almutâmide ibne Abade ou Abade III (Abū l-Qāsim Muḥammad ibn ʿAbbād ibn Muḥammad ibn Ismāʿīl ibn ʿAbbād al-Muʿtami), melhor conhecido como Almutâmide ou Almutamide (al-Muʿtamid), foi o terceiro e último dos reis Abádidas que governaram a Taifa de Sevilha no e um dos poetas mais importantes do Alandalus.

Novo!!: Castelo de Silves e Almutâmide · Veja mais »

Ameia

A ameia (do latim "mina"), em arquitectura militar, é a abertura, no parapeito das muralhas de um castelo ou fortaleza, por onde os defensores visavam o inimigo.

Novo!!: Castelo de Silves e Ameia · Veja mais »

Arco

O termo arco, do latim arcus, designa um elemento construtivo em curva que é arredondado, normalmente em alvenaria, que emoldura a parte superior de um vão (abertura, passagem) ou reentrância suportando o peso vertical do muro em que se encontra.

Novo!!: Castelo de Silves e Arco · Veja mais »

Arenito

Arenito Arenito ou grés é uma rocha sedimentar que resulta da compactação e litificação de um material granular da dimensão das areias.

Novo!!: Castelo de Silves e Arenito · Veja mais »

Arqueologia

romano em Alexandria, Egito. Arqueologia é a ciência que estuda as culturas e os modos de vida das diferentes sociedades humanas - do passado e presente - a partir da análise de vestígios materiais.

Novo!!: Castelo de Silves e Arqueologia · Veja mais »

Arquitetura militar medieval

A arquitetura militar pode ser considerada com um ramo da arquitetura destinada à edificações de estruturas defensivas.

Novo!!: Castelo de Silves e Arquitetura militar medieval · Veja mais »

Arte gótica

A arte gótica designa uma fase da história da arte ocidental, identificável por características muito próprias de contexto social, político e religioso em conjugação com valores estéticos e filosóficos e que surge como resposta à austeridade do estilo românico.

Novo!!: Castelo de Silves e Arte gótica · Veja mais »

Évora

Évora OTE é uma cidade portuguesa, capital do Distrito de Évora, na região do Alentejo e sub-região do Alentejo Central, com 49 252 habitantes, em 2011.

Novo!!: Castelo de Silves e Évora · Veja mais »

Califado Almóada

O Califado Almóada (ou Almôada, ou Almôade) foi uma potência religiosa berbere governada pela quinta dinastia moura, tendo se destacado do até meados do.

Novo!!: Castelo de Silves e Califado Almóada · Veja mais »

Castelo

O Alcázar de Segóvia, localizado na Espanha, com vista para a cidade homônima O Castelo de Bodiam, cercado por um fosso preenchido por água XV Castelo (castellum) é um tipo de estrutura fortificada, construída na Europa e Oriente Médio durante a Idade Média pelos nobres europeus.

Novo!!: Castelo de Silves e Castelo · Veja mais »

Castelo de Alvor

O Castelo de Alvor, também denominado como Castelo de Albur ou Forte de Alvor, localiza-se na vila e freguesia de Alvor, Concelho de Portimão, Distrito de Faro, em Portugal.

Novo!!: Castelo de Silves e Castelo de Alvor · Veja mais »

Catapulta

Catapultas são mecanismos de cerco que utilizam uma espécie de colher para lançar um objeto (pedras e outros) a uma grande distância, evitando assim possíveis obstáculos como muralhas e fossos.

Novo!!: Castelo de Silves e Catapulta · Veja mais »

Câmara municipal

* Câmara municipal (Portugal) — órgão executivo municipal em Portugal.

Novo!!: Castelo de Silves e Câmara municipal · Veja mais »

Cisterna

Cisterna do sul do Brasil Uma cisterna (do latim cisterna) ou algibe é um reservatório de águas pluviais, podendo também ser abastecida com o degelo de neve.

