Logotipo
Unionpédia
Comunicação
Disponível no Google Play
Novo! Faça o download do Unionpédia em seu dispositivo Android™!
Faça o download
Acesso mais rápido do que o navegador!
 

Casa de Bragança

A Casa de Bragança, oficialmente titulada como a Sereníssima Casa de Bragança é uma família nobre portuguesa, que teve muita influência e importância na Europa e no mundo até ao início do século XX.

164 relações: Afonso I de Portugal, Afonso I, Duque de Bragança, Afonso V de Portugal, Afonso VI de Leão e Castela, Alcaide, Amélia de Orleães, Anita Stewart Morris, António Bernardo da Costa Cabral, Augusta Vitória de Hohenzollern-Sigmaringen, Barcelos, Batalha de Alcácer-Quibir, Beatriz Pereira de Alvim, Bem (direito), Brasil, Bula pontifícia, Capelão, Carlos I de Portugal, Carta Constitucional portuguesa de 1826, Casa de Bourbon-Bragança, Casa de Bragança-Saxe-Coburgo-Gota, Casa de Habsburgo, Casa de Orleães-Bragança, Casa de Saxe-Coburgo-Gota, Casa Real, Castelo de Ourém, Castelo de Porto de Mós, Catarina de Portugal, Duquesa de Bragança, Celibato, Cerimonial, Ceuta, Comenda, Concessão de Évora Monte, Condado Portucalense, Constituição, Constituição portuguesa de 1822, Constituição portuguesa de 1838, Crise de 1383–1385 em Portugal, Deão, Dinastia capetiana, Dinastia de Avis, Dinastia de Borgonha, Dinastia de Bragança, Distrito de Bragança, Duarte I de Portugal, Duarte Nuno de Bragança, Duarte Pio de Bragança, Duque de Bragança, Ericeira, Escândalo, Espanha, ..., Estado Novo (Portugal), Europa, Extorsão, Família imperial brasileira, Fernando I, Duque de Bragança, Fernando II de Portugal, Fernando II, Duque de Bragança, Filipa de Lencastre, Filipe II de Espanha, Filipe III de Espanha, Filipe IV de Espanha, Francisco José de Bragança (1879–1919), Fundação da Casa de Bragança, Golpe de Estado, Governadores portugueses de Ceuta, Governo da República Portuguesa, Governo do Reino Unido, Guerra Civil Portuguesa, Guimarães, Henrique I de Portugal, Herdeiro presuntivo, Historiador, Homossexualidade, Igreja de São Vicente de Fora, Império do Brasil, Império Português, Implantação da República Portuguesa, Independência de Portugal, Infante, Infante de Portugal, Integralismo Lusitano, Isabel do Brasil, Jaime I, Duque de Bragança, João I de Portugal, João I, Duque de Bragança, João II de Portugal, João IV de Portugal, Língua castelhana, Lei da Proscrição, Lei do Banimento (Portugal), Liberalismo clássico, Linha de sucessão ao trono português, Lisboa, Lista de monarcas de Portugal, Lista de monarcas do Brasil, Luís Filipe, Príncipe Real de Portugal, Luís I de Portugal, Maldição dos Braganças, Manuel I de Portugal, Manuel II de Portugal, Maria II de Portugal, Maria Pia de Saxe-Coburgo e Bragança, Miguel I de Portugal, Miguel Januário de Bragança, Miguel Maria Maximiliano de Bragança, Miguelista, Monarquia absoluta, Monarquia constitucional, Monarquia constitucional (Portugal), Monarquia de Portugal, Morgado, Mundo, Nobreza, Nobreza de Portugal, Nuno Álvares Pereira, Ordem de Cristo, Ourém (Portugal), Ouvidor, Paço Ducal de Vila Viçosa, Pacto de Dover, Pacto de Paris, Panteão da Dinastia de Bragança, Papa, Papa Clemente VIII, Papa Júlio III, Partido Republicano Português, Pedro I do Brasil, Pedro II de Portugal, Pedro II do Brasil, Portugal, Príncipe herdeiro de Portugal, Príncipe Real de Portugal, Questão dinástica portuguesa, Regicídio de 1908, Rei do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves, Reino de Castela, Reino de Leão, Reino de Portugal, Reino Unido, Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves, Religião, Restauração da Independência, Revolução liberal do Porto, Século XX, Sebastião I de Portugal, Soberania, Teodósio I, Duque de Bragança, Teodósio II, Duque de Bragança, Teresa de Leão, Tesouraria, União Ibérica, Ventura Ledesma Abrantes, Vila Viçosa, 1442, 1534, 1581, 1836, 1910, 1920, 1921, 1932, 1983, 2006, 5 de outubro. Expandir índice (114 mais) »

Afonso I de Portugal

Afonso I (–), também chamado de Afonso Henriques, e apelidado de "o Conquistador", foi o primeiro Rei de Portugal de 1139 até sua morte, anteriormente servindo como Conde de Portucale de 1112 até sua independência do Reino da Galiza.

Novo!!: Casa de Bragança e Afonso I de Portugal · Veja mais »

Afonso I, Duque de Bragança

Afonso de Portugal, depois Afonso I de Bragança (Veiros - Estremoz, 10 de agosto de 1377 - Chaves, 15 de dezembro de 1461) foi o 8º conde de Barcelos, 2º conde de Neiva e o 1º Duque de Bragança.

Novo!!: Casa de Bragança e Afonso I, Duque de Bragança · Veja mais »

Afonso V de Portugal

Afonso V (Sintra, – Lisboa), apelidado de "o Africano" por suas conquistas na África, foi o Rei de Portugal e Algarves de 1438 até sua morte.

Novo!!: Casa de Bragança e Afonso V de Portugal · Veja mais »

Afonso VI de Leão e Castela

Afonso VI de Leão e Castela o Bravo (1047–1 de julho de 1109) foi, até à sua morte, rei de Leão desde 27 de dezembro de 1065, rei de Castela desde 6 de outubro de 1072, rei da Galiza desde 1073, intitulado Imperator totius Hispaniæ (imperador de toda Hispânia) desde 1077 e rei de Toledo desde 1085.

Novo!!: Casa de Bragança e Afonso VI de Leão e Castela · Veja mais »

Alcaide

O alcaide (do; «o juiz») era o governador de um cidade ou vila acastelada ou fortificada, durante a Idade Média, na Península Ibérica.

Novo!!: Casa de Bragança e Alcaide · Veja mais »

Amélia de Orleães

Maria Amélia Luísa Helena de Orleães GCNSC (em francês: Marie Amélie Louise Hélène d’Orléans; Twickenham, 28 de setembro de 1865 — Le Chesnay, 25 de outubro de 1951) foi a última rainha de Portugal.

Novo!!: Casa de Bragança e Amélia de Orleães · Veja mais »

Anita Stewart Morris

Anita Stewart Morris (7 de Agosto de 1886 - 15 de Setembro de 1977) foi uma socialite americana que se casou com o pretendente dinástico Miguel Maria Maximiliano de Bragança, neto ex-infante D. Miguel e filho mais velho do anterior pretendente ao trono português Miguel Januário de Bragança.

Novo!!: Casa de Bragança e Anita Stewart Morris · Veja mais »

Ano-novo

Ano-novo ou ano-bom é o momento em que um novo ano civil começa e um novo calendário anual é iniciado.

Novo!!: Casa de Bragança e Ano-novo · Veja mais »

António Bernardo da Costa Cabral

António Bernardo da Costa Cabral ComNSC (Fornos de Algodres, Algodres, 9 de Maio de 1803 — Porto, 1 de Setembro de 1889), o 1.º conde e 1.º marquês de Tomar, mais conhecido simplesmente por Costa Cabral, foi um político português que, entre outros cargos e funções, foi deputado, par do Reino, conselheiro de Estado efectivo, ministro da Justiça e Negócios Eclesiásticos, ministro do Reino e presidente do Conselho de Ministros.

