Logotipo
Unionpédia
Comunicação
Disponível no Google Play
Novo! Faça o download do Unionpédia em seu dispositivo Android™!
Faça o download
Acesso mais rápido do que o navegador!
E sem anúncios!

40.º governo republicano (Portugal)

O 40.º governo da Primeira República PortuguesaEste governo poderá ser numerado de diversas formas:a) 38.º governo — caso não sejam contabilizados nem o Governo Provisório (1910–1911), apenas provisório e não constitucional, nem o governo de Fernandes Costa (1920), que não tomou posse, e caso a recondução do governo de Sá Cardoso após o governo falhado de Fernandes Costa seja considerada como a continuação natural do mesmo governo;b) 39.º governob1) caso não seja contabilizado o Governo Provisório e seja contabilizado o governo falhado de Fernandes Costa, não contando no entanto a recondução do governo de Sá Cardoso após o governo falhado de Fernandes Costa como formação de um novo governo;b2) caso seja contabilizado o Governo Provisório, mas não o governo falhado de Fernandes Costa, e não contando a recondução do governo de Sá Cardoso após o governo falhado de Fernandes Costa como formação de um novo governo;b3) caso não seja contabilizado nem Governo Provisório, nem o governo falhado de Fernandes Costa, mas a recondução do governo de Sá Cardoso após o governo falhado de Fernandes Costa conte como formação de um novo governo;c) 40.º governoc1) caso sejam contabilizados o Governo Provisório e o governo falhado de Fernandes Costa, e a recondução do governo de Sá Cardoso após o governo falhado de Fernandes Costa seja considerada como a continuação natural desse governo;c2) caso não seja contabilizado o Governo Provisório, seja contabilizado o governo falhado de Fernandes Costa, e a recondução do governo de Sá Cardoso após o governo falhado de Fernandes Costa conte como formação de um novo governo;c3) caso seja contabilizado o Governo Provisório, mas não o governo falhado de Fernandes Costa, e que conte a recondução do governo de Sá Cardoso após o governo falhado de Fernandes Costa como formação de um novo governo;d) 41.º governo — caso sejam contabilizados o Governo Provisório e o governo falhado de Fernandes Costa, bem como a recondução do governo de Sá Cardoso após o governo falhado de Fernandes Costa seja considerada como formação de um novo governo.Para efeitos práticos, neste artigo e em artigos relacionados na Wikipédia, incluem-se na contagem dos governos da Primeira República Portuguesa o Governo Provisório (1.º governo) e o governo de Fernandes Costa (22.º governo), não contando no entanto a recondução do governo de Sá Cardoso após o governo falhado de Fernandes Costa como um novo governo. Isto é, ao 21.º governo (de Sá Cardoso), segue-se o 22.º (de Fernandes Costa), seguindo-se novamente o 21.º reconduzido, sendo este por sua vez sucedido pelo 23.º governo (de Domingos Pereira). nomeado a 6 de julho de 1924 e exonerado a 22 de novembro do mesmo ano, foi liderado por Alfredo Rodrigues Gaspar. A sua constituição era a seguinte.

27 relações: Alfredo Rodrigues Gaspar, António Alberto Torres Garcia, António de Abranches Ferrão, Álvaro Bulhão Pato, Domingos Pereira, Ernesto Vieira da Rocha, Fernando Augusto Pereira da Silva, Governo Provisório da República Portuguesa, João Catanho de Meneses, Lista de chefes de governo de Portugal, Ministério da Administração Interna, Ministério da Agricultura (Portugal), Ministério da Guerra (Portugal), Ministério da Instrução Pública, Ministério da Justiça (Portugal), Ministério da Marinha (Portugal), Ministério das Colónias, Ministério das Finanças (Portugal), Ministério do Comércio (Portugal), Ministério do Trabalho e Previdência Social, Ministério dos Negócios Estrangeiros (Portugal), Primeira República Portuguesa, Rodolfo Xavier da Silva, Vitorino Henriques Godinho, 21.º governo republicano (Portugal), 22.º governo republicano (Portugal), 23.º governo republicano (Portugal).