Novo!!: Castelo de Silves e Cisterna · Veja mais »

Classificação do património em Portugal

O património edificado em Portugal obedece a regras precisas de classificação e protecção, definidas pela Direção-Geral do Património Cultural, nomeadamente nas vertentes histórica, cultural, estética, social, técnica e científica.

Novo!!: Castelo de Silves e Classificação do património em Portugal · Veja mais »

Cobre

O cobre é um elemento químico de símbolo Cu (do latim cuprum), número atômico 29 (29 prótons e 29 elétrons) e de massa atómica 63,54 u. À temperatura ambiente o cobre encontra-se no estado sólido.

Novo!!: Castelo de Silves e Cobre · Veja mais »

Coluna

Uma coluna é um elemento arquitetónico destinado a receber as cargas verticais de uma obra de arquitetura (arco como barramento, arquitrave, abóbada) transmitindo-as à fundação.

Novo!!: Castelo de Silves e Coluna · Veja mais »

Conquista romana da Península Ibérica

povos pré-romanos a divisão original das províncias da Hispânia Citerior e Hispânia Ulterior. A conquista romana da Península Ibérica iniciou-se no contexto da Segunda Guerra Púnica, quando as legiões romanas, sob o comando do cônsul Cneu Cornélio Cipião Calvo, para ali se movimentaram taticamente, a fim de atacar pela retaguarda os domínios de Cartago na região.

Novo!!: Castelo de Silves e Conquista romana da Península Ibérica · Veja mais »

Cristianismo

Cristianismo (do grego Xριστός, "Christós", messias, ungido, do heb. משיח "Mashiach") é uma religião abraâmica monoteístaO status do cristianismo como religião monoteísta é confirmado, entre outras fontes, na Catholic Encyclopedia (artigo ""); William F. Albright, From the Stone Age to Christianity; H. Richard Niebuhr; About.com,; Kirsch, God Against the Gods; Woodhead, An Introduction to Christianity; The Columbia Electronic Encyclopedia; The New Dictionary of Cultural Literacy,; New Dictionary of Theology,, pp.

Novo!!: Castelo de Silves e Cristianismo · Veja mais »

Cruzada

Cruzada é um termo utilizado para designar qualquer dos movimentos militares de inspiração cristã que partiram da Europa Ocidental em direção à Terra Santa e à cidade de Jerusalém com o intuito de conquistá-las, ocupá-las e mantê-las sob domínio cristão.

Novo!!: Castelo de Silves e Cruzada · Veja mais »

Década de 1930

A década de 1930, também referida como anos 1930 ou ainda anos 30, compreende o período de tempo entre 1º de janeiro de 1930 e 31 de dezembro de 1939.

Novo!!: Castelo de Silves e Década de 1930 · Veja mais »

Década de 1940

A década de 1940, também referida como anos 1940 ou ainda anos 40, compreende o período de tempo entre 1º de janeiro de 1940 e 31 de dezembro de 1949.

Novo!!: Castelo de Silves e Década de 1940 · Veja mais »

Dinamarca

Dinamarca (em dinamarquês: Danmark), oficialmente Reino da Dinamarca, é um país nórdico da Europa setentrional e membro sênior do Reino da Dinamarca.

Novo!!: Castelo de Silves e Dinamarca · Veja mais »

Direção-Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais

Forte de Sacavém, o arquivo da DGEMN (atualmente SIPA) A Direcção-Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais (DGEMN) era o Serviço Central do Ministério do Equipamento, do Planeamento e da Administração do Território do governo de Portugal, com as atribuições de salvaguarda e valorização de património arquitectónico e de instalação de serviços públicos.

Novo!!: Castelo de Silves e Direção-Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais · Veja mais »

Distrito de Faro

O distrito de Faro é um distrito português coincidente com o território da província do Algarve.

Novo!!: Castelo de Silves e Distrito de Faro · Veja mais »

Enfiteuse

Enfiteuse (do grego emphúteusis,eós "enxerto, implantação", através do latim tardio emphyteusis,is, "enfiteuse, arrendamento enfitêutico") ou arrendamento enfitêutico é um instituto jurídico originário do Direito Romano.