Novo!!: Casa de Bragança e António Bernardo da Costa Cabral · Veja mais »

Augusta Vitória de Hohenzollern-Sigmaringen

Augusta Vitória Guilhermina Antónia Matilde Luísa Josefina Maria Isabel de Hohenzollern-Sigmaringen (Potsdam, 19 de agosto de 1890 — Eigeltingen, 29 de agosto de 1966) foi a esposa do último Rei de Portugal, D. Manuel II.

Novo!!: Casa de Bragança e Augusta Vitória de Hohenzollern-Sigmaringen · Veja mais »

Barcelos

Barcelos é uma cidade portuguesa no Distrito de Braga, região do Norte e sub-região do Cávado, com cerca de habitantes.

Novo!!: Casa de Bragança e Barcelos · Veja mais »

Batalha de Alcácer-Quibir

A Batalha de Alcácer-Quibir também grafado Alcácer-Quivir, al Quasr al-kibr, Alcazarquivir ou Alcassar, significando "grande fortaleza" (معركة القصر الكبير), conhecida em Marrocos como Batalha dos Três Reis n ou Batalha de Oued al-Makhazin n, foi uma batalha travada no norte de Marrocos perto da cidade de Alcácer-Quibir, entre Tânger e Fez, em 4 de Agosto de 1578.

Novo!!: Casa de Bragança e Batalha de Alcácer-Quibir · Veja mais »

Beatriz Pereira de Alvim

D.

Novo!!: Casa de Bragança e Beatriz Pereira de Alvim · Veja mais »

Bem (direito)

Os bens são definidos como coisas ou objetos que possuem utilidade e servem para atender uma necessidade humana, eles podem ser trocados ou vendidos numa relação jurídica por causa de seu valor econômico ou pelo interesse que desperta.

Novo!!: Casa de Bragança e Bem (direito) · Veja mais »

Brasil

Brasil (pronuncia-se localmente A vocalização do no fim das sílabas geralmente só não acontece em dialetos influenciados pelos vizinhos falantes da língua castelhana, como na pampa rio-grandense – –, entretanto, em dialetos conservadores do interior do planalto, comumente referidos por caipira, o novo semivogal é um rótico retroflexo, fone herdado de línguas indígenas macro-jê, e não lábio-velar, daí, hoje muito menos comum por pressão sociolinguística da variedade de prestígio. Em todas, assume-se uma prosódia de conversa cotidiana. Em uma prosódia mais clara e formal, como a midiática, geralmente usa-se. Esta mudança de pronúncia da vogal átona pré-tônica não ocorre nas variedades de outros países falantes da língua portuguesa, que conservam a redução de para, para e para considerada mais coloquial no Brasil.), oficialmente República Federativa do Brasil, é o maior país da América do Sul e da região da América Latina, sendo o quinto maior do mundo em área territorial (equivalente a 47% do território sul-americano) e sexto em população (com mais de 200 milhões de habitantes).

Novo!!: Casa de Bragança e Brasil · Veja mais »

Bula pontifícia

A bula pontifícia é um alvará passado pelo Papa ou Pontífice católico, com força de lei eclesiástica, pelo qual se concedem graças e indulgências aos que praticam algum acto meritório.

Novo!!: Casa de Bragança e Bula pontifícia · Veja mais »

Capelão

Capelão (chapelain) é um ministro religioso autorizado a prestar assistência e a realizar cultos em comunidades religiosas, conventos, colégios, universidades, hospitais, presídios, corporações militares e outras organizações ou corporações, e que geralmente é oficiado por um padre ou pastor.

Novo!!: Casa de Bragança e Capelão · Veja mais »

Carlos I de Portugal

Carlos Fernando Luís Maria Victor Miguel Rafael Gabriel Gonzaga Xavier Francisco de Assis José Simão de Bragança Sabóia Bourbon e Saxe-Coburgo-Gota (Lisboa, – Lisboa) foi o Rei de Portugal e Algarves de 1889 até ao seu assassinato.

Novo!!: Casa de Bragança e Carlos I de Portugal · Veja mais »

Carta Constitucional portuguesa de 1826

A Carta Constitucional da Monarquia Portuguesa de 1826 foi a segunda Constituição Portuguesa.

Novo!!: Casa de Bragança e Carta Constitucional portuguesa de 1826 · Veja mais »

Casa de Bourbon-Bragança

A Casa de Bourbon-Bragança (ou Bourbon e Bragança) tem suas origens em um casamento real arranjado pelo rei Dom Carlos III da Espanha e sua sobrinha, a rainha D. Maria I de Portugal.

Novo!!: Casa de Bragança e Casa de Bourbon-Bragança · Veja mais »

Casa de Bragança-Saxe-Coburgo-Gota

A Casa de Bragança-Saxe-Coburgo-Gota (também chamada Casa de Bragança-Coburgo e de Casa de Bragança-Wettin) foi a última casa real que reinou em Portugal, resultante de ramo dinástico germânico-português que teve a sua origem na união matrimonial da rainha D. Maria II de Portugal, da Casa de Bragança, com o príncipe D. Fernando de Saxe-Coburgo-Gota e Koháry, da Casa de Saxe-Coburgo-Gota – dinastia Wettin.

Novo!!: Casa de Bragança e Casa de Bragança-Saxe-Coburgo-Gota · Veja mais »

Casa de Habsburgo

A Casa de Habsburgo (Haus von Habsburg) também conhecida por Casa da Áustria ou Casa d'Áustria, é uma família nobre europeia que foi uma das mais importantes e influentes da história da Europa do ao.

Novo!!: Casa de Bragança e Casa de Habsburgo · Veja mais »

Casa de Orleães-Bragança

A Casa de Orleães-Bragança (ou Orléans e Bragança) é uma casa imperial de origem portuguesa, brasileira e francesa, como um ramo da Casa de Bragança, do Brasil e de Portugal, e da Casa de Orléans, da França.

Novo!!: Casa de Bragança e Casa de Orleães-Bragança · Veja mais »

Casa de Saxe-Coburgo-Gota

A casa de Saxônia, Coburgo e Gota, mais conhecida como casa de Saxe-Coburgo-Gota (em alemão Haus Sachsen-Coburgo und Gotha), é uma casa real e dinastia alemã, sendo a linha do saxônica da casa de Wettin que governou os ducados ernestinos (ducados governados por membro da dinastia descendentes de Ernesto, eleitor da Saxônia, incluindo o ducado de Saxe-Coburgo-Gota. Fundada por Ernesto Antônio, o sexto duque de Saxe-Coburgo-Saalfeld, é a casa real e dinastia de várias monarquias europeias, reinando atualmente na Bélgica através dos descendentes de Leopoldo Jorge e no Reino Unido (e nos outros reinos da Comunidade das Nações), através dos descendentes do príncipe Alberto. Devido ao sentimento antialemão no Reino Unido durante a Primeira Guerra Mundial, Jorge V mudou o nome de seu ramo de Saxe-Coburgo-Gota para Windsor em 1917. O mesmo aconteceu na Bélgica, onde foi alterado para van België (em neerlandês) ou de Belgique (em francês).

Novo!!: Casa de Bragança e Casa de Saxe-Coburgo-Gota · Veja mais »

Casa Real

Casa Real é expressão de múltiplo sentido que tanto se refere ao local físico onde se aloja o rei, o seu palácio, como à realeza ou família real reinante de uma dinastia, a todo um conjunto de funcionários (servidores do rei e da sua família mais direta) que participavam na administração e funcionamento da referida casa.

Novo!!: Casa de Bragança e Casa Real · Veja mais »

Castelo de Ourém

O Castelo de Ourém, também conhecido como Paço dos Condes de Ourém, localiza-se na cidade de mesmo nome, freguesia de Nossa Senhora das Misericórdias, concelho de Ourém, distrito de Santarém, em Portugal.

Novo!!: Casa de Bragança e Castelo de Ourém · Veja mais »

Castelo de Porto de Mós

Castelo de Porto de Mós, Portugal: detalhe de um coruchéu. Castelo de Porto de Mós: detalhe de uma janela. Castelo de Porto de Mós: detalhe de uma abóboda. O Castelo de Porto de Mós, também referido como Castelo de D. Fuas Roupinho, localiza-se na freguesia de Porto de Mós - São João Baptista e São Pedro, na vila de Porto de Mós, no distrito de Leiria, em Portugal.

