Logotipo
Unionpédia
Comunicação
Disponível no Google Play
Novo! Faça o download do Unionpédia em seu dispositivo Android™!
Faça o download
Acesso mais rápido do que o navegador!
E sem anúncios!

Afonso de Albuquerque

Afonso de Albuquerque (Alhandra, — Goa), nomeado O Grande, o César do Oriente, o Leão dos Mares, o Terribil e o Marte Português, foi um fidalgo, militar e o 2.º Vice-Rei e Governador da Índia Portuguesa, cujas ações militares e religiosas e políticas e religiosas foram determinantes para o estabelecimento do Império Português no oceano Índico.

190 relações: Afonso Sanches, Afonso V de Portugal, Albrecht Dürer, Alhandra (Vila Franca de Xira), António de Abreu (navegador), Arzila, Áden, Álvaro Gonçalves de Ataíde, 1.º Conde de Atouguia, Índia, Bab-el-Mandeb, Bahrein, Batalha de Chaul, Batalha de Diu, Batalha de Toro, Brás de Albuquerque, Cabo Guardafui, Calecute, Cambaia, Cananor, Cantão (China), Casablanca, China, Cochim, Comenda, Conde de Atouguia, Convento da Graça (Lisboa), Corte, Coulão, Cunhagem, Dinastia Ming, Dinis I de Portugal, Diogo Lopes de Sequeira, Diplomacia, Dom (título), Duarte Fernandes, Duarte Pacheco Pereira, Duque, Duque de Goa, Egito, Esfera armilar, Estado da Índia, Estreito de Ormuz, Etiópia, Família real, Feitoria, Fernando Coutinho (marechal), Fernando II de Aragão, Fernando Pessoa, Fernão de Magalhães, Fernão Lopes (soldado), ..., Fernão Lopes de Castanheda, Fernão Pires de Andrade, Fidalgo, Fortaleza (arquitetura militar), Fortaleza de Diu, Fortaleza de Malaca, Fortaleza de Santo Ângelo de Cananor, Forte de Nossa Senhora da Conceição de Ormuz, Forte de São João Baptista de Ternate, Francisco de Almeida (vice-rei da Índia), Francisco de Sá de Meneses, Francisco Serrão, Frol de la mar, Garcia de Noronha, Gaspar Correia, Goa, Golfo de Tarento, Golfo Pérsico, Grifo, Gujarate, Henrique, Duque de Viseu, Hidalcão, Igrejas e Conventos de Goa, Ilha de João da Nova, Ilhas Banda, Ilhas Molucas, Império Português, Imperador Zhengde, Irão, Jidá, João da Nova, João de Barros, João II de Portugal, Jorge Álvares, Kamaran, Larache, Lei Mental, Lisboa, Lista de governadores da Índia Portuguesa, Lopo Soares de Albergaria, Lourenço de Almeida (capitão-mor), Luís de Camões, Maçuá, Macau, Malaca, Malaio, Mamelucos, Manga Afonso, Mangifera, Manuel I de Portugal, Maomé, Mar Vermelho, Mare Clausum, Marechal de Portugal, Mascate, Mateus da Etiópia, Melinde, Mensagem (livro), Militar, Mirocem, Missão diplomática, Moçambique, Moeda, Molucas, Monção, Monopólio, Myanmar, Nau, Nei Lingding, Nicolau Coelho, Oceano Atlântico, Oceano Índico, Oceano Pacífico, Ordem de Santiago, Ormuz, Os Lusíadas, Otranto, Papa Leão X, Pérsia, Pêro da Covilhã, Pegu, Planisfério de Cantino, Política, Portugal, Preste João, Qal'at al-Bahrain, Rafael Perestrelo, Rajá, Reino de Ayutthaya, Reino de Bisnaga, Reino de Castela, Reino de Portugal, Rinoceronte de Dürer, Rinoceronte-indiano, Rio das Pérolas, Rio Nilo, Robinson Crusoe, Rupia da Índia Portuguesa, Safávidas, Santa Helena (ilha), Sati, Sebastião de Portugal, Sismo de Lisboa de 1755, Socotorá, Sudeste Asiático, Suez, Sultanato de Bijapur, Sultanato de Malaca, Sultanatos do Decão, Sultão, Tabriz, Tailândia, Tânger, Ternate (Indonésia), Terra Santa, Timoja, Tomé Pires, Tristão da Cunha, Vice-rei, Vila Verde dos Francos, , Xilogravura, 1476, 1480, 1490, 1495, 1503, 1507, 1509, 1510, 1511, 1513, 1514, 1515, 1557, 19 de maio, 20 de maio, 25 de setembro, 4 de março, 6 de abril. Expandir índice (140 mais) »

Afonso Sanches

D.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Afonso Sanches · Veja mais »

Afonso V de Portugal

Afonso V (Sintra, – Lisboa), apelidado de "o Africano" por suas conquistas na África, foi o Rei de Portugal e Algarves de 1438 até sua morte.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Afonso V de Portugal · Veja mais »

Albrecht Dürer

Albrecht Dürer (Nuremberga, 21 de maio de 1471 — Nuremberga, 6 de abril de 1528) foi um gravador, pintor, ilustrador, matemático e teórico de arte alemão e, provavelmente, o mais famoso artista do Renascimento nórdico, tendo influenciado artistas do no seu país e nos Países Baixos.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Albrecht Dürer · Veja mais »

Alhandra (Vila Franca de Xira)

Alhandra é uma antiga freguesia portuguesa do concelho de Vila Franca de Xira, com 1,65 km² de área e 6 047 habitantes (2011).

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Alhandra (Vila Franca de Xira) · Veja mais »

António de Abreu (navegador)

António de Abreu foi um navegador português e oficial da marinha nascido na Madeira.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e António de Abreu (navegador) · Veja mais »

Arzila

Arzila (grafia oficial em: Assilah, também grafada Asilah; Aṣīlah;; Arcila) é uma cidade do noroeste de Marrocos, que faz parte da prefeitura de Tânger-Arzila e da região de Tânger-Tetuão.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Arzila · Veja mais »

Áden

Áden, Adem ou Adém (árabe: عدن) é uma cidade no Iêmen, 170 quilômetros a leste do estreito de Bab-el-Mandeb.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Áden · Veja mais »

Álvaro Gonçalves de Ataíde, 1.º Conde de Atouguia

Dom Álvaro Gonçalves de Ataíde (ca. —), 1º Conde de Atouguia era filho de Martim Gonçalves de Ataíde, alcaide-mor de Chaves, e de Dona Mécia Vasques Coutinho, aia dos Infantes da Ínclita Geração, filhos de D. João I. Foi figura proeminênte da Corte nos governos do Regente D. Pedro, Duque de Coimbra e de D. Afonso V. Em 1448, D.Álvaro Gonçalves de Ataíde alinhou no partido do Rei e do Duque de Bragança contra o Infante D. Pedro, Duque de Coimbra, que terminou na Batalha de Alfarrobeira a 20 de Maio de 1449.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Álvaro Gonçalves de Ataíde, 1.º Conde de Atouguia · Veja mais »

