Logotipo
Unionpédia
Comunicação
Disponível no Google Play
Novo! Faça o download do Unionpédia em seu dispositivo Android™!
Livre
Acesso mais rápido do que o navegador!
 

Abde Almumine

Índice Abde Almumine

Abde Almumine (`abd al-mū'min ben `alī al-kūmī; Nedroma, actual Argélia, c. 1094 - Salé, actual Marrocos, 1163) foi o primeiro califa e o segundo imame do Califado Almóada.

39 relações: Abu Iacube Iúçufe, Al-Andalus, Argélia, Averróis, África, Berberes, Califa, Califado Almóada, Cordilheira do Atlas, Fundamentalismo, Ibn Tufail, Ibne Tumarte, Imame, Império Almorávida, Independência de Portugal, Islão, Líbia, Lista de califas, Marraquexe, Marrocos, Nedroma, Península Ibérica, Portugal, Rabat, Reino de Aragão, Reino de Castela, Reino de Leão, Reino de Navarra, Rio Bu Regregue, Salé, Santarém (Portugal), Taifa, Trípoli, Tunísia, 1094, 1128, 1146, 1157, 1163.

Abu Iacube Iúçufe

Abu Iacube Iúçufe ibne Abde Almumine (abū ya`qūb yūsuf ben `abd al-mū'min; 1135 - 29 de Julho de 1184), melhor conhecido somente como Abu Iacube Iúçufe ou Iúçufe I, foi o segundo califa do Califado Almóada de Marrocos, governando de 1163 até seu falecimento em 1184.

Novo!!: Abde Almumine e Abu Iacube Iúçufe · Veja mais »

Al-Andalus

Al-Andalus ou al-Ândalus cfr.

Novo!!: Abde Almumine e Al-Andalus · Veja mais »

Argélia

A Argélia (al-Jazā’ir; em árabe argelino e tamazigue: الدزاير, transl.: Dzayer, الجازاير, transl.: Djazaïr ou لدزاير, transl.: Ldzayer; em tifinague: ⵍⵣⵣⴰⵢⴻⵔ, transl.: Lezzayer; em francês: Algérie), oficialmente República Argelina Democrática e Popular, é um país da África do Norte que faz parte do Magrebe.

Novo!!: Abde Almumine e Argélia · Veja mais »

Averróis

Abu al-Walid Muhammad ibn Ahmad ibn Muhammad ibn Rushd, em árabe أبو الوليد محمد بن احمد بن محمد بن احمد بن احمد بن رشد (Córdova, 1126 — Marraquexe, 1198), foi um polímata cuja obra abrange uma gama diversificada de assuntos, incluindo filosofia, teologia, medicina, astronomia, física, jurisprudência, direito islâmico e linguística.

Novo!!: Abde Almumine e Averróis · Veja mais »

África

A África é o terceiro continente mais extenso (depois da Ásia e da América) com cerca de 30 milhões de quilômetros quadrados, cobrindo 20,3 % da área total da terra firme do planeta.

Novo!!: Abde Almumine e África · Veja mais »

Berberes

Mapa dos grupos berberes Os berberes (que chamam a si próprios Imazighen, ou seja, "homens livres"; singular Amazigh) referem-se ao conjunto de povos do Norte de África que falam línguas berberes, da família de línguas afro-asiáticas.

Novo!!: Abde Almumine e Berberes · Veja mais »

Califa

Califa (khalīfah, "sucessor" ou "representante") é o chefe de Estado em um Califado, e o título para o governante da Umma muçulmana, uma comunidade islâmica governada pela sharia.

Novo!!: Abde Almumine e Califa · Veja mais »

Califado Almóada

O Califado Almóada (ou Almôada, ou Almôade) foi uma potência religiosa berbere governada pela quinta dinastia moura, tendo se destacado do até meados do.

Novo!!: Abde Almumine e Califado Almóada · Veja mais »

Cordilheira do Atlas

Foto de satélite com a localização da cordilheira do Atlas, cortesia NASA O cordilheira do Atlas é uma cadeia de montanhas no noroeste da África que se estende por através de Marrocos, Argélia e Tunísia.

