Logotipo
Unionpédia
Comunicação
Disponível no Google Play
Novo! Faça o download do Unionpédia em seu dispositivo Android™!
Livre
Acesso mais rápido do que o navegador!
 

Artur de Campos Henriques

Índice Artur de Campos Henriques

Artur Alberto de Campos Henriques GCTE • GCC (Porto, 28 de Abril de 1853 — Lisboa, 7 de Novembro de 1922) foi um político da última fase da monarquia constitucional portuguesa.

44 relações: Barão de Vila Nova de Foz Coa, Conde de Lagoaça, Ernesto Hintze Ribeiro, Fidalgo do Conselho, Francisco Ferreira do Amaral, Governo Civil, Judaísmo, Lisboa, Lista de chefes de governo de Portugal, Magistrado, Manuel II de Portugal, Ministério da Justiça, Ministério das Obras Públicas, Comércio e Indústria, Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito, Ordem Militar de Cristo, Par do Reino, Partido Regenerador, Político, Porto, Portugal, Santo Ildefonso, Sebastião Teles, Universidade de Coimbra, Visconde de Lagoaça, 11 de abril, 1853, 1891, 1893, 19 de maio, 1900, 1904, 1906, 1908, 1909, 1922, 20 de março, 20 de outubro, 25 de dezembro, 25 de junho, 26 de dezembro, 28 de abril, 4 de fevereiro, 57.º governo da Monarquia Constitucional, 7 de novembro.

Barão de Vila Nova de Foz Coa

Barão de Vila Nova de Foz Coa é um título nobiliárquico criado por D. Maria II de Portugal, por Decreto de 6 de Fevereiro de 1837, em favor de Francisco António de Campos Henriques.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e Barão de Vila Nova de Foz Coa · Veja mais »

Conde de Lagoaça

O título de Conde de Lagoaça foi criado por decreto de 31 de Outubro e por carta de 6 de Novembro de 1866 do rei D. Luís I de Portugal a favor de António José Antunes Navarro, 1º conde de Lagoaça.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e Conde de Lagoaça · Veja mais »

Ernesto Hintze Ribeiro

Ernesto Rodolfo Hintze Ribeiro (Ponta Delgada, 7 de novembro de 1849 — Lisboa, 1 de agosto de 1907) foi um político português de origem açoriana.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e Ernesto Hintze Ribeiro · Veja mais »

Fidalgo do Conselho

Fidalgo do Conselho era a designação dada aos fidalgos portugueses nomeados pelo soberano para fazerem parte do que depois veio a chamar-se Conselho de Estado.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e Fidalgo do Conselho · Veja mais »

Francisco Ferreira do Amaral

Francisco Joaquim Ferreira do Amaral (Lisboa, — 11 de Agosto de 1923), mais conhecido por Francisco Ferreira do Amaral ou apenas por Ferreira do Amaral, foi um militar (almirante) português, administrador colonial e político da última fase da monarquia constitucional portuguesa.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e Francisco Ferreira do Amaral · Veja mais »

Governo Civil

O Governo Civil, em Portugal, é o órgão da administração pública que representa, administrativamente, o Governo da República Portuguesa em cada distrito.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e Governo Civil · Veja mais »

Judaísmo

Judaísmo (יהדות) é uma das três principais religiões abraâmicas, definida como "religião, filosofia e modo de vida" do povo judeu.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e Judaísmo · Veja mais »

Lisboa

Lisboa GCTE é a capital de Portugal e a cidade mais populosa do país.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e Lisboa · Veja mais »

Lista de chefes de governo de Portugal

Esta é uma lista de chefes de governo de Portugal desde a instituição oficial do cargo em 1834, com o restabelecimento da Monarquia Constitucional, com o nome de presidente do Conselho de Ministros, até ao presente.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e Lista de chefes de governo de Portugal · Veja mais »

Magistrado

O quadro ''O magistrado inglês'' de William Hogarth (1750) O magistrado (do latim magistratus, derivado de magister "chefe, superintendente") designava, em tempos passados, lato sensu, um funcionário do poder público investido de autoridade.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e Magistrado · Veja mais »

Manuel II de Portugal

Manuel II (Lisboa, – Londres), também chamado "o Patriota" ou "o Desaventurado", foi o último Rei de Portugal e dos Algarves de 1908 até à sua deposição em 1910 com a Implantação da República Portuguesa.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e Manuel II de Portugal · Veja mais »

Ministério da Justiça

Ministério da Justiça é a entidade governamental, adotada em muitos países, para gerir os assuntos nacionais pertinentes ao Poder Judiciário, polícias, manutenção e defesa dos Direitos Humanos, e outros temas institucionais pertinentes ao Direito, no que diz respeito ao papel do Executivo junto a entidades (públicas ou privadas) e ao cidadão.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e Ministério da Justiça · Veja mais »