Índia

Índia (भारत, Bhārat,; India), oficialmente denominada República da Índia (भारत गणराज्य, Bhārat Gaṇarājya; Republic of India), é um país da Ásia Meridional.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Índia · Veja mais »

Bab-el-Mandeb

O Bab-el-Mandeb ou Babelmândebe (alternativamente Bab el Mandab, Bab al Mandab ou Bab al Mandeb, "Portão das Lágrimas" em árabe – باب المندب) é o estreito que separa os continentes da Ásia (Iêmen na península Arábica) e África (Djibouti, ao norte da Somália no Chifre da África), ligando o mar Vermelho ao oceano Índico via golfo de Áden.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Bab-el-Mandeb · Veja mais »

Bahrein

BahreinDicionário Aurélio, 6ª ed, tabela de países: traz o nome do país como Bahrein/Barém/Barein, Barém Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa (versão digital, acesso em 27 de fevereiro de 2015) traz bareinita, baremês, baremense e baremita, indicando-as como gentílicos de Barém ou Barein Os Lusíadas, de Luís de Camões: em mais de uma estrofe da obra, Camões menciona o país, exclusivamente sob a grafia Barém.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Bahrein · Veja mais »

Batalha de Chaul

A Batalha de Chaul também referida como o massacre de Chaul foi uma batalha naval travada em Março de 1508 no rio Chaul, 60 km a sul de Bombaim, entre uma frota Portuguesa comandada por D. Lourenço de Almeida e a armada do sultanato mameluco do Cairo, que viera em apoio do Sultão de Guzerate.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Batalha de Chaul · Veja mais »

Batalha de Diu

A batalha naval de Diu teve lugar a 3 de fevereiro de 1509, nas águas próximas a Diu, na Índia.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Batalha de Diu · Veja mais »

Batalha de Toro

A batalha de Toro deu-se em 1 de Março de 1476, durante a Guerra de Sucessão de Castela, entre tropas portuguesas e castelhanas joanistas de D. Afonso V, e castelhanas isabelinas de Fernando II, rei de Aragão, Leão e Castela.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Batalha de Toro · Veja mais »

Brás de Albuquerque

Brás de Albuquerque, depois Afonso de Albuquerque (Alhandra, c. 1501 - Lisboa, 1581), filho natural de Afonso de Albuquerque, foi vedor da Fazenda, membro directivo da Misericórdia e Presidente do Senado da Câmara de Lisboa.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Brás de Albuquerque · Veja mais »

Cabo Guardafui

O cabo Guardafui (ou ainda Gardafui, Guadafú por Camões, Ras Asir em árabe e pelos gregos antigos como promontório de Arómata) é o ponto mais oriental do continente africano.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Cabo Guardafui · Veja mais »

Calecute

Calecute, Calicute ou Calicut (em malaiala: കോഴിക്കോട്,, por vezes transliterado Kozhikode) é uma cidade do estado de Kerala, na costa ocidental da Índia.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Calecute · Veja mais »

Cambaia

Cambaia (em inglês, Cambay) é uma cidade e município do distrito de Anand, no estado indiano de Guzerate.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Cambaia · Veja mais »

Cananor

Cananor (Kannur em malaiala) é uma cidade portuária do estado de Kerala, na costa sudoeste da Índia.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Cananor · Veja mais »

Cantão (China)

Cantão ou Guangzhou (em chinês tradicional: 廣州; chinês simplificado: 广州; pinyin: Guǎngzhōu), historicamente também conhecida como Kwangchow, é uma cidade da República Popular da China, capital e maior cidade da província de Guangdong.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Cantão (China) · Veja mais »

Casablanca

Casablanca (que significa Casa Branca em português) é a maior cidade de Marrocos, na costa atlântica do país, e uma das maiores do Norte de África.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Casablanca · Veja mais »

China

República Popular da China (RPC), também conhecida simplesmente como China, é o maior país da Ásia Oriental e o mais populoso do mundo, com mais de 1,36 bilhão de habitantes, quase um quinto da população da Terra.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e China · Veja mais »

Cochim

Cochim (കൊച്ചി, Kochi) é a maior cidade do estado de Kerala, na Índia, cerca de 220 km a norte da capital do estado, Thiruvananthapuram.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Cochim · Veja mais »

Comenda

Santiago colar e comenda Comenda era um benefício e uma honra que antigamente era concedido a eclesiásticos e cavaleiros de ordens militares.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Comenda · Veja mais »

Conde de Atouguia

O título de Conde de Atouguia foi um título nobiliárquico de Portugal.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Conde de Atouguia · Veja mais »

Convento da Graça (Lisboa)

Graça (Lisboa) Graça (Lisboa) O conjunto da Igreja e convento da Graça está localizado no Largo da Graça, na freguesia de São Vicente, em Lisboa.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Convento da Graça (Lisboa) · Veja mais »

Corte

*Cortes (política) - nome que se dá ao parlamento.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Corte · Veja mais »

Coulão

Localização de Coulão, na Índia Coulão (Kollam em malaiala) é uma cidade do estado de Kerala, na Índia.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Coulão · Veja mais »

Cunhagem

Cunhagem é o processo pelo qual as moedas passam para serem gravadas.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Cunhagem · Veja mais »

Dinastia Ming

A dinastia Ming, ou Império do Grande Ming, foi a dinastia que governou a China de 1368 a 1644, depois da queda da dinastia Mongol dos Yuan acabando com o período de caos iniciado por Sima Yan em 263.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Dinastia Ming · Veja mais »

Dinis I de Portugal

Dinis I (Lisboa, – Santarém), apelidado de o "Rei Lavrador" e "Rei Poeta", foi o Rei de Portugal e Algarve de 1279 até sua morte.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Dinis I de Portugal · Veja mais »

Diogo Lopes de Sequeira

Diogo Lopes de Sequeira (Alandroal, 1465 — Alandroal, 1530), foi um fidalgo Português que aportou pela primeira vez em Malaca em 1509, antes da conquista em 1511 por Afonso de Albuquerque.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Diogo Lopes de Sequeira · Veja mais »

Diplomacia

Nações Unidas em Nova York, um dos principais palcos da diplomacia multilateral. A Diplomacia é um instrumento da política externa, para o estabelecimento e desenvolvimento dos contactos pacíficos entre os governos de diferentes Estados, pelo emprego de intermediários, mutuamente reconhecidos pelas respectivas partes".(Magalhães, José 2005) Geralmente, é empreendida por intermédio de diplomatas de carreira e envolve assuntos de guerra e paz, comércio exterior, promoção cultural, coordenação em organizações internacionais e outras organizações.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Diplomacia · Veja mais »

Dom (título)