Alfredo Rodrigues Gaspar

Alfredo Rodrigues Gaspar GCC • ComA • GOA (Funchal, 8 de agosto de 1865 — Lisboa, 1 de dezembro de 1938) foi um militar da Armada Portuguesa e político que, entre outras funções, foi presidente do Ministério (primeiro-ministro) de um dos governos da Primeira República Portuguesa.

Novo!!: 40.º governo republicano (Portugal) e Alfredo Rodrigues Gaspar · Veja mais »

António Alberto Torres Garcia

António Alberto Torres Garcia (Góis, Vila Nova do Ceira, 1889 - Góis, 9 de Setembro de 1937) foi um ministro português responsável pelas pastas do Trabalho, da Agricultura e das Finanças.

Novo!!: 40.º governo republicano (Portugal) e António Alberto Torres Garcia · Veja mais »

António de Abranches Ferrão

António de Abranches Ferrão (Seia, 25 de Agosto de 1883 — Lisboa, 23 de Abril de 1932) foi um jurista, advogado e professor de Direito da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa que exerceu importantes funções políticas durante a Primeira República Portuguesa, entre os quais os de Ministro da Justiça e Ministro da Instrução Pública.

Novo!!: 40.º governo republicano (Portugal) e António de Abranches Ferrão · Veja mais »

Álvaro Bulhão Pato

Álvaro António de Bulhão Pato (1860 — 14 de Fevereiro de 1936) foi um político e escritor, que durante a Primeira República Portuguesa foi presidente da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo, senador em duas legislaturas e Ministro das Colónias do governo presidido por Rodrigues Gaspar (6 de Julho a 22 de Novembro de 1924).

Novo!!: 40.º governo republicano (Portugal) e Álvaro Bulhão Pato · Veja mais »

Domingos Pereira

Domingos Leite Pereira GCSE (Braga, 19 de setembro de 1882 — Porto), foi um político português da primeira república.

Novo!!: 40.º governo republicano (Portugal) e Domingos Pereira · Veja mais »

Ernesto Vieira da Rocha

Ernesto Maria Vieira da Rocha ComTE • MPVM • MPCG • ComC • GCC • ComA • GOA • GCA • MPBS • MOBS • GOIC • MPCE (Évora, 18 de Outubro de 1872 — Lisboa, 16 de Abril de 1952), mais conhecido por Vieira da Rocha, foi um militar do Exército Português, onde atingiu o posto de general, e político do período final da Primeira República Portuguesa.

Novo!!: 40.º governo republicano (Portugal) e Ernesto Vieira da Rocha · Veja mais »

Fernando Augusto Pereira da Silva

Fernando Augusto Pereira Silva (Messines, 13 de Janeiro de 1871 - Lisboa, 3 de Novembro de 1943), oficial da marinha, administrador colonial e Ministro da Marinha nos últimos governos da Primeira República.

Novo!!: 40.º governo republicano (Portugal) e Fernando Augusto Pereira da Silva · Veja mais »

Governo Provisório da República Portuguesa

O Governo Provisório da República Portuguesa foi o directório que, após a proclamação da República Portuguesa em 5 de Outubro de 1910, ficou encarregado de dirigir superiormente a Nação até que fosse aprovada uma nova Lei fundamental.

Novo!!: 40.º governo republicano (Portugal) e Governo Provisório da República Portuguesa · Veja mais »

João Catanho de Meneses

João Catanho de Meneses (Faial, Santana, Madeira, 17 de abril de 1854 — Cabeço de Montachique, 16 de maio de 1942) foi um advogado e político que, entre outras funções de relevo, foi deputado, senador, presidente da Câmara Municipal de Lisboa e, por diversas vezes, Ministro da Justiça durante a Primeira República Portuguesa.

