Logotipo
Unionpédia
Comunicação
Disponível no Google Play
Novo! Faça o download do Unionpédia em seu dispositivo Android™!
Instalar
Acesso mais rápido do que o navegador!
E sem anúncios!

Ato da Primavera

Acto da Primavera (1962) é um documentário português de longa-metragem de Manoel de Oliveira, co-realizado por António Reis, António Soares e Domingos Carneiro, no qual é encenado uma celebração popular da Paixão de Cristo, festa tradicional da aldeia transmontana da Curalha.

58 relações: Alentejo, Amor de Perdição, Aniki Bóbó, António Campos, António Lopes Ribeiro, António Reis (cineasta), Antropologia visual, Burguesia, Caifás, Camilo Castelo Branco, Chaves (Portugal), Cinema de Portugal, Cinemas NOS, Cinemateca Portuguesa, Curalha, Diabo, Docuficção, Documentário, Douro, Faina Fluvial, Espião, Etnografia, Expressionismo, Herodes, Inspeção-Geral das Atividades Culturais, Jean Rouch, Jesus, José de Matos-Cruz, José Leitão de Barros, José Régio, Judas Iscariotes, Língua portuguesa, Lisboa, Longa-metragem, Manoel de Oliveira, Maria (mãe de Jesus), Maria Madalena, O Passado e o Presente, O Pão e o Vinho, Paixão (cristianismo), Paulo Rocha (cineasta), Pôncio Pilatos, Pedro Costa, Redondo, Ricardo Costa (cineasta), Romantismo, São João, São Pedro, Sentimento, Surreal, Trás-os-Montes e Alto Douro, ..., Verônica, 1961, 1962, 1963, 1971, 1981, 2 de outubro, 35 mm. Expandir índice (8 mais) »

Alentejo

O Alentejo é uma região do centro-sul de Portugal.

Novo!!: Ato da Primavera e Alentejo · Veja mais »

Amor de Perdição

Amor de Perdição é o título de uma novela portuguesa de Camilo Castelo Branco, escrita em 1861 e adaptada em 1979.

Novo!!: Ato da Primavera e Amor de Perdição · Veja mais »

Aniki Bóbó

Aniki Bóbó (1942) é um filme português de Manoel de Oliveira, a sua primeira longa metragem de ficção, obra retocada com certos traços realistas.

Novo!!: Ato da Primavera e Aniki Bóbó · Veja mais »

António Campos

António Pereira Campos (Leiria, 29 de Maio de 1922 — Figueira da Foz, 8 de Março de 1999) é um dos primeiros cineastas em Portugal a dedicar-se à prática do filme documentário na perspectiva da antropologia visual.

Novo!!: Ato da Primavera e António Campos · Veja mais »

António Lopes Ribeiro

António Filipe Lopes Ribeiro (Lisboa, — Lisboa) foi um cineasta português.

Novo!!: Ato da Primavera e António Lopes Ribeiro · Veja mais »

António Reis (cineasta)

António Reis (Valadares, 27 de Agosto de 1927 — Lisboa, 10 de Setembro de 1991) foi um cineasta e poeta português que se distingue pelo sentido poético da sua obra (ver filmografia).

Novo!!: Ato da Primavera e António Reis (cineasta) · Veja mais »

Antropologia visual

A Antropologia visual (por vezes designada Antropologia da imagem ou Antropologia visual e da imagem) é um ramo da antropologia cultural, aplicada ao estudo e produção de imagens, nas áreas da fotografia, do cinema ou, desde os meados dos anos 1990, nos novos ‘’media’’ utilizados em etnografia.

Novo!!: Ato da Primavera e Antropologia visual · Veja mais »

Burguesia

A burguesia é uma palavra originaria da língua francesa (bourgeoisie), usada nas áreas de economia política, filosofia política, sociologia e história, e que originalmente era uma classe social que surgiu na Europa na Idade Média (séculos XI e XII) com o renascimento comercial e urbano.

Novo!!: Ato da Primavera e Burguesia · Veja mais »

Caifás

Caifás (em grego: Καϊάφας; em hebraico: יוסף בַּר קַיָּפָא; transl.: Yosef bar Kayafa; AFI:; "José, filho de Caifás"Metzger & Coogan (1993) Oxford Companion to the Bible, p97.), no Novo Testamento, foi, entre 18 e 37 d.C., o Sumo Sacerdote judaico, apontado pelos romanos para o cargo.

