Logotipo
Unionpédia
Comunicação
Disponível no Google Play
Novo! Faça o download do Unionpédia em seu dispositivo Android™!
Livre
Acesso mais rápido do que o navegador!
 

Ba'al Hammon

Índice Ba'al Hammon

Baʿal Hammon, Baal Hammon, Ba'al Khamon ou Baal-Ammon (em púnico: lbʻl ḥmn; "governante de uma multidão"), por vezes alcunhado "Saturno africano", era a divindade central da religião cartaginesa, a quem era oferecido o sacrifício do molk.

54 relações: Abraão, Acre (Israel), Aser, Baal, Babilónia (cidade), Bacia do Mediterrâneo, Batalha de Hímera (480 a.C.), Berberes, Caldeia, Canaã, Cananeus, Cartago, Cântico dos Cânticos, Cilícia, Civilização cartaginesa, Cronos, Dagom, Dotã, El (deus), Ernest Renan, Escavação, Fenícia, Grécia Antiga, Hímera, Hebreus, Interpretatio graeca, Istar (mitologia), Língua acádia, Língua púnica, Língua ugarítica, Lista de festivais da Roma Antiga, Livro de Josué, Melcarte, Museu Nacional do Bardo, Nipur, Norte de África, Palestina, Roma Antiga, Sacrifício, Salomão, Saturnália, Saturno (mitologia), Síria, Segunda Guerra Púnica, Shekel, Suméria, Tanit, Tiro, Titã, Tofete, ..., Tunes, Ur, Vénus (planeta), Vinha. Expandir índice (4 mais) »

Abraão

Abraão (em hebraico: אברהם, Avraham ou ’Abhrāhām) é um personagem bíblico citado no Gênesis a partir do qual teriam se desenvolvido as religiões abraâmicas, as principais vertentes do monoteísmo: o judaísmo, o cristianismo e o islamismo.

Novo!!: Ba'al Hammon e Abraão · Veja mais »

Acre (Israel)

Acre (עַכּוֹ, transl. Akko; عكّا, ʻAkkā) é uma cidade de Israel situada na região da Galileia, a norte da Baía de Haifa, na costa do Mediterrâneo e localizada num promontório próximo do Monte Carmelo.

Novo!!: Ba'al Hammon e Acre (Israel) · Veja mais »

Aser

Aser (em hebraico: אָשֵׁר, hebraico moderno Ašer, hebraico tiberiano ʾĀšēr), segundo a Bíblia, é o um dos 12 filhos de Jacó, resultado de sua união com Zilpa, criada de Lia.

Novo!!: Ba'al Hammon e Aser · Veja mais »

Baal

Baal (בַּעַל.) é uma palavra semítica que significa Senhor ou Lorde.

Novo!!: Ba'al Hammon e Baal · Veja mais »

Babilónia (cidade)

2.º milénio (Babel; Bābil; Bāb-ili(m); KÁ.DINGIR.RA) foi uma cidade da região homónima, na Mesopotâmia, situada nas margens do rio Eufrates.

Novo!!: Ba'al Hammon e Babilónia (cidade) · Veja mais »

Bacia do Mediterrâneo

A bacia do Mediterrâneo é um conceito geográfico com conotações históricas e culturais.

Novo!!: Ba'al Hammon e Bacia do Mediterrâneo · Veja mais »

Batalha de Hímera (480 a.C.)

A Batalha de Hímera foi uma batalha travada na Sicília, opondo forças invasoras cartaginesas contra os gregos locais.

Novo!!: Ba'al Hammon e Batalha de Hímera (480 a.C.) · Veja mais »

Berberes

Mapa dos grupos berberes Os berberes (que chamam a si próprios Imazighen, ou seja, "homens livres"; singular Amazigh) referem-se ao conjunto de povos do Norte de África que falam línguas berberes, da família de línguas afro-asiáticas.

Novo!!: Ba'al Hammon e Berberes · Veja mais »

Caldeia

A Caldeia foi uma nação semítica que existiu entre o final do século X (ou início do IX) e meados do século VI AC, após o qual ela e seu povo foram absorvidos e assimilados à Babilônia.