Ministério das Obras Públicas, Comércio e Indústria

O Ministério das Obras Públicas, Comércio e Indústria (1852 — 1910) foi um departamento governativo de Portugal.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e Ministério das Obras Públicas, Comércio e Indústria · Veja mais »

Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito

A Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito (de seu nome completo Antiga e Muito Nobre Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito) é a mais elevada Ordem Honorífica de Portugal, tendo sido criada pelo Rei D. Afonso V em 1459.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito · Veja mais »

Ordem Militar de Cristo

A Ordem Militar de Cristo, de seu nome completo Ordem Militar dos Cavaleiros de Nosso Senhor Jesus Cristo, é uma ordem honorífica portuguesa O Grão-Mestre da Ordem é, tal como nas demais Ordens Honoríficas Portuguesas, por inerência o Presidente da República, cargo exercido desde 2016 pelo Presidente Marcelo Rebelo de Sousa.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e Ordem Militar de Cristo · Veja mais »

Par do Reino

Um Par do Reino é um membro do Pariato, um sistema de honras ou de nobreza em vários países.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e Par do Reino · Veja mais »

Partido Regenerador

O Partido Regenerador foi um dos partidos do rotativismo da monarquia constitucional portuguesa, alternando no poder com o Partido Progressista, e que nasce na altura da Regeneração (1851-1868), como partido conservador oposto ao Partido Histórico.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e Partido Regenerador · Veja mais »

Político

francês Um político (do grego transliterado politikós) ou estadista é quem se ocupa da política.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e Político · Veja mais »

Porto

Porto OTE é a segunda cidade e o quarto município mais populoso de Portugal, situada no noroeste do país e capital da Área Metropolitana do Porto (NUTS III e área metropolitana), da região Norte (NUTS II) e do Distrito do Porto.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e Porto · Veja mais »

Portugal

Portugal, oficialmente República Portuguesa, é um país soberano unitário localizado no sudoeste da Europa, cujo território se situa na zona ocidental da Península Ibérica e em arquipélagos no Atlântico Norte. O território português tem uma área total de, sendo delimitado a norte e leste por Espanha e a sul e oeste pelo oceano Atlântico, compreendendo uma parte continental e duas regiões autónomas: os arquipélagos dos Açores e da Madeira. Portugal é a nação mais a ocidente do continente europeu. O nome do país provém da sua segunda maior cidade, Porto, cujo nome latino-celta era Portus Cale. O território dentro das fronteiras atuais da República Portuguesa tem sido continuamente povoado desde os tempos pré-históricos: ocupado por celtas, como os galaicos e os lusitanos, foi integrado na República Romana e mais tarde colonizado por povos germânicos, como os suevos e os visigodos. No século VIII, as terras foram conquistadas pelos mouros. Durante a Reconquista cristã foi formado o Condado Portucalense,  estabelecido no século XI por Vímara Peres, um vassalo do rei das Astúrias. O condado tornou-se parte do Reino de León em 1097, e os condes de Portugal estabeleceram-se como governantes independentes do reino no século XII, após a batalha de São Mamede. Com o estabelecimento do Reino de Portugal em 1139, cuja independência foi reconhecida em 1143. Em 1297 foram definidas as fronteiras no tratado de Alcanizes, tornando Portugal no mais antigo Estado-nação da Europa. Nos séculos XV e XVI, como resultado de pioneirismo na Era dos Descobrimentos (ver: descobrimentos portugueses), Portugal expandiu a influência ocidental e estabeleceu um império que incluía possessões na África, Ásia, Oceânia e América do Sul, tornando-se a potência económica, política e militar mais importante de todo o mundo. O Império Português foi o primeiro império global da História e também o mais duradouro dos impérios coloniais europeus, abrangendo quase 600 anos de existência, desde a conquista de Ceuta em 1415, até à transferência de soberania de Macau para a China em 1999. No entanto, a importância internacional do país foi bastante reduzida durante o século XIX, especialmente após a independência do Brasil, a sua maior colónia. Com a Revolução de 1910, a monarquia terminou, tendo desde 1139 até 1910, 34 monarcas. A Primeira República Portuguesa foi muito instável, devido ao elevado parlamentarismo. O regime deu lugar à ditadura militar devido a um levantamento em 28 de maio de 1926. Em 1933, um novo regime autoritário, o Estado Novo, presidido por Salazar até 1968, geriu o país até 25 de abril de 1974. A democracia representativa foi instaurada após a Revolução dos Cravos, em 1974, que terminou a Guerra Colonial Portuguesa. As províncias ultramarinas de Portugal tornaram-se independentes, sendo as mais proeminentes Angola e Moçambique. Portugal é um país desenvolvido, com um Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) considerado como muito elevado. O país foi classificado na 19.ª posição em qualidade de vida (em 2005), tem um dos melhores sistemas de saúde do planeta e é, também, uma das nações mais globalizadas e pacíficas do mundo. É membro da Organização das Nações Unidas (ONU), da União Europeia (incluindo a Zona Euro e o Espaço Schengen), da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) e da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Portugal também participa em diversas missões de manutenção de paz das Nações Unidas.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e Portugal · Veja mais »