Novo!!: Casa de Bragança e Castelo de Porto de Mós · Veja mais »

Catarina de Portugal, Duquesa de Bragança

D.

Novo!!: Casa de Bragança e Catarina de Portugal, Duquesa de Bragança · Veja mais »

Celibato

O celibato (do latim cælibatus, estado daquele que não é casado ou que é célibe) é, na sua definição literal, o estado de uma pessoa que se mantém solteira.

Novo!!: Casa de Bragança e Celibato · Veja mais »

Cerimonial

Cerimonial, também chamado de protocolo, é um ramo de atividade onde se congrega todos os procedimentos sócio-cultural, protocolar público-privado das regras para a realização de atos e solenidades.

Novo!!: Casa de Bragança e Cerimonial · Veja mais »

Ceuta

Mapa de Ceuta Ceuta é uma cidade autónoma de Espanha situada na margem africana da desembocadura oriental do estreito de Gibraltar, na pequena península de Almina, em frente a Algeciras e ao território britânico de Gibraltar, situadas no lado oposto do estreito.

Novo!!: Casa de Bragança e Ceuta · Veja mais »

Comenda

Santiago colar e comenda Comenda era um benefício e uma honra concedida a eclesiásticos e cavaleiros de ordens militares.

Novo!!: Casa de Bragança e Comenda · Veja mais »

Concessão de Évora Monte

A Convenção de Évora Monte, também referida como Concessão de Évora Monte e Capitulação de Évora Monte, foi um diploma assinado entre liberais e miguelistas na vila alentejana de Evoramonte (atual concelho de Estremoz), em 26 de Maio de 1834, que pôs termo à Guerra Civil Portuguesa (1828-1834).

Novo!!: Casa de Bragança e Concessão de Évora Monte · Veja mais »

Condado Portucalense

O Condado Portucalense (868 - 1139) foi um condado que surge ao longo do processo de reconquista da península ibérica pelos cristãos.

Novo!!: Casa de Bragança e Condado Portucalense · Veja mais »

Constituição

Classificação das constituições segundo Aristóteles. A constituição é um conjunto de normas que regem um Estado, que pode ser ou não codificada como um documento escrito, que enumera e limita os poderes e funções de uma entidade política.

Novo!!: Casa de Bragança e Constituição · Veja mais »

Constituição portuguesa de 1822

A Constituição Política da Monarquia Portuguesa aprovada em 23 de setembro de 1822 foi a primeira lei fundamental portuguesa e o mais antigo texto constitucional português, o qual marcou uma tentativa de pôr fim ao absolutismo e inaugurar em Portugal uma monarquia constitucional.

Novo!!: Casa de Bragança e Constituição portuguesa de 1822 · Veja mais »

Constituição portuguesa de 1838

A Constituição Política da Monarquia Portuguesa de 1838 foi o terceiro texto constitucional português.

Novo!!: Casa de Bragança e Constituição portuguesa de 1838 · Veja mais »

Crise de 1383–1385 em Portugal

A Crise de 1383–1385 foi um período de guerra civil e na História de Portugal, também conhecido como Interregno, uma vez que não existia rei no poder.

Novo!!: Casa de Bragança e Crise de 1383–1385 em Portugal · Veja mais »

Deão

Deão é, com generalidade, o dignitário ou responsável máximo de um orgão colegial da Igreja.

Novo!!: Casa de Bragança e Deão · Veja mais »

Dinastia capetiana

A dinastia capetiana, também chamada dinastia rebelada, foi uma dinastia real que governou a França durante mais de trezentos anos.

Novo!!: Casa de Bragança e Dinastia capetiana · Veja mais »

Dinastia de Avis

A Dinastia de Avis, ou Dinastia Joanina, foi a segunda dinastia a reinar em Portugal.

Novo!!: Casa de Bragança e Dinastia de Avis · Veja mais »

Dinastia de Borgonha

A designação Dinastia de Borgonha aplica-se às casas reais de Portugal, Galiza, Leão e Castela, e que governaram estes países, respectivamente, entre 1096 e 1383, 1126 e 1230 e 1126 e 1368, ainda que não tenham uma origem comum.

Novo!!: Casa de Bragança e Dinastia de Borgonha · Veja mais »

Dinastia de Bragança

A Dinastia de Bragança (ou Brigantina) foi a quarta e última dinastia de reis e rainhas portugueses, que reinou em Portugal entre 1640 e 1910, sendo denominado por dinastia de Bragança o período em que a Casa de Bragança e, depois, a Casa de Bragança-Saxe-Coburgo-Gota se tornaram na Casa Real portuguesa, e, portanto, soberana do reino de Portugal e do império ultramarino português.

Novo!!: Casa de Bragança e Dinastia de Bragança · Veja mais »

Distrito de Bragança

O distrito de Bragança é um distrito do nordeste de Portugal, pertencente à província tradicional de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Novo!!: Casa de Bragança e Distrito de Bragança · Veja mais »

Duarte I de Portugal

Duarte I (Viseu, – Tomar), apelidado de "o Eloquente" e "o Rei-Filósofo", foi o Rei de Portugal e Algarve de 1433 até à sua morte.

Novo!!: Casa de Bragança e Duarte I de Portugal · Veja mais »

Duarte Nuno de Bragança

Duarte Nuno de Bragança (Seebenstein, 23 de setembro de 1907 - Ferragudo, Lagoa, 23 de dezembro de 1976), foi um pretendente miguelista ao título de Duque de Bragança e pretendente ao trono de Portugal.

Novo!!: Casa de Bragança e Duarte Nuno de Bragança · Veja mais »

Duarte Pio de Bragança

Duarte Pio de Bragança GMNSC (Berna, Suíça, 15 de maio de 1945) é, na atualidade, um dos vários pretendentes ao trono de Portugal e um dos vários pretendentes conhecidos ao título de Duque de Bragança, reivindicando publicamente direitos dinásticos e pretendendo, ainda, para si mesmo, os títulos de Príncipe Real de Portugal e Rei de Portugal.

Novo!!: Casa de Bragança e Duarte Pio de Bragança · Veja mais »

Duque de Bragança

O título de duque de Bragança é um dos mais importantes de Portugal.

Novo!!: Casa de Bragança e Duque de Bragança · Veja mais »

Ericeira

Ericeira é uma vila turística situada a 35 km a noroeste do centro de Lisboa, a 18 km de Sintra e a 8 km de Mafra.

Novo!!: Casa de Bragança e Ericeira · Veja mais »

Escândalo

Um escândalo é um fato que fere as normas de conduta moral, cultural e/ou legalmente vigentes, abalando a opinião pública.

Novo!!: Casa de Bragança e Escândalo · Veja mais »

Espanha

Espanha (España), também conhecido como Reino de/da Espanha Reino de España é um país situado na Europa meridional, na Península Ibérica.

Novo!!: Casa de Bragança e Espanha · Veja mais »

Estado Novo (Portugal)

Estado Novo foi o regime político autoritário, autocrata e corporativista de Estado que vigorou em Portugal durante 41 anos sem interrupção, desde a aprovação da Constituição de 1933 até ao seu derrube pela Revolução de 25 de Abril de 1974.

Novo!!: Casa de Bragança e Estado Novo (Portugal) · Veja mais »

Europa

A Europa é, por convenção, um dos seis continentes do mundo.

Novo!!: Casa de Bragança e Europa · Veja mais »

Extorsão

Extorsão é o ato de obrigar alguém a tomar um determinado comportamento, por meio de ameaça ou violência, com a intenção de obter vantagem, recompensa ou lucro.

Novo!!: Casa de Bragança e Extorsão · Veja mais »

Família imperial brasileira

A família imperial brasileira tem sua origem na família real portuguesa, descendendo diretamente da Casa de Bragança, em comunhão com as casas de Habsburgo e de Bourbon.