Novo!!: Castelo de Silves e Enfiteuse · Veja mais »

Fenícia

A Civilização Fenícia (em fenício: ��‏��‏��‏��‏, Knaˁn; Kna'an; Phoiníkē; Phœnicia; فينيقيا) foi uma civilização da Antiguidade cujo epicentro se localizava no norte da antiga Canaã, ao longo das regiões litorâneas dos atuais Líbano, Síria e norte de Israel.

Novo!!: Castelo de Silves e Fenícia · Veja mais »

Fernando I de Leão

Fernando I de Leão (1016 — 27 de dezembro de 1065), cognominado o Grande ou o Magno, Rei de Leão (1037-1065), Conde de Castela (1035-1065), conquistou Viseu e Coimbra em 1064. Era filho de Sancho Garcês III de Pamplona e da Rainha Munia Mayor de Castela. De sua mãe herdou o condado de Castela, e conquistou pela força das armas o reino de Leão, coroa da qual se tornou rei consorte pelo casamento com a irmã do rei Bermudo III de Leão, a rainha Sancha I de Leão. Em 20 de janeiro de 1064 parte para Santiago de Compostela, em peregrinação para pedir a intercessão de Santiago, para o cerco que iria a efectuar em Coimbra. Nesta viagem, parte com a sua esposa Sancha, os bispos de Santiago, Lugo, Mondonhedo e Sesnando, este último do Porto, para além dos abades de Celanova e Guimarães, para além de outras personagens notáveis. Depois de um cerco de seis meses, rendidos pela fome, as tropas de Almançor rendem-se a 9 de julho de 1064. Depois desta vitória, Fernando Magno parte juntamente com Sesnando para Santiago de Compostela, para agradecer o feito, tornando-se na primeira peregrinação a partir de terras portuguesas, que se tenha conhecimento por documentação histórica. Tal como fez seu pai, também dividiu o seu reino à hora da morte; assim, o seu primogénito, Sancho, herdou o reino principal, Castela; o resto dos seus domínios foi repartido por Afonso (Leão), Garcia (Galiza), e ainda Elvira e Urraca (a quem deixou a posse de dois mosteiros). Fernando acabou por falecer na Festa de São João Batista, a 27 de dezembro de 1065.

Novo!!: Castelo de Silves e Fernando I de Leão · Veja mais »

Fernando I de Portugal

Fernando I (Coimbra, – Lisboa), apelidado de "o Formoso", "o Belo" e "o Inconstante", foi o Rei de Portugal e Algarve de 1367 até sua morte, o último monarca português da Casa de Borgonha.

Novo!!: Castelo de Silves e Fernando I de Portugal · Veja mais »

Ferro

O ferro (do latim ferrum) é um elemento químico, símbolo Fe, de número atômico 26 (26 prótons e 26 elétrons) e massa atômica 56 u. À temperatura ambiente, o ferro encontra-se no estado sólido.

Novo!!: Castelo de Silves e Ferro · Veja mais »

Frísia

A Frísia (na língua frísia Fryslân) é uma região europeia que segue as costas do sudeste do mar do Norte, abrangendo uma faixa litorânea de 60 km.

Novo!!: Castelo de Silves e Frísia · Veja mais »

Hectare

Um hectare, representado pelo símbolo ha (conhecido também como hectômetro/hectómetro quadrado), é uma unidade de medida de área equivalente a 100 (cem) ares ou a 10 000 (dez mil) metros quadrados.

Novo!!: Castelo de Silves e Hectare · Veja mais »

Historiografia

Historiografia (de "historiógrafo", do grego Ιστοριογράφος, de Ιστορία, "História" e -γράφος, da raiz de γράφειν, "escrever": "o que escreve, ou descreve, a História") é uma palavra polissémica e designa não apenas o registro escrito da História, a memória estabelecida pela própria humanidade através da escrita do seu próprio passado, mas também a ciência da História.