Novo!!: Ato da Primavera e Caifás · Veja mais »

Camilo Castelo Branco

Camilo Ferreira Botelho Castelo Branco (Mártires, Lisboa, 16 de Março de 1825 — Vila Nova de Famalicão, São Miguel de Seide, 1 de Junho de 1890) foi um escritor português, romancista, cronista, crítico, dramaturgo, historiador, poeta e tradutor.

Novo!!: Ato da Primavera e Camilo Castelo Branco · Veja mais »

Chaves (Portugal)

Chaves O TE é uma cidade portuguesa do Distrito de Vila Real, Região Norte, sub-região do Alto Tâmega, com cerca de 18 500 habitantes no seu perímetro urbano, sendo por isso a segunda maior cidade do Distrito de Vila Real.

Novo!!: Ato da Primavera e Chaves (Portugal) · Veja mais »

Cinema de Portugal

Cinema de Portugal, ou cinema português, refere-se essencialmente a filmes realizados por autores portugueses.

Novo!!: Ato da Primavera e Cinema de Portugal · Veja mais »

Cinemas NOS

Cinemas NOS (legalmente denominada NOS Lusomundo Cinemas, denominada anteriormente ZON Lusomundo) é uma holding de comunicação social portuguesa pertencente à NOS que detém vários cinemas espalhados pelo território português e é o principal importador de filmes em Portugal.

Novo!!: Ato da Primavera e Cinemas NOS · Veja mais »

Cinemateca Portuguesa

Cinemateca Protuguesa A Cinemateca Portuguesa é uma instituição pública dedicada à difusão e preservação da arte cinematográfica e, em especial, do Cinema Português.

Novo!!: Ato da Primavera e Cinemateca Portuguesa · Veja mais »

Curalha

Curalha é uma freguesia portuguesa do concelho de Chaves, com 782 ha de área e 469 habitantes (2011).

Novo!!: Ato da Primavera e Curalha · Veja mais »

Diabo

O Diabo como descrito em ''Tentação de Cristo'', de Ary Scheffer, 1854. Diabo (do latim diabolus, por sua vez do grego διάβολος, transl. diábolos, "caluniador", ou "acusador") é o título mais comum atribuído à entidade sobrenatural maligna da tradição cristã.

Novo!!: Ato da Primavera e Diabo · Veja mais »

Docuficção

Docuficção (termo que se confunde com docudrama) é um neologismo que designa uma obra cinematográfica híbrida cujo género se situa entre o documentário e a ficção.

Novo!!: Ato da Primavera e Docuficção · Veja mais »

Documentário

Documentário é um filme não-ficcional que se caracteriza pelo compromisso da exploração da realidade.

Novo!!: Ato da Primavera e Documentário · Veja mais »

Douro, Faina Fluvial

Douro, Faina Fluvial (1931) é um filme documentário mudo de Manoel de Oliveira, feito já época do sonoro em Portugal (1930).

Novo!!: Ato da Primavera e Douro, Faina Fluvial · Veja mais »

Espião

*Espionagem Ou ainda.

Novo!!: Ato da Primavera e Espião · Veja mais »

Etnografia

A etnografia (do grego έθνος, ethno - nação, povo e γράφειν, graphein - escrever) é por excelência o método utilizado pela antropologia na coleta de dados.

Novo!!: Ato da Primavera e Etnografia · Veja mais »

Expressionismo

O Expressionismo foi um movimento artístico e cultural de vanguarda surgido na Alemanha no início do século XX, transversal aos campos artísticos da arquitetura, artes plásticas, literatura, música, cinema, teatro, dança e fotografia.

Novo!!: Ato da Primavera e Expressionismo · Veja mais »

Herodes

Herodes (em hebraico: הוֹרְדוֹס, transl. Hordos; em grego: Ἡρῴδης, Hērōidēs), também conhecido como Herodes I ou Herodes, o Grande (ca. 73 a.C. — Jericó, 4 a.C. ou 1 a.C.), foi um edomita judeu romano, rei cliente de Israel entre 37 a.C. e 4 a.C..

Novo!!: Ato da Primavera e Herodes · Veja mais »

Inspeção-Geral das Atividades Culturais

A Inspeção-Geral das Atividades Culturais ou IGAC é uma organização pertencente ao Ministério da Cultura de Portugal.