Novo!!: Abde Almumine e Cordilheira do Atlas · Veja mais »

Fundamentalismo

Fundamentalismo é a estrita adesão a um conjunto específico de doutrinas teológicas tipicamente em reação à teologia do modernismo.

Novo!!: Abde Almumine e Fundamentalismo · Veja mais »

Ibn Tufail

Ibn Tufail (Guadix, Espanha, ca. década 1100 — Marraquexe, Marrocos, ca. 1185) (nome completo: Abu Bakr Muhammad ibn Abd al-Malik ibn Tufail al-Qaisi; árabe: أبو بكر محمد بن عبد الملك بن محمد بن طفيل القيسي الأندلسي; formas latinizadas: Abubácer e Abentofail) foi um médico, matemático, astrônomo, filósofo e poeta muçulmano do Al-Andalus.

Novo!!: Abde Almumine e Ibn Tufail · Veja mais »

Ibne Tumarte

A mesquita e aldeia de Tinmel, reduto de ibne Tumarte nas montanhas do Alto Atlas Ruínas do interior da mesquita de Tinmel, construída por Abde Almumine, sucessor de ibne Tumarte Abu Abdalá Maomé ibne Tumarte (Abu Abd Allah Muhammad ibn Tumart; -) (do berber amghār, filho da terra, em árabe أبو عبدالله محمد ابن تومرت), foi o líder religioso da tribo berber Masmuda e o fundador do movimento religioso dos mouros almóadas, que viria a dominar a região do Alandalus (Ibéria muçulmana).

Novo!!: Abde Almumine e Ibne Tumarte · Veja mais »

Imame

Imame, imamo ou imã (إمام; plural: أئمة lit. "guia espiritual", "condutor") é um título muçulmano que designa o sacerdote encarregado de dirigir as preces na mesquita.

Novo!!: Abde Almumine e Imame · Veja mais »

Império Almorávida

Almorávidas (al-Murābiṭūn, sing. مرابط, Murābiṭ, "marabuto", espécie de ermitão muçulmano) foram originariamente uns monges-soldados saídos de grupos nómadas provenientes do Saara.

Novo!!: Abde Almumine e Império Almorávida · Veja mais »

Independência de Portugal

Em terras de Portugal habitavam em tempos remotos diversos povos: celtas, iberos, lusitanos (autóctones), romanos e árabes (invasores).

Novo!!: Abde Almumine e Independência de Portugal · Veja mais »

Islão

Islamismo, (Islām), é uma religião abraâmica monoteísta articulada pelo Alcorão, um texto considerado pelos seus seguidores como a palavra literal de Deus (Alá, Allāh), e pelos ensinamentos e exemplos normativos (a chamada suna, parte do hádice) de Maomé, considerado pelos fiéis como o último profeta de Deus.

Novo!!: Abde Almumine e Islão · Veja mais »

Líbia

A Líbia (Lībiyā,,; em: ⵍⵉⴱⵢⴰ) é um país na região do Magrebe, no Norte da África, banhada pelo mar Mediterrâneo ao norte.

Novo!!: Abde Almumine e Líbia · Veja mais »

Lista de califas

O califa era o líder do mundo muçulmano.

Novo!!: Abde Almumine e Lista de califas · Veja mais »