Novo!!: Ba'al Hammon e Caldeia · Veja mais »

Canaã

Canaã é a antiga denominação da região correspondente à área do atual Estado de Israel (inclusive as Colinas de Golã), da Faixa de Gaza, da Cisjordânia, de parte da Jordânia (uma faixa na margem oriental do Rio Jordão), do Líbano e de parte da Síria (uma faixa junto ao Mar Mediterrâneo, na parte sul do litoral da Síria) (Números 34:1-15 e Deuteronômio 3:8).

Novo!!: Ba'al Hammon e Canaã · Veja mais »

Cananeus

Punhal de Gebel el Arak. Cananeus ou canaanitas (כנענים, transl. Kna'anim, hebraico tiberiano Kənaʻănîm), segundo a Bíblia, teriam sido uma das sete divisões étnicas ou "nações" expulsas pelos israelitas após o Êxodo (outras destas nações foram os hititas, girgaseus, amoritas, perisitas, hivitas e os jebusitas (Deuteronômio, 7:1). Eram os habitantes do reino antigo de Canaã, situado no Oriente Médio, correspondendo aproximadamente ao território de Israel nos dias de hoje.

Novo!!: Ba'al Hammon e Cananeus · Veja mais »

Cartago

Cartago (do fenício: Qart - ḥadašt, "Nova Cidade") foi uma antiga cidade, originariamente uma colônia fenícia no norte da África, situada a leste do lago de Túnis, perto do centro de Túnis, na Tunísia.

Novo!!: Ba'al Hammon e Cartago · Veja mais »

Cântico dos Cânticos

iluminado da Biblioteca Estatal de Bamberg, na Alemanha. O Cântico dos Cânticos (שִׁיר הַשִּׁירִים, Šīr HašŠīrīm; ᾎσμα ᾈσμάτων, Âisma Aismátōn), conhecido também como Cantares, Cânticos de Salomão ou Cântico Superlativo, é o quarto livro da terceira seção (Ketuvim) da Bíblia hebraica e um dos livros poéticos e sapienciais do Antigo Testamento da Bíblia cristã.

Novo!!: Ba'al Hammon e Cântico dos Cânticos · Veja mais »

Cilícia

Cilícia num mapa de 1903 Cilícia (br; Κιλικία; klkyʾy; em parta: kylkyʾ; Kilikya) era o nome de uma antiga região na costa sul da Ásia Menor, localizada imediatamente ao sul do platô central da Anatólia no território da moderna Turquia.

Novo!!: Ba'al Hammon e Cilícia · Veja mais »

Civilização cartaginesa

A civilização cartaginesa ou civilização púnica foi uma civilização da Antiguidade que se desenvolveu na Bacia do Mediterrâneo entre o fim do e meados do e esteve na origem de uma das maiores potências comerciais e militares do seu tempo.

Novo!!: Ba'al Hammon e Civilização cartaginesa · Veja mais »