Novo!!: Ato da Primavera e Inspeção-Geral das Atividades Culturais · Veja mais »

Jean Rouch

Jean Rouch (Paris, 31 de Maio de 1917 - Níger, 18 de Fevereiro de 2004), realizador e etnólogo francês, é um dos representantes e teóricos do cinema directo.

Novo!!: Ato da Primavera e Jean Rouch · Veja mais »

Jesus

Jesus (Yeshua; Iesous), também chamado Jesus de Nazaré, que nasceu entre 7–2 a.C e morreu por volta de 30–33 d.C., é a figura central do cristianismo e aquele que os ensinamentos de maior parte das denominações cristãs, além dos judeus messiânicos, consideram ser o Filho de Deus.

Novo!!: Ato da Primavera e Jesus · Veja mais »

José de Matos-Cruz

José de Matos-Cruz (Mortágua, 9 de Fevereiro de 1947) é um escritor, jornalista, editor, professor no ensino superior, investigador, enciclopedista português e, desde 1980, funcionário da Cinemateca Portuguesa, em Lisboa.

Novo!!: Ato da Primavera e José de Matos-Cruz · Veja mais »

José Leitão de Barros

José Júlio Marques Leitão de Barros GOC • ComSE (Lisboa, Santa Isabel, — Lisboa) foi um professor, cineasta, jornalista, dramaturgo e pintor português, que se distingue dos da sua geração pelo sentido estético das suas obras e por antecipar, sem bases teóricas, todo um movimento cinematográfico que se dedicou à prática da antropologia visual.

Novo!!: Ato da Primavera e José Leitão de Barros · Veja mais »

José Régio

José Régio, pseudónimo de José Maria dos Reis Pereira, (Vila do Conde, 17 de Setembro de 1901 — Vila do Conde, 22 de Dezembro de 1969) foi um escritor, poeta, dramaturgo, romancista, novelista, contista, ensaísta, cronista, crítico, autor de diário, memorialista, epistológrafo e historiador da literatura português, para além de editor e diretor da influente revista literária Presença, desenhador, pintor, e grande conhecedor e colecionador de arte sacra e popular.

Novo!!: Ato da Primavera e José Régio · Veja mais »

Judas Iscariotes

Judas Iscariotes (יהודה איש־קריות, transl. Yehudhah ish Qeryoth; em grego bíblico: Iouda Iskariôth ou Iouda Iskariotes) foi um dos doze apóstolos de Jesus Cristo, que, de acordo com os evangelhos canônicos, veio a ser o traidor que entregou Jesus aos seus captores por trinta moedas de prata e, entrando em desespero, enforcou-se e condenou-se ao inferno segundo as tradições católica e ortodoxa.

Novo!!: Ato da Primavera e Judas Iscariotes · Veja mais »

Língua portuguesa

A língua portuguesa, também designada português, é uma língua românica flexiva originada no galego-português falado no Reino da Galiza e no norte de Portugal.

Novo!!: Ato da Primavera e Língua portuguesa · Veja mais »

Lisboa

Lisboa GCTE é a capital de Portugal e a cidade mais populosa do país.

Novo!!: Ato da Primavera e Lisboa · Veja mais »

Longa-metragem

Longa-metragem, no Brasil, é uma obra cinematográfica com duração de pelo menos setenta minutos.

Novo!!: Ato da Primavera e Longa-metragem · Veja mais »

Manoel de Oliveira

Manoel Cândido Pinto de Oliveira ComSE • GCSE • GCIH (Porto, Cedofeita, 11 de Dezembro de 1908 – Porto, Foz, 2 de Abril de 2015) foi um cineasta português.

Novo!!: Ato da Primavera e Manoel de Oliveira · Veja mais »

Maria (mãe de Jesus)