Dom (do latim dominus, em português senhor, dono ou mestre), ou, no feminino, Dona, é um pronome de tratamento concedido a monarcas, príncipes, infantes e nobres portugueses, espanhóis, brasileiros e italianos; a bispos católicos, abades e sacerdotes beneditinos, cartuxos e trapistas, sempre seguido do prenome.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Dom (título) · Veja mais »

Duarte Fernandes

Duarte Fernandes (Século XVI) foi um diplomata português e o primeiro europeu a estabelecer relações diplomáticas com a Tailândia, no antigo Reino do Sião, em 1511, enviado à corte de Rama T'ibodi II ao tempo da conquista portuguesa de Malaca, por ordem do Governador da Índia Afonso de Albuquerque.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Duarte Fernandes · Veja mais »

Duarte Pacheco Pereira

Duarte Pacheco Pereira, o Grande (Lisboa, —) foi um navegador, militar e cosmógrafo português.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Duarte Pacheco Pereira · Veja mais »

Duque

Duque é um título que se refere ao chefe de Estado de um ducado.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Duque · Veja mais »

Duque de Goa

Duque de Goa foi um título nobiliárquico criado, de juro e herdade, em 1515 pelo Rei D. Manuel I de Portugal a favor de D. Afonso de Albuquerque, 2.º Vice-Rei da Índia.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Duque de Goa · Veja mais »

Egito

O (em egípcio antigo: Kemet; em copta, translit.: Kīmi; em مصر, translit.: ‎Miṣr,,; em árabe egípcio: مَصر, translit.: Maṣr), oficialmente República Árabe do Egito (em árabe: جمهورية مصر العربية, transl. Jumhūriyyat Miṣr al-ʿArabiyyah,, acessado em 07 de fevereiro de 2011 em árabe egípcio: Gomhoreyyet Maṣr el-ʿArabeyya) é um país do nordeste da África, numa região predominantemente desértica, que inclui também a península do Sinai, na Ásia, o que o torna um Estado transcontinental.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Egito · Veja mais »

Esfera armilar

A esfera armilar é um instrumento de astronomia aplicado em navegação que consta de um modelo reduzido do cosmos.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Esfera armilar · Veja mais »

Estado da Índia

O Estado da Índia ou Índia Portuguesa foi um Estado ultramarino português, fundado em 1505, seis anos depois do descobrimento da rota entre Portugal e o subcontinente indiano, para servir de referência governamental para uma cadeia de fortificações, feitorias e colónias de ultramar.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Estado da Índia · Veja mais »

Estreito de Ormuz

O estreito de Ormuz ou Hormuz (em persa: تنگهٔ هرمز) é um pedaço de oceano relativamente estreito entre o golfo de Omã ao sudeste e o golfo Pérsico ao sudoeste.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Estreito de Ormuz · Veja mais »

Etiópia

A Etiópia (em ge'ez: ኢትዮጵያ, transl. ʾĪtyōṗṗyā), oficialmente República Democrática Federal da Etiópia (ኢትዮጵያ ፌዴራላዊ ዲሞክራሲያዊ ሪፐብሊክ, transl. ye-Ītyōṗṗyā Fēdēralāwī Dīmōkrāsīyāwī Rīpeblīk) é um país encravado no Chifre da África, um dos países mais antigos do mundo.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Etiópia · Veja mais »

Família real

A família real é a família alargada de um monarca.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Família real · Veja mais »

Feitoria

Feitoria (palavra derivada do latim facere, significando "fazer" e traduzindo-se em alemão como Faktorei, em inglês como Factory, em holandês comoFactorij) era o nome dado aos entrepostos comerciais europeus em território estrangeiro.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Feitoria · Veja mais »

Fernando Coutinho (marechal)

D.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Fernando Coutinho (marechal) · Veja mais »

Fernando II de Aragão

Fernando II & V (Sos, – Madrigalejo), apelidado de "o Católico", foi o Rei de Aragão e das Coroas Aragonesas como Fernando II de 1479 até sua morte, e também Rei de Castela e Leão como Fernando V entre 1475 e 1504 em direito de sua esposa a rainha Isabel I. Além disso, ele foi regente de sua filha Joana em Castela e Leão de 1508 até sua morte.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Fernando II de Aragão · Veja mais »

Fernando Pessoa

Fernando António Nogueira Pessoa (Lisboa, — Lisboa), foi um poeta, escritor, publicitário, astrólogo, crítico literário, inventor, empresário, tradutor, correspondente comercial, filósofo e comentarista político português. Fernando Pessoa é o mais universal poeta português.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Fernando Pessoa · Veja mais »

Fernão de Magalhães

Fernão de Magalhães (Sabrosa, Primavera de — Mactan, Cebu, Visayas Centrais, Filipinas) foi um navegador português, que se notabilizou por ter organizado a primeira viagem de circum-navegação ao globo de 1519 até 1522.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Fernão de Magalhães · Veja mais »

Fernão Lopes (soldado)

Fernão Lopes (? - 1545) foi o primeiro habitante permanente conhecido da ilha de Santa Helena no Atlântico sul.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Fernão Lopes (soldado) · Veja mais »

Fernão Lopes de Castanheda

Fernão Lopes de Castanheda (Santarém, c.1500 — Coimbra, 1559) foi um historiador português no renascimento.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Fernão Lopes de Castanheda · Veja mais »

Fernão Pires de Andrade

O Capitão Fernão Pires de Andrade (também referido como Fernão Peres de AndradeWilliams, 77.) foi um navegador, guerreiro e mercador português do século XVI, farmacêutico e diplomata oficial sob ordens do governador de Malaca Afonso de Albuquerque e uma das personagens de maior relevo da História Oriental de Portugal.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Fernão Pires de Andrade · Veja mais »

Fidalgo

A palavra fidalgo, usada em Portugal e Espanha, surge da aglutinação de filho-de-algo, tendo a palavra sido importada de Castela a partir do século XV, quando o Rei D. Afonso V de Portugal mandou operar a reforma centralizadora da Casa Real Portuguesa, instituindo as moradias.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Fidalgo · Veja mais »

Fortaleza (arquitetura militar)

Uma fortaleza (do latim fortis.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Fortaleza (arquitetura militar) · Veja mais »

Fortaleza de Diu

A fortaleza de Diu localiza-se na ilha de Diu, no extremo sul da península de Katiavar, à entrada do golfo de Cambaia, na costa de Guzerate, na Índia.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Fortaleza de Diu · Veja mais »

Fortaleza de Malaca

A Fortaleza de Malaca localizava-se na cidade de Malaca, na Malásia.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Fortaleza de Malaca · Veja mais »

Fortaleza de Santo Ângelo de Cananor

A Fortaleza de Santo Ângelo de Cananor, também referida como Castelo de Santo Ângelo ou Fortaleza de Cananor, localizava-se na cidade portuária de Cananor, no estado de Kerala, na costa sudoeste da Índia.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Fortaleza de Santo Ângelo de Cananor · Veja mais »