Cronos

Cronos (Krónos), na mitologia grega, é o mais jovem dos titãs, filho de Urano, o céu estrelado, e Gaia, a terra. Cronos era o rei dos titãs e o grande deus do tempo, sobretudo quando este é visto em seu aspecto destrutivo, o tempo inexpugnável que rege os destinos e a tudo devora. O titã Cronos serviu de inspiração para a antiga seita órfica criar a figura de Chronos, a quem chamavam de o "deus primordial do tempo". Vale ressaltar que o modo de vida dos órficos causava grande estranheza entre os gregos e a nova teogonia criada por eles era, da mesma forma, repudiada pelo culto cívico e popular das póleis gregas. O que quer dizer que, para os gregos comuns, o titã Cronos (e somente ele) era o deus do tempo por excelência. A pedido de sua mãe se tornou senhor do céu, castrando o pai com um golpe de foice. A partir de então, o mundo foi governado pela linhagem dos titãs que, segundo Hesíodo, constituía a segunda geração divina. Foi durante o reinado de Cronos que a humanidade (recém-nascida) viveu a sua "Idade de Ouro". ''Cronos e Reia'' Reprodução de baixo-relevo romano Cronos casou com a sua irmã Reia, que lhe deu seis filhos (os crónidas): três mulheres, Héstia, Deméter e Hera e três homens, Hades, Posídon e Zeus. Como tinha medo de ser destronado por causa de uma maldição de um oráculo, Cronos engolia os filhos ao nascerem. Comeu todos, exceto Zeus, que Reia conseguiu salvar enganando Cronos ao enrolar uma pedra em um pano, a qual ele engoliu sem perceber a troca. Quando Zeus cresceu, resolveu vingar-se de seu pai, solicitando para esse feito o apoio de Métis - a Prudência - filha do titã Oceano. Esta ofereceu a Cronos uma poção mágica, que o fez vomitar os filhos que tinha devorado. Então Zeus tornou-se senhor do céu e divindade suprema da terceira geração de deuses da mitologia grega, ao banir os titãs para o Tártaro e afastar o pai do trono. Segundo as palavras de Homero, Zeus prendeu-o com correntes no mundo subterrâneo, onde foi encontrado, após dez anos de luta encarniçada, pelos seus irmãos, os titãs, que tinham pensado poder reconquistar o poder de Zeus e dos deuses do Olimpo. Em algumas variantes do mito, Cronos e os titãs são alcançados pela misericórdia de Zeus, libertados do Tártaro e cada qual retoma a sua função cosmológica no universo. Com a permissão do filho, Cronos torna-se, então, o governante dos Campos Elísios, o paraíso da mitologia grega e lugar de descanso para os mortos bem-aventurados. Categoria:Titãs (mitologia) Categoria:Deidades do tempo e destino Categoria:Deuses da Grécia Categoria:Saturno (mitologia).

Novo!!: Ba'al Hammon e Cronos · Veja mais »

Dagom

Dagon ou Dagom é um deus fenício e cananeu.

Novo!!: Ba'al Hammon e Dagom · Veja mais »

Dotã

Vistas do Norte. Joseph's Well em Dotã Dotã (em hebraico: דֹתָן) (também, Dotaim) foi uma cidade situada ao norte de Siquém, e cerca de 100 km ao norte de Hebron.

Novo!!: Ba'al Hammon e Dotã · Veja mais »

El (deus)

Ēl (אל) é uma palavra semitica do Noroeste traduzido em português quer como deus ou como Deus e às vezes não traduzida como El, dependendo do contexto.

Novo!!: Ba'al Hammon e El (deus) · Veja mais »

Ernest Renan

Joseph Ernest Renan (Tréguier, 28 de fevereiro de 1823 — Paris, 2 de outubro de 1892) foi um escritor, filósofo, teólogo, filólogo e historiador francês.

Novo!!: Ba'al Hammon e Ernest Renan · Veja mais »

Escavação

Escavação é a remoção de terra em torno de objetos ou fósseis soterrados.

Novo!!: Ba'al Hammon e Escavação · Veja mais »

Fenícia

A Civilização Fenícia (em fenício: ��‏��‏��‏��‏, Knaˁn; Kna'an; Phoiníkē; Phœnicia; فينيقيا) foi uma civilização da Antiguidade cujo epicentro se localizava no norte da antiga Canaã, ao longo das regiões litorâneas dos atuais Líbano, Síria e norte de Israel.

Novo!!: Ba'al Hammon e Fenícia · Veja mais »

Grécia Antiga

O Partenon, um templo dedicado à deusa Atena, localizado na Acrópole de Atenas, é um dos símbolos mais representativos da cultura e da sofisticação dos gregos antigos Mapa das colônias gregas no mar Mediterrâneo durante o Período Arcaico. Grécia Antiga é o termo geralmente usado para descrever o mundo antigo grego e áreas próximas (tais como Chipre, Anatólia, sul da Itália, da França e costa do mar Egeu, além de assentamentos gregos no litoral de outros países, como o Egito).

Novo!!: Ba'al Hammon e Grécia Antiga · Veja mais »

Hímera

Hímera foi uma colónia grega fundada na costa norte da Sicília por volta de 649-648 a.C. por colonos de Zancle (Messina), acompanhados por exilados de Siracusa.