Marraquexe

XX da dita Porta da Cutubia Vista panorâmica parcial da cidade, com os seus característicos edifícios cor-de-rosa Marraquexe (Marrakech; Marrākuš; Meṛṛakec) é uma cidade do centro-sudoeste de Marrocos, situada perto do sopé norte da cordilheira do Alto Atlas. Conhecida como a "cidade vermelha", a "pérola do sul" ou a "porta do sul", é a capital da prefeitura homónima e da região de Marraquexe-Safim. e habitantes na prefeitura. É a quarta maior cidade do país, a seguir a Casablanca, Fez e Tânger. Situa-se 580 km a sudoeste de Tânger, 327 km a sudoeste de Rabate, 240 km a sudoeste de Casablanca e 246 km a nordeste de Agadir. É das chamadas quatro cidades imperiais de Marrocos (as outras são Fez, Mequinez e Rabate) e a que atrai mais turistas. A zona é habitada desde o Neolítico, quando agricultores berberes ali viviam, mas a cidade só foi fundada em 1062 por Abu Becre ibne Omar, um caudilho berbere primo do rei almorávida Iúçufe ibne Taxufine. No os Almorávidas construíram muitas madraças (escolas islâmicas) e mesquitas na cidade que apresentavam influências da arquitetura do al-Andalus (Ibéria muçulmana). As muralhas avermelhadas da cidade, construídas por Ali ibne Iúçufe em 1122-1123 e vários edifícios construídos em pedra igualmente avermelhada durante este período estão na origem de uma das suas alcunhas — "cidade vermelha" ou "cidade ocre". Marraquexe desenvolveu-se rapidamente e tornou-se um centro cultural, religioso e comercial para o Magrebe e para a região subsariana de África. A praça Jemaa el-Fna ainda hoje é a mais movimentada e animada de África; em 2001 foi inscrita nas listas do Património Cultural Imaterial da Humanidade. Depois de um período de declínio, a cidade foi ultrapassada por Fez, mas no princípio do tornou-se novamente a capital de Marrocos. Marraquexe ganhou de nova a sua proeminência durante os reinado dos ricos sultões saadianos Abu Abdalá Alcaim e, que a embelezaram com sumptuosos palácios como o el Badi (1578) e restauraram muitos monumentos em ruínas. A partir do, a cidade tornou-se popular entre os peregrinos sufistas devido a nele se situarem os túmulos dos chamados Sete Santos de Marraquexe. À semelhança de muitas cidades marroquinas, Marraquexe tem uma parte antiga (ou almedina), correspondente à cidade primitiva, cercada de muralhas, fortificada, com ruas pejadas de lojas e vendedores de rua, rodeada por bairros modernos, nomeadamente Gueliz, o mais elegante deles, situado junto ao centro. A almedina de Marraquexe está classificada como Património Mundial desde 1985. A cidade é atualmente um importante centro económico e um destino turístico de fama mundial. Marraquexe tem também o maior maior soco (suq, mercado tradicional) berbere, com os 18 socos especializados que se concentram na almedina, onde se vendem e por vezes também se fabricam os mais variados produtos, que vão desde os tapetes tradicionais berberes até à eletrónica de consumo moderna. O artesanato ocupa uma parte significativa da população, e a sua produção destina-se principalmente aos turistas.

Novo!!: Abde Almumine e Marraquexe · Veja mais »

Marrocos

Marrocos (al-Maġrib; Amerruk / Murakuc; Maroc), oficialmente Reino de Marrocos (al-Mamlakah al-Maġribiyya; Tageldit n Umerruk; Royaume du Maroc) é um país soberano localizado na região do Magrebe, no norte da África.

Novo!!: Abde Almumine e Marrocos · Veja mais »

Nedroma

Nedroma ou Nadroma (ندرومة‎) é uma cidade e comuna localizada na província de Tlemcen, no noroeste da Argélia.

Novo!!: Abde Almumine e Nedroma · Veja mais »

Península Ibérica

A Península Ibérica está situada no sudoeste da Europa.

Novo!!: Abde Almumine e Península Ibérica · Veja mais »