Novo!!: 40.º governo republicano (Portugal) e João Catanho de Meneses · Veja mais »

Lista de chefes de governo de Portugal

Esta é uma lista de chefes de governo de Portugal desde a instituição oficial do cargo em 1834, com o restabelecimento da Monarquia Constitucional, com o nome de presidente do Conselho de Ministros, até ao presente.

Novo!!: 40.º governo republicano (Portugal) e Lista de chefes de governo de Portugal · Veja mais »

Ministério da Administração Interna

O Ministério da Administração Interna (MAI), designado entre 1910 e 1974 por Ministério do Interior é o departamento do Governo de Portugal responsável pela execução das políticas de segurança pública, de proteção e socorro, de imigração e asilo, de prevenção e segurança rodoviária e pela administração dos assuntos eleitorais.

Novo!!: 40.º governo republicano (Portugal) e Ministério da Administração Interna · Veja mais »

Ministério da Agricultura (Portugal)

O Ministério da Agricultura foi um departamento do Governo de Portugal, responsável pela execução das políticas públicas e pela tutela dos assuntos respeitantes à agricultura e atividades associadas como a silvicultura, a pecuária, a alimentação, o desenvolvimento rural e o Mar.

Novo!!: 40.º governo republicano (Portugal) e Ministério da Agricultura (Portugal) · Veja mais »

Ministério da Guerra (Portugal)

Entradas do antigo Ministério no Complexo ministerial do Terreiro do Paço, ainda hoje ostentando as inscrições "Ministério do Exército". O Ministério da Guerra (MG) era o antigo departamento governamental de Portugal responsável pela administração dos assuntos relativos ao Exército Português.

Novo!!: 40.º governo republicano (Portugal) e Ministério da Guerra (Portugal) · Veja mais »

Ministério da Instrução Pública

Ministério da Instrução Pública foi a denominação dada em Portugal, entre 1913 e 1936, ao departamento governamental responsável pela política da educação.

Novo!!: 40.º governo republicano (Portugal) e Ministério da Instrução Pública · Veja mais »

Ministério da Justiça (Portugal)

O Ministério da Justiça (MJ) é um departamento do Governo de Portugal, responsável pela gestão dos assuntos respeitantes ao Sistema Judicial Português.

Novo!!: 40.º governo republicano (Portugal) e Ministério da Justiça (Portugal) · Veja mais »

Ministério da Marinha (Portugal)

O Ministério da Marinha (MM) era o antigo departamento do Governo de Portugal que se ocupava dos assuntos marítimos, tanto militares como civis.

Novo!!: 40.º governo republicano (Portugal) e Ministério da Marinha (Portugal) · Veja mais »

Ministério das Colónias

O Ministério das Colónias (1911 — 1951) foi um departamento ministerial do Governo de Portugal que tinha como responsabilidade a condução das políticas civis especificamente dirigidas aos territórios sob domínio colonial português, incluindo a adaptação e aplicação a esses territórios das políticas que no então território metropolitano da República Portuguesa eram responsabilidade de outros ministérios.

Novo!!: 40.º governo republicano (Portugal) e Ministério das Colónias · Veja mais »

Ministério das Finanças (Portugal)

O Ministério das Finanças (MF) é o departamento do Governo de Portugal que tem por missão definir e conduzir a política financeira do Estado e as políticas para a Administração Pública.

Novo!!: 40.º governo republicano (Portugal) e Ministério das Finanças (Portugal) · Veja mais »

Ministério do Comércio (Portugal)

O Ministério do Comércio (25 de Abril de 1917 — 30 de Março de 1919) foi um antigo departamento do Governo da República Portuguesa.

Novo!!: 40.º governo republicano (Portugal) e Ministério do Comércio (Portugal) · Veja mais »

Ministério do Trabalho e Previdência Social

O Ministério do Trabalho e Previdência Social foi um departamento do Governo da República Portuguesa criado pela Lei n.º 494, de 16 de março de 1916, para conduzir as políticas relativas às chamadas "áreas sociais".