Forte de Nossa Senhora da Conceição de Ormuz

O Forte de Nossa Senhora da Conceição de Ormuz localiza-se na ilha de Gerun, no estreito de Ormuz, atual República Islâmica do Irão.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Forte de Nossa Senhora da Conceição de Ormuz · Veja mais »

Forte de São João Baptista de Ternate

Ternate, Indonésia: mapa de 1720, mostrando a fortificação. "''Moluccæ Insulæ Celeberrimæ''". (Willem Blaeu, 1630): note-se o detalhe da batalha entre Neerlandeses e Portugueses ao largo de Ternate. O Forte de São João Baptista de Ternate, também conhecida como Fortaleza de Ternate ou Fortaleza de Maluco, localizava-se na ilha de Ternate, no arquipélago das Molucas, na atual Indonésia.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Forte de São João Baptista de Ternate · Veja mais »

Francisco de Almeida (vice-rei da Índia)

D.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Francisco de Almeida (vice-rei da Índia) · Veja mais »

Francisco de Sá de Meneses

right Francisco de Sá de Meneses (Porto, ca. 1600 – Lisboa, 21 de maio de 1664) foi um poeta português, autor do poema heróico Malaca Conquistada (1634).

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Francisco de Sá de Meneses · Veja mais »

Francisco Serrão

Francisco Serrão (?? – Tidore, 1521) foi um navegador português.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Francisco Serrão · Veja mais »

Frol de la mar

A Flor do Mar também referida como Flor de la Mar (em língua portuguesa "Flor do Mar") foi uma nau (especificamente um galeão) portuguesa que participou em vários acontecimentos marcantes no oceano Índico até ao seu naufrágio em 1511 no estreito de Malaca.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Frol de la mar · Veja mais »

Garcia de Noronha

Garcia de Noronha (1479 — 3 de abril de 1540) foi o terceiro vice-rei e o décimo governador da Índia (1537), já no fim da vida.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Garcia de Noronha · Veja mais »

Gaspar Correia

Gaspar Correia (1492 — c. 1561) foi um historiador português, autor das Lendas da Índia, uma das mais importantes obras sobre a fase inicial da presença portuguesa na Índia e no Oriente.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Gaspar Correia · Veja mais »

Goa

Goa (concani गोंय, Goem) é um estado da Índia.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Goa · Veja mais »

Golfo de Tarento

O golfo de Tarento (em italiano Golfo di Taranto) é o pedaço de mar compreendido entre Ponta Meliso em Santa Maria de Leuca (Lecce) e ponta Alice, entre Sibari e Crotone, no sul da península italiana.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Golfo de Tarento · Veja mais »

Golfo Pérsico

Mapa político do Golfo Pérsico O golfo Pérsico é um golfo localizado no Médio Oriente, como um braço do mar da Arábia, entre a península da Arábia e o Irã.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Golfo Pérsico · Veja mais »

Grifo

Grifo é uma criatura lendária com cabeça e asas de águia e corpo de leão.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Grifo · Veja mais »

Gujarate

Guzerate (ગુજરાત Gudj(a)rat - por vezes chamado Guzarate, Gujaráti ou Gujarate) é um dos 28 estados da Índia.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Gujarate · Veja mais »

Henrique, Duque de Viseu

miniatura Painel Infante D Henrique. O Infante Dom Henrique de Avis, 1.º duque de Viseu e 1.º senhor da Covilhã (Porto, – Sagres), foi um infante português e a mais importante figura do início da era das descobertas, popularmente conhecido como Infante de Sagres ou O Navegador.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Henrique, Duque de Viseu · Veja mais »

Hidalcão

Yusuf Adil Shah (Abul Muzaffar Yusuf Adil Khan Sawi) (1459 - 1511 dC) ou Adil Khan, denominado Hidalcão pelos Portugueses, foi o fundador do Sultanato de Bijapur na Índia e primeiro governante da dinastia Adil shahi que governou este sultanato do Decão durante quase dois séculos.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Hidalcão · Veja mais »

Igrejas e Conventos de Goa

Igrejas e Conventos de Velha Goa é o nome dado pela UNESCO para um conjunto de monumentos religiosos localizado em Goa Velha, no estado de Goa, na Índia, declarado Património Mundial em 1986.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Igrejas e Conventos de Goa · Veja mais »

Ilha de João da Nova

A ilha de João da Nova (ou Juan de Nova em espanhol e francês) é uma pequena e desabitada ilha no Canal de Moçambique, dependente das Terras Austrais e Antárcticas Francesas.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Ilha de João da Nova · Veja mais »

Ilhas Banda

As Ilhas banda (Kepulauan Banda) são um grupo de dez pequenas ilhas vulcânicas no Mar de Banda, cerca de 140 km a sul de Seram e 2000 km a este da Ilha de Java.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Ilhas Banda · Veja mais »

Ilhas Molucas

Ilhas Molucas (ou Malucas, do árabe Jazirat al-Muluk, "ilha dos reis") são um arquipélago da Insulíndia que faz parte da Indonésia, localizado entre Celebes (Sulawesi) e a Nova Guiné.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Ilhas Molucas · Veja mais »

Império Português

O Império Português ou Império Colonial Português foi o primeiro império global da história, sendo considerado o mais antigo dos impérios coloniais europeus modernos, abrangendo quase seis séculos de existência, a partir da Conquista de Ceuta, em 1415, até a devolução da soberania sobre Macau à China.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Império Português · Veja mais »

Imperador Zhengde

O Imperador Zhengde (26 de Outubro, 1491 - 20 de Abril, 1521) (em chinês 正德)foi um imperador da China da Dinastia Ming) entre 1505-1521. Nascido Zhu Houzhao, era o filho mais velho do imperador Hongzhi. O nome do seu reinado significa "Virtude correcta" ou "Correcção da virtude".

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Imperador Zhengde · Veja mais »

Irão

(ايران, transcr.: Iran), oficialmente República Islâmica do Irão/Irã e anteriormente conhecido como Pérsia, é um país localizado na Ásia Ocidental.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Irão · Veja mais »

Jidá

Gidá (جدة), por vezes grafada Djedda, Jeddah (transliteração inglesa), ou, por influência da forma inglesa, Jedá.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Jidá · Veja mais »

João da Nova

João da Nova João da Nova (Maceda, ca. — Cochim) foi um explorador galego, a serviço de Manuel I de Portugal.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e João da Nova · Veja mais »

João de Barros

João de Barros, chamado o Grande ou o Tito Lívio Português, (Viseu, c. 1496 — Pombal, Ribeira de Alitém, 20 de Outubro de 1570) é geralmente considerado o primeiro grande historiador português e pioneiro da gramática da língua portuguesa, tendo escrito a segunda obra a normatizar a língua, tal como falada em seu tempo.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e João de Barros · Veja mais »

João II de Portugal

João II (Lisboa, – Alvor), apelidado de "o Príncipe Perfeito", foi o Rei de Portugal e Algarves em dois períodos diferentes, primeiro durante quatro dias em novembro de 1477 e depois de 1481 até sua morte.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e João II de Portugal · Veja mais »