Portugal

Portugal, oficialmente República Portuguesa, é um país soberano unitário localizado no sudoeste da Europa, cujo território se situa na zona ocidental da Península Ibérica e em arquipélagos no Atlântico Norte. O território português tem uma área total de, sendo delimitado a norte e leste por Espanha e a sul e oeste pelo oceano Atlântico, compreendendo uma parte continental e duas regiões autónomas: os arquipélagos dos Açores e da Madeira. Portugal é a nação mais a ocidente do continente europeu. O nome do país provém da sua segunda maior cidade, Porto, cujo nome latino-celta era Portus Cale. O território dentro das fronteiras atuais da República Portuguesa tem sido continuamente povoado desde os tempos pré-históricos: ocupado por celtas, como os galaicos e os lusitanos, foi integrado na República Romana e mais tarde colonizado por povos germânicos, como os suevos e os visigodos. No século VIII, as terras foram conquistadas pelos mouros. Durante a Reconquista cristã foi formado o Condado Portucalense,  estabelecido no século XI por Vímara Peres, um vassalo do rei das Astúrias. O condado tornou-se parte do Reino de León em 1097, e os condes de Portugal estabeleceram-se como governantes independentes do reino no século XII, após a batalha de São Mamede. Com o estabelecimento do Reino de Portugal em 1139, cuja independência foi reconhecida em 1143. Em 1297 foram definidas as fronteiras no tratado de Alcanizes, tornando Portugal no mais antigo Estado-nação da Europa. Nos séculos XV e XVI, como resultado de pioneirismo na Era dos Descobrimentos (ver: descobrimentos portugueses), Portugal expandiu a influência ocidental e estabeleceu um império que incluía possessões na África, Ásia, Oceânia e América do Sul, tornando-se a potência económica, política e militar mais importante de todo o mundo. O Império Português foi o primeiro império global da História e também o mais duradouro dos impérios coloniais europeus, abrangendo quase 600 anos de existência, desde a conquista de Ceuta em 1415, até à transferência de soberania de Macau para a China em 1999. No entanto, a importância internacional do país foi bastante reduzida durante o século XIX, especialmente após a independência do Brasil, a sua maior colónia. Com a Revolução de 1910, a monarquia terminou, tendo desde 1139 até 1910, 34 monarcas. A Primeira República Portuguesa foi muito instável, devido ao elevado parlamentarismo. O regime deu lugar à ditadura militar devido a um levantamento em 28 de maio de 1926. Em 1933, um novo regime autoritário, o Estado Novo, presidido por Salazar até 1968, geriu o país até 25 de abril de 1974. A democracia representativa foi instaurada após a Revolução dos Cravos, em 1974, que terminou a Guerra Colonial Portuguesa. As províncias ultramarinas de Portugal tornaram-se independentes, sendo as mais proeminentes Angola e Moçambique. Portugal é um país desenvolvido, com um Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) considerado como muito elevado. O país foi classificado na 19.ª posição em qualidade de vida (em 2005), tem um dos melhores sistemas de saúde do planeta e é, também, uma das nações mais globalizadas e pacíficas do mundo. É membro da Organização das Nações Unidas (ONU), da União Europeia (incluindo a Zona Euro e o Espaço Schengen), da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) e da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Portugal também participa em diversas missões de manutenção de paz das Nações Unidas.

Novo!!: Abde Almumine e Portugal · Veja mais »

Rabat

Rabat ou Rabate (forma portuguesa caída em desuso: Rebate;, literalmente "lugar fortificado"; Errbaṭ; em árabe coloquial marroquino: ارّباط translit.: Errbaṭ) é a capital e a segunda maior cidade de Marrocos.

Novo!!: Abde Almumine e Rabat · Veja mais »

Reino de Aragão

O Reino de Aragão (em aragonês: Reino d'Aragón) foi um dos reinos cristãos que nasceram na Península Ibérica durante a Reconquista.

Novo!!: Abde Almumine e Reino de Aragão · Veja mais »

Reino de Castela

O Reino de Castela foi um dos antigos reinos da Península Ibérica formados durante a Reconquista.

Novo!!: Abde Almumine e Reino de Castela · Veja mais »

Reino de Leão

O Reino de Leão foi um dos antigos reinos ibéricos surgidos no período da reconquista cristã sendo independente durante três períodos: de 910 a 1037 (sob domínio da casa Leonesa), de 1065 a 1072 (sob o domínio da casa de Navarra) e de 1157 a 1230 (sob o domínio da casa da Borgonha).

Novo!!: Abde Almumine e Reino de Leão · Veja mais »

Reino de Navarra

O Reino de Navarra foi um dos reinos medievais da Europa, com território no norte da Península Ibérica e nos Pirenéus ocidentais.

Novo!!: Abde Almumine e Reino de Navarra · Veja mais »

Rio Bu Regregue

O Rio Bu Regregue, também grafado Bu-Regreg, Bu Ragrag, Bou-Regreg, Bouregreg ou Abi ou Abu Raqraq (do أبورقراق), também conhecido como Rio Salé, é um rio do norte de Marrocos, com 240 km de comprimento e de caudal médio de, que em períodos de cheia pode atingir o. Nasce no maciço do Médio Atlas, a de altitude, próximo do Jbel Mtourzgane e de Grou, e desagua no Oceano Atlântico entre s cidades de Salé e Rabat.