Novo!!: Ba'al Hammon e Hímera · Veja mais »

Hebreus

Os antigos hebreus (etnônimo possivelmente oriundo do termo hebraico Éber, ou עברים, transl.ʿIvrim, significando "povo do outro lado do rio") foram um povo semítico da região do Levante, localizado no Oriente Médio.

Novo!!: Ba'al Hammon e Hebreus · Veja mais »

Interpretatio graeca

Interpretatio graeca (latim para "tradução grega" ou "interpretação através de gregos") é um discurso no qual as práticas religiosas, divindades e mitos gregos são usados para interpretar ou tentar compreender a mitologia e religião de outras culturas.

Novo!!: Ba'al Hammon e Interpretatio graeca · Veja mais »

Istar (mitologia)

Detalhe da reconstrução da Porta de Istar (Museu de Pérgamo, Berlim) Istar (DISHTAR DINGIR) é a deusa dos acádios ou Namu, dos antecessores sumérios, cognata da deusa Asterote dos filisteus, de Ísis dos egípcios, Inana dos sumérios e da Astarte dos fenícios.

Novo!!: Ba'al Hammon e Istar (mitologia) · Veja mais »

Língua acádia

O acádio (lišānum akkadītum), também conhecido como acadiano ou assiro-babilônio era uma língua semítica (parte da família afro-asiática) falada na antiga Mesopotâmia, particularmente pelos assírios e babilônios.

Novo!!: Ba'al Hammon e Língua acádia · Veja mais »

Língua púnica

O púnico é uma língua semítica extinta, falada na região mediterrânea do norte da África e algumas ilhas do Mar Mediterrâneo pelos povos da cultura púnica (de origem fenícia) até por volta do século IV d.C.

Novo!!: Ba'al Hammon e Língua púnica · Veja mais »

Língua ugarítica

O idioma ugarítico só é conhecido na forma de escritos encontrados, inicialmente, na cidade perdida de Ugarit, na Síria, desde sua descoberta por arqueólogos franceses em 1928.

Novo!!: Ba'al Hammon e Língua ugarítica · Veja mais »

Lista de festivais da Roma Antiga

Estátua de Jano.

Novo!!: Ba'al Hammon e Lista de festivais da Roma Antiga · Veja mais »

Livro de Josué

6).Iluminura de Jean Fouquet (séc. XV). O Livro de Josué (ספר יהושע, Sefer Yĕhôshúa) é o sexto livro da Bíblia hebraica (e do Antigo Testamento cristão) e o primeiro livro da história deuteronômica, a história de Israel da conquista de Canaã até o exílio na Babilônia.

Novo!!: Ba'al Hammon e Livro de Josué · Veja mais »

Melcarte

Melcarte (também conhecido pelas transliterações Melqart, Melkart, Melkarth ou Melgart, do fenício Milk-Qart, "Rei da Cidade"; em acádio: Milqartu) era o deus tutelar da cidade fenícia de Tiro, assim como Eshmun protegia Sídon.

Novo!!: Ba'al Hammon e Melcarte · Veja mais »

Museu Nacional do Bardo

Interior do Museu Nacional do Bardo em 2005 Museu Nacional do Bardo (المتحف الوطني بباردو; Musée national du Bardo) é um museu localizado em Túnis, capital da Tunísia.

Novo!!: Ba'al Hammon e Museu Nacional do Bardo · Veja mais »

Nipur

Nipur ou Nippur (sumério Nibru, acádio Niburu, "lugar de passagem") era uma importante cidade dos Sumérios onde estava o templo do seu deus principal, Enlil.

Novo!!: Ba'al Hammon e Nipur · Veja mais »

Norte de África

O Norte de África (Norte da África, Norte d'África, África do Norte, África setentrional ou África branca (por oposição à África Negra)) compreende os países localizados no norte do continente africano, junto ao Mediterrâneo, nomeadamente Marrocos, Tunísia, Argélia, Líbia e Egito.