Novo!!: Casa de Bragança e Família imperial brasileira · Veja mais »

Fernando I, Duque de Bragança

Fernando de Portugal, depois Fernando I de Bragança (— Vila Viçosa) foi o 2º Duque de Bragança, filho segundo do 1º duque D. Afonso I. Sucedeu no ducado por morte de seu pai, em 1461.

Novo!!: Casa de Bragança e Fernando I, Duque de Bragança · Veja mais »

Fernando II de Portugal

Fernando II (nomo completo em alemão: Ferdinand August Franz Anton von Sachsen-Coburg und Gotha; Viena, – Lisboa) foi o segundo marido da rainha D. Maria II e Príncipe Consorte de Portugal, reinando entre de 1836 até 1837, altura em que tornou-se Rei de Portugal e Algarves por direito da sua esposa.

Novo!!: Casa de Bragança e Fernando II de Portugal · Veja mais »

Fernando II, Duque de Bragança

Fernando II, Duque de Bragança (— Évora) foi o 3º Duque de Bragança, filho mais velho de Fernando I, Duque de Bragança e sua esposa Joana de Castro.

Novo!!: Casa de Bragança e Fernando II, Duque de Bragança · Veja mais »

Filipa de Lencastre

Filipa de Lencastre (em inglês: Philippa of Lancaster; Leicester, de 1360 — Lisboa, 19 de julho de 1415) foi uma princesa inglesa da Casa de Lencastre, filha de João de Gante, 1.º Duque de Lencastre, com sua mulher Branca de Lencastre.

Novo!!: Casa de Bragança e Filipa de Lencastre · Veja mais »

Filipe II de Espanha

Filipe II (Felipe II; Valladolid, 21 de maio de 1527 – Escorial, 13 de setembro de 1598) foi Rei da Espanha de 1556 até sua morte e também Rei de Portugal e Algarves como Filipe I a partir de 1581.

Novo!!: Casa de Bragança e Filipe II de Espanha · Veja mais »

Filipe III de Espanha

Filipe III (Madrid, – Madrid), também chamado de Filipe, o Piedoso, foi o Rei da Espanha e Portugal como Filipe II de 1598 até sua morte.

Novo!!: Casa de Bragança e Filipe III de Espanha · Veja mais »

Filipe IV de Espanha

Filipe IV (Valladolid, – Madrid) foi o Rei da Espanha de 1621 até sua morte, e também Rei de Portugal e Algarves como Filipe III até o início da Guerra da Restauração em 1640.

Novo!!: Casa de Bragança e Filipe IV de Espanha · Veja mais »

Francisco José de Bragança (1879–1919)

Francisco José de Bragança (Merano, 7 de Setembro de 1879 - 15 de Junho de 1919) foi um pretendente ao estatuto de Infante de Portugal e um oficial do exército do Império Áustro-Húngaro.

Novo!!: Casa de Bragança e Francisco José de Bragança (1879–1919) · Veja mais »

Fundação da Casa de Bragança

A Fundação da Casa de Bragança MHIH é uma fundação com fins culturais, religiosos, artísticos e sociais, com objectivos de beneficência e de utilidade pública, sediada em Portugal.

Novo!!: Casa de Bragança e Fundação da Casa de Bragança · Veja mais »

Golpe de Estado

Golpe de Estado, também conhecido internacionalmente como Coup d'État (em francês) e Putsch ou Staatsstreich (em alemão), consiste no derrube ilegal, por parte de um órgão do Estado, da ordem constitucional legítima.

Novo!!: Casa de Bragança e Golpe de Estado · Veja mais »

Governadores portugueses de Ceuta

Esta é uma lista de capitães-gerais (governadores) de Ceuta sob o domínio português.

Novo!!: Casa de Bragança e Governadores portugueses de Ceuta · Veja mais »

Governo da República Portuguesa

O Governo da República Portuguesa é um dos quatro órgãos de soberania da República Portuguesa.

Novo!!: Casa de Bragança e Governo da República Portuguesa · Veja mais »

Governo do Reino Unido

O Governo de Sua Majestade (em inglês: Her Majesty's Government) é um termo usado para referir-se ao Governo do Reino Unido.

Novo!!: Casa de Bragança e Governo do Reino Unido · Veja mais »

Guerra Civil Portuguesa

A Guerra Civil Portuguesa, também conhecida como Guerras Liberais, Guerra Miguelista ou Guerra dos Dois Irmãos, foi a guerra civil travada em Portugal entre liberais constitucionalistas e absolutistas sobre a sucessão real, que durou de 1828 a 1834.

Novo!!: Casa de Bragança e Guerra Civil Portuguesa · Veja mais »

Guimarães

Guimarães MHSE é uma cidade portuguesa situada no Distrito de Braga, região do Norte e sub-região do Ave (uma das sub-regiões mais industrializadas do país) e ainda à antiga província do Minho, com uma população de, repartidos por uma malha urbana de, em 20 freguesias e com uma densidade populacional de 2223,9 hab./km²., Direcção Geral do Ordenamento do Território e Desenvolvimento Urbano, acedido em 21 de Novembro de 2006 É sede de um município com Instituto Geográfico Português, (ficheiro Excel zipado)).

Novo!!: Casa de Bragança e Guimarães · Veja mais »

Henrique I de Portugal

Henrique I (Lisboa, – Almeirim), apelidado de "o Casto" e "o Cardeal-Rei", foi o Rei de Portugal e Algarves de 1578 até sua morte, além de cardeal da Igreja católica desde 1545.

Novo!!: Casa de Bragança e Henrique I de Portugal · Veja mais »

Herdeiro presuntivo

Herdeiro presuntivo é a pessoa provisoriamente tida como herdeira de um trono, mas que pode perder tal posição com o nascimento de um herdeiro aparente ou de um novo herdeiro presuntivo com mais direito ao trono.

Novo!!: Casa de Bragança e Herdeiro presuntivo · Veja mais »

Historiador

Um historiador é um indivíduo que estuda e escreve sobre a história e é considerado uma autoridade neste campo.

Novo!!: Casa de Bragança e Historiador · Veja mais »

Homossexualidade

Homossexualidade (do grego antigo ὁμός (homos), igual + sexus.

Novo!!: Casa de Bragança e Homossexualidade · Veja mais »

Igreja de São Vicente de Fora

A Igreja de São Vicente de Fora, também referida como Mosteiro de São Vicente de Fora, localiza-se no bairro histórico de Alfama, na cidade e Distrito de Lisboa, em Portugal.

Novo!!: Casa de Bragança e Igreja de São Vicente de Fora · Veja mais »

Império do Brasil

O Império do Brasil (denominado pela historiografia também como Brasil Império, Brasil Imperial ou Brasil Monárquico) foi um Estado que existiu durante o século XIX e que compreendia grande parte dos territórios que formam o Brasil e o Uruguai atuais.

Novo!!: Casa de Bragança e Império do Brasil · Veja mais »

Império Português

O Império Português ou Império Colonial Português foi o primeiro império global da história, sendo considerado o mais antigo dos impérios coloniais europeus modernos, abrangendo quase seis séculos de existência, a partir da Conquista de Ceuta, em 1415, até a devolução da soberania sobre Macau à China.

Novo!!: Casa de Bragança e Império Português · Veja mais »

Implantação da República Portuguesa

A Implantação da República Portuguesa foi o resultado de uma revolução organizada pelo Partido Republicano Português, iniciada no dia 2 de outubro e vitoriosa na madrugada do dia 5 de outubro de 1910, que destituiu a monarquia constitucional e implantou um regime republicano em Portugal.

Novo!!: Casa de Bragança e Implantação da República Portuguesa · Veja mais »

Independência de Portugal

Em terras de Portugal habitavam em tempos remotos diversos povos: celtas, iberos, lusitanos (autóctones), romanos e árabes (invasores).

Novo!!: Casa de Bragança e Independência de Portugal · Veja mais »

Infante

Infante é um título de nobreza, que está abaixo de príncipe.

Novo!!: Casa de Bragança e Infante · Veja mais »

Infante de Portugal

Infante de Portugal (no feminino: Infanta), em sentido restrito, o título dos filhos legítimos segundos do monarca e do herdeiro presuntivo da Coroa de Portugal.