Novo!!: Abde Almumine e Rio Bu Regregue · Veja mais »

Salé

Salé (em tifinagh: ⵙⵍⴰ, Sla) é uma cidade do noroeste de Marrocos, capital da prefeitura homónima, que faz parte da região Rabat-Salé-Zemmour-Zaer.

Novo!!: Abde Almumine e Salé · Veja mais »

Santarém (Portugal)

Santarém OTE • MHL é uma cidade portuguesa, capital do Distrito de Santarém, situada na província do Ribatejo e na região do Alentejo, com 29 929 habitantes no seu perímetro urbano (2012).

Novo!!: Abde Almumine e Santarém (Portugal) · Veja mais »

Taifa

O termo taifa, no contexto da história ibérica, refere-se a um principado muçulmano independente, um emirato ou pequeno reino existente na Península Ibérica (o Alandalus) após o o derrocamento do califa (da dinastia omíada) e a abolição do Califado de Córdoba em 1031.

Novo!!: Abde Almumine e Taifa · Veja mais »

Trípoli

Trípoli (Ṭarābulus ou طرابلس الغرب, Ṭarā-bu-lus al-Gharb, Trípoli do Ocidente, para a diferenciar da sua homónima libanesa; Ṭrābləs; Ṭrables; antigamente: Oea) é a capital, maior e mais populosa cidade da Líbia, sendo a sede do governo central e administração.

Novo!!: Abde Almumine e Trípoli · Veja mais »

Tunísia

A Tunísia (Tunisie,; em berber: ⵜⵓⵏⴻⵙ), oficialmente República Tunisina (الجمهورية التونسية, transl.: al-Jumhūriyyah at-Tūnisiyyah; em francês: République tunisienne; em berber: ⵜⴰⴳⴷⵓⴷⴰ ⵏ ⵜⵓⵏⴻⵙ), é um país da África do Norte que pertence à região do Magrebe.

Novo!!: Abde Almumine e Tunísia · Veja mais »

1094

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XI do calendário juliano, da Era de Cristo, a sua letra dominical foi A (52 semanas), teve início a um domingo e terminou também a um domingo.

Novo!!: Abde Almumine e 1094 · Veja mais »

1128

---- (na numeração romana) foi um ano bissexto do século XII do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e as suas letras dominicais foram A e G (52 semanas), teve início a um domingo e terminou a uma segunda-feira.

Novo!!: Abde Almumine e 1128 · Veja mais »

1146

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XII do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi F (52 semanas), teve início a uma terça-feira e terminou também a uma terça-feira.

Novo!!: Abde Almumine e 1146 · Veja mais »

1157

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XII do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi F (52 semanas), teve início a uma terça-feira e terminou também a uma terça-feira.

Novo!!: Abde Almumine e 1157 · Veja mais »

1163

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XII do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi F (52 semanas), teve início a uma terça-feira e terminou também a uma terça-feira.

Novo!!: Abde Almumine e 1163 · Veja mais »

Redireciona aqui:

Abd Al Mumen Ibn Ali, Abd Al-Mu'min, Abd Al-Mumin, Abd El Moumen, Abd El Mumen, Abd al Mu'min, Abd al Mumen ibn Ali, Abd al Mumin, Abd al-Mu'min, Abd al-Mumen ibn Ali, Abd al-Mumin, Abd al-mu'min, Abd el Moumen, Abd el Mu'min, Abd el Mumen, Abd el Mumin, Abd el-Mumin, Abd-Al-Moumen, Abd-Al-Mumen, Abd-Al-Mumen-Ibn-Ali, Abd-al-Moumen, Abd-al-Mumen, Abd-al-Mumen-ibn-Ali, Abd-al-Mumin ibn Ali, Abd-al-mumen-ibn-ali, Abd-el-Moumen, Abd-el-Mumen, Abd-el-Munen, Abd-el-munen, Abdelmoumen, Abdelmoumen El Goumi, Abdul Mumin, Abdul-Mu'min, Al Mu'min, Al-Mumin, El Moumen, El Mu'min, El Mumin, El-Mumin.

CessanteEntrada
Ei! Agora estamos em Facebook! »