Jorge Álvares

Jorge Álvares (Freixo de Espada à Cinta, ? - China, 8 de Julho de 1521) foi um explorador português, o primeiro europeu a aportar na China, por via marítima, e, em 1513, a visitar o território que atualmente é Hong Kong.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Jorge Álvares · Veja mais »

Kamaran

Ilha de Kamaran (كمران), referida no século XVI pelos portugueses como Ilha do Camarão, é a maior das ilhas no Mar Vermelho sob o governo do Iémen.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Kamaran · Veja mais »

Larache

Larache ou Laraxe é uma cidade da costa atlântica noroeste de Marrocos, situada na margem esquerda do estuário do rio Lucos.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Larache · Veja mais »

Lei Mental

A Lei Mental é a designação de uma uma lei publicada por D. Duarte I de Portugal, a 8 de Abril de 1434, durante as Cortes que tiveram lugar em Santarém, e cujo objectivo era a defesa e conservação do património Real e uma medida de centralização do poder.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Lei Mental · Veja mais »

Lisboa

Lisboa GCTE é a capital de Portugal e a cidade mais populosa do país.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Lisboa · Veja mais »

Lista de governadores da Índia Portuguesa

Esta é uma lista dos governadores e vice-reis do Estado Português da Índia constituído seis anos após a descoberta do caminho marítimo para a Índia por Vasco da Gama.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Lista de governadores da Índia Portuguesa · Veja mais »

Lopo Soares de Albergaria

Lopo Soares de Albergaria (Lisboa, c. 1442 — Torres Vedras, c. 1520) ou Lopo Soares de Alvarenga, como mais usualmente é apelidadoPe.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Lopo Soares de Albergaria · Veja mais »

Lourenço de Almeida (capitão-mor)

D.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Lourenço de Almeida (capitão-mor) · Veja mais »

Luís de Camões

Luís Vaz de Camões (Lisboa,, — Lisboa, ou 1580) foi um poeta nacional de Portugal, considerado uma das maiores figuras da literatura lusófona e um dos grandes poetas do Ocidente.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Luís de Camões · Veja mais »

Maçuá

Maçuá (em inglês e italiano, Massaua; em ge'ez, ምጽዋ miṣṣiwa, em árabe, مصوع maṣṣawaʿ) é uma cidade portuária da Eritreia, na costa do Mar Vermelho, situada a noroeste de Asmara.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Maçuá · Veja mais »

Macau

Sem descrição

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Macau · Veja mais »

Malaca

Malaca (em malaio, Melaka) é o terceiro menor estado da Malásia.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Malaca · Veja mais »

Malaio

* Arquipélago malaio.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Malaio · Veja mais »

Mamelucos

Os mamelucos, também chamados de mamalucos (do árabe Mamluk, "escravo", "pajem", "criado") eram soldados de uma milícia egípcia constituída por escravos turcos.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Mamelucos · Veja mais »

Manga Afonso

Alphonso ou Manga Afonso (हापुस Haapoos em marata, Aapoos em canarês) é uma subespécie de manga que é considerado por muitos como uma das melhores em termos de doçura e sabor, embora tenha uma vida útil curta.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Manga Afonso · Veja mais »

Mangifera

O género Mangifera L., da família Anacardiaceae.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Mangifera · Veja mais »

Manuel I de Portugal

Manuel I (Alcochete, – Lisboa), apelidado de "o Afortunado" e "o Bem-Aventurado", foi o Rei de Portugal e Algarves de 1495 até à sua morte.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Manuel I de Portugal · Veja mais »

Maomé

Abū al-Qāsim Muḥammad ibn ʿAbd Allāh ibn ʿAbd al-Muṭṭalib ibn Hāshim, mais conhecido como Maomé (em árabe:, transl. Muḥammad, Mohammad ou Moḥammed; Meca, ca. 25 de Abril de 571 — Medina, 8 de Junho de 632) foi um líder religioso e político árabe.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Maomé · Veja mais »

Mar Vermelho

O mar Vermelho (árabe:Bahr el-Ahmar, hebraico Yam Suf ou Hayam Haadóm) é um golfo do oceano Índico entre a África e a Ásia.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Mar Vermelho · Veja mais »

Mare Clausum

Mare clausum (latim significando "mar fechado a dois") é um termo legal usado no direito internacional.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Mare Clausum · Veja mais »

Marechal de Portugal

O cargo de Marechal de Portugal ou Marechal do Reino foi criado pelo Rei D. Fernando I em 1382, na sequência da reorganização do alto comando dos exércitos.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Marechal de Portugal · Veja mais »

Mascate

Mascate (مسقط, transl. Masqaṭ), no golfo de Omã, é a capital e maior cidade do Sultanato de Omã.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Mascate · Veja mais »

Mateus da Etiópia

Mateus, também conhecido como Mateus, o armênio (? - Maio de 1520) foi um embaixador etíope enviado pela rainha regente Eleni da Etiópia ao rei D. Manuel I de Portugal e ao Papa, em Roma, em busca de uma aliança para ajudar face à crescente ameaça que a Etiópia enfrentava dada a influência otomana crescente na região, com o conselho de Pêro da Covilhã.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Mateus da Etiópia · Veja mais »

Melinde

Melinde (Malindi em suaíle) é uma cidade do Quénia, na costa do Índico, a norte de Mombaça.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Melinde · Veja mais »

Mensagem (livro)

é um livro do poeta português Fernando Pessoa.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Mensagem (livro) · Veja mais »

Militar

O termo militar se refere aos membros, instituições, instalações, equipamentos, veículos e tudo aquilo que faz parte de uma organização autorizada a usar a força, geralmente incluindo o uso de armas de fogo, na defesa do seu país através da luta real ou de ameaças percebidas.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Militar · Veja mais »

Mirocem

Amir Husain Al-Kurdi, denominado o Mirocem ou Mir-Hocem pelos portugueses foi governador da cidade de Jidá no Mar Vermelho, então parte do Sultanato Mameluco e destacou-se como almirante da frota mameluca egípcia, muito combatido e temido pelo Império Português no oceano Índico durante o século XVI.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Mirocem · Veja mais »

Missão diplomática

Embaixada da Ordem Soberana e Militar de Malta em Praga, República Checa. Uma missão diplomática é o conjunto de diplomatas e de outros funcionários de carreira ou não, encarregados de representar um Estado soberano ou uma organização internacional junto a outro estado ou organização.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Missão diplomática · Veja mais »

Moçambique

Moçambique, oficialmente designado como República de Moçambique, é um país localizado no sudeste do Continente Africano, banhado pelo Oceano Índico a leste e que faz fronteira com a Tanzânia ao norte; Malawi e Zâmbia a noroeste; Zimbabwe a oeste e Suazilândia e África do Sul a sudoeste.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Moçambique · Veja mais »

Moeda

Moeda é o meio pelo qual são efetuadas as transações monetárias.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Moeda · Veja mais »