Novo!!: Casa de Bragança e Infante de Portugal · Veja mais »

Integralismo Lusitano

O Integralismo Lusitano (IL) designa um agrupamento sócio-político tradicionalista português e monárquico, activo e influente entre 1914 e 1932 que se opunha à Implantação da República Portuguesa, inclusivamente ao Estado Novo de Oliveira Salazar, à Monarquia Constitucional e Liberalismo.

Novo!!: Casa de Bragança e Integralismo Lusitano · Veja mais »

Isabel do Brasil

Isabel Cristina Leopoldina Augusta Micaela Gabriela Rafaela Gonzaga de Bourbon e Bragança (Rio de Janeiro, – Eu), apelidada de "a Redentora", foi a segunda filha, a primeira menina, do imperador Pedro II do Brasil e sua esposa a imperatriz Teresa Cristina das Duas Sicílias.

Novo!!: Casa de Bragança e Isabel do Brasil · Veja mais »

Jaime I, Duque de Bragança

Jaime I de Bragança (—) foi o quarto Duque de Bragança.

Novo!!: Casa de Bragança e Jaime I, Duque de Bragança · Veja mais »

João I de Portugal

João I de Portugal (Lisboa, – Lisboa), conhecido como o Mestre de Avis e apelidado de "o de Boa Memória", foi o rei de Portugal e dos Algarves de 1385 até sua morte, sendo o primeiro monarca português da Casa de Avis.

Novo!!: Casa de Bragança e João I de Portugal · Veja mais »

João I, Duque de Bragança

João I de Bragança, 6.º Duque de Bragança, nasceu em 1543, morreu em Vila Viçosa em 22 de Fevereiro de 1583.

Novo!!: Casa de Bragança e João I, Duque de Bragança · Veja mais »

João II de Portugal

João II (Lisboa, – Alvor), apelidado de "o Príncipe Perfeito", foi o Rei de Portugal e dos Algarves em dois períodos diferentes, primeiro durante quatro dias em novembro de 1477 e depois de 1481 até sua morte.

Novo!!: Casa de Bragança e João II de Portugal · Veja mais »

João IV de Portugal

João IV (Vila Viçosa, – Lisboa), apelidado de João, o Restaurador, foi o Rei de Portugal e Algarves de 1640 até à sua morte, e Duque de Bragança entre 1630 e 1645.

Novo!!: Casa de Bragança e João IV de Portugal · Veja mais »

Língua castelhana

O castelhano (castellano) ou espanhol (español) é uma língua românica ocidental do grupo ibero-românico que evoluiu a partir de vários dialetos do latim falados no centro-norte da Península Ibérica por volta do século IX.

Novo!!: Casa de Bragança e Língua castelhana · Veja mais »

Lei da Proscrição

A Lei de Proscrição é uma lei que a República Portuguesa, através do seu recente regime republicano em oposição ao monárquico, fez sair em decreto de 15 de Outubro de 1910 em que declarava proscrita a família da dinastia de Bragança, que constituía a dinastia deposta pela Revolução de 5 de Outubro de 1910, expulsando-a, para sempre, do território de Portugal.

Novo!!: Casa de Bragança e Lei da Proscrição · Veja mais »

Lei do Banimento (Portugal)

A Lei do Banimento foi uma lei promulgada em 19 de dezembro de 1834 pela Rainha D. Maria II de Portugal na qual, após a Guerra Civil (1828-1834), se obrigou ao exílio o ex-infante Miguel de Bragança, então já destituído do estatuto de realeza e dos direitos de sucessão ao trono de Portugal, e a todos os seus descendentes.

Novo!!: Casa de Bragança e Lei do Banimento (Portugal) · Veja mais »

Liberalismo clássico

O liberalismo clássico, também referido como liberalismo tradicional, liberalismo laissez-faireIan Adams, Political Ideology Today (Manchester: Manchester University Press, 2001), 20.

Novo!!: Casa de Bragança e Liberalismo clássico · Veja mais »

Linha de sucessão ao trono português

O trono português é o trono actualmente reivindicado pela descendência da Casa de Bragança-Saxe-Coburgo-Gota.

Novo!!: Casa de Bragança e Linha de sucessão ao trono português · Veja mais »

Lisboa

Lisboa GCTE é a capital de Portugal e a cidade mais populosa do país.

Novo!!: Casa de Bragança e Lisboa · Veja mais »

Lista de monarcas de Portugal

Bandeira dos Reis de Portugal (séculos XVIII–XX) Esta é uma lista de Reis de Portugal desde a independência do Condado Portucalense em relação ao reino de Leão, em 1139, sob a chefia de Dom Afonso Henriques, então conde de Portucale, e primeiro rei de Portugal como, até à Implantação da República Portuguesa, em 5 de outubro de 1910, que depôs o último rei português, Dom Manuel II.

Novo!!: Casa de Bragança e Lista de monarcas de Portugal · Veja mais »

Lista de monarcas do Brasil

Diversos monarcas governaram o território que hoje corresponde ao Brasil, da descoberta deste em 22 de abril de 1500 até a proclamação da República em 15 de novembro de 1889.

Novo!!: Casa de Bragança e Lista de monarcas do Brasil · Veja mais »

Luís Filipe, Príncipe Real de Portugal

Luís Filipe de Bragança (nome completo: Luís Filipe Maria Carlos Amélio Fernando Victor Manuel António Lourenço Miguel Rafael Gabriel Gonzaga Xavier Francisco de Assis Bento de Orleãns-Bragança e Saxe-Coburgo-Gotha) GCNSC (Santa Maria de Belém, Lisboa a 21 de Março de 1887 - Praça do Comércio, Lisboa, 1 de fevereiro de 1908) foi Príncipe Real de Portugal, tendo sido Príncipe da Beira antes da subida de seu pai ao trono.

Novo!!: Casa de Bragança e Luís Filipe, Príncipe Real de Portugal · Veja mais »

Luís I de Portugal

D.

Novo!!: Casa de Bragança e Luís I de Portugal · Veja mais »

Maldição dos Braganças

O rei D. João IV de Portugal. A Maldição dos Braganças é um mito, citado em diversas crônicas a respeito das antigas famílias reinantes do Império do Brasil (1822-1889) e do reino de Portugal (1139-1910) e portanto, também do império ultramarino português.

Novo!!: Casa de Bragança e Maldição dos Braganças · Veja mais »

Manuel I de Portugal

Manuel I (Alcochete, – Lisboa), apelidado de "o Afortunado","O Venturoso" e "o Bem-Aventurado", foi o Rei de Portugal e Algarves de 1495 até à sua morte.

Novo!!: Casa de Bragança e Manuel I de Portugal · Veja mais »

Manuel II de Portugal

Manuel II (Lisboa, – Londres), também chamado "o Patriota" ou "o Desaventurado", foi o último Rei de Portugal e dos Algarves de 1908 até à sua deposição em 1910 com a Implantação da República Portuguesa.

Novo!!: Casa de Bragança e Manuel II de Portugal · Veja mais »

Maria II de Portugal

Maria II (Rio de Janeiro, – Lisboa), apelidada de "a Educadora" e "a Boa Mãe", foi a Rainha de Portugal e Algarves em dois períodos diferentes, primeiro de 1826 até ser deposta em 1828 por seu tio Miguel, e depois de 1834 até sua morte.

Novo!!: Casa de Bragança e Maria II de Portugal · Veja mais »

Maria Pia de Saxe-Coburgo e Bragança

Maria Pia de Bragança (Lisboa, Coração de Jesus, 13 de março de 1907 Verona, 6 de maio de 1995) foi uma escritora e jornalista portuguesa.