Novo!!: Ba'al Hammon e Norte de África · Veja mais »

Palestina

Fronteiras do Estado da Palestina (Cisjordânia e Faixa de Gaza) Palestina (فلسطين, translit. Filasṭīn; פלשתינה; Παλαιστίνη, transl. Palaistinē, e Palæstina), é a denominação histórica dada pelo Império Romano a partir de um nome hebraico bíblico, a uma região do Oriente Médio situada entre a costa oriental do Mediterrâneo e as atuais fronteiras ocidentais do Iraque e Arábia Saudita, hoje compondo os territórios da Jordânia e Israel, além do sul do Líbano e os territórios da Faixa de Gaza e Cisjordânia.

Novo!!: Ba'al Hammon e Palestina · Veja mais »

Roma Antiga

Roma Antiga foi uma civilização itálica que surgiu no século VIII a.C. Localizada ao longo do Mar Mediterrâneo e centrada na cidade de Roma, na Península Itálica, expandiu-se para se tornar um dos maiores impérios do mundo antigo, com uma estimativa de 50 a 90 milhões de habitantes (cerca de 20% da população global na épocaMcEvedy and Jones (1978).an average of figures from different sources as listed at the US Census Bureau's; see also *Kremer, Michael (1993). "Population Growth and Technological Change: One Million B.C. to 1990" in The Quarterly Journal of Economics 108(3): 681–716.) e cobrindo 6,5 milhões de quilômetros quadrados no seu auge entre os séculos I e II.

Novo!!: Ba'al Hammon e Roma Antiga · Veja mais »

Sacrifício

Sacrifício (do Latim: Sacrificium; literalmente: "ofício sagrado"), também conhecido como imolação, oblação, oblata, oferenda ou oferta, é a prática de oferecer aos deuses, na qualidade de alimento, a vida (designada como "vítima") de animais, humanos, colheitas e plantações, como acto de propiciação ou culto.

Novo!!: Ba'al Hammon e Sacrifício · Veja mais »

Salomão

Salomão foi um rei de Israel (mencionado, sobretudo, no Livro dos Reis), filho de David com Bate-Seba, que teria se tornado o terceiro rei de Israel, governando durante cerca de quarenta anos (segundo algumas cronologias bíblicas, de 966 a 926 a.C.).

Novo!!: Ba'al Hammon e Salomão · Veja mais »

Saturnália

"Ave, Caesar! Io, Saturnalia!", quadro de Sir Lawrence Alma-Tadema, 1880 A Saturnália era um festival da Antiga Roma em honra ao deus Saturno, que ocorria em 17 de dezembro no Calendário juliano e mais tarde se estendendo com festividades até 23 de dezembro.

Novo!!: Ba'al Hammon e Saturnália · Veja mais »

Saturno (mitologia)

Saturno (Saturnus) é um deus romano do tempo equivalente ao grego Cronos.

Novo!!: Ba'al Hammon e Saturno (mitologia) · Veja mais »

Síria

Síria (sūriyyaħ; ou سوريا; transl.), oficialmente República Árabe Síria (al-jumhūriyyaħ al-ʕarabiyyaħ as-sūriyyaħ) é um país localizado na Ásia Ocidental.

Novo!!: Ba'al Hammon e Síria · Veja mais »

Segunda Guerra Púnica

A Segunda Guerra Púnica é o mais conhecido dos confrontos bélicos acontecidos no quadro das Guerras Púnicas entre as duas potências que então dominavam o Mediterrâneo ocidental: Roma e Cartago.

Novo!!: Ba'al Hammon e Segunda Guerra Púnica · Veja mais »

Shekel

Siclo de Cartago, por volta de 310-290 a.C. O shekel, também grafado sheqel, shequel ou, na sua forma aportuguesada, xéquel (em hebraico: שקל; plural: shekels, sheqels, sheqalim, em hebraico: שקלים‎), ou siclo em português, refere-se a uma das mais antigas unidades de peso, utilizada posteriormente como nome da moeda corrente do povo israelita.