Santo Ildefonso

Santo Ildefonso é uma antiga freguesia portuguesa do concelho do Porto que, pela Lei n.º 11-A/2013 de 28 de janeiro, foi integrada na União das Freguesias de Cedofeita, Santo Ildefonso, Sé, Miragaia, São Nicolau e Vitória.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e Santo Ildefonso · Veja mais »

Sebastião Teles

Sebastião Custódio de Sousa Teles GCTE (Faro, 27 de Julho de 1847 — Lisboa, 7 de Junho de 1921), mais conhecido por Sebastião Teles ou Sousa Telles, foi um oficial general do Exército Português, ajudante-de-campo honorário do rei D. Carlos e ligado ao Partido Progressista, que exerceu diversas funções políticas de relevo, entre as quais as de Ministro da Guerra, presidente do Conselho de Ministros e par do reino.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e Sebastião Teles · Veja mais »

Universidade de Coimbra

A Universidade de Coimbra (UC) GCSE é uma universidade pública localizada na cidade de Coimbra, em Portugal.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e Universidade de Coimbra · Veja mais »

Visconde de Lagoaça

O título de visconde de Lagoaça foi criado por decreto de 2 de Novembro de 1859, carta de 2 de Dezembro de 1859 do rei D. Pedro V de Portugal, a favor de António José Antunes Navarro.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e Visconde de Lagoaça · Veja mais »

11 de abril

Sem descrição

Novo!!: Artur de Campos Henriques e 11 de abril · Veja mais »

1853

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XIX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi B (52 semanas), teve início a um sábado e terminou também a um sábado.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e 1853 · Veja mais »

1891

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XIX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi D (53 semanas), teve início a uma quinta-feira e terminou também a uma quinta-feira.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e 1891 · Veja mais »

1893

----. (na numeração romana) foi um ano comum do século XIX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi A (52 semanas), teve início a um domingo e terminou também a um domingo.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e 1893 · Veja mais »

19 de maio

Sem descrição

Novo!!: Artur de Campos Henriques e 19 de maio · Veja mais »

1900

---- (na numeração romana) foi um ano comum, o último ano do século XIX do Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi G (52 semanas), teve início numa segunda-feira e terminou também numa segunda-feira.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e 1900 · Veja mais »

1904

---- (na numeração romana) foi um ano bissexto do século XX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e as suas letras dominicais foram C e B (52 semanas), teve início a uma sexta-feira e terminou a um sábado.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e 1904 · Veja mais »

1906

Se procura pelo filme com este título, consulte 1906. ---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XX do Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi G (52 semanas), teve início numa segunda-feira e terminou também numa segunda-feira.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e 1906 · Veja mais »

1908

1908 (na numeração romana) foi um ano bissexto do do atual calendário gregoriano, da Era de Cristo, e as suas letras dominicais foram E e D (53 semanas), teve teve início a uma quarta-feira e terminou a uma quinta-feira.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e 1908 · Veja mais »

1909

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi C, teve 52 semanas, início a uma sexta-feira e terminou também a uma sexta-feira.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e 1909 · Veja mais »

1922

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi A (52 semanas), teve início a um domingo e terminou também a um domingo.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e 1922 · Veja mais »

20 de março

20 de Março costuma também ser o dia do equinócio da primavera no hemisfério norte, e do equinócio do outono no hemisfério sul.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e 20 de março · Veja mais »

20 de outubro

Sem descrição

Novo!!: Artur de Campos Henriques e 20 de outubro · Veja mais »

25 de dezembro

Sem descrição

Novo!!: Artur de Campos Henriques e 25 de dezembro · Veja mais »

25 de junho

Sem descrição

Novo!!: Artur de Campos Henriques e 25 de junho · Veja mais »

26 de dezembro

Sem descrição

Novo!!: Artur de Campos Henriques e 26 de dezembro · Veja mais »

28 de abril

Sem descrição

Novo!!: Artur de Campos Henriques e 28 de abril · Veja mais »

4 de fevereiro

Sem descrição

Novo!!: Artur de Campos Henriques e 4 de fevereiro · Veja mais »

57.º governo da Monarquia Constitucional

O 57.º governo da Monarquia Constitucional e 29.º governo desde a Regeneração, nomeado a 25 de dezembro de 1908 e exonerado a 11 de abril de 1909, foi presidido por Artur de Campos Henriques.

Novo!!: Artur de Campos Henriques e 57.º governo da Monarquia Constitucional · Veja mais »

7 de novembro

Sem descrição

Novo!!: Artur de Campos Henriques e 7 de novembro · Veja mais »

Redireciona aqui:

Artur Alberto de Campos Henriques, Artur Campos Henriques, Campos Henriques.

CessanteEntrada
Ei! Agora estamos em Facebook! »