Novo!!: Casa de Bragança e Maria Pia de Saxe-Coburgo e Bragança · Veja mais »

Miguel I de Portugal

Miguel I (nome completo: Miguel Maria do Patrocínio João Carlos Francisco de Assis Xavier de Paula Pedro de Alcântara António Rafael Gabriel Joaquim José Gonzaga Evaristo; Queluz, 26 de outubro de 1802 – Wertheim, 14 de novembro de 1866), apelidado de "o Absolutista" e "o Tradicionalista", foi o Rei de Portugal e Algarves entre 1828 e 1834 e pretendente ao trono português entre 1834 e 1866, tendo sido o terceiro filho varão do rei D. João VI de Portugal e de D. Carlota Joaquina de Bourbon (ver secção: Questão da paternidade) e o irmão mais novo do rei D. Pedro IV, imperador Pedro I do Brasil.

Novo!!: Casa de Bragança e Miguel I de Portugal · Veja mais »

Miguel Januário de Bragança

Miguel Januário de Bragança (Kleinheubach, 19 de Setembro de 1853 — Seebenstein, 11 de Outubro de 1927) foi o único filho varão do ex-infante D. Miguel de Bragança e de sua esposa, Adelaide de Löwenstein-Wertheim-Rosenberg.

Novo!!: Casa de Bragança e Miguel Januário de Bragança · Veja mais »

Miguel Maria Maximiliano de Bragança

Miguel Maximiliano de Bragança (Reichenau an der Rax, 22 de Setembro de 1878 - 21 de Fevereiro de 1923) foi um pretendente miguelista ao estatuto de Infante de Portugal e ao título de duque de Viseu (enquanto filho mais velho do pretendente Miguel Januário de Bragança ao trono de Portugal).

Novo!!: Casa de Bragança e Miguel Maria Maximiliano de Bragança · Veja mais »

Miguelista

Miguelista é o nome dado na historiografia portuguesa aos apoiantes do chamado Miguelismo, nomeadamente os que lutaram pela legitimidade permanente do ex-infante D. Miguel de Bragança na linha de sucessão ao trono português e que vieram depois a fundar o Partido Legitimista e o Partido Realista que nele se integrou.

Novo!!: Casa de Bragança e Miguelista · Veja mais »

Monarquia absoluta

Monarquia absoluta ou absolutista, que se opõe à monarquia tradicional e à monarquia constitucional, é segundo a definição clássica a forma de governo monárquico ou monarquia na qual o monarca ou rei exerce o poder absoluto, isto é, independente e superior ao poder de outros órgãos do Estado.

Novo!!: Casa de Bragança e Monarquia absoluta · Veja mais »

Monarquia constitucional

Uma monarquia constitucional ou monarquia parlamentarista, que se opõe à monarquia tradicional e à monarquia absolutista, é um sistema político em monarquia que reconhece um rei eleito ou hereditário como chefe do Estado, mas em que há uma constituição (série de leis fundamentais) que limita os poderes do mesmo monarca.

Novo!!: Casa de Bragança e Monarquia constitucional · Veja mais »

Monarquia constitucional (Portugal)

A Monarquia Constitucional em Portugal foi um sistema governativo que vigorou entre 1820 e terminou com a queda da monarquia em 1910.

Novo!!: Casa de Bragança e Monarquia constitucional (Portugal) · Veja mais »

Monarquia de Portugal

A Monarquia de Portugal foi o regime político que vigorou em Portugal entre 1143 e 1910, compondo-se de quatro dinastias sucessivas: Borgonha, Avis, Habsburgo ou Filipina, e Bragança.

Novo!!: Casa de Bragança e Monarquia de Portugal · Veja mais »

Morgado

O morgado ou morgadio é uma forma de organização familiar que cria uma linhagem, bem como um código para designar os seus sucessores, estatutos e comportamentos.

Novo!!: Casa de Bragança e Morgado · Veja mais »

Mundo

Mundo é um termo utilizado em diversos contextos como sinónimo de planeta Terra ou mesmo de outros corpos celestes assemelhados aos planetas, especialmente os rochosos.

Novo!!: Casa de Bragança e Mundo · Veja mais »

Natal

Natal ou Dia de Natal é um feriado e festival religioso cristão comemorado anualmente em 25 de dezembro (nos países eslavos e ortodoxos, cujos calendários eram baseados no calendário juliano, o Natal é comemorado no dia 7 de janeiro).

Novo!!: Casa de Bragança e Natal · Veja mais »

Nobreza

Nobreza é um conceito de grande antiguidade, cujos significado e atributos variaram muito ao longo do tempo e nas diferentes regiões do mundo.

Novo!!: Casa de Bragança e Nobreza · Veja mais »

Nobreza de Portugal

A nobreza portuguesa era o estamento privilegiado do Reino de Portugal (1139-1910) até 5 de outubro de 1910, quando foi implantada a república em Portugal, em decorrência de um golpe de estado organizado pelo Partido Republicano Português, conhecido como a Revolução de 5 de Outubro de 1910.

Novo!!: Casa de Bragança e Nobreza de Portugal · Veja mais »

Nuno Álvares Pereira

Nuno Álvares Pereira (O.Carm.), também conhecido como o Santo Condestável, formalmente São Nuno de Santa Maria ou simplesmente Nun' Álvares (Paço do Bonjardim ou Flor da Rosa, Rau, Virgínia. Estudos de história medieval. Editorial Presença, 1986. Pág. 55. – Lisboa), foi um nobre e general português do século XIV.

Novo!!: Casa de Bragança e Nuno Álvares Pereira · Veja mais »

Ordem de Cristo

A Ordem de Nosso Senhor Jesus Cristo originalmente era uma ordem religiosa e militar, criada a 14 de março de 1319 pela bula pontifícia Ad ea ex-quibus do Papa João XXII, que, deste modo, atendia aos pedidos do rei Dom Dinis.

Novo!!: Casa de Bragança e Ordem de Cristo · Veja mais »

Ourém (Portugal)

Ourém (renomeada a partir de Vila Nova de Ourém) é uma cidade portuguesa pertencente ao distrito de Santarém, província da Beira Litoral, na região do Centro (Região das Beiras) e sub-região do Médio Tejo, em Portugal, com cerca de habitantes.

Novo!!: Casa de Bragança e Ourém (Portugal) · Veja mais »

Ouvidor

Ouvidor (do latim audītor,ōris, 'aquele que ouve, auditor') era a designação dos magistrados que superintendiam na justiça das terras senhoriais, em Portugal.

Novo!!: Casa de Bragança e Ouvidor · Veja mais »

Paço Ducal de Vila Viçosa

O Paço Ducal de Vila Viçosa é um importante monumento situado no Terreiro do Paço da vila alentejana do distrito de Évora.

Novo!!: Casa de Bragança e Paço Ducal de Vila Viçosa · Veja mais »

Pacto de Dover

Pacto de Dover, ou, na sua forma portuguesa, de Dôver, é a designação atribuída a um alegado acordo estabelecido a 30 de Janeiro de 1912 entre o rei D. Manuel II e um seu primo do ramo miguelista banido da sucessão, Miguel Januário de Bragança, no qual, supostamente, este último reconhecia D. Manuel II como legítimo rei de Portugal.

Novo!!: Casa de Bragança e Pacto de Dover · Veja mais »

Pacto de Paris

O Pacto de Paris foi um acordo alegadamente celebrado a 17 de Abril de 1922, entre o rei D. Manuel II de Portugal e Aldegundes de Bragança, condessa de Bardi, representante do seu sobrinho do ramo miguelista, o pretendente Duarte Nuno de Bragança, ambos no exílio, e firmado através dos respectivos procuradores.

Novo!!: Casa de Bragança e Pacto de Paris · Veja mais »

Panteão da Dinastia de Bragança

O Panteão da Dinastia de Bragança (também chamado de Panteão Real da Dinastia de Bragança ou Panteão dos Braganças), situado no interior do mosteiro da Igreja de São Vicente de Fora em Lisboa, é o lugar onde se encontram sepultados os restos mortais de muitos dos reis, príncipes reais e infantes da quarta e última dinastia real portuguesa, a Dinastia de Bragança, ainda que a mesma tenha ascendência na Casa de Avis, a segunda dinastia real portuguesa que governou Portugal de 1385 a 1580, e descendência na Casa de Bragança-Saxe-Coburgo-Gota, a última casa real que governou Portugal de 1853 a 1910.