Molucas

*Ilhas Molucas - um arquipélago da Insulíndia que faz parte da Indonésia.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Molucas · Veja mais »

Monção

Céu nublado durante a monção nas montanhas de Vindhya, Índia central. esverdiado designam as regiões de monções. Regiões com clima do tipo ''Am''. Monção (do árabe: موسم, estação) é a designação dada aos ventos sazonais, em geral associados à alternância entre a estação das chuvas e a estação seca, que ocorrem em grandes áreas das regiões costeiras tropicais e subtropicais.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Monção · Veja mais »

Monopólio

Em economia, monopólio (do grego monos, um + polein, vender) designa uma situação particular de concorrência imperfeita, em que uma única empresa detém o mercado de um determinado produto ou serviço, conseguindo, portanto influenciar o preço do bem comercializado.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Monopólio · Veja mais »

Myanmar

MyanmarNome também grafado em português nas seguintes variações: Mianmar, Mianmá e Miamar.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Myanmar · Veja mais »

Nau

Santa Maria'', o maior dos navios comandados por Cristóvão Colombo em 1492, no porto do Funchal Nau é denominação genérica dada a navios de grande porte com capacidade de 200 pessoas, até o usados em viagens de grande percurso.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Nau · Veja mais »

Nei Lingding

Nei Lingding, ou Ilha Nei Lingding, também conhecida por Lintin ou Ilha Lin Tin, é uma ilha no estuário do Rio das Pérolas, no sudeste da província chinesa de Guangdong.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Nei Lingding · Veja mais »

Nicolau Coelho

Nicolau Coelho (Felgueiras, ca. — ao largo de Moçambique) foi um navegador português que participou em célebres navegações.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Nicolau Coelho · Veja mais »

Oceano Atlântico

O oceano Atlântico é o segundo maior oceano em extensão, com uma área de aproximadamente 106.400.000 km²,"The New Encyclopaedia Britannica", Volume 2, Encyclopaedia Britannica, 1974.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Oceano Atlântico · Veja mais »

Oceano Índico

O oceano Índico é a terceira maior divisão oceânica do mundo, cobrindo aproximadamente 20% da água da superfície da terra.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Oceano Índico · Veja mais »

Oceano Pacífico

O oceano Pacífico é a maior massa marítima da Terra, situada entre a América, a leste, a Ásia e a Austrália, a oeste, e a Antártida, ao sul.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Oceano Pacífico · Veja mais »

Ordem de Santiago

A Ordem Militar de Santiago é uma ordem religiosa-militar de origem castelhano-leonesa, atualmente Ibérica instituída por Afonso VIII de Castela e aprovada pelo Papa Alexandre III, mediante uma bula outorgada em 5 de Julho de 1175.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Ordem de Santiago · Veja mais »

Ormuz

Ormuz foi uma antiga cidade na ilha e estreito do mesmo nome, à entrada do Golfo Pérsico.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Ormuz · Veja mais »

Os Lusíadas

Os Lusíadas é uma obra poética do escritor Luís Vaz de Camões, considerada a epopeia portuguesa por excelência.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Os Lusíadas · Veja mais »

Otranto

Otranto ou, na sua forma portuguesa, Hidrunto é uma comuna italiana da região da Puglia, província de Lecce, com cerca de 5.273 habitantes.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Otranto · Veja mais »

Papa Leão X

Leão X, nascido João de Lourenço de Médici (de Medici); (Florença, 11 de dezembro de 1475 – Roma, 1 de dezembro de 1521) foi papa de 1513 até sua morte.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Papa Leão X · Veja mais »

Pérsia

maiores de todos os impérios da história. Pérsia (do latim Persia, através do grego antigo Περσίς ou Persís) é o nome metonímico pelo qual os gregos da Antiguidade designavam o território governado pelos reis Aquemênidas, cuja dinastia (c. 550 a.C.–330 a.C.) marcou o apogeu do império, que, graças às conquistas territoriais empreendidas por Dario e Xerxes, tornara-se o maior império do mundo conhecido.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Pérsia · Veja mais »

Pêro da Covilhã

Pero da Covilhã, frequentemente referido como Pêro da Covilhã (Covilhã, 1450? — Etiópia, 1530?) foi um diplomata e explorador português.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Pêro da Covilhã · Veja mais »

Pegu

Pegu, que os Birmaneses escrevem Bago (ပဲခူးတုိင္‌း) desde 1989, é uma cidade da Birmânia e a capital da divisão do mesmo nome.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Pegu · Veja mais »

Planisfério de Cantino

O planisfério de Cantino é uma das mais antigas cartas náuticas que representam os descobrimentos marítimos portugueses.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Planisfério de Cantino · Veja mais »

Política

Política (do Grego: πολιτικός / politikos, significa "de, para, ou relacionado a grupos que integram a Pólis") denomina-se a arte ou ciência da organização, direção e administração de nações ou Estados; a aplicação desta ciência aos assuntos internos da nação (política interna) ou aos assuntos externos (política externa).

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Política · Veja mais »

Portugal

Portugal, oficialmente República Portuguesa, é um país soberano unitário localizado no sudoeste da Europa, cujo território se situa na zona ocidental da Península Ibérica e em arquipélagos no Atlântico Norte. O território português tem uma área total de, sendo delimitado a norte e leste por Espanha e a sul e oeste pelo oceano Atlântico, compreendendo uma parte continental e duas regiões autónomas: os arquipélagos dos Açores e da Madeira. Portugal é a nação mais a ocidente do continente europeu. O nome do país provém da sua segunda maior cidade, Porto, cujo nome latino-celta era Portus Cale. O território dentro das fronteiras atuais da República Portuguesa tem sido continuamente povoado desde os tempos pré-históricos: ocupado por celtas, como os galaicos e os lusitanos, foi integrado na República Romana e mais tarde colonizado por povos germânicos, como os suevos e os visigodos. No século VIII, as terras foram conquistadas pelos mouros. Durante a Reconquista cristã foi formado o Condado Portucalense, primeiro como parte do Reino da Galiza e depois integrado no Reino de Leão. Com o estabelecimento do Reino de Portugal em 1139, cuja independência foi reconhecida em 1143. Em 1297 foram definidas as fronteiras no tratado de Alcanizes, tornando Portugal no mais antigo Estado-nação da Europa. Nos séculos XV e XVI, como resultado de pioneirismo na Era dos Descobrimentos (ver: descobrimentos portugueses), Portugal expandiu a influência ocidental e estabeleceu um império que incluía possessões na África, Ásia, Oceânia e América do Sul, tornando-se a potência económica, política e militar mais importante de todo o mundo. O Império Português foi o primeiro império global da História e também o mais duradouro dos impérios coloniais europeus, abrangendo quase 600 anos de existência, desde a conquista de Ceuta em 1415, até à transferência de soberania de Macau para a China em 1999. No entanto, a importância internacional do país foi bastante reduzida durante o século XIX, especialmente após a independência do Brasil, a sua maior colónia. Com a Revolução de 1910, a monarquia terminou, tendo desde 1139 até 1910, 34 monarcas. A Primeira República Portuguesa foi muito instável, devido ao elevado parlamentarismo. O regime deu lugar à ditadura militar devido a um levantamento em 28 de maio de 1926. Em 1933, um novo regime autoritário, o Estado Novo, presidido por Salazar até 1968, geriu o país até 25 de abril de 1974. A democracia representativa foi instaurada após a Revolução dos Cravos, em 1974, que terminou a Guerra Colonial Portuguesa. As províncias ultramarinas de Portugal tornaram-se independentes, sendo as mais proeminentes Angola e Moçambique. Portugal é um país desenvolvido, com um Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) considerado como muito elevado. O país foi classificado na 19.ª posição em qualidade de vida (em 2005), tem um dos melhores sistemas de saúde do planeta e é, também, uma das nações mais globalizadas e pacíficas do mundo. É membro da Organização das Nações Unidas (ONU), da União Europeia (incluindo a Zona Euro e o Espaço Schengen), da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) e da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Portugal também participa em diversas missões de manutenção de paz das Nações Unidas.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Portugal · Veja mais »