Novo!!: 40.º governo republicano (Portugal) e Ministério do Trabalho e Previdência Social · Veja mais »

Ministério dos Negócios Estrangeiros (Portugal)

O Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) é, em Portugal, o departamento governamental responsável pela formulação, coordenação e execução da política externa.

Novo!!: 40.º governo republicano (Portugal) e Ministério dos Negócios Estrangeiros (Portugal) · Veja mais »

Primeira República Portuguesa

A Primeira República Portuguesa (também referida como República Parlamentar) e cujo nome oficial era apenas República Portuguesa, foi o sistema político vigente em Portugal após a queda da Monarquia Portuguesa, entre a revolução republicana de 5 de outubro de 1910 e o golpe de 28 de maio de 1926, que deu origem à Ditadura Militar, mais tarde Ditadura Nacional e posteriormente Estado Novo.

Novo!!: 40.º governo republicano (Portugal) e Primeira República Portuguesa · Veja mais »

Rodolfo Xavier da Silva

Rodolfo Xavier da Silva Júnior GOSE • GOB (Lisboa, 9 de Julho de 1877 — Lisboa, 25 de Dezembro de 1948) foi um médico e político que se destacou durante a Primeira República Portuguesa.

Novo!!: 40.º governo republicano (Portugal) e Rodolfo Xavier da Silva · Veja mais »

Vitorino Henriques Godinho

Vitorino Henriques Godinho ComA • GOA • ComSE (Ansião, Ansião, 19 de Julho de 1878 — Lisboa, 5 de Fevereiro de 1962) foi um oficial do Exército Português, combatente na batalha de La Lys, deputado republicano e ministro dos Negócios Estrangeiros (1924) e do Interior (1925) durante a Primeira República Portuguesa.

Novo!!: 40.º governo republicano (Portugal) e Vitorino Henriques Godinho · Veja mais »

21.º governo republicano (Portugal)

O 21.º governo da Primeira República PortuguesaEste governo poderá ser numerado de diversas formas:a) 20.º governo — caso não seja contabilizado o Governo Provisório (1910–1911), apenas provisório e não constitucional, e caso a recondução do governo após o governo de Fernandes Costa (que não tomou posse) seja considerada como a continuação natural do mesmo governo;b) 20.º e 21.º governos — caso não seja contabilizado nem Governo Provisório nem o de Fernandes Costa, mas ainda assim a recondução do governo conte como formação de um novo;c) 20.º e 22.º governos — caso não seja contabilizado o Governo Provisório, mas ainda assim a recondução do governo conte como formação de um novo.;d) 21.º governo — caso seja contabilizado o Governo Provisório, mas a recondução do governo seja considerada como uma continuação natual do mesmo governo;e) 21.º e 22.º governos — caso seja contabilizado o Governo Provisório, não seja contabilizado o governo falhado de Fernandes Costa, e a recondução do governo conte como a formação de um novo;f) 21.º e 23.º governos — caso sejam contabilizados o Governo Provisório e o governo falhado de Fernandes Costa, e a recondução do governo conte como a formação de um novo.Para efeitos práticos, neste artigo e em artigos relacionados na Wikipédia, incluem-se na contagem dos governos da Primeira República Portuguesa o Governo Provisório (1.º governo) e o governo de Fernandes Costa (22.º governo), não contando no entanto a recondução do governo de Sá Cardoso como um novo governo. Isto é, ao 21.º governo, segue-se o 22.º (de Fernandes Costa), seguindo-se novamente o 21.º governo reconduzido, sendo este por sua vez sucedido pelo 23.º governo (de Domingos Pereira). foi nomeado a 29 de junho de 1919 e exonerado a 15 de janeiro de 1920, sendo no mesmo dia reempossado devido à queda do governo de Francisco Fernandes Costa que havia sido nomeado e exonerado nesse dia sem tomar posse. O 21.º governo republicano manteve-se sempre em funções, tendo a sua exoneração de 15 de janeiro sido anulada, sendo apenas efetivamente exonerado a 21 de janeiro de 1920, cinco dias depois. Foi liderado por Alfredo de Sá Cardoso. A sua constituição era a seguinte.