Novo!!: Casa de Bragança e Panteão da Dinastia de Bragança · Veja mais »

Papa

Papa (possivelmente provém do latim "Papa", do grego πάππας, Pappas uma palavra carinhosa para pai) é o Bispo de Roma, e como tal, é o líder mundial da Igreja Católica Apostólica Romana.

Novo!!: Casa de Bragança e Papa · Veja mais »

Papa Clemente VIII

Clemente VIII, nascido Ippolito Aldobrandini (Florença, 24 de fevereiro de 1536 - Roma, 3 de março de 1605), foi Papa de 30 de Janeiro de 1592 até à data da sua morte.

Novo!!: Casa de Bragança e Papa Clemente VIII · Veja mais »

Papa Júlio III

O Papa Júlio III, nascido Gian Maria del Monte ou Giovanni Maria Giocci (Roma, 10 de setembro de 1487 — Roma, 23 de março de 1555), teve o seu pontificado de 7 de fevereiro de 1550 até à data da sua morte.

Novo!!: Casa de Bragança e Papa Júlio III · Veja mais »

Partido Republicano Português

O Partido Republicano Português foi o partido que propôs e conduziu à substituição da Monarquia Constitucional por uma República Liberal Parlamentar, em Portugal.

Novo!!: Casa de Bragança e Partido Republicano Português · Veja mais »

Pedro I do Brasil

Pedro I & IV (Queluz, – Queluz), apelidado de "o Libertador" e "o Rei Soldado", foi o primeiro Imperador do Brasil como Pedro I de 1822 até sua abdicação em 1831, e também Rei de Portugal e Algarves como Pedro IV entre março e maio de 1826.

Novo!!: Casa de Bragança e Pedro I do Brasil · Veja mais »

Pedro II de Portugal

Pedro II (Lisboa, – Alcântara), apelidado de "o Pacífico", foi o Rei de Portugal e Algarves de 1683 até sua morte, anteriormente servindo como regente de seu irmão o rei Afonso VI a partir de 1668 até sua ascensão ao trono.

Novo!!: Casa de Bragança e Pedro II de Portugal · Veja mais »

Pedro II do Brasil

Pedro II (Rio de Janeiro, 2 de dezembro de 1825 – Paris, 5 de dezembro de 1891), alcunhado o Magnânimo, foi o segundo e último Imperador do Império do Brasil durante 48 anos, de 1840 até sua deposição em 1889.

Novo!!: Casa de Bragança e Pedro II do Brasil · Veja mais »

Portugal

Portugal, oficialmente República Portuguesa, é um país soberano unitário localizado no sudoeste da Europa, cujo território se situa na zona ocidental da Península Ibérica e em arquipélagos no Atlântico Norte. O território português tem uma área total de, sendo delimitado a norte e leste por Espanha e a sul e oeste pelo oceano Atlântico, compreendendo uma parte continental e duas regiões autónomas: os arquipélagos dos Açores e da Madeira. Portugal é a nação mais a ocidente do continente europeu. O nome do país provém da sua segunda maior cidade, Porto, cujo nome latino-celta era Portus Cale. O território dentro das fronteiras atuais da República Portuguesa tem sido continuamente povoado desde os tempos pré-históricos: ocupado por celtas, como os galaicos e os lusitanos, foi integrado na República Romana e mais tarde colonizado por povos germânicos, como os suevos e os visigodos. No século VIII, as terras foram conquistadas pelos mouros. Durante a Reconquista cristã foi formado o Condado Portucalense,  estabelecido no século XI por Vímara Peres, um vassalo do rei das Astúrias. O condado tornou-se parte do Reino de León em 1097, e os condes de Portugal estabeleceram-se como governantes independentes do reino no século XII, após a batalha de São Mamede. Com o estabelecimento do Reino de Portugal em 1139, cuja independência foi reconhecida em 1143. Em 1297 foram definidas as fronteiras no tratado de Alcanizes, tornando Portugal no mais antigo Estado-nação da Europa. Nos séculos XV e XVI, como resultado de pioneirismo na Era dos Descobrimentos (ver: descobrimentos portugueses), Portugal expandiu a influência ocidental e estabeleceu um império que incluía possessões na África, Ásia, Oceânia e América do Sul, tornando-se a potência económica, política e militar mais importante de todo o mundo. O Império Português foi o primeiro império global da História e também o mais duradouro dos impérios coloniais europeus, abrangendo quase 600 anos de existência, desde a conquista de Ceuta em 1415, até à transferência de soberania de Macau para a China em 1999. No entanto, a importância internacional do país foi bastante reduzida durante o século XIX, especialmente após a independência do Brasil, a sua maior colónia. Com a Revolução de 1910, a monarquia terminou, tendo desde 1139 até 1910, 34 monarcas. A Primeira República Portuguesa foi muito instável, devido ao elevado parlamentarismo. O regime deu lugar à ditadura militar devido a um levantamento em 28 de maio de 1926. Em 1933, um novo regime autoritário, o Estado Novo, presidido por Salazar até 1968, geriu o país até 25 de abril de 1974. A democracia representativa foi instaurada após a Revolução dos Cravos, em 1974, que terminou a Guerra Colonial Portuguesa. As províncias ultramarinas de Portugal tornaram-se independentes, sendo as mais proeminentes Angola e Moçambique. Portugal é um país desenvolvido, com um Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) considerado como muito elevado. O país foi classificado na 19.ª posição em qualidade de vida (em 2005), tem um dos melhores sistemas de saúde do planeta e é, também, uma das nações mais globalizadas e pacíficas do mundo. É membro da Organização das Nações Unidas (ONU), da União Europeia (incluindo a Zona Euro e o Espaço Schengen), da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) e da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Portugal também participa em diversas missões de manutenção de paz das Nações Unidas.

Novo!!: Casa de Bragança e Portugal · Veja mais »

Príncipe herdeiro de Portugal

Desde o reinado de D. Duarte (1433-1438), o herdeiro presuntivo da coroa de Portugal, normalmente o filho varão mais velho do rei, passou a ter o título de Príncipe, distinguindo-se assim dos seus irmãos, que tinham o título de Infante.

Novo!!: Casa de Bragança e Príncipe herdeiro de Portugal · Veja mais »

Príncipe Real de Portugal

Príncipe Real de Portugal foi o título oficial atribuído aos Herdeiros Presuntivos da Coroa de Portugal, durante a Monarquia Constitucional (1822-1910), por oposição aos demais filhos do Casal Régio, que recebiam o título de Infante de Portugal.

Novo!!: Casa de Bragança e Príncipe Real de Portugal · Veja mais »

Questão dinástica portuguesa

Casa Real Portuguesa A chamada questão dinástica portuguesa é uma disputa familiar que vem ocorrendo entre os vários descendentes da família real portuguesa desde a metade do século XX.

Novo!!: Casa de Bragança e Questão dinástica portuguesa · Veja mais »

Regicídio de 1908

Em 1906, houve eleições e ganhou o partido chefiado por João Franco.

Novo!!: Casa de Bragança e Regicídio de 1908 · Veja mais »

Rei do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves

Rei do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves foi o título utilizado pelo monarca do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves.

Novo!!: Casa de Bragança e Rei do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves · Veja mais »

Reino de Castela

O Reino de Castela foi um dos antigos reinos da Península Ibérica formados durante a Reconquista.

Novo!!: Casa de Bragança e Reino de Castela · Veja mais »

Reino de Leão

O Reino de Leão foi um dos antigos reinos ibéricos surgidos no período da reconquista cristã sendo independente durante três períodos: de 910 a 1037 (sob domínio da casa Leonesa), de 1065 a 1072 (sob o domínio da casa de Navarra) e de 1157 a 1230 (sob o domínio da casa da Borgonha).

Novo!!: Casa de Bragança e Reino de Leão · Veja mais »

Reino de Portugal

O Reino de Portugal era a denominação de Portugal sob a governação de um regime monárquico, e no início ainda sem o reino dos Algarves.

Novo!!: Casa de Bragança e Reino de Portugal · Veja mais »

Reino Unido

Reino Unido (United Kingdom - UK), oficialmente Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte(), é um Estado soberano insular localizado em frente à costa noroeste do continente europeu.