Preste João

O Preste João foi um lendário soberano cristão do Oriente que detinha funções de patriarca e rei, correspondendo, na verdade, ao Imperador da Etiópia.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Preste João · Veja mais »

Qal'at al-Bahrain

O Forte do Bahrein ("Qal'at al-Bahrain"; em língua árabe: قلعة البحرين), também denominado como Forte português da ilha de Bahrein localiza-se em Manama, capital do Bahrein, no golfo Pérsico.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Qal'at al-Bahrain · Veja mais »

Rafael Perestrelo

Rafael Perestrelo foi um navegador português, cavaleiro fidalgo da Casa real, que se notabilizou entre 1514-1517.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Rafael Perestrelo · Veja mais »

Rajá

Rajá (fem. Rani) é a designação dada aos reis e outros governantes hereditários do subcontinente indiano.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Rajá · Veja mais »

Reino de Ayutthaya

O Reino de Ayutthaya (em tailandês: อาณาจักรอยุธยา) foi um antigo reino siamês fundado em 1351 que perdurou até a intervenção birmanesa em 1767.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Reino de Ayutthaya · Veja mais »

Reino de Bisnaga

O Império Vijayanagara (Vijayānagara Sāmrājya ou Vijayānagara Sāmrājyamu) ou Reino de Bisnaga nos antigos relatos portugueses, foi uma monarquia hindu do sul da Índia, no planalto do Decão.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Reino de Bisnaga · Veja mais »

Reino de Castela

O Reino de Castela, foi um dos antigos reinos da Península Ibérica formados durante a Reconquista.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Reino de Castela · Veja mais »

Reino de Portugal

O Reino de Portugal era a denominação de Portugal sob a governação de um regime monárquico, e no início ainda sem o reino dos Algarves.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Reino de Portugal · Veja mais »

Rinoceronte de Dürer

Rinoceronte de Dürer é o nome pelo qual é genericamente conhecida uma xilogravura gravada pelo artista alemão Albrecht Dürer no ano de 1515.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Rinoceronte de Dürer · Veja mais »

Rinoceronte-indiano

O rinoceronte-indiano (Rhinocerus unicornis) é um mamífero encontrado no Nepal e na Índia, estando actualmente confinado a pradarias altas e florestas no sopé dos Himalaias.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Rinoceronte-indiano · Veja mais »

Rio das Pérolas

O rio das Pérolas (Zhu Jiang, 珠江 pinyin: Zhū Jiāng) é um rio localizado no sul da República Popular da China, sendo o terceiro rio chinês em comprimento (depois do Yangtzé e do rio Amarelo) e o segundo em caudal (depois do Yangtzé).

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Rio das Pérolas · Veja mais »

Rio Nilo

Montagem de imagens de satélite do Nilo (NASA) O Nilo é o rio mais extenso do mundo.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Rio Nilo · Veja mais »

Robinson Crusoe

Robinson Crusoe é um romance escrito por Daniel Defoe e publicado originalmente em 1719 no Reino Unido.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Robinson Crusoe · Veja mais »

Rupia da Índia Portuguesa

A rupia da Índia Portuguesa foi uma das moedas do Estado Português da Índia até 1958.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Rupia da Índia Portuguesa · Veja mais »

Safávidas

Os safávidas (صفویان) foram uma dinastia xiita iraniana formada por azeris e curdos, que governaram a Pérsia de 1501/1502 a 1722.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Safávidas · Veja mais »

Santa Helena (ilha)

Santa Helena (Saint Helena em inglês) é o principal componente do território britânico ultramarino de Santa Helena, Ascensão e Tristão da Cunha, localizado praticamente a meio do Atlântico Sul, mas geralmente englobada nos territórios africanos por se encontrar mais perto de África do que da América do Sul.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Santa Helena (ilha) · Veja mais »

Sati

Cerimonial da queima de uma viúva hindu (viva) junto ao corpo de seu esposo falecido, do livro ''Pictorial History of China and India'', publicado em 1851. Sati ou suttee (em devanágari: सती, o feminino de sat "verdadeiro") é um antigo costume entre algumas comunidades hindus, hoje em dia estritamente proibido pelas leis do Estado Indiano, que obrigava (no sentido honroso, moral, e prestigioso) a esposa viúva devota a se sacrificar viva na fogueira da pira funerária de seu marido morto.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Sati · Veja mais »

Sebastião de Portugal

Sebastião (Lisboa, – Alcácer-Quibir), apelidado de "o Desejado" e "o Adormecido", foi o Rei de Portugal e Algarves de 1557 até sua morte.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Sebastião de Portugal · Veja mais »

Sismo de Lisboa de 1755

O Sismo de 1755, também conhecido por Terramoto de 1755, ocorreu no dia 1 de novembro de 1755, resultando na destruição quase completa da cidade de Lisboa, especialmente na zona da Baixa, e atingindo ainda grande parte do litoral do Algarve e Setúbal.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Sismo de Lisboa de 1755 · Veja mais »

Socotorá

* Socotorá ou Socotra (em árabe سقطرة Suqutrah; em inglês, Socotra) é um pequeno arquipélago formado por quatro ilhas no oceano Índico, em frente à costa do Chifre da África (Corno de África), a 250 km a leste do cabo Guardafui e a uns 380 km a sudeste da costa do Iêmen, que administra Socotorá em nome do Sultanato de Mahra e Socotorá.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Socotorá · Veja mais »

Sudeste Asiático

O Sudeste Asiático é uma das seis regiões da Ásia e engloba uma parte do continente, incluindo a Indochina e uma grande quantidade de ilhas.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Sudeste Asiático · Veja mais »

Suez

Suez (em árabe: السويس Al-Sūwais) é uma cidade portuária no nordeste do Egito, localizada na costa norte do Golfo de Suez (um ramo do Mar Vermelho), próxima ao término do sul do Canal de Suez, tendo os mesmos limites da província de Suez.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Suez · Veja mais »