Novo!!: 40.º governo republicano (Portugal) e 21.º governo republicano (Portugal) · Veja mais »

22.º governo republicano (Portugal)

O 22.º governo da Primeira República Portuguesa,Se o Governo Provisório (1910–1911), sendo um governo provisório e ainda não constitucional, não for contabilizado, então este governo será o 21.º governo da Primeira República Portuguesa.

Novo!!: 40.º governo republicano (Portugal) e 22.º governo republicano (Portugal) · Veja mais »

23.º governo republicano (Portugal)

O 23.º governo da Primeira República Portuguesa,Este governo poderá ser numerado de diversas formas:a) 21.º governo — caso não sejam contabilizados nem o Governo Provisório (1910–1911), apenas provisório e não constitucional, nem o governo de Fernandes Costa (1920), que não tomou posse, e caso a recondução do governo de Sá Cardoso após o governo falhado de Fernandes Costa seja considerada como a continuação natural do mesmo governo;b) 22.º governob1) caso não seja contabilizado o Governo Provisório e seja contabilizado o governo falhado de Fernandes Costa, não contando no entanto a recondução do governo de Sá Cardoso após o governo falhado de Fernandes Costa como formação de um novo governo;b2) caso seja contabilizado o Governo Provisório, mas não o governo falhado de Fernandes Costa, e não contando a recondução do governo de Sá Cardoso após o governo falhado de Fernandes Costa como formação de um novo governo;b3) caso não seja contabilizado nem Governo Provisório, nem o governo falhado de Fernandes Costa, mas a recondução do governo de Sá Cardoso após o governo falhado de Fernandes Costa conte como formação de um novo governo;c) 23.º governoc1) caso sejam contabilizados o Governo Provisório e o governo falhado de Fernandes Costa, e a recondução do governo de Sá Cardoso após o governo falhado de Fernandes Costa seja considerada como a continuação natural desse governo;c2) caso não seja contabilizado o Governo Provisório, seja contabilizado o governo falhado de Fernandes Costa, e a recondução do governo de Sá Cardoso após o governo falhado de Fernandes Costa conte como formação de um novo governo;c3) caso seja contabilizado o Governo Provisório, mas não o governo falhado de Fernandes Costa, e que conte a recondução do governo de Sá Cardoso após o governo falhado de Fernandes Costa como formação de um novo governo;d) 24.º governo — caso sejam contabilizados o Governo Provisório e o governo falhado de Fernandes Costa, bem como a recondução do governo de Sá Cardoso após o governo falhado de Fernandes Costa seja considerada como formação de um novo governo.Para efeitos práticos, neste artigo e em artigos relacionados na Wikipédia, incluem-se na contagem dos governos da Primeira República Portuguesa o Governo Provisório (1.º governo) e o governo de Fernandes Costa (22.º governo), não contando no entanto a recondução do governo de Sá Cardoso após o governo falhado de Fernandes Costa como um novo governo. Isto é, ao 21.º governo (de Sá Cardoso), segue-se o 22.º (de Fernandes Costa), seguindo-se novamente o 21.º reconduzido, sendo este por sua vez sucedido pelo 23.º governo (de Domingos Pereira). nomeado a 21 de janeiro de 1920 e exonerado a 8 de março do mesmo ano, foi liderado por Domingos Pereira. A sua constituição era a seguinte.

Novo!!: 40.º governo republicano (Portugal) e 23.º governo republicano (Portugal) · Veja mais »

CessanteEntrada
Ei! Agora estamos em Facebook! »