Maria (hebraico: מִרְיָם, Miriam; aramaico: Maryām; árabe: مريم, Maryam; grego koiné: Μαριας ou Μαριαμ), também conhecida como Maria de Nazaré e chamada pelos católicos e ortodoxos de Nossa Senhora, foi a mulher israelita de Nazaré, identificada no Novo Testamento e no Alcorão como a mãe de Jesus através da intervenção divina. Jesus é visto como o messias — o Cristo — em ambas as tradições, dando origem ao nome comum de Jesus Cristo. Maria teria vivido na Galileia no final do século I a.C. e início do século I d.C., é considerada pelos cristãos como a primeira adepta ao cristianismo. Os evangelhos canônicos de São Mateus e São Lucas descrevem Maria como uma virgem (grego: παρθένος, parthenos). Tradicionalmente, os cristãos acreditam que ela concebeu seu filho milagrosamente pela ação do Espírito Santo. Os muçulmanos acreditam que ela concebeu pelo comando de Deus. Isso ocorreu quando ela estava noiva de José e aguardava o rito do casamento, que tornaria a união formal. Ela se casou com José e o acompanhou a Belém, onde Jesus nasceu.Ruiz, Jean-Pierre. "Between the Crèche and the Cross: Another Look at the Mother of Jesus in the New Testament." New Theology Review; Aug2010, Vol. 23 Issue 3, pp3-4 De acordo com o costume judaico, o noivado teria ocorrido quando ela tinha cerca de 12 anos, o nascimento de Jesus aconteceu cerca de um ano depois. O Novo Testamento começa o seu relato da vida de Maria com a anunciação, quando o anjo Gabriel apareceu a ela anunciando que Deus a escolheu para ser a mãe de Jesus. A tradição da Igreja e os escritos apócrifos afirmam que os pais de Maria eram um casal de idosos, São Joaquim e Santa Ana. A Bíblia registra o papel de Maria em eventos importantes da vida de Jesus, desde o seu nascimento até a sua ascensão. Escritos apócrifos falam de sua morte e posterior assunção ao céu. Os cristãos da Igreja Católica, da Igreja Ortodoxa, da Igreja Ortodoxa Oriental, da Igreja Anglicana e da Igreja Luterana acreditam que Maria, como mãe de Jesus, é a Mãe de Deus (Μήτηρ Θεοῦ) e a Theotokos, literalmente Portadora de Deus. Maria foi venerada desde o início do cristianismo.Burke, Raymond L.; et al. (2008). Mariology: A Guide for Priests, Deacons, Seminarians, and Consecrated Persons ISBN 978-1-57918-355-4 page 178Mary for evangelicals by Tim S. Perry, William J. Abraham 2006 ISBN 0-8308-2569-X page 142 Ao longo dos séculos ela tem sido um dos assuntos favoritos da arte, da música e da literatura cristã. Há uma diversidade significativa nas crenças e práticas devocionais marianas entre as grandes tradições cristãs. A Igreja Católica tem uma série de dogmas marianos, como a Imaculada Conceição de Maria e Assunção de Maria. Os católicos referem-se a ela como Nossa Senhora e a veneram como a Rainha do Céu e Mãe da Igreja, baseados no fato dela ter sido a mãe de Jesus que, segundo os Dogmas do Cristianismo, é Deus. Contudo, outros grupos que acreditam na divindade de Cristo, como a maioria dos protestantes, não compartilhem dessas crenças,"Mary, the mother of Jesus." The New Dictionary of Cultural Literacy, Houghton Mifflin. Boston: Houghton Mifflin, 2002. Credo Reference. Web. 28 September 2010. atribuindo a ela um papel mínimo dentro do cristianismo por conta das poucas referências bíblicas sobre sua vida.

Novo!!: Ato da Primavera e Maria (mãe de Jesus) · Veja mais »

Maria Madalena

Reconstrução facial de Maria Madalena, Cícero Moraes Maria Madalena (Μαρία ἡ Μαγδαληνή) é descrita no Novo Testamento como uma das discípulas mais dedicadas de Jesus Cristo.

Novo!!: Ato da Primavera e Maria Madalena · Veja mais »

O Passado e o Presente

O Passado e o Presente (1971) é um filme português de Manoel de Oliveira.

Novo!!: Ato da Primavera e O Passado e o Presente · Veja mais »

O Pão e o Vinho

O Pão e o Vinho (1983) é um documentário português de longa-metragem de Ricardo Costa, a sua segunda docuficção.

Novo!!: Ato da Primavera e O Pão e o Vinho · Veja mais »

Paixão (cristianismo)

Paixão (do latim tardio passio -onis, derivado de passus, particípio passado de patī «sofrer») é o termo teológico cristão utilizado para descrever os eventos e os sofrimentos — físicos, espirituais e mentais — de Jesus nas horas que antecederam seu julgamento e sua execução.

Novo!!: Ato da Primavera e Paixão (cristianismo) · Veja mais »

Paulo Rocha (cineasta)

Paulo Soares da Rocha GOIH (Porto, 22 de Dezembro de 1935 – Vila Nova de Gaia, 29 de Dezembro de 2012) foi um cineasta português.