Novo!!: Casa de Bragança e Reino Unido · Veja mais »

Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves

Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves foi a designação oficial assumida em 16 de dezembro de 1815, a elevação do então Estado do Brasil (1621-1815), uma colónia portuguesa, a reino unido com o Reino de Portugal (sua metrópole soberana até então) e Algarve, devido à transferência da família real e da nobreza portuguesa para o Brasil.

Novo!!: Casa de Bragança e Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves · Veja mais »

Religião

Religião (do latim religio, -onis) é um conjunto de sistemas culturais e de crenças, além de visões de mundo, que estabelece os símbolos que relacionam a humanidade com a espiritualidade e seus próprios valores morais.

Novo!!: Casa de Bragança e Religião · Veja mais »

Restauração da Independência

A Restauração da Independência, mais precisamente A Restauração de Portugal como país soberano, é o nome que se dá ao golpe de estado revolucionário ocorrido a, chefiado por um grupo designado de Os Quarenta Conjurados e que se alastrou por todo o Reino, pela revolta dos portugueses contra a tentativa da anulação da independência do Reino de Portugal pela governação da dinastia filipina castelhana.

Novo!!: Casa de Bragança e Restauração da Independência · Veja mais »

Revolução liberal do Porto

A Revolução do Porto, também referida como Revolução Liberal do Porto, foi um movimento de cunho liberal que ocorreu em 1820 e teve repercussões tanto na História de Portugal quanto na História do Brasil.

Novo!!: Casa de Bragança e Revolução liberal do Porto · Veja mais »

Século XX

O Século XX iniciou em 1° de janeiro de 1901 e terminou em 31 de dezembro de 2000.

Novo!!: Casa de Bragança e Século XX · Veja mais »

Sebastião I de Portugal

Sebastião (Lisboa, – Alcácer-Quibir), apelidado de "o Desejado" e "o Adormecido", foi o Rei de Portugal e Algarves de 1557 até sua morte.

Novo!!: Casa de Bragança e Sebastião I de Portugal · Veja mais »

Soberania

De acordo com Jean Bodin (1530-1596), soberania refere-se à entidade que não conhece superior na ordem externa nem igual na ordem interna.

Novo!!: Casa de Bragança e Soberania · Veja mais »

Teodósio I, Duque de Bragança

Teodósio I de Bragança (—) foi o quinto Duque de Bragança.

Novo!!: Casa de Bragança e Teodósio I, Duque de Bragança · Veja mais »

Teodósio II, Duque de Bragança

Teodósio II de Bragança (Vila Viçosa, 28 de Abril de 1568 — Vila Viçosa, 29 de Novembro de 1630) foi o 7° Duque de Bragança.

Novo!!: Casa de Bragança e Teodósio II, Duque de Bragança · Veja mais »

Teresa de Leão

Teresa de Leão, condessa de Portugal (em galaico-português: Tarasia ou Tareja de Portugal, mais conhecida em Portugal apenas por Dona Teresa; — Póvoa de Lanhoso ou Mosteiro de Montederramo, 11 de novembro de 1130) foi condessa de Portugal de 1112 a 1128.

Novo!!: Casa de Bragança e Teresa de Leão · Veja mais »

Tesouraria

Uma tesouraria ou tesoiraria é o órgão de uma entidade (um governo, um partido político, uma autarquia ou qualquer outra instituição) encarregado da contabilidade, armazenamento ou transações de dinheiro.

Novo!!: Casa de Bragança e Tesouraria · Veja mais »

União Ibérica

União ibérica foi a unidade política que regeu a Península Ibérica de 1580 a 1640, resultado da união dinástica entre as monarquias de Portugal e da Espanha após a Guerra da Sucessão Portuguesa.

Novo!!: Casa de Bragança e União Ibérica · Veja mais »

Véspera de Ano-Novo

A Véspera de Ano-Novo, também chamada de réveillon, virada de ano, ou passagem de ano refere-se ao dia 31 de dezembro, precedente ao Dia de Ano-Novo nos países que seguem o calendário gregoriano.

Novo!!: Casa de Bragança e Véspera de Ano-Novo · Veja mais »

Véspera de Natal

Véspera de Natal refere-se à noite ou todo dia que precede o dia de Natal, um festival que comemora o nascimento de Jesus de Nazaré.

Novo!!: Casa de Bragança e Véspera de Natal · Veja mais »

Ventura Ledesma Abrantes

Ventura Ledesma Abrantes (Olivença, 13 de maio de 1883 Estoril, 12 de junho de 1956) foi um líder nacionalista português, fundador do grupo irredentista Amigos de Olivença.

Novo!!: Casa de Bragança e Ventura Ledesma Abrantes · Veja mais »

Vila Viçosa

Vila Viçosa é uma vila portuguesa no Distrito de Évora, na região do Alentejo e na sub-região do Alentejo Central, com 5 023 habitantes (2012).

Novo!!: Casa de Bragança e Vila Viçosa · Veja mais »

1442

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XV do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi G (52 semanas), teve início numa segunda-feira e terminou também numa segunda-feira.

Novo!!: Casa de Bragança e 1442 · Veja mais »

1534

(na numeração romana) foi um ano comum do século XVI do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi D (53 semanas), teve início a uma quinta-feira e terminou também a uma quinta-feira.

Novo!!: Casa de Bragança e 1534 · Veja mais »

1581

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XVI do Calendário Juliano, da Era de Cristo, a sua letra dominical foi A (52 semanas), teve início a um domingo e terminou também a um domingo.

Novo!!: Casa de Bragança e 1581 · Veja mais »

1836

---- (na numeração romana) foi um ano bissexto do século XIX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e as suas letras dominicais foram C e B (52 semanas), teve início a uma sexta-feira e terminou a um sábado.

Novo!!: Casa de Bragança e 1836 · Veja mais »

1910

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi B (52 semanas), teve início a um sábado e terminou também a um sábado.

Novo!!: Casa de Bragança e 1910 · Veja mais »

1920

---- (na numeração romana) foi um ano bissexto do século XX do atual calendário gregoriano e as suas letras dominicais foram D e C (53 semanas), teve início a uma quinta-feira e terminou a uma sexta-feira.

Novo!!: Casa de Bragança e 1920 · Veja mais »

1921

(na numeração romana) foi um ano comum do século XX do actual calendário gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi B (52 semanas), teve início a um sábado e terminou também a um sábado.

Novo!!: Casa de Bragança e 1921 · Veja mais »

1932

1932 (na numeração romana) foi um ano bissexto, de 366 dias, do Calendário Gregoriano, as suas letras dominicais foram C e B, teve 52 semanas, início a uma sexta-feira e terminou a um sábado.

Novo!!: Casa de Bragança e 1932 · Veja mais »

1983

Sem descrição

Novo!!: Casa de Bragança e 1983 · Veja mais »

2006

Correspondeu aos anos 5766-5767 no calendário judaico, 5107-5108 no calendário hindu, 1426-1427 no calendário islâmico, 1384-1385 no calendário iraniano, 4703 no calendário chinês, e 2759 a.U.c..

Novo!!: Casa de Bragança e 2006 · Veja mais »

5 de outubro

1910: Implantação da República Portuguesa.

Novo!!: Casa de Bragança e 5 de outubro · Veja mais »

Redireciona aqui:

Casa Ducal de Bragança, Casa de bragança, D. Afonso de Santa Maria, D. Dinis de Santa Maria, D. Maria Francisca, D. dinis de santa maria, D. maria francisca, Dinastia de bragança, Dinis de santa maria de bragança, Dom Duarte Nuno, Dom duarte nuno, Duarte I de Bragança, Duarte II Pio de Bragança, Duarte II de Bragança, Miguel II, Duque de Bragança, Miguel de Bragança, 7.º Duque de Viseu, Miguel de bragança, 7.º duque de viseu, Miguel ii de bragança, Quarta Dinastia, Sereníssima Casa de Bragança.

CessanteEntrada
Ei! Agora estamos em Facebook! »