Novo!!: Castelo de Silves e Historiografia · Veja mais »

Idade Média

p.

Novo!!: Castelo de Silves e Idade Média · Veja mais »

Inglaterra

Inglaterra (England) é uma das nações constituintes do Reino Unido.

Novo!!: Castelo de Silves e Inglaterra · Veja mais »

Invasão muçulmana da Península Ibérica

A invasão islâmica da península Ibérica, também referida como invasão muçulmana, conquista árabe ou expansão muçulmana, refere-se a uma série de deslocamentos militares e populacionais ocorridos a partir de 711, e até 726, quando tropas islâmicas oriundas do Norte de África, sob o comando do general berbere Tárique, cruzaram o estreito de Gibraltar, penetraram na península Ibérica, e venceram Rodrigo, o último rei dos Visigodos da Hispânia, na batalha de Guadalete.

Novo!!: Castelo de Silves e Invasão muçulmana da Península Ibérica · Veja mais »

Islão

Islamismo, (Islām), é uma religião abraâmica monoteísta articulada pelo Alcorão, um texto considerado pelos seus seguidores como a palavra literal de Deus (Alá, Allāh), e pelos ensinamentos e exemplos normativos (a chamada suna, parte do hádice) de Maomé, considerado pelos fiéis como o último profeta de Deus.

Novo!!: Castelo de Silves e Islão · Veja mais »

João I de Portugal

João I de Portugal (Lisboa, – Lisboa), conhecido como o Mestre de Avis e apelidado de "o de Boa Memória", foi o rei de Portugal e dos Algarves de 1385 até sua morte, sendo o primeiro monarca português da Casa de Avis.

Novo!!: Castelo de Silves e João I de Portugal · Veja mais »

Madeira

A madeira é um material produzido a partir do tecido formado pelas plantas lenhosas com funções de sustentação mecânica.

Novo!!: Castelo de Silves e Madeira · Veja mais »

Manuel I de Portugal

Manuel I (Alcochete, – Lisboa), apelidado de "o Afortunado","O Venturoso" e "o Bem-Aventurado", foi o Rei de Portugal e Algarves de 1495 até à sua morte.

Novo!!: Castelo de Silves e Manuel I de Portugal · Veja mais »

Muralha

Uma muralha (ou valo), em arquitetura militar, é uma estrutura essencialmente defensiva numa fortificação.

Novo!!: Castelo de Silves e Muralha · Veja mais »

Navegador

* Navegação.

Novo!!: Castelo de Silves e Navegador · Veja mais »

Ordem de Santiago

A Ordem Militar de Santiago é uma ordem religiosa-militar de origem castelhano-leonesa, atualmente Ibérica, instituída por Afonso VIII de Castela e aprovada pelo Papa Alexandre III, mediante bula papal outorgada em 5 de Julho de 1175.

Novo!!: Castelo de Silves e Ordem de Santiago · Veja mais »

Ossónoba

Ossónoba era o nome romano da actual cidade de Faro.

Novo!!: Castelo de Silves e Ossónoba · Veja mais »

Paio Peres Correia

Paio Peres Correia (Pelayo Pérez Correa; —) foi Mestre da Ordem de Santiago, tendo conduzido uma campanha militar contra os mouros no Algarve, que culminou com a tomada de Silves, deixando ao rei a tarefa de conquistar as últimas bolsas de resistência em 1249.

Novo!!: Castelo de Silves e Paio Peres Correia · Veja mais »

Península Ibérica

A Península Ibérica está situada no sudoeste da Europa.

Novo!!: Castelo de Silves e Península Ibérica · Veja mais »

Planta (geometria descritiva)

Planta é o nome que se dá à projeção de um objeto, ou de um espaço arquitetônico, que foi cortado por um plano secante, a fim de mostrar o seu interior.