Novo!!: Ato da Primavera e Paulo Rocha (cineasta) · Veja mais »

Pôncio Pilatos

Pôncio Pilatos, também conhecido simplesmente como Pilatos (Pontius Pilatus; Πόντιος Πιλᾶτος), foi governador (praefectus) da província romana da Judeia entre os anos 26 e 36 d.C..

Novo!!: Ato da Primavera e Pôncio Pilatos · Veja mais »

Pedro Costa

Pedro Costa (Lisboa, 3 de Janeiro de 1959) é um realizador português.

Novo!!: Ato da Primavera e Pedro Costa · Veja mais »

Redondo

Redondo é uma vila portuguesa, no Distrito de Évora, região Alentejo e sub-região do Alentejo Central, com 5 733 habitantes (2012).

Novo!!: Ato da Primavera e Redondo · Veja mais »

Ricardo Costa (cineasta)

Ricardo Costa (Peniche, 25 de Janeiro de 1940) é um cineasta e produtor cinematográfico português.

Novo!!: Ato da Primavera e Ricardo Costa (cineasta) · Veja mais »

Romantismo

O romantismo foi um movimento artístico, político e filosófico surgido nas últimas décadas do na Europa que durou por grande parte do.

Novo!!: Ato da Primavera e Romantismo · Veja mais »

São João

Sem descrição

Novo!!: Ato da Primavera e São João · Veja mais »

São Pedro

São Pedro ou São Pedro Apóstolo, em hebraico:כיפא, em grego koiné: Πέτρος, Petros, "Rocha", segundo a interpretação católica e ortodoxa, (de pedra), (Betsaida, século I a.C., — Roma, cerca de 67 d.C.) foi um dos doze apóstolos de Jesus Cristo, segundo o Novo Testamento e, mais especificamente, os quatro Evangelhos.

Novo!!: Ato da Primavera e São Pedro · Veja mais »

Sentimento

Sentimentos são o que seres biológicos são capazes de sentir nas situações que vivenciam.

Novo!!: Ato da Primavera e Sentimento · Veja mais »

Surreal

*Surrealismo.

Novo!!: Ato da Primavera e Surreal · Veja mais »

Trás-os-Montes e Alto Douro

Trás-os-Montes e Alto Douro é uma província de Portugal, com limites e atribuições, que foram variando ao longo da história, mas que de grosso modo correspondem aos atuais distritos de Vila Real e Bragança.

Novo!!: Ato da Primavera e Trás-os-Montes e Alto Douro · Veja mais »

Verônica

é um nome feminino, forma latina do nome grego Berenice, Φερονίκη, que, por sua vez, é derivado do grego Φέρειν pherein (trazer) e νίκη nikê (vitória), o que resulta em "a que traz a vitória".

Novo!!: Ato da Primavera e Verônica · Veja mais »

1961

---- 1961 (na numeração romana) foi um ano comum do século XX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi A (52 semanas), teve início a um domingo e terminou também a um domingo.

Novo!!: Ato da Primavera e 1961 · Veja mais »

1962

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XX do Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi G (52 semanas), teve início numa segunda-feira e terminou também numa segunda-feira.

Novo!!: Ato da Primavera e 1962 · Veja mais »

1963

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XX do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, a sua letra dominical foi F (52 semanas), teve início a uma terça-feira e terminou também a uma terça-feira.

Novo!!: Ato da Primavera e 1963 · Veja mais »

1971

Ano Internacional de Acção para Combater o Racismo e a Discriminação Racial pelas Nações Unidas ---- -->.

Novo!!: Ato da Primavera e 1971 · Veja mais »

1981

Foi declarado pela ONU como o "Ano Internacional da Pessoa com Deficiência" e corresponde, no ciclo de doze anos que forma o calendário chinês a um ano do signo "Galo".

Novo!!: Ato da Primavera e 1981 · Veja mais »

2 de outubro

Sem descrição

Novo!!: Ato da Primavera e 2 de outubro · Veja mais »

35 mm

35 mm é uma bitola cinematográfica criada por George Eastman em 1889, a princípio para fotografia fixa, mas em seguida utilizada também nas primeiras experiências de cinema.

Novo!!: Ato da Primavera e 35 mm · Veja mais »

Redireciona aqui:

Acto da Primavera, Acto da Primavera (filme), Acto da primavera, O Acto da Primavera, O Ato da Primavera, O acto da primavera.

CessanteEntrada
Ei! Agora estamos em Facebook! »