Novo!!: Ba'al Hammon e Shekel · Veja mais »

Suméria

A Suméria (na Bíblia, Sinar; do acádio Šumeru; em sumério: ki-en-ĝir15, algo como "terra de reis civilizados" ou "terra nativa"ĝir15 significa "nativo", "local", e, em alguns contextos, "nobre" (The Pennsylvania Sumerian Dictionary). Literalmente, "terra dos senhores nativos ("locais", "nobres"). Stiebing (1994) traduziu o termo como "Terra dos Senhores do Esplendor" (William Stiebing, Ancient Near Eastern History and Culture). Postgate (1994) interpreta en como um substituto de eme, "idioma", traduzindo o nome como "terra do idioma sumério" (. Postgate acredita que é possível que eme, "língua", "idioma", tenha se tornado en, "senhor", através de uma assimilação consonantal.)) foi uma antiga civilização e o nome dado à região histórica habitada por essa civilização, no sul da Mesopotâmia, atual sul do Iraque e Kuwait, durante a Idade do Cobre (ou Calcolítico) e a Idade do Bronze inicial.

Novo!!: Ba'al Hammon e Suméria · Veja mais »

Tanit

Brincos com a forma do símbolo de Tanit descobertos em Ascalão, atualmente em Israel Tanit (em fenício e púnico: ´TNT), Tinnit, Tennit ou Tannou era uma deusa púnica e fenícia e a principal divindade de Cartago juntamente com o seu consorte Baʿal Hammon.

Novo!!: Ba'al Hammon e Tanit · Veja mais »

Tiro

Tiro é uma cidade fenícia no Líbano na costa do mar Mediterrâneo, a cerca de 30 quilómetros de Sídon.

Novo!!: Ba'al Hammon e Tiro · Veja mais »

Titã

Os titãs (masculino) e as titânides (feminino) (em grego antigo, singular: Τιτάν e Τιτανίς, plural: Τiτάνες e Τιτανίδες), na mitologia grega, estão entre as entidades que enfrentaram Zeus e os demais deuses olímpicos na sua ascensão ao poder.

Novo!!: Ba'al Hammon e Titã · Veja mais »

Tofete

Tofete (תופת ha-tōpheth; Ταφεθ; Topheth) significa Lugar de chama.

Novo!!: Ba'al Hammon e Tofete · Veja mais »

Tunes

(em amazigue: Tunes, ⵜⵓⵏⴻⵙ) é a capital da Tunísia e da província (gouvernorat) homónima.

Novo!!: Ba'al Hammon e Tunes · Veja mais »

Ur

'''Ur''', localizada na região da Mesopotâmia Ur (em sumério: Urim; cuneiforme sumério: URIM2KI ou URIM5KI; acádio: Uru: vol. 1, parte 1. Página visitada em 15-12-2010.) foi uma importante cidade-estado na antiga Suméria, localizada nas proximidades da atual cidade de Tell el-Muqayyar, na província de Dhi Qar do Iraque.

Novo!!: Ba'al Hammon e Ur · Veja mais »

Vénus (planeta)

é o segundo planeta do Sistema Solar em ordem de distância a partir do Sol, orbitando-o a cada 224,7 dias.

Novo!!: Ba'al Hammon e Vénus (planeta) · Veja mais »

Vinha

Entende-se por vinha (quando é encontrado em grandes extensões é chamado de vinhedo) a plantação de videiras para produção de vinho ou uvas de mesa e passa.

Novo!!: Ba'al Hammon e Vinha · Veja mais »

Redireciona aqui:

Ba'al Ammon, Ba'al Amon, Ba'al Hamon, Ba'al Khamon, Ba'al-Hammon, Ba'al-Hamon, Ba'al-Khamon, Baal Ammon, Baal Amon, Baal Hammon, Baal Hamon, Baal-Ammon, Baal-Amon, Baal-Hammon, Baal-Hamon, Baal-Khamon, Baal-hammon, Baal-hamon, Ba´al Ammon, Ba´al Amon, Ba´al Hammon, Ba´al Hamon, Ba´al Khamon, Ba´al-Hammon, Ba´al-Hamon, Ba´al-Khamon, Baʿal Amon, Baʿal Hammon, Baʿal Hamon, Baʿal Khamon, Baʿal-Hammon, Baʿal-Hamon, Baʿal-Khamon.

CessanteEntrada
Ei! Agora estamos em Facebook! »