Novo!!: Castelo de Silves e Planta (geometria descritiva) · Veja mais »

Portugal

Portugal, oficialmente República Portuguesa, é um país soberano unitário localizado no sudoeste da Europa, cujo território se situa na zona ocidental da Península Ibérica e em arquipélagos no Atlântico Norte. O território português tem uma área total de, sendo delimitado a norte e leste por Espanha e a sul e oeste pelo oceano Atlântico, compreendendo uma parte continental e duas regiões autónomas: os arquipélagos dos Açores e da Madeira. Portugal é a nação mais a ocidente do continente europeu. O nome do país provém da sua segunda maior cidade, Porto, cujo nome latino-celta era Portus Cale. O território dentro das fronteiras atuais da República Portuguesa tem sido continuamente povoado desde os tempos pré-históricos: ocupado por celtas, como os galaicos e os lusitanos, foi integrado na República Romana e mais tarde colonizado por povos germânicos, como os suevos e os visigodos. No século VIII, as terras foram conquistadas pelos mouros. Durante a Reconquista cristã foi formado o Condado Portucalense,  estabelecido no século XI por Vímara Peres, um vassalo do rei das Astúrias. O condado tornou-se parte do Reino de León em 1097, e os condes de Portugal estabeleceram-se como governantes independentes do reino no século XII, após a batalha de São Mamede. Com o estabelecimento do Reino de Portugal em 1139, cuja independência foi reconhecida em 1143. Em 1297 foram definidas as fronteiras no tratado de Alcanizes, tornando Portugal no mais antigo Estado-nação da Europa. Nos séculos XV e XVI, como resultado de pioneirismo na Era dos Descobrimentos (ver: descobrimentos portugueses), Portugal expandiu a influência ocidental e estabeleceu um império que incluía possessões na África, Ásia, Oceânia e América do Sul, tornando-se a potência económica, política e militar mais importante de todo o mundo. O Império Português foi o primeiro império global da História e também o mais duradouro dos impérios coloniais europeus, abrangendo quase 600 anos de existência, desde a conquista de Ceuta em 1415, até à transferência de soberania de Macau para a China em 1999. No entanto, a importância internacional do país foi bastante reduzida durante o século XIX, especialmente após a independência do Brasil, a sua maior colónia. Com a Revolução de 1910, a monarquia terminou, tendo desde 1139 até 1910, 34 monarcas. A Primeira República Portuguesa foi muito instável, devido ao elevado parlamentarismo. O regime deu lugar à ditadura militar devido a um levantamento em 28 de maio de 1926. Em 1933, um novo regime autoritário, o Estado Novo, presidido por Salazar até 1968, geriu o país até 25 de abril de 1974. A democracia representativa foi instaurada após a Revolução dos Cravos, em 1974, que terminou a Guerra Colonial Portuguesa. As províncias ultramarinas de Portugal tornaram-se independentes, sendo as mais proeminentes Angola e Moçambique. Portugal é um país desenvolvido, com um Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) considerado como muito elevado. O país foi classificado na 19.ª posição em qualidade de vida (em 2005), tem um dos melhores sistemas de saúde do planeta e é, também, uma das nações mais globalizadas e pacíficas do mundo. É membro da Organização das Nações Unidas (ONU), da União Europeia (incluindo a Zona Euro e o Espaço Schengen), da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) e da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Portugal também participa em diversas missões de manutenção de paz das Nações Unidas.

Novo!!: Castelo de Silves e Portugal · Veja mais »

Pré-história

A pré-história corresponde ao período da história que antecede a invenção da escrita, desde o começo dos tempos históricos registrados até aproximadamente em É estudada pela antropologia, arqueologia e paleontologia.

Novo!!: Castelo de Silves e Pré-história · Veja mais »

Reconquista

Reconquista é o processo histórico em que os reinos cristãos da Península Ibérica procuraram dominar a região durante o período do Alandalus.

Novo!!: Castelo de Silves e Reconquista · Veja mais »

Rio Arade

O rio Arade é um rio de Portugal localizado na região de Algarve, que nasce na serra do Caldeirão e passa por Silves (Portugal), Portimão e Lagoa indo desaguar no oceano Atlântico, em Portimão, imediatamente a leste da praia da Rocha.