Sultanato de Bijapur

Sultanatos do Decão (1527-1686) O sultanato de Bijapur foi um dos cinco sultanatos do Decão, na Índia.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Sultanato de Bijapur · Veja mais »

Sultanato de Malaca

As origens precisas do Sultanato de Malaca são controversas.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Sultanato de Malaca · Veja mais »

Sultanatos do Decão

Sultanatos do Decão (1527-1686) Os sultanatos do Decão foram cinco reinos medievais tardios muçulmanos — Bijapur, Golkonda, Ahmadnagar, Bidar, e Berar — que ocuparam o centro sul da Índia entre 1527 e 1686.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Sultanatos do Decão · Veja mais »

Sultão

otomana (Palácio de Topkapı, Istambul). Sultão tit é um título islâmico com diversos significados históricos.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Sultão · Veja mais »

Tabriz

Tabriz (تبریز, em azeri Təbriz; Թավրիզ) é a capital e a maior cidade da província do Azerbaijão Oriental, no Irão.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Tabriz · Veja mais »

Tailândia

Tailândia, oficialmente Reino da Tailândia (em tailandês: ราชอาณาจักรไทย, transl.), anteriormente conhecida como Sião (em tailandês: สยาม) é um estado soberano no centro da península da Indochina, no Sudeste asiático.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Tailândia · Veja mais »

Tânger

Vista noturna da cidade a partir da zona hoteleira no lado oriental da praia, com o porto e a parte antiga ao fundo Tânger (Tangier; em e: Tingis) é uma cidade do norte de Marrocos, capital da prefeitura de Tânger-Arzila e da região de Tânger-Tetuão.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Tânger · Veja mais »

Ternate (Indonésia)

Ternate é uma ilha vulcânica do arquipélago das Molucas, na Indonésia.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Ternate (Indonésia) · Veja mais »

Terra Santa

Terra Santa é um termo que no judaísmo se refere à Terra de Israel.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Terra Santa · Veja mais »

Timoja

Timoja (também conhecido como Timoji ou Timayya) foi um corsário hindu ao serviço do Império Vijayanagara (então denominado Reino de Bisnaga) e dos portugueses na primeira década do século XVI.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Timoja · Veja mais »

Tomé Pires

Tomé Pires (ca. 1465 — ca. 1540) foi um destacado boticário português que viveu no Oriente durante o século XVI.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Tomé Pires · Veja mais »

Tristão da Cunha

Tristão da Cunha (ca. — ca.), 1.º Senhor de Gestaçô e de Panóias, foi cavaleiro do conselho d'El-Rei D. Manuel I, explorador português e comandante naval.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Tristão da Cunha · Veja mais »

Vice-rei

D. Francisco de Almeida,primeiro vice-rei da Índia Portuguesa Vice-Rei foi o título, usado em algumas monarquias da Europa, para designar os governadores e representantes do rei numa província afastada ou num território ultramarino.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Vice-rei · Veja mais »

Vila Verde dos Francos

Vila Verde dos Francos é uma freguesia portuguesa do concelho de Alenquer, com 28,13 km² de área e 1 162 habitantes (2011).

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Vila Verde dos Francos · Veja mais »

Xá (do persa moderno شاه, transl. Shah, "rei ou imperador") era o título dos monarcas da Pérsia e do Afeganistão e, muitas vezes, fazia parte dos nomes por que eram conhecidos.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Xá · Veja mais »

Xilogravura

Xilogravura ou xilografia significa gravura em madeira.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e Xilogravura · Veja mais »

1476

---- (na numeração romana) foi um ano bissexto do século XV do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e as suas letras dominicais foram G e F (52 semanas), teve início a uma segunda-feira e terminou a uma terça-feira.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e 1476 · Veja mais »

1480

---- (na numeração romana) foi um ano bissexto do século XV do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e as suas letras dominicais foram B e A (52 semanas), teve início a um sábado e terminou a um domingo.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e 1480 · Veja mais »

1490

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XV do Calendário Juliano, da Era de Cristo, a sua letra dominical foi C (52 semanas), teve início a uma sexta-feira e terminou também a uma sexta-feira.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e 1490 · Veja mais »

1495

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XV do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi D (53 semanas), teve início a uma quinta-feira e terminou também a uma quinta-feira.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e 1495 · Veja mais »

1503

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XVI do Calendário Juliano, da Era de Cristo, a sua letra dominical foi A (52 semanas), teve início a um domingo e terminou também a um domingo.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e 1503 · Veja mais »

1507

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XVI do Calendário Juliano, da Era de Cristo, a sua letra dominical foi C (52 semanas), teve início a uma sexta-feira e terminou também a uma sexta-feira.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e 1507 · Veja mais »

1509

(na numeração romana) foi um ano comum do século XVI do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi G (52 semanas), teve início numa segunda-feira e terminou também numa segunda-feira.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e 1509 · Veja mais »

1510

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XVI do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi F (52 semanas), teve início a uma terça-feira e terminou também a uma terça-feira.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e 1510 · Veja mais »

1511

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XVI do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi E (52 semanas), teve início a uma quarta-feira, terminou também a uma quarta-feira.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e 1511 · Veja mais »

1513

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XVI do Calendário Juliano, da Era de Cristo, a sua letra dominical foi B (52 semanas), teve início a um sábado e terminou também a um sábado.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e 1513 · Veja mais »

1514

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XVI do Calendário Juliano, da Era de Cristo, a sua letra dominical foi A (52 semanas), teve início a um domingo e terminou também a um domingo.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e 1514 · Veja mais »

1515

---- 1515 (na numeração romana) foi um ano comum do século XVI do Calendário Juliano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi G (52 semanas), teve início numa segunda-feira e terminou também numa segunda-feira.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e 1515 · Veja mais »

1557

---- (na numeração romana) foi um ano comum do século XVI do Calendário Juliano, da Era de Cristo, a sua letra dominical foi C (52 semanas), teve início a uma sexta-feira e terminou também a uma sexta-feira.

Novo!!: Afonso de Albuquerque e 1557 · Veja mais »

19 de maio

Sem descrição

Novo!!: Afonso de Albuquerque e 19 de maio · Veja mais »

20 de maio

Sem descrição

Novo!!: Afonso de Albuquerque e 20 de maio · Veja mais »

25 de setembro

Sem descrição

Novo!!: Afonso de Albuquerque e 25 de setembro · Veja mais »

4 de março

Sem descrição

Novo!!: Afonso de Albuquerque e 4 de março · Veja mais »

6 de abril

Sem descrição

Novo!!: Afonso de Albuquerque e 6 de abril · Veja mais »

Redireciona aqui:

Afonso de Albuquerque, governador da Índia, D. Afonso de Albuquerque, O César do Oriente, O Leão dos Mares, O Marte Português, O Terribil.

CessanteEntrada
Ei! Agora estamos em Facebook! »