Novo!!: Castelo de Silves e Rio Arade · Veja mais »

Rio Tejo

O rio Tejo (em espanhol: Tajo) é o rio mais extenso da Península Ibérica.

Novo!!: Castelo de Silves e Rio Tejo · Veja mais »

Sancho I de Portugal

Sancho I (Coimbra, – Santarém), apelidado de Sancho, o Povoador, foi o Rei de Portugal de 1185 até sua morte.

Novo!!: Castelo de Silves e Sancho I de Portugal · Veja mais »

Sé de Silves

A Sé de Silves é uma antiga catedral situada na cidade e freguesia do mesmo nome (mais precisamente no Largo da Sé), no distrito de Faro, Portugal.

Novo!!: Castelo de Silves e Sé de Silves · Veja mais »

Século IV

+04.

Novo!!: Castelo de Silves e Século IV · Veja mais »

Século V

O século V é o período de 1 de janeiro de 401 a 31 de dezembro de 500 de acordo com o calendário juliano na Era Comum.

Novo!!: Castelo de Silves e Século V · Veja mais »

Século VIII

O século VIII começou em 1 de Janeiro de 701 e terminou em 31 de Dezembro de 800.

Novo!!: Castelo de Silves e Século VIII · Veja mais »

Século XI

O século XI começou em 1 de Janeiro de 1001 e terminou em 31 de Dezembro de 1100.

Novo!!: Castelo de Silves e Século XI · Veja mais »

Século XII

O século XII começou em 1 de Janeiro de 1101 e terminou em 31 de Dezembro de 1200.

Novo!!: Castelo de Silves e Século XII · Veja mais »

Século XIII

Sem descrição

Novo!!: Castelo de Silves e Século XIII · Veja mais »

Século XIV

Sem descrição

Novo!!: Castelo de Silves e Século XIV · Veja mais »

Século XV

O Século XV foi o século do calendário Juliano de 1401 até 1500.

Novo!!: Castelo de Silves e Século XV · Veja mais »

Sítio

Um sítio é todo e qualquer lugar ocupado por um determinado corpo.

Novo!!: Castelo de Silves e Sítio · Veja mais »

Seteira

Uma seteira, em arquitectura militar, é uma abertura ou um rebaixamento na muralha, que em sua primitiva concepção permitia aos defensores (arqueiros, besteiros) lançar flechas; Bastante empregada na arquitetura medieval, pode ser descrita como um vão na alvenaria na forma de uma faixa vertical, cuja altura corresponde a aproximadamente cinco vezes a sua largura.

Novo!!: Castelo de Silves e Seteira · Veja mais »

Silves (Portugal)

Silves é uma cidade portuguesa no Distrito de Faro, região e sub-região do Algarve, com cerca de habitantes.

Novo!!: Castelo de Silves e Silves (Portugal) · Veja mais »

Sismo de Lisboa de 1755

O Sismo de 1755, também conhecido por Terramoto de 1755, ocorreu no dia 1 de novembro de 1755, resultando na destruição quase completa da cidade de Lisboa, especialmente na zona da Baixa, e atingindo ainda grande parte do litoral do Algarve e Setúbal.

Novo!!: Castelo de Silves e Sismo de Lisboa de 1755 · Veja mais »

Taifa

O termo taifa, no contexto da história ibérica, refere-se a um principado muçulmano independente, um emirato ou pequeno reino existente na Península Ibérica (o Alandalus) após o o derrocamento do califa (da dinastia omíada) e a abolição do Califado de Córdoba em 1031.

Novo!!: Castelo de Silves e Taifa · Veja mais »

Taipa

A Taipa (chinês: 氹仔島; Minnan) é uma ilha na Região Administrativa Especial de Macau (RAEM) na República Popular da China e tem uma área de 6,5 km².

Novo!!: Castelo de Silves e Taipa · Veja mais »

Torre

A torre (do latim "turris"), em arquitectura e engenharia, é uma estrutura em que a altura é bastante superior à largura, apresentando uma demarcada verticalidade.

Novo!!: Castelo de Silves e Torre · Veja mais »

Torre albarrã

Muralhas de Loulé, Portugal. Uma torre albarrã (do árabe "al-barran"), em arquitetura militar, é uma torre saliente em um castelo ou em um troço de muralha, à qual se liga, em geral, por um passadiço.

Novo!!: Castelo de Silves e Torre albarrã · Veja mais »

Torreões

Torreões é um distrito do município de Juiz de Fora, em Minas Gerais.

Novo!!: Castelo de Silves e Torreões · Veja mais »

Visigodos

Os visigodos foram um de dois ramos em que se dividiram os godos, um povo germânico originário do leste europeu, sendo o outro os ostrogodos.

Novo!!: Castelo de Silves e Visigodos · Veja mais »

1052

---- (na numeração romana) foi um ano bissexto do século XI do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e as suas letras dominicais foram E e D (53 semanas), teve início a uma quarta-feira e terminou a uma quinta-feira.

Novo!!: Castelo de Silves e 1052 · Veja mais »

1060

---- (na numeração romana) foi um ano bissexto do século XI do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e as suas letras dominicais foram B e A (52 semanas), teve início a um sábado e terminou a um domingo.

Novo!!: Castelo de Silves e 1060 · Veja mais »

1189

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XII do Calendário Juliano, da Era de Cristo, a sua letra dominical foi A (52 semanas), teve início a um domingo e terminou também a um domingo.

Novo!!: Castelo de Silves e 1189 · Veja mais »

1191

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XII do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi F (52 semanas), teve início a uma terça-feira e terminou também a uma terça-feira.

Novo!!: Castelo de Silves e 1191 · Veja mais »

1242

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XIII do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi E (52 semanas), teve início a uma quarta-feira, terminou também a uma quarta-feira.

Novo!!: Castelo de Silves e 1242 · Veja mais »

1248

---- 1248 (na numeração romana) foi um ano bissexto do século XIII do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e as suas letras dominicais foram E e D (53 semanas), teve início a uma quarta-feira e terminou a uma quinta-feira.

Novo!!: Castelo de Silves e 1248 · Veja mais »

1253

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XIII do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi E (52 semanas), teve início a uma quarta-feira, terminou também a uma quarta-feira.

Novo!!: Castelo de Silves e 1253 · Veja mais »

1266

---- 1266 (na numeração romana) foi um ano comum do século XIII do Calendário Juliano, da Era de Cristo, a sua letra dominical foi C (52 semanas), teve início a uma sexta-feira e terminou também a uma sexta-feira.

Novo!!: Castelo de Silves e 1266 · Veja mais »

1279

---- 1279 (na numeração romana) foi um ano comum do século XIII do Calendário Juliano, da Era de Cristo, a sua letra dominical foi A (52 semanas), teve início a um domingo e terminou também a um domingo.

Novo!!: Castelo de Silves e 1279 · Veja mais »

1504

---- (na numeração romana) foi um ano bissexto do século XVI do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e as suas letras dominicais foram G e F (52 semanas), teve início a uma segunda-feira e terminou a uma terça-feira.

Novo!!: Castelo de Silves e 1504 · Veja mais »

1910

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi B (52 semanas), teve início a um sábado e terminou também a um sábado.

Novo!!: Castelo de Silves e 1910 · Veja mais »

1983

Sem descrição

Novo!!: Castelo de Silves e 1983 · Veja mais »

2 de setembro

Sem descrição

Novo!!: Castelo de Silves e 2 de setembro · Veja mais »

23 de junho

Sem descrição

Novo!!: Castelo de Silves e 23 de junho · Veja mais »

Redireciona aqui:

Castelo de silves.

CessanteEntrada
Ei! Agora estamos